Your SlideShare is downloading. ×
Apresentação para Analistas e Investidores - APIMEC - 1T06
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×
Saving this for later? Get the SlideShare app to save on your phone or tablet. Read anywhere, anytime – even offline.
Text the download link to your phone
Standard text messaging rates apply

Apresentação para Analistas e Investidores - APIMEC - 1T06

205

Published on

0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total Views
205
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0
Actions
Shares
0
Downloads
2
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide

Transcript

  • 1. APIMEC Resultados do 1T06 São Paulo, 15 de maio de 2006
  • 2. Agenda Estrutura societária atual Visão de mercado Estratégia da companhia Resultados do 1T06 Estimativas para 2006 2
  • 3. Estrutura societária atual Após Oferta Subsequente Família Amaro Free Float 54,7% 45,3% TAM Linhas Aéreas TAM Mercosur 100% 94,98% TAM Viagens 99,99% 3
  • 4. Agenda Estrutura societária atual Visão de mercado Estratégia da companhia Resultados do 1T06 Estimativas para 2006 4
  • 5. Mercado doméstico com alto potencial de crescimento … Crescimento do Mercado Doméstico no Brasil Viagens Anuais Per Capita Crescimento do Mercado Doméstico no Brasil Viagens Anuais Per Capita 2,32 Estados Unidos RPK 138,7 1,85 Japão 1,70 Alemanha 116,1 0,82 Argentina PIB 111,4 110,1 109,1 0,62 Chile 103,7 108,8 100,0 103,4 0,60 103,2 México 101,3 100,0 0,55 Rússia 2000 2001 2002 2003 2004 2005 0,50 Brasil Fonte: DAC, IBGE e Banco Central do Brasil (“BACEN”) (1) Estimativa de crescimento do PIB em 2005 conforme publicada pelo BACEN, baseada em consenso de mercado Embarques per capita Embarques per capita, ajustado por PIB per capita em PPP 5 Fonte: Banco Mundial, Credit Suisse Research
  • 6. … e melhoria contínua dos fundamentos Otimização do balanço oferta/demanda Regulamentação e características do mercado Viagens de negócios são responsáveis por 70% dos passageiros Os reguladores tem demonstrado preocupação crescente com a auto- sustentabilidade do setor no Brasil Preços liberados com monitoramento constante e supervisão da autoridade antitruste 72.6% 70.3% Foco em load factors alvo 65.6% Tentativa de evitar a competição predatória 60.1% 58.6% 58.4% Crescente rigor das autoridades brasileiras 56.8% com relação às obrigações fiscais das companhias aéreas 2000 2001 2002 2003 2004 2005 1T06 A ANAC - Agência Nacional de Aviação Civil - Load Factor (%) foi aprovada pelo Congresso e iniciou suas operações em março (de acordo com as Fonte: DAC Anuários e Dados Comparativos Avançados exigências do ICAO à CAT I) 6
  • 7. O mercado internacional representa uma oportunidade de crescimento adicional A dinâmica do mercado internacional foi Crescimento do mercado Internacional no Brasil influenciada pelo fluxo comercial e variação das taxas de câmbio ao longo dos últimos cinco anos Desde 2003 o mercado internacional no Brasil tem apresentado crescimento RPK significativo 104,6 O mercado internacional cresceu 6,8% em 2005 100,0 Esse crescimento foi influenciado 98,0 principalmente pelo crescimento de 35% de ASKs da TAM 94,0 Novas rotas recentemente inauguradas 91,2 incluem São Paulo - Nova York, São 90,4 Paulo – Santiago, São Paulo - Lima Novas rotas internacionais planejadas incluem São Paulo - Londres e Manaus - 2000 2001 2002 2003 2004 2005 Caracas Crescimento Anual do 14,0% 2,6% (5,4)% 12,8% 31,2% 20,4% 14,0% 2,6% (5,4)% 12,8% 31,2% 20,4% Fluxo A Varig diminuiu sua oferta de vôos em Comercial (1) aproximadamente 11% em dezembro de Fonte: DAC e IBGE 2005 (1) Definido como total de exportações mais total de importações 7
