Profissional de Monitoramento, Mensuração e Social Analytics no Brasil (2013)

8,878 views

Published on

A pesquisa busca reunir informações sobre os profissionais e práticas em Monitoramento, Métricas e Social Analytics no Brasil. Faz parte de uma série de surveys, que já publicou: Perfil do Profissional de Monitoramento de Mídias Sociais no Brasil (2012); e Usos e Percepções do Monitoramento de Mídias Sociais (2011).

Published in: Social Media
10 Comments
64 Likes
Statistics
Notes
No Downloads
Views
Total views
8,878
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
1,785
Actions
Shares
0
Downloads
0
Comments
10
Likes
64
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Profissional de Monitoramento, Mensuração e Social Analytics no Brasil (2013)

  1. 1. PESQUISA: MONITORAMENTO, MENSURAÇÃO E SOCIAL ANALYTICS NO BRASIL (2013)
  2. 2. Metodologia Objetivos O objetivo da pesquisa “Perfil do Profissional de Monitoramento, Mensuração e Social Analytics” é gerar informações para os profissionais, agências, empresas, desenvolvedoras, professores e estudantes da área. A área no Brasil está em amplo crescimento e os padrões, referências e práticas continuam em definição, inclusive pelo seu caráter mutável. Espera-se que a continuidade desta pesquisa, que chega a seu terceiro ano, fomente o debate da área. Metodologia A distribuição da survey foi realizada entre os dias 02 de agosto e 09 de outubro de 2013, com o objetivo de coletar 150 questionários válidos. O questionário, disponível online, foi realizado com a ferramenta Google Docs e divulgada através do Twitter, grupos no Facebook, grupo no LinkedIn e emails. Ao todo foram 161 respondentes de todo o Brasil. São profissionais que trabalham pelo menos parte do tempo com monitoramento, mensuração ou social analytics.
  3. 3. Sumário Perfil – p.04 Práticas – p.09 Valorização Profissional – p.26 Destaques – p.31 Formação – p.21
  4. 4. Perfil
  5. 5. Perfil Entre os respondentes, 54,9% foram do sexo feminino e 45,1% do sexo masculino. Gênero 54,9% 4 5 45,1%
  6. 6. Perfil O Sudeste, especialmente graças ao eixo Rio-São Paulo, concentra mais da metade dos respondentes. Ao todo, 60,8% dos participantes são desta região brasileira. Regiões Sul 17,3% Sudeste Norte 60,8% 1,2% Nordeste Centro-Oeste 16,1% 4,3% Também houve número relevante de respondentes das regiões Nordeste e Sul, mas todas as regiões foram representadas.
  7. 7. Perfil Estados 80 70 60 50 40 30 20 10 0
  8. 8. Perfil Cargos Analista de Mídias Sociais Analista/Assistente de… An. de Monitoramento / BI /… Diretor Gerente / Coordenador de… Estagiário Analista de Mídia Redator / Conteúdo Analista de Pesquisa Atendimento Outros 34,38% 11,25% 10,00% 6,25% 5,63% 4,38% O perfil dos respondentes foi predominantemente composto de Analistas de Mídias Sociais, Analistas de Marketing e Analistas de Monitoramento. Comparado ao ano anterior, ocorreu uma maior porcentagem de analistas de monitoramento, mensuração ou BI . Em “Outros” vale apontar a presença de Coordenadores de BI/Monitoramento, Sócios e Planejadores. 3,13% 3,13% 2,50% 2,50% 16,88%
  9. 9. Práticas
  10. 10. Práticas Qual o foco do seu trabalho? Gestão e Conteúdo 57% Métricas e Relatórios de Performance Entre os profissionais que trabalham com monitoramento, mensuração e social analytics, o percentual dos que trabalham com “Gestão e Conteúdo” é idêntico ao dos que trabalham com “Métricas e Relatórios de Performance”. 57% Planejamento 51% Monitoramento para Inteligência, Análises e Diagnósticos Monitoramento para Relacionamento/SAC Criação 44% 31% 24% Em boa parte dos casos, os analistas acumulam as duas funções, especialmente graças às ferramentas de analyticas próprias da mídia social mais em voga no momento, o Facebook.
