Your SlideShare is downloading. ×
Projeto de linguagem
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×
Saving this for later? Get the SlideShare app to save on your phone or tablet. Read anywhere, anytime – even offline.
Text the download link to your phone
Standard text messaging rates apply

Projeto de linguagem

24,717

Published on

ESTADO DE MATO GROSSO …

ESTADO DE MATO GROSSO
ESCOLA ESTADUAL PRESIDENTE TANCREDO DE ALMEIDA NEVES

FORMAÇÃO CONTINUADA –“SALA DO PROFESSOR”

PROJETO – ÁREA DE CONHECIMENTO – LINGUAGEM

PROFESSORES:Laura Neide, Maria de Fátima, Nília Santana, Anderson Mayso, Leonor e Suênia Silvana

TEMA- Leitura e Escrita

TÍTULO: A linguagem (verbal e não-verbal): instrumento de construção da cidadania

3 Comments
1 Like
Statistics
Notes
No Downloads
Views
Total Views
24,717
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
1
Actions
Shares
0
Downloads
223
Comments
3
Likes
1
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide

Transcript

  • 1. ESTADO DE MATO GROSSO ESCOLA ESTADUAL PRESIDENTE TANCREDO DE ALMEIDA NEVES FORMAÇÃO CONTINUADA –“SALA DO PROFESSOR” PROJETO – ÁREA DE CONHECIMENTO – LINGUAGEM PROFESSORES:Laura Neide, Maria de Fátima, Nília Santana, Anderson Mayso, Leonor e Suênia Silvana TEMA- Leitura e Escrita TÍTULO: A linguagem (verbal e não-verbal): instrumento de construção da cidadania APRESENTAÇÃO A leitura e a escrita são ferramentas incontestáveis para a inclusão do indivíduo na sociedade, sendo da escola a responsabilidade de sistematizar esses saberes, através de projetos de intervenção que venham a contribuir para o crescimento social do indivíduo. Quando se fala em leitura e escrita, logo se pensa ser de total e única respon sabilidade do professor de língua portuguesa utilizar-se do texto para que haja uma aquisição significativa da linguagem. Entretanto, sabe-se que todas as disciplinas da educação básica alicerçam-se na necessidade de se ter um pleno domínio destas ferramentas para que se tenha um pleno entendimento e compreensão do que se pretende na disciplina. Deste modo, reconhecendo sua importância na sala de aula sugerimos como eixo temático do presente projeto a representação e comunicação através da linguagem verbal e não verbal, a serem desenvolvidas numa relação interdisciplinar na área de linguagem, englobando as disciplinas: Língua Portuguesa, Arte, educação Física, Literatura, Língua Estrangeira, Informática e Comunicação (Educomradio) Os educadores da Escola Estadual Presidente Tancredo de Almeida Neves realizou durante o ano de 2009 um diagnóstico para medir o nível de conhecimento de leitura e escrita de seus alunos, através de realização de “Vestibulinho”, bem como utilizando-se dos resultados obtidos nos exames que avaliam o nível de leitura dos alunos como o ENEM. Além disso, durante o inicio do ano letivo, perfazendo o 1º bimestre foi diagnosticado que os alunos novatos na escola ( oriundos de outras escolas) chegam no 1º ano do ensino médio com uma deficiência no que tange ao desenvolvimento coerente da leitura e escrita, o que inviabiliza seu maior aprendizado. Deste modo,
  • 2. pensou-se em elaborar um projeto de intervenção para as turmas de 1º ano do ensino regular e EMIEP visando amenizar essa problemática, pois como afirmam Cristóvão e Nascimento (2006, p.46) “é papel da escola assumir-se enquanto espaço oficial de intervenção para proporcionar ao aprendiz condições para que dominem o funcionamento textual com vistas a sua inserção”. JUSTIFICATIVA As práticas pedagógicas de língua materna tem sido alvo de uma constante preocupação. Afinal, muitas são as dificuldades dos alunos no que diz respeito ao desenvolvimento da proficiência em leitura e compreensão de texto. No entanto, não podemos esquecer que é papel da escola como um todo tornar nossos alunos capazes de utilizar a linguagem como instrumento de aprendizagem, sabendo