  • 8. Agenda Estrutura societária atual Visão de mercado Estratégia da companhia Resultados do 1T06 Estimativas para 2006 8
  • 9. A TAM é uma companhia de baixo busto, com serviço diferenciado e preços competitivos Serviço Diferenciado Estratégia Sustentável para Manutenção de Liderança de Mercado e Rentabilidade Baixos Custos Preços Operacionais Competitivos 9
  • 10. Líder incontestável do mercado doméstico... Market Share Doméstico (RPK’s) 43.8% 43.5% 35.8% 34.9% 33.0% 30.7% 27.2% 21.8% 19.2% 1998 1999 2000 2001 2002 2003 2004 2005 1T06 Market Share doméstico – 1T06 Market Share doméstico - Abr/06 Market Share doméstico – 1T06 Market Share doméstico - Abr/06 Varig Varig 19.5% 16.5% TAM 43.8% TAM 44.3% GOL GOL Others 28.8% 33.4% Others 7.9% 5.8% 10 Fonte: DAC
  • 11. ...com uma malha superior e mais eficiente TAM Varig GOL ASKs 1T06 6.015 2.950 3.954 Destinos 47+28 1 37 43 Vôos Diretos 118 73 94 Freqüências 306 162 212 Diárias Roundtrip Eficiência Operacional 91% 77% 90% (1) 28 destinos servidos através de nossos acordos operacionais com OceanAir, 11 Pantanal, Passaredo, Total, Trip
  • 12. Participação crescente no mercado internacional... Market Share Internacional (RPK’s) 22.3% 18.8% 14.3% 13.9% 12.5% 12.0% 7.9% 3.8% 0.1% 1998 1999 2000 2001 2002 2003 2004 2005 1T06 Market Share Internacional – 1T06 Market Share Internacional - Abr/06 Market Share Internacional – 1T06 Market Share Internacional - Abr/06 TAM GOL TAM 22.3% 4.2% 25.3% Others 3.8% GOL 4.4% Varig Varig 71.2% 66.4% 12 Fonte: DAC
  • 13. ...mantendo uma malha seletiva, eficiente e rentável TAM Varig GOL ASKs 1T06 1.796 5.812 387 Destinos 11 26 6 - América do Sul 8 10 6 - Longa Distância 3 16 0 Eficiência Operacional 94% 75% 94% 13
  • 14. Vantagem competitiva sustentável nos principais aeroportos no Brasil % slots TAM % de Passageiros Domésticos Embarcados 44% Congonhas Importante barreira de entrada 45% Brasília para novos entrantes 32% Guarulhos Capacidade limitada de Santos crescimento dos competidores 35% Dumont Os 10 maiores aeroportos do 27% Galeão Brasil são responsáveis por 41% Salvador 70% do tráfego de passageiros 44% Confins A TAM possui, no agregado, 39% dos slots disponíveis Porto 27% Alegre nestes aeroportos 33% Curitiba 41% Recife 0 2 4 6 8 10 12 14 16 18 20 Fonte: DAC 14
  • 15. Marca forte, associada a um serviço diferenciado “Espírito de Servir” como pilar da cultura da Várias premiações TAM recebidas por reconhecimento de Atendimento individualizado antes do portão marca e serviço: de embarque 1.a companhia aérea brasileira com programa de fidelidade Empresa Aérea Mais Confiável Mais de 3,0 milhões de associados ao do Brasil programa 2005 (1) Sem restrições ao uso da pontuação acumulada Conforto no ar Entretenimento (única companhia aérea doméstica à oferecer programação em vídeo) Configuração de cabine confortável, com assento do meio mais espaçoso Empresa Aérea Soluções tecnológicas para atender as Mais Admirada necessidades dos passageiros do Brasil 2005 (2) Quiosques de auto-atendimento Portal B2B eTAM (1) Relatório publicado pela IBOPE-Monitor Website / Web Call Center (2) Relatório publicado pela InterScience 15
