Your SlideShare is downloading. ×

TomeByte

677
views

Published on

Apresentação do grupo TomeByte na matéria de Fundamentos da Computação do curso de Sistemas de Informação da Universidade Federal de sergipe.

Apresentação do grupo TomeByte na matéria de Fundamentos da Computação do curso de Sistemas de Informação da Universidade Federal de sergipe.

Published in: Technology, Design

0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total Views
677
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0
Actions
Shares
0
Downloads
4
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide

Transcript

  • 1. GRUPO TOMEBYTE INTEGRANTES: OTÁVIO MANOEL, JAILTON JR., CHRISTIAN DANTAS, ARIAN DANTAS, ELAINE. PROFESSOR: ROGÉRIO CHAGAS DO NASCIMENTO MATÉRIA: FUNDAMENTOS DA COMPUTAÇÃO Educação Profissional 171 – UFS
  • 2. Educação Profissional
  • 3. Situação do Profissional de Informática no Brasil
    • Regulamentação dos profissionais de Informática
    • Criação do CONIN
  • 4. Regulamentação dos profissionais de Informática
    • Está em trâmite no Congresso Nacional o projeto de lei que cria o CONIN, Conselho Nacional de Informática, que regulará as atividades dos profissionais ligados à informática, como programadores, analistas, técnicos em informática, etc.
  • 5. Regulamentação dos profissionais de Informática
    • Da mesma forma, já foi apresentada ao Congresso Nacional o projeto de lei que cria o CONFREI (Confederação Nacional de Informática) e o CREI (Conselho Regional de Informática), que é o equivalente ao sistema CONFEA e CREA para as profissões ligadas à informática (técnicos, analistas, programadores, etc).
  • 6. Alguns artigos do projeto de lei :
    • Art. 1º - É livre, em todo o território nacional, o exercício das atividades relacionadas com a Informática e o uso dos seus recursos técnicos, observadas as disposições legais.
    • Art. 2º - A designação de Analista de Informática é privativa: 
    • I – dos possuidores de diploma de nível superior em Informática, tais como: Analista de Sistema, Ciência da Computação, Informática, Engenheiro de Computação, Tecnólogo de Informática, ou correlatos, expedido no Brasil por escolas oficiais ou reconhecidas pelo Governo federal;
    • IV – dos que, na data de entrada em vigor desta lei, tenham exercido comprovadamente, através da carteira profissional, durante o períodode no mínimo 2 anos: as atividades de Analista de Informática, conforme o art. 4; ou desempenhado a função de Analista de Sistema ou Programador de Computador.
  • 7. Alguns artigos do projeto de lei :
    • Art. 3º - Poderão exercer a profissão de Técnico de Informática: 
    • I – os portadores de diploma de segundo grau ou equivalente, diplomados em Curso Técnico de Informática, reconhecido pelos órgãos competentes; 
    • II – os que, na data de entrada em vigor desta lei, tenham exercido, comprovadamente, através de carteira profissional, durante o período de, no mínimo, 1 ano, a função de Técnico de Informática e que requeiram o respectivo registro no Ministério do Trabalho.
  • 8. Alguns artigos do projeto de lei :
    • Art. 6º - O Conselho Nacional de Informática (CONIN), entidade civil de caráter privado, é a instância da sociedade organizada responsável pelo exercício profissional dos trabalhadores e empresas que trata esta lei, em todo o território nacional.
  • 9. Regulamentação dos profissionais de Informática
    • Esses orgaos seriam responsaveis por administrar todas as profissoes da area de informatica , algumas das funcoes são criar normas e padroes para o exercicio das atividades profissionais em informatica , Definir Funcoes e nomeclaturas de outras funcoes em informatica , definir um codigo de etica para a informatica e emitir certificados de qualificação que ira regularizar sua profissao com o governo.
  • 10. Educação Profissional
  • 11. Perfis Profissionais
    • Analista de Sistemas
      • “ Aquele que organiza e desenvolve processos informacionais em redes de computadores.” Brasil Profissões.
    • Engenheiro de Software
      • "Engenharia de software é a criação e a utilização de sólidos princípios de engenharia a fim de obter software de maneira econômica, que seja confiável e que trabalhe eficientemente em máquinas reais" . Friedrich Ludwig Bauer
  • 12. Perfis Profissionais
    • Programador
      • Programadores de sistemas implantam sistemas aplicativos específicos ou básicos e preparam os computadores para que eles recebam e executem os comandos necessários.
    • Webmaster e Webdesigner
      • Gerência e Estética de um website.
    • Gerente de Redes
      • São profissionais responsáveis pelo sistema de comunicação através de computadores dentro das empresas, cabendo-lhes instalar, configurar e manter uma rede de computadores, incluindo os seus equipamentos (hardware) e programas de software necessários ao seu funcionamento .
  • 13. Perfis Profissionais
    • Gestor de informática
      • É responsável pelo gerenciamento de softwares e hardwares, e pela segurança dos mesmos.
    • Técnico em Informática
      • Programadores, Técnicos em rede, e manutenção de hardware .
    • Gerente de Banco de Dados
      • Responsável pelo gerenciamento de uma base de dados.
  • 14. Perfis Profissionais
    • Gestor Da Informação
      • A Gestão da Informação é um processo que consiste nas atividades de busca, identificação, classificação, processamento, armazenamento e disseminação de informações, independentemente do formato ou meio em que se encontra (seja em documentos físicos ou digitais) .
  • 15. Educação Profissional
  • 16. Ética e Conduta Profissional
    • Código de Conduta ACM
    • Importância da Ética Profissional
  • 17. Código de Conduta ACM
    • O compromisso para a conduta profissional é esperado de todos os membros (votantes, associados e estudantes) da ACM. Este código identifica várias questões que os profissionais podem enfrentar, e prevê pautas para lidar com as mesmas.
  • 18. Código de Conduta ACM
    • Contribuir para a sociedade e o bem-estar do ser humano
    • Evitar de prejudicar os outros
    • Ser honesto e digno de confiança
    • Ser imparcial e realizar ações sem discriminação
    • Honrar direitos de propriedade
  • 19. Código de Conduta ACM
    • Acessar recursos computacionais e de comunicação somente quando autorizado
    • Respeitar a Privacidade de outros
    • Esforçar-me para concluir com a mais alta qualidade todos os processos e produtos
    • Competência profissional
    • Conhecer e respeitar as leis ligadas ao trabalho profissional
  • 20. Código de Conduta ACM
    • Honrar contratos e responsabilidades
    • Repartir conhecimentos técnicos, incluindo os impactos de sistemas e suas limitações
    • Gerenciar pessoas e recursos para planejar e construir sistemas de informação que aumentem a qualidade da vida profissional
    • Apoiar e promover os princípios deste código
    • Comprometer-me a realizar ações apropriadas se o código for violado
  • 21. Código de Conduta ACM
    • A aderência de profissionais a um código de ética é uma questão voluntária. Se um membro não aceitar ou não seguir este código, isso deve ser entendido que a vinculação à ACM deve ser terminada.
  • 22. Educação Profissional
  • 23. Campos de Atuação
    • Ciência
    • Economia
    • Serviços Públicos
    • Educação e Aprendizagem
    • Entretenimento e Socialização
  • 24. Campos de Atuação
    • Funções de profissional na área :
      • Mantém o sistema funcionando da melhor forma possível;
      • Desenvolve novos programas úteis;
      • Aperfeiçoa os já existentes;
      • Administra bancos de dados.
  • 25. Para mais informações, acesse:
    • tomebyte.blogspot.com