fazer uso de informações contidas nos textos, bem como conhecer e analisar criticamente os usos da língua como veículo de valores e preconceitos de classe, credo, gênero ou etnia. De acordo com as orientações apresentadas pelos Parâmetros Curriculares Nacionais (PCN), todo professor, independente da sua área de formação, deve ter o texto como instrumento de trabalho, fazendo com que este ocupe um lugar de destaque no cotidiano escolar, pois é sabido que é através do trabalho orientado pela leitura e escrita que o aluno poderá apreender conceitos, propor, comparar pontos de vista, argumentar, entre outras coisas, galgando em busca da conquista de sua autonomia no processo de aprendizado. Contudo, o que se observa é que construir habilidades e competências que envolvam a leitura e a produção textual é papel atribuído apenas e tão somente aos professores de língua, limitando-se o espaço do texto na escola. Porém, considerando a necessidade das habilidades em leitura e escrita para se apreender os conhecimentos específicos em cada área de conhecimento, entende-se que não é somente o professor de Língua Portuguesa, mas o corpo docente como um TODO o responsável pela a trajetória de sucessos e de insucessos que acompanha a formação do alunado, já que se o nosso objetivo enquanto educadores é promover o processo de ensino-aprendizagem, devemos perceber que a linguagem é o meio pelo qual a nossa ação se concretiza, por isso devemos num a relação (inter e intra) disciplinar desenvolvê-la. Portanto, o presente projeto busca desmistificar esse paradigma e mostrar como
  • 3. toda e qualquer disciplina pode dedicar tempo e espaço para a diversidade textual em sala de aula. Assim, numa relação dialógica e interdisciplinar, envolvendo as disciplinas de: língua portuguesa, educação física, literatura, artes, língua estrangeira, comunicação ( Educomradio) propomos um projeto de intervenção nas turmas de 1º ano de ensino médio ( regular e EMIEP) objetivando amenizar o índice de defasagem no processo de leitura e escrita apresentadas nestas turmas. EIXO TEMÁTICO Representação e Comunicação OBJETIVOS GERAIS Possibilitar que os alunos adquiram sólidos conhecimentos e habilidades, para que desenvolvam hábitos de leitura e escrita/interpretação e técnicas de trabalho que lhes permitam prosseguir os estudos com competência, possibilitando-os a busca, seleção e interpretação crítica de informações apreendidas durante o processo ensino- aprendizagem. Que o aluno possa compreender e usar as diferentes linguagens – verbal, visual, gestual, corporal, etc., buscando desenvolver sua expressividade, construir sentidos e conhecimentos a partir da interação que estabelece com o mundo. OBJETIVOS ESPECÍFICOS.  Ler, interpretar e produzir textos, considerando o eixo temático;  Utilizar linguagens verbais e não- verbais em três níveis: interativo, gramatical e textual;  Expressar corporalmente, de forma adequada, os sentimentos vivenciados no momento;  Colocar-se como protagonista na produção e recepção de textos;  Utilizar-se das tecnologias da comunicação e informação;  Comunicar-se com positividade nas manifestações verbais, corporais ou textuais;  Manifestar-se alegremente nas atividades de lazer ativo ou passivo;  Analisar, comparar e distinguir diferentes linguagens;  Desenhar posições ( sensível-cognitivas) perante as produções artísticas (próprias, dos outros: artistas e colegas);  Articular o fazer e a reflexão artística e crítica das diferentes obras de arte;  Compreender a relação da arte e a comunicação contemporânea (influências/intenções)  comunicar idéias por diferentes linguagens;  Adquirir hábitos adequados de estudo, com trabalhos em grupo;