  11. 11. Práticas Você trabalha somente com monitoramento de mídias sociais, métricas e social analytics? Sim, meu cargo é dedicado 30,4% 20,5% 29,2% 19,9% Trabalho a maior parte do tempo com monitoramento, métricas e social analytics Trabalho metade do tempo com monitoramento, métricas e social analytics Trabalho a menor parte do tempo com monitoramento, métricas e social analytics Quase metade (49,1%) trabalha a maior parte do tempo ou exclusivamente com monitoramento, mensuração e social analytics. Apesar do acúmulo de funções, a importância de tarefas de inteligência como monitoramento e apresentação de resultados é enfatizada por estes dados.
  12. 12. Práticas Ferramentas [Lista das 20 ferramentas mais citadas em 2013 através de pergunta com resposta espontânea para: “Quais são os softwares/ferramentas de Monitoramento, Mensuração e Social Analytics que você utiliza?”] 51% 49% 43% 43% 36% 35% 31% 33% 22% 20% 17% 15% 14% 12% 17% 14% 12% 7% 5% 1% 1% 5% 8% 9% 6% 5% 5% 3% 1% 0% 1% 1% 8% 8% 4% 4% 5% 3% 0% 1% 1% 3% 3% 3% 0% 1% 6% 3% 2% 3% 3% 3% 3% 1% 0% 3% 3% 2% 0% 1%
  13. 13. Práticas Ferramentas de Monitoramento Pleno 42,6% 13,6% 5,6% Scup Seekr Radian6 4,3% Livebuzz 3,1% 3,1% Buzzmonitor Sprout Social 3,1% zMonitor 2,5% 2,5% 1,9% 1,9% 1,9% 1,2% Sysomos (Heartbeat e Map) BrandCare Aceita Brandwatch OpSocial Brandviewer 1,2% Planeta Y 1,2% 1,2% Ubervu VTracker O gráfico acima mostra apenas as ferramentas de monitoramento pleno: as ferramentas que permitem busca, coleta, armazenamento, classificação e produção de visualizações e relatórios de menções de usuários à marcas ou termos específicos.
  14. 14. Práticas Ferramentas de Social e Web Analytics 35,8% 30,9% 14,8% 4,9% 3,1% 3,1% 3,1% 3,1% 1,9% 1,9% 1,9% 1,2% 1,2% 1,2% 1,2% 1,2% 1,2% 1,2% Acima estão listadas as ferramentas de social e web analytics, que são focadas em apresentar dados quantitativos e métricas sobre canais de mídias sociais e propriedades da marca. As ferramentas são heterogênas e a grande maioria das citadas pelos participantes mescla funções de monitoramento, gestão, analytics, métricas e busca. A categorização, como qualquer uma, é arbitrária e os gráficos servem para enfatizar as categorias de monitoramento (slide anterior) e social/web analytics definidas pelo pesquisador. Neste gráfico não estão inclusas ferramentas focadas em gestão (como Hootsuite e Tweetedeck) ou busca (como Socialmention). 1,2%
  15. 15. Práticas O que falta nos softwares que você utiliza? Como eles podem melhorar? Customização Dashboards e Reports 12,9% Cruzamento de Dados 11,8% Manejo de Dados 10,6% Precisão 9,4% Visualização 8,2% Mais Mídias Socias / Mais Métricas 7,1% Organização dos Dados 7,1% Usabilidade 7,1% Busca 5,9% Atendimento, Guias e Tutoriais 4,7% Outros 62,0% No quê as Ferramentas podem melhorar? Os principais modos pelos quais as ferramentas podem melhorar, segundo a opinião dos respondentes, envolvem os dados. Em primeiro lugar, a “Customização das Dashboards e Reports” deve melhorar para 12,9% dos profissionais. “Cruzamento de Dados” e “Manejo de Dados” aparecem em seguida.
