O retorno do investimento no projeto adequado de interfaces de usuário

2,936 views

Published on

Uma preocupação central do projeto de sistemas computacionais é desenvolver produtos que tenham qualidade de uso, sejam fáceis de aprender, eficazes no uso e que proporcionem aos usuários uma experiência agradável. Em um mercado competitivo como o de desenvolvimento de software, todo esforço de criação precisa ser muito bem justificado. Apesar de já convencidas sobre a importância do projeto adequado da interface, a maioria das empresas desconhece se o valor do investimento compensa os custos envolvidos. Não basta dizer que investir em usabilidade é rentável, é preciso provar. Nesta apresentação discutiremos respostas para os seguintes questionamentos: quanto custa fazer meu produto mais usável?
O quanto de recursos adicionais este investimento em usabilidade me
proporcionará? Vale mesmo a pena investir nessas melhorias?

0 Comments
3 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total views
2,936
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
325
Actions
Shares
0
Downloads
0
Comments
0
Likes
3
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

O retorno do investimento no projeto adequado de interfaces de usuário

  1. 1. O RETORNO DO INVESTIMENTO (ROI) NO PROJETO ADEQUADO DE INTERFACES DE USUÁRIO Bernardo Augusto Maciel Mattos Equipe de Usabilidade
  2. 2. Interface Gráfica de Usúario (GUI) GUI – Graphical User Interface Parte do sistema com que o usuário se comunica, ou seja, aquela com a qual ele entra em contato para executar ações, receber as informações resultantes dessas ações e então interpretá-las; ROI NO PROJETO ADEQUADO DE INTERFACES DE USUÁRIO
  3. 3. Prefácio Historicamente, a idealização da interface sempre ocorreu antes do próprio desenvolvimento da tecnologia. ROI NO PROJETO ADEQUADO DE INTERFACES DE USUÁRIO
  4. 4. 1930 - Vannevar Bush e o Memex MEMEx– Memory Extension 1945 – A Guerra e o artigo "As We May Think". “Máquina capaz de estocar montanhas de informações, fácil e rapidamente alcançáveis (precursora da ideia de hipertexto)”. ROI NO PROJETO ADEQUADO DE INTERFACES DE USUÁRIO
  5. 5. 1948 a 68 – Douglas Engelbart “1962 - Aumentando o intelecto humano". “Computadores digitais podem prover a maneira mais rápida para aumentar a capacidade humana de lidar com problemas complexos” ROI NO PROJETO ADEQUADO DE INTERFACES DE USUÁRIO
  6. 6. A Robótica e a IHC IHC – Interação humano-computador A “imitação” da vida e a troca de papéis . “O computador não como um substituto para o intelecto humano, mas como uma ferramenta para melhorá-lo” D.E. ROI NO PROJETO ADEQUADO DE INTERFACES DE USUÁRIO
  7. 7. O papel da Interface Se é preciso interagir com a máquina, deve haver uma interface que possibilite isso. "A velha computação refere-se ao que os computadores podem fazer, e a nova computação, ao que os usuários podem fazer". (Ben Shneiderman) ROI NO PROJETO ADEQUADO DE INTERFACES DE USUÁRIO
  8. 8. 1970 - Xerox Centro de pesquisa / Palo Alto - 1970 • Aplicações para Impressoras • Organização dos documentos • Mouse diagonal Interface não consistente para as demais aplicações! Alto – Componentes de trabalho ROI NO PROJETO ADEQUADO DE INTERFACES DE USUÁRIO
  9. 9. 1974 - Smalltalk Linguagem de programação e ambiente de desenvolvimento Star: Smalltalk + Alto Projeto nunca foi comercial! • Janelas • Menus “pop-up”; Smalltalk • Ícones ROI NO PROJETO ADEQUADO DE INTERFACES DE USUÁRIO
  10. 10. 1976 - Apple (Jobs, Wozniak + migração de Palo Alto) Projeto LISA (79 – 83) MACINTOSH Primeiro comercial (US$ 2,495) ROI NO PROJETO ADEQUADO DE INTERFACES DE USUÁRIO