  • 4. SUGESTÕES DE CONTEÚDOS Linguagem verbal e não verbal e seus suportes; Modos de significar(semântica); Gramática; Textos; Filme; As diversas linguagens da arte; Linguagem corporal; A linguagem teatral; METODOLOGIA/ESTRATÉGIAS /DISTRIBUÍDAS POR DISCIPLINAS Trabalhos interdisciplinares envolvendo as disciplinas: Língua portuguesa, Literatura, Arte, Educação Física, Língua Estrangeira. Tecnologia. As atividades programadas para se trabalhar a temática são:  Leitura e Escrita – gênero crônica (Língua Portuguesa/ Literatura/Tecnologia)  Filme ( Os deuses devem estar loucos II) (todas as disciplinas)  Análise de 2 (duas) obras de Arte (Os murais da libertação - de Cerezo Barredo / Dom Pedro Casaldáliga); (Arte e Tecnologia)  Leitura de Imagem (A bruxinha atrapalhada – Eva Furnari/ Cena de Rua – Ângela Lago) (Língua Portuguesa, Artes, Literatura, Tecnologia. )  Linguagem corporal- Danças/Coreografias/mímicas/ Teatro de sombras(educação física – artes)  Divulgação das atividades no blog da escola e youtube (Tecnologia);  Produção de slides e apresentação prática dos trabalhos (Tecnologia);  Aplicação das normas da ABNT em trabalhos escritos (Língua Portuguesa e Tecnologia);  Produção de livros a partir da linguagem não -verbal (Artes e Tecnologia)  Café Literário (todas as disciplinas) CRONOGRAMA O Projeto será trabalhado com turmas do 1º ano do Ensino Médio ( Regular e EMIEP) durante o 2º bimestre do ano letivo. Terá inicio no dia 06 de maio de 2010 com previsão para término em 09 de julho de 2010. AVALIAÇÃO A avaliação das turmas envolvidas no projeto será feita a partir da participação individual e coletiva nas atividades propostas para a implementação do projeto, primando pela forma em que estas atividades interviram no crescimento da turma enquanto grupo e como pessoa, observando os seguintes critérios:  Participação;  Relacionamento;
  • 5.  Trabalho em equipe;  Compreensão das atividades propostas;  Participação em debates e discussões promovidas durante a aplicação do projeto;  Produções de textos;  Compreensão das obras de artes estudadas observando seu caráter artístico, rítmico, a linguagem cotidiana, cromática, fonética, sintática, entre outros; ATIVIDADES SUGERIDAS PARA O FECHAMENTO GERAL DO PROJETO.  Sarau  Apresentação de danças/ Coreografias;  Teatros;  Exposição dos livros produzidos pelos alunos;
  • 6. REFERÊNCIAS BILIOGRÁFICAS ARROYO,Miguel. Ofício de Mestre. Vozes: Petrópolis,2000. CRISTÓVÂO, V.L.L.; NASCIMENTO, E.L. Gêneros Textuais e ensino: contribuições do interacionismo sócio-discursivo. In KARWOSKI, A. M.; GAYDECZKA, B.; BRITO, K. S. (Orgs.). Gêneros Textuais: reflexões e ensino. 2ª ed. Lucerna: Rio de Janeiro, 2006. FAGUNDES, Léa da Cruz, ET, alli. Aprendizes do futuro: as inovações começaram. Cadernos Informática para a Mudança em Educação. MEC/SEED/PROINFO, 1999. KLEIMAN, Ângela. Texto e leitor: aspectos cognitivos da leitura. 2. ed. Campinas: pontes,1992. LER E ESCREVER: compromisso de todas as áreas / organizado por Iara Conceição Bitencourt Neves, Jusamara Vieira souza, Neiva Otero Schaffer, Paulo Coimbra Guedes e Renita klusener. - 8. ed. - Porto alegre: Editora da UFRGS, 2007 Linguagens, Códigos e suas Tecnologias/ Secretaria municipal de Educação básica. - Brasília: Ministério da Educação, Secretaria de Educação Básica, 2006. 239p. (Orientações curriculares para o ensino médio; volume 1). LUCKESI,Cipriano Carlos. Avaliação da Aprendizagem Escolar.8ª ed. São Paulo:Cortez,1998. MACEDO, de Lino Desafios à Prática Reflexiva na Escola Nicola, José de. Português: Ensino Médio, volume1, 2,3 - São Paulo: Scipione, 2005. NOGUEIRA, Nilbo Ribeiro. Pedagogia de Projetos – uma jornada interdisciplinar rumo ao desenvolvimento das múltiplas inteligencias. 6ª ed. São paulo: Editora Érica. 2004. v. 01 200p. PRATICAS DE LEITURA E ESCRITA / Maria Angélica Freire de Carvalho, Rosa Helena Mendonça (orgs.).-Brasília: Ministério da Educação, 2006. SECRETARIA de Estado de Educação .CONCEPÇÕES, Orientações Curriculares para a Educação Básica do Estado de Mato Grosso- (texto Preliminar-1ª Parte)

×