  • 16. Agenda Estrutura societária atual Visão de mercado Estratégia da companhia Resultados do 1T06 Estimativas para 2006 16
  • 17. Destaques no 1T06 1/2 Fortalecimento de nossa malha Aumento de freqüências no mercado doméstico Início de vôo entre São Paulo e Lima (em code-share com a Taca) Início de venda de bilhetes na rota Manaus-Miami, início dos vôos diários previsto para 01/Junho Autorização da ANAC para aumento de vôos para a Argentina, duas frequências diárias, sendo uma a partir de Guarulhos e outra de Galeão Anúncio de vôo para Londres, início previsto para começo de out/06 Anúncio da freqüência diária para Nova Iorque, a partir de 30/maio Aumento de eficiência operacional Aumento das horas voadas por avião de 20%, de 10,6 horas para 12,4 horas e load factor médio do trimestre de 72,6% (aumento de 2,6 p.p.) Chegada de uma nova aeronave A320 17
  • 18. Destaques no 1T06 2/2 Continuação dos esforços para redução de custos Redução do CASK em 4,9% (1T06 vs. 1T05), 10,0% excluindo combustível Prêmio da melhor companhia em práticas de Governança Corporativa da América Latina pelo IR Global Rankings 2006 Oferta pública de ações na NYSE e BOVESPA Uma das maiores ofertas de ações realizadas no Brasil do setor privado em todos os tempos (R$ 1,6 bilhão) 6ª maior oferta de ações entre companhias aéreas em todo o mundo desde 2003 18
  • 19. Forte crescimento do 1T06 comparado com 1T05 Aumento de receita de Receita Bruta (R$ M) passageiro e carga devido Variação principalmente ao maior 2,000 volume 25% 1,664 9% 86 Aumento de RPK em 31% 19% 103 1,500 1,335 Aumento em ASK de 27% 79 87 Aumento de horas voadas 1,000 por avião por dia de 20% 26% 1,475 Taxa de ocupação melhor 1,170 500 em 2,6 p.p. Outras Cargas Aumento de outras Passageiro 0 receitas devido ao 1T05 1T06 aumento de vendas de pontos fidelidade 19
  • 20. O RASK regular doméstico apresentou um aumento de ~2% no 1T06 vs 1T05... 1T05 vs 4T05 vs 1T05 vs 4T05 vs 1T05 4T05 1T06 1T06 1T06 1T06 1T06 20,16 20,58 19,78 -1,9% -3,9% RASK Total 1 19,91 20,60 20,25 1,7% -1,7% RASK Doméstico Regular2 66,0 68,0 68,5 2,6 p.p. 0,5 p.p. Taxa de Ocupação Dom. Reg Yield Doméstico Regular3 31,63 31,80 31,00 -2,0% -2,5% RASK Internacional Regular2 15,89 15,26 14,29 -10,1% -6,4% Taxa de Ocupação Intl. Reg 73,3 74,7 77,5 4,1 p.p. 2,8 p.p. Yield Internacional Regular3 21,69 20,43 18,47 -14,9% -9,6% (em R$) 8,73 8,50 4,5% -2,6% 8,14 Yield Internacional Regular3 (em USD) 1 Inclui Fretamento, Cargas e Outras Receitas, líquido de impostos 2 Líquido de impostos 3 Bruto de impostos 20
  • 21. ...e com a queda do CASK, nosso gap, comparado com os principais concorrentes, vem caindo... CASK total (BR GAAP - R$ centavos) 22 21.3 21.2 21.2 * * 21.0 5% 5% 20.1 12% 12% 20 14% 14% 22% 22% 19.1 18.6 20% 20% 18 17.4 14% 14% 24% 24% 16.7 16.3 13% 13% 16 15.4 15.4 14 GOL TAM VARIG 12 2003 2004 2005 1T06 *CASK publicado para Jan-Set 2005 (CVM) 21
  • 22. …aumentando nosso spread (RASK – CASK)… RASK/CASK (R$ Centavos) 25 20 RASK CASK 15 2002 2003 2004 2005 1T06 -0.30 0.80 1.38 1.52 2.35 Spread EBIT -7.1% -0.9% 6.5% 7.5% 11.9% Margem 22