  11. 11. Década de 80 (O paralelismo na criação) Windows 1.0 e 1.1 VisiOn • Sobrepos. Janelas • Barras; • Multi-tarefas; Tandy Deskmate Amiga ROI NO PROJETO ADEQUADO DE INTERFACES DE USUÁRIO
  12. 12. Década de 90 (O triunfo do Windows e a Web) Windows 3.0 Windows 95 – Recordes (interface mais popular de todos os tempos) A Internet ROI NO PROJETO ADEQUADO DE INTERFACES DE USUÁRIO
  13. 13. Última década (Diversidade e complexidade) • Mobilidade; • Tangibilidade; • Diversidade ROI NO PROJETO ADEQUADO DE INTERFACES DE USUÁRIO
  14. 14. Ok, já estou convencido da importância da interface. Mas como convencer meu gerente a investir dinheiro, tempo e outros recursos em esforços de usabilidade? ROI NO PROJETO ADEQUADO DE INTERFACES DE USUÁRIO
  15. 15. Algumas considerações... Todo o seu conhecimento sobre IHC, design e estatísticas são insuficientes para provar (ou não provam por si só). Não é ciência, nem religião... é engenharia! Mais do que isso, é um negócio! ROI NO PROJETO ADEQUADO DE INTERFACES DE USUÁRIO
  16. 16. Então vamos falar de negócios... O que significa esse “Retorno do Investimento no projeto da Interface”? Os benefícios para os usuários e clientes já conhecemos, e quanto aos benefícios para as empresas que desenvolvem? ROI NO PROJETO ADEQUADO DE INTERFACES DE USUÁRIO
  17. 17. Como provar: Análise custo-benefício •Organizações inexperientes: maneira efetiva de reservar recursos para os esforços de melhoria; •Organizações maduras: planejar um programa otimizado para um projeto de desenvolvimento particular de software. Importante: Uns estão focados nos custos, outros nos benefícios. Levar sempre os objetivos da organização em consideração para definir os custos e benefícios relevantes. ROI NO PROJETO ADEQUADO DE INTERFACES DE USUÁRIO
  18. 18. 1º Passo) Plano de Engenharia de Usabilidade Tarefas do ciclo de vida e técnicas serão empregadas e quebradas em recursos humanos e horas. Importante: Plano variável de acordo com a organização e o projeto. ROI NO PROJETO ADEQUADO DE INTERFACES DE USUÁRIO
  19. 19. 2º Passo) Parâmetros de análise • Número de usuários finais • Dias de trabalho do usuário por ano Software para uso interno: • Número de usuários; • Salário por hora do usuário • Volume de transações; • Salário por hora do desenvolvedor • Salário por hora de cada usuário; • Salário por hora do Eng. de usabilidade • Número de transações por dia • Tempo de recuperação por erro • Tempo por mudança no projeto Importante: Parâmetros variáveis de acordo com o projeto. ROI NO PROJETO ADEQUADO DE INTERFACES DE USUÁRIO
  20. 20. 3º Passo) Custo das tarefas de Eng. Usabilidade Depende de onde e de quais atividades serão inseridas no ciclo de vida do software: Atividades básicas: • Análise de contexto de uso; Poderão ser definidas: • Definição de requisitos e metas de usabilidade; • Atividades; • Prototipação; • Análise e avaliação de usabilidade. • Metodologias; • Ferramentas; Recursos humanos: • Infraestrutura. • Número de profissionais; • Salário por hora de cada profissional. ROI NO PROJETO ADEQUADO DE INTERFACES DE USUÁRIO
  21. 21. Por que calcular o custo? 1. Para demonstrar se a engenharia de usabilidade é ou não uma abordagem viável e significativa do ponto de vista de custo; 2. Se for viável, calcula-se para planejar um programa de engenharia de usabilidade para um projeto particular de desenvolvimento. ROI NO PROJETO ADEQUADO DE INTERFACES DE USUÁRIO
  22. 22. ESTIMANDO CUSTOS Técnica por estimativas: PASSO Horas TÉCNICA APLICADA x Custo por profissional* PASSO 1 PASSO 2 PASSO 3 * Adiciona-se o valor do salário, benefícios, utilização do espaço no escritório e outras facilidades, dividindo o total pelo número de horas trabalhadas por ano . ROI NO PROJETO ADEQUADO DE INTERFACES DE USUÁRIO
