Your SlideShare is downloading. ×
Gerenciamento de projetos usando corrente crítica
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×

Saving this for later?

Get the SlideShare app to save on your phone or tablet. Read anywhere, anytime - even offline.

Text the download link to your phone

Standard text messaging rates apply

Gerenciamento de projetos usando corrente crítica

3,052
views

Published on

Nesta palestra veremos um resumo dos principais pontos da técnica da Corrente Crítica. A Corrente Crítica é uma metodologia para planejamento, execução e gerenciamento de projetos, desenvolvida em …

Nesta palestra veremos um resumo dos principais pontos da técnica da Corrente Crítica. A Corrente Crítica é uma metodologia para planejamento, execução e gerenciamento de projetos, desenvolvida em 1997 por Eliyahu M. Goldratt. O objetivo desta metodologia é reduzir a duração total de projetos e facilitar o gerenciamento e priorização de tarefas.


0 Comments
2 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total Views
3,052
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
1
Actions
Shares
0
Downloads
0
Comments
0
Likes
2
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide

Transcript

  • 1. Corrente Crítica Abril de 2010
  • 2. Corrente Crítica A Corrente Crítica é uma metodologia para planejamento, execução e gerenciamento de projetos. Desenvolvida em 1997 por Eliyahu M. Goldratt.
  • 3. Corrente Crítica Cronograma
  • 4. Corrente Crítica
  • 5. Corrente Crítica
  • 6. Corrente Crítica Margens de segurança
  • 7. Corrente Crítica Estimativas individuais normalmente possuem uma margem de segurança. => Remover as margens de segurança
  • 8. Corrente Crítica Remoção das margens de segurança. Usar uma estimativa que tenha 50% de chance de ser cumprida.
  • 9. Corrente Crítica
  • 10. Corrente Crítica Nivelar recursos
  • 11. Corrente Crítica Nivelar recursos
  • 12. Corrente Crítica Corrente Crítica: mais longa cadeia de tarefas dependentes, considerando explicitamente as dependências relacionadas a recursos.
  • 13. Corrente Crítica Usar Término Mais Tarde (Late Finish)
  • 14. Corrente Crítica
  • 15. Corrente Crítica Usar Término Mais Tarde (Late Finish) Os custos ocorrem mais tarde, o que é bom para o fluxo de caixa. Minimiza impacto de mudanças em trabalhos já finalizados. O projeto se inicia de maneira mais tranquila. Minimiza efeitos da Lei de Parkinson, já que não há tempo de sobra.
  • 16. Corrente Crítica Acrescentar Buffer de segurança
  • 17. Corrente Crítica Acrescentar Buffer de segurança Buffer do projeto: proteje a Corrente Crítica. Buffer’s de alimentação: protejem os caminhos que levam à Corrente Crítica.
  • 18. Corrente Crítica Acrescentar Buffer de segurança Tamanho do buffer: metade do total da margem de segurança retirada do caminho.
  • 19. Corrente Crítica Monitoramento É normal (na realidade, esperado) que tarefas individuais atrasem. O monitoramento é feito através do % de uso do buffer do projeto.
  • 20. Corrente Crítica
  • 21. Corrente Crítica 1. Identificar margens de segurança. 2. Remover margens de segurança. 3. Nivelar recursos. 4. Identificar Corrente Crítica. 5. Inserir Buffer’s de segurança. 6. Monitorar Buffer do projeto.
  • 22. Corrente Crítica Uso de ferramentas específicas. É uma técnica relativamente recente. Como identificar corretamente as margens de segurança?