  16. 16. Práticas Qual Âmbito de Métricas é mais importante, na sua opinião? Engajamento 76,5% Alcance e Impressões 32,7% Impacto e Valor 27,8% Influência 26,5% Opinião e Advocacia 19,1% A pergunta ofereceu como opções os 5 Âmbitos de Métricas priorizados pelo Conclave #SMMStandards, que internacionalmente buscou definir padrões para a mensuração em mídias sociais. O âmbito de métricas em torno de Engajamento apresenta-se como o mais valorizado pelos profissionais brasileiros.
  17. 17. Práticas Quais são os Objetivos de Comunicação que as mídias sociais melhor atingem? Estabelecer Interação Considerando os principais 14 objetivos de comunicação (definidos pelo CEACOM-USP), os 5 primeiros são: Estabelecer Interação, Dar Conhecimento/Informação e Criar Interesse. 74,1% No próximo slide, detalhe dos 14 objetivos. Dar Conhecimento/Informação 63,6% Criar Interesse 63,0% Gerar Disseminação 42,6% Garantir Identificação/Empatia 41,4%
  18. 18. Práticas Objetivos 74,1% 63,6% 63,0% 42,6% 41,4% 37,0% 35,2% 33,3% 23,5% 22,8% 22,2% 20,4% 17,9% 16,0%
  19. 19. Práticas Valor da Informação das Mídias Sociais [Pergunta: “Qual o valor dos dados provenientes destas mídias sociais, na sua opinião?” – Escala de 1 a 5 ou “Não se Aplica” ”] 4,7 4,1 4,1 3,9 3,8 3,6 3,5 3,4 3,3 2,8 2,8 2,8 2,7 2,7 1,9 Facebook YouTube ReclameAqui Twitter Blogs Instagram Foursquare LInkedIn Fóruns TripAdvisor Pinterest SlideShare Vine Tumblr Orkut
  20. 20. Práticas Principais Dados e Métricas [Pergunta: “Quais são os cinco dados ou métricas específicas em mídias sociais que você acha mais importantes na análise?] 68% 53% 47% 27% 21% 16% 15% 14% 13% 12% 12% 10% 9% 9% 8% 7% 5% 5% 5% 4% 4%
  21. 21. Formação
  22. 22. Formação Na pesquisa deste ano, participou um maior número de Estudantes de Graduação trabalhando na área. Escolaridade 42% 29% 38% 34% 27% 20% 1% 0% 3% 5% 1% 1% Vale notar a permanência de valores relativamente altos de profissionais com Especialização/MBA, Mestrado e Doutorado. Juntos, somam 33% dos profissionais respondentes.
  23. 23. Formação Graduação Publicidade e Propaganda Jornalismo Marketing Relações Públicas Comunicação - outras… Administração Ciências Sociais Sistemas para Internet Rádio e TV Design Gráfico Outros 39,7% 22,6% 8,9% 6,8% 4,8% 4,1% 1,4% 1,4% 1,4% 1,4% 7,5% Respectivamente, Publicidade & Propaganda, Jornalismo e Marketing continuam a liderar as graduações mais frequentes entre os profissionais da área. Apesar de alguns respondentes de outras áreas das Ciências Sociais, a Comunicação predomina, incluindo outras habilitações menos comuns.
  24. 24. Formação Pós-Graduação Marketing ou Comunicação… 22% Mídias Sociais 13% Marketing ou Comunicação 11% Mídias Digitais / Novas Mídias 11% Pesquisa de Mercado /… 9% Comunicação ou Marketing… 9% Administração Jornalismo / Jor. Digital Finanças e Controladoria Outros Tal qual na pesquisa realizada em 2012, cursos de pós-graduação voltados a Marketing e Comunicação Digitais lideraram, desta vez com 22% dos respondentes. 7% 4% 2% 13% O destaque vai para a segunda posição: diversos cursos focados nas próprias mídias/redes sociais ganharam espaço.