  23. 23. ESTIMANDO BENEFÍCIOS Levar em consideração o público-alvo (a audiência para a qual serão demonstrados os benefícios); Para cada audiência, há categorias de benefícios relevantes. ROI NO PROJETO ADEQUADO DE INTERFACES DE USUÁRIO
  24. 24. ESTIMANDO BENEFÍCIOS Exemplos de benefícios: Desenvolvimento interno: - Aumento da produtividade - Diminuição do número de erros - Diminuição dos custos com treinamento - Economias com as mudanças prévias no desenho do ciclo de vida - Diminuição do suporte ao usuário Empresas compradoras: - Aumento das vendas - Diminuição do suporte aos clientes - Economia com as mudanças prévias no ciclo de vida - Redução de custos com a oferta de treinamento (se o treinamento for oferecido pela empresa compradora) ROI NO PROJETO ADEQUADO DE INTERFACES DE USUÁRIO
  25. 25. COMO ESTIMAR: 1 ) Escolha uma unidade de medida: - Tempo de “throughput” por tela ou por tarefa: produtividade; - Número de erros: análise baseada nos erros. Por exemplo, um segundo por tela, ou a redução de quatro erros por ano. 2 ) Multiplique o benefício estimado por unidade de medida pelo número de unidades. A grande importância aparece na hora de fazer uma consideração sobre a magnitude do benefício para cada unidade de medida. ROI NO PROJETO ADEQUADO DE INTERFACES DE USUÁRIO
  26. 26. Exemplo - Estimando benefícios para organizações internas: Um sistema de entrada de dados será utilizado por 250 pessoas, que processarão em média 60 telas por dia. Suponha que esses usuários trabalhem 230 dias no ano, com salário de R$25,00 por hora. Imagine que um programa de engenharia de usabilidade foi inserido, permitindo que o usuário processe cada tela com um segundo a menos. Qual será o benefício total, em termos de produtividade? ROI NO PROJETO ADEQUADO DE INTERFACES DE USUÁRIO
  27. 27. Exemplo - Estimando benefícios para organizações internas: 250 usuários 60 telas por dia 230 dias por ano Tempo de proc. por tela reduzido em 1 segundo. Salário de R$25 por hora 250 usuários * 60 telas por dia * 230 dias * (1/3600) horas * $ 25 = R$ 23.958 (economia total com um segundo no ano) Importante lembrar que o benefício é garantido anualmente e que o investimento para a correção é feito somente no primeiro ano. O DRUPAL E A INTRANET DO SYNERGIA
  28. 28. Exemplo - Diminuindo o custo com treinamento: Considerando que o investimento em usabilidade resultasse numa interface em que seria mais fácil aprender a utilizar (e também ensinar), o que reduziria em 10% o tempo requerido para um treinamento. Supondo a presença de 250 usuários em treinamento. Se eles gastarem 4 horas a menos em treinamento, com um salário de R$25 a hora, qual seria o benefício estimado? ROI NO PROJETO ADEQUADO DE INTERFACES DE USUÁRIO
  29. 29. Exemplo - Diminuindo o custo com treinamento: 10% redução 250 usuários Salário de R$25 por hora 250 empregados * 4 horas * $25 = R$25.000 (primeiro ano). Diferentemente da produtividade, o benefício com o treinamento é do tipo "one-time", já que ele seria percebido na primeira vez que fosse implantado. ROI NO PROJETO ADEQUADO DE INTERFACES DE USUÁRIO
  30. 30. Exemplo - Reduzindo o número de erros por parte dos usuários: Considerando um erro típico, por exemplo, o mau posicionamento de funcionalidades, e supondo novamente a aplicação de técnicas de engenharia de usabilidade, tais que consigamos 0,2 erros a menos por usuário, por dia (um erro por semana), e economizando um tempo de dois minutos por erro não cometido. Qual o benefício estimado? ROI NO PROJETO ADEQUADO DE INTERFACES DE USUÁRIO