  • 23. ... Consequentemente aumentando nossas margens em BR GAAP... Lucro Liq (BR EBITDAR (BR GAAP EBIT (BR GAAP GAAP - R$ Milhões) - R$ Milhões) - R$ Milhões) 125 400 200 189 376 111 62,6% 108,0% 27,2% 100 295 300 150 7,0% 11,9% 116 75 23,6% 200 100 54 50 9,1% 23,1% 4,2% 100 50 25 0 0 0 1T05 1T06 1T05 1T06 1T05 1T06 Margem s/ Receita Liquída 23
  • 24. ..e US GAAP Lucro Liq (US EBITDAR (US GAAP EBIT (US GAAP GAAP - R$ Milhões) - R$ Milhões) - R$ Milhões) 300 400 300 373 268 35,7% 282,7% 24,4% 16,9% 250 250 238 300 300 200 200 15,0% 175 150 200 150 23,5% 13,7% 23,4% 100 100 70 100 50 50 5,5% 0 0 0 1T05 1T06 1T05 1T06 1T05 1T06 Margem s/ Receita Liquída 24
  • 25. A diferença principal do BR GAAP para US GAAP é o tratamento dos leasing de aeronaves 40 aeronaves são 40 aeronaves são reclassificadas para leasing reclassificadas para leasing Lucro Líquido financeiro, em atendimento financeiro, em atendimento Reconciliação US GAAP ao SFAS no. 13 ao SFAS no. 13 400 240.12 -33.67 300 35.03 267.96 -84.76 200 111.24 100 0 BR GAAP Leasing Deprec e Imposto Outros US GAAP Amortização de Renda 25
  • 26. Estamos com uma forte posição de caixa… Variação das disponibilidades Principalmente Principalmente empréstimo IFC (em R$ milhões) empréstimo IFC spare parts spare parts 1,500 52 1,208 210 26 -18 -31 -4 995 1,000 500 0 Ativ. Ativ. Caixa Follow-on Ativ. Caixa Financeira Invest. 4T05 Operac 1T06 Sem contar Contas a Receber 26
  • 27. … e um Balanço cada vez mais sólido R$ milhões - BRGAAP 1T06 2005 2004 2003 Caixa e Equivalentes 1.208 995 297 172 Dívida Curto Prazo 262 216 204 391 Dívida Longo Prazo 409 425 399 1.206 Dívida Total 671 641 603 1.597 Patrimônio Líquido 1.072 760 191 42 Capitalização 1.481 1.185 590 1.248 Arrendamentos Operacionais 4.586 4.389 4.557 4.536 Capitalizados Dívida Total Ajustada 5.258 5.030 5.160 6.133 Capitalização Total Ajustada 6.068 5.574 5.147 5.784 Dívida / Capitalização 45% 54% 102% 128% Dívida Aj. / Capitalização Aj. 87% 90% 100% 106% Dívida Ajustada / EBITDAR 3,5x 4,4x 5,0x 7,9x Dívida Ajustada Líquida/ 2,7x 3,5x 4,7x 7,7x EBITDAR 27
  • 28. Após a operação do follow-on passamos a ter ~45% de free float # ações % Performance ~3 vezes superior ao IBovespa e 54,7 Familia Amaro * 82.304.340 Dow Jones 45,3 Free Float 68.258.988 1.5 1.4 31,7% ADR TAM 1.3 TAMM4 28,3% 1.2 9,4% IBOVESPA 1.1 DOW JONES 7,6% 1.0 0.9 0.8 10/3 27/3 10/4 28/4 *Inclui as empresas TEP, Aerosystem e Nova Fronteira Cotação de 10/mar a 28/Abr 28
  • 29. Agenda Estrutura societária atual Visão de mercado Estratégia da companhia Resultados do 1T06 Estimativas para 2006 29
  • 30. Estamos prevendo um forte 2006... TAM Mercado Market share doméstico Crescimento da demanda médio de 45% do mercado doméstico de 12% a 15% (em RPK) Load factor doméstico médio de 69,5% Horas voadas por aeronave por dia acima de 12 horas Redução de 5% no CASK Vôo diário para Nova Iorque Novo destino Londres 30
  • 31. ... e portanto aumentamos a frota prevista Frota operacional 100 100 96 94 10 90 10 10 10 80 76 7 60 72 68 66 62 49 40 A330 20 A319/320 20 Frota 100 18 18 18 18 lugares 0 2005 2006 2007 2008 2009 31
  • 32. TAM: entre as melhores companhias aéreas do mundo Fonte: relatórios das Companhias, em 31 de dezembro de 2005 32 Nota: Números da EasyJet baseado nos últimos dados públicos de 2005
  • 33. TAM S/A

×