  25. 25. Formação “Autodidatismo” manteve-se na primeira posição, mostrando que os respondentes ainda precisam aprender muitas técnicas sozinhos. Onde aprendeu a prática? Autodidatismo 69,8% Na própria agência/trabalho 54,9% Material Online 47,5% Cursos ou Eventos Livros Faculdade ou Universidade Pós-Graduação 43,2% 17,3% 14,2% 11,7% A alternativa “Na própria agência/trabalho” conquistou a segunda posição neste ano, talvez resultado do compartilhamento entre profissionais mais experientes e novatos.
  26. 26. Valorização
  27. 27. Valorização Profissional Quais suas principais fontes de informação sobre a área, atualmente? Blogs 45,3% Sites e Internet de Modo Geral 28,8% Grupos e Comunidades 26,6% Colegas e Profissionais 22,3% Ferramentas 20,1% Livros e Ebooks 18,7% Portais e Revistas 14,4% Cursos Eventos Slideshare Outros 14% 9% 6% 15% Para manter-se atualizados, os profissionais de monitoramento, mensuração e social analytics usam predominantemente Blogs, Grupos e Comunidades. Uma parcela relevante, 20%, citou sites, blogs e projetos mantidos pelas principais ferramentas brasileiras de monitoramento, principais interessadas na evolução deste mercado.
  28. 28. Valorização Profissional Tempo na Profissão Com o passar do tempo, temos uma fatia mais ampla de profissionais com tempo relevante de experiência na área. 6,8% 18,6% Neste ano, 45,3% dos respondentes possuem mais de 02 anos de experiência, contra 31,8% da pesquisa realizada no ano anterior. 38,5% 36,0% Menos de 01 ano Entre 01 e 02 anos Entre 02 e 04 anos Mais de 04 anos
  29. 29. Valorização Profissional Qual sua faixa salarial? 9,9% 5,6% 19,8% Até R$1.000,00 R$1.001,00 a R$ 2.000,00 24,7% 40,1% R$2.001,00 a R$ 4.000,00 R$4.001,00 a R$6.000,00 Mais de R$6.000,00 A maior fatia de remuneração concentra-se na faixa de R$1.000 a R$2.000 reais mensais, valor que reflete o rendimento mensal médio do brasileiro (R$1.469 em 2012, segundo o IBGE). Aproximadamente 15,4% dos respondentes em 2013 ganham mais de R$4.000 mensais, em cargos de coordenação e gerência.
  30. 30. Valorização Profissional Em quê você pode melhorar como profissional? 48,8% 16,0% 12,8% 11,2% 11,2% 8,8% 7,2% 5,6% 5,6% 4,0% 4,0% 3,2% 3,2% 3,2% 3,2% 3,2% 3,2%
  31. 31. Destaques
  32. 32. Resumo e Destaques Perfil e Práticas • O crescimento do uso do Facebook Insights e Socialbakers reflete a ênfase que o mercado brasileiro dá ao Facebook, que tornou-se a plataforma central das estratégias digitais em muitos casos; • A queda no uso de ferramentas de gestão como Hootsuite e Tweetdeck é em parte explicada pelo menor uso corporativo do Twitter em 2013 e pelo uso das ferramentas de gestão das próprias mídias sociais como, por exemplo, o agendamento no Facebook; • Além de particularidades do próprio escopo da pesquisa (que neste ano explicitou englobar a área de mensuração), a lembrança dos respondentes de ferramentas de web analytics demonstra que o ROI financeiro está sendo cada vez mais buscado; • Ferramentas brasileiras lideram as principais posições no setor de monitoramento de mídias sociais, enquanto ferramentas de mensuração e social analytics são predominante internacionais; • Aspectos relacionados ao gerenciamento e análise dos dados foram bastante citados na pergunta sobre as ferramentas. Demanda por Customização de Dashboards, melhor Manejo e Cruzamento de Dados são itens que denotam uma força profissional mais especializada e experiente; • Engajamento permanece como o grande valor das mídias sociais, seja como Âmbito de Métricas, seja indiretamente como Objetivo de Comunicação.