  31. 31. Exemplo - Reduzindo o número de erros por parte dos usuários: 250 usuários 0,2 erros eliminados 2 minutos no tempo de recuperação por erro 230 dias de trabalho por ano Salário de R$25 por hora 250 usuários * 0,2 erros * 230 dias * R$0,8333/erro = R$9.580 (por ano) E é interessante observar que a mesma aplicação de engenharia de usabilidade traria benefícios nas três abordagens. ROI NO PROJETO ADEQUADO DE INTERFACES DE USUÁRIO
  32. 32. Exemplo - Economizando com mudanças não-tardias no ciclo de desenvolvimento Supondo que aproximadamente 20 mudanças seriam feitas no curso com a inserção prévia de testes de usabilidade e que cada mudança levaria aproximadamente um dia de trabalho de um desenvolvedor que ganha R$35 por hora. O cálculo do benefício poderia ser calculado da seguinte forma: ROI NO PROJETO ADEQUADO DE INTERFACES DE USUÁRIO
  33. 33. Exemplo - Economizando com mudanças não-tardias no ciclo de desenvolvimento Mudanças feitas previamente custam 1/4 de mudanças feitas tardiamente (Mantei e Teorey, 1998) 20 mudanças feitas de forma prévia 1 dia por mudança Salário de R$35 por hora Mudanças prévias custam = 20 mudanças * 8 horas * $35 = R$5600 Mudanças tardias custam = 4 * Mudanças prévias = R$22400 Economia: Mudanças tardias - Mudanças prévias = R$16.800 (primeiro ano) ROI NO PROJETO ADEQUADO DE INTERFACES DE USUÁRIO
  34. 34. Reunindo os benefícios calculados com a engenharia de usabilidade e comparando-os aos custos (Vamos assumir um tempo de vida de produção de cinco anos para o nosso sistema). Categoria do benefício: Benefício por ano: Número de anos: Total: - Aumento da produtividade R$ 23.958 5 R$ 119.790 - Dim. custos com treinamento R$ 25.500 1 R$ 25.500 - Dim. do número de erros R$ 9.580 5 R$ 47.900 - Mudanças prévias no ciclo de vida R$ 16.800 1 R$ 16.800 TOTAL: R$ 209.490,00 ROI NO PROJETO ADEQUADO DE INTERFACES DE USUÁRIO
  35. 35. Então quer dizer que o investimento num programa de melhoria em usabilidade desse tipo irá resultar num benefício de ordem R$200.000? Espere aí! Não se esqueça dos custos e investimentos variáveis em cada organização e projeto! ROI NO PROJETO ADEQUADO DE INTERFACES DE USUÁRIO
  36. 36. "Para cada $1 investido em testes de usabilidade em software, o retorno está entre $10 e $100." (ROI – IBM); Para um sistema que requer processamento de 4,8 milhões de telas por ano: ROI NO PROJETO ADEQUADO DE INTERFACES DE USUÁRIO
  37. 37. - "80% de todo o custo de desenvolvimento de um software ocorre depois que o produto foi lançado. Desse total, 80% são por causa de exigências inesperadas dos usuários (20% erros e problemas de confiabilidade). (Cost-Justifying Usability, Marie Karat, Academic Press, NY, 1994); - "Empresas que não adotam práticas de engenharia da usabilidade desperdiçam aproximadamente US$1,5m a US$2,1m cada ano em redesigns de projetos, sem saber se a experiência dos clientes melhorou. (Forrester Research Group - Why Most Web websites Fail); - "O custo de uma revisão completa de um sistema na Web é, aproximadamente, 30 vezes maior do que o custo dos testes de usabilidade se incorporados logo no início. (Forrester Research Group - Why Most Web websites Fail); - "Solicitados a listarem as cinco mais importantes razões para se comprar na internet, 83% dos usuários mencionaram a facilidade de executar uma compra como a mais relevante". (Jakob Nielsen, 1999); - "45% dos usuários abandonam websites devido à navegação pobre, tempos longos do download ou conteúdo confuso." (Boston Consulting Group); ROI NO PROJETO ADEQUADO DE INTERFACES DE USUÁRIO
  38. 38. Conclusão • Planejar um programa de usabilidade é fundamental para dimensionar custos e benefícios; • Investir no projeto adequado da interface normalmente sempre compensa os custos envolvidos (mas o investimento varia de acordo com o projeto e a maturidade da organização); ROI NO PROJETO ADEQUADO DE INTERFACES DE USUÁRIO

×