  33. 33. Resumo e Destaques Formação • A fatia de usuários que aprendem com Cursos e Eventos cresceu, enquanto os que aprenderam através de Material Online diminuiu. Isto aponta também um maior atendimento das demandas educacionais • Pós-Graduações e Universidades, apesar de ainda representarem fatias minoritárias, aumentaram sua importância neste ano. Os respondentes podem perceber o impacto de disciplinas relacionadas à área em alguns casos e, noutros, a atualização de ementas e grades curriculares é o motivo; • Nos últimos anos vimos inúmeras pós em Marketing Digital englobarem disciplinas sobre a área. Em 2014, estão sendo abertos cursos exclusivamente voltados à análise e inteligência digital e nas mídias sociais; • Apesar do Engajamento ser o valor mais observado, em termos de força profissional trata-se de uma área mais ligada à Publicidade do que à outras especialidades de Comunicação mais historicamente ao relacionamento de longo prazo, como Relações Públicas.
  34. 34. Resumo e Destaques Valorização Profissional • Sites, blogs e projetos de educação de mercado fomentados pelas principais ferramentas brasileiras apresentaram-se como uma importante Fonte de Informação listada pelos participantes. O segmento de ferramentas de monitoramento pleno é dominado por fornecedores brasileiros que, em sua maioria, surgiram a partir de projetos dentro de agências ou consultorias e se transformaram em produtos; • A distribuição salarial apresentou avanços em relação à pesquisa realizada no ano anterior. Atribuímos isto ao fato de que mais coordenadores e gerentes são necessários no atual momento do mercado, o que acarreta um maior número de profissionais com remuneração acima da média; • Compreender profundamente Ferramentas, Métricas e Análise de Dados foram os principais pontos citados pelos respondentes quanto à sua melhoria profissional. Porém, itens mais específicos como Metodologia, Análise de Redes e Fundamentação Teórica/Conceitual do trabalho também foram mencionados.
  35. 35. Pesquisas Anteriores Usos e Percepções do Monitoramento de Mídias Sociais, pesquisa realizada em 2011. Perfil do Profissional de Monitoramento de Mídias Sociais, pesquisa realizada em 2012.
  36. 36. Imagens - CSIRO Parkes Radio Telescope, por Amanda Slater - Where's Wally?, por Daniel Antunes - Windows which are coming from the sky, por Bora Sipal - A Work Desk, por D’mitri Sobol - Printing Types, por Boris Chauvet
  37. 37. Tarcízio Silva Tarcízio Silva Mestre em Comunicação e Cultura Contemporâneas, é professor e profissional em monitoramento e mensuração de mídias sociais, com experiência em agências como Cubocc, Coworkers, PaperCliQ e Ideia 3, atendendo a clientes como Unilever, Mondelez, Coca Cola, Netshoes, Pernod Ricard, AccorHotels e Vostu, além de campanhas políticas. Co-organizador de diversos livros, como Mídias Sociais: Saberes e Representações e Para Entender o Monitoramento de Mídias Sociais, inicia em 2014 pesquisa de doutorado sobre Extração de Dados Sociais pelo mercado, academia e sociedade. + Conteúdo • Blog – Inteligência Digital e Mídias Sociais • Pesquisa - Usos e Percepções do Monitoramento de Mídias Sociais • Para Entender o Monitoramento de Mídias Sociais • Métricas para Mídias Sociais: conceitos, elementos, abordagens e ferramentas + Grupos e Comunidades • Monitoramento de Marcas / Mídias Sociais / Conversações / Web (LinkedIn) • Entusiastas - Monitoramento e Métricas (Facebook)
  38. 38. OBRIGADO

×