SINOIKIA “Viver em comunhão”                                                                                       Santo A...
2 de Junho >> Pós Encontro E.C.C no Salão Paroquial às 20h30
3 de Junho >> Missa de Corpus Christi às 16h na Igreja Matriz...
Maria de Nazaré, Maria da Juventude                       O PRODE (Projeto Diocesano de Evangelização), com o desejo de
  ...
A estória do Boneco de Sal

         Nos últimos tempos, temos dedicado nossas reflexões quase que exclusivamente às quest...
Upcoming SlideShare
Loading in …5
×

Junho

792
-1

Published on

Published in: Sports, Travel
0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total Views
792
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0
Actions
Shares
0
Downloads
0
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Junho

  1. 1. SINOIKIA “Viver em comunhão” Santo Antonio, São João Batista, Informativo da Paróquia Nossa Senhora Aparecida São Pedro e Praça Nossa Senhora Aparecida, 183 – 15400-000 - Olímpia / SP – Cx. Postal 135 São Paulo, Tel/Fax: 17 3281 2388 rogai por nossas end. eletrônicos: matrizaparecida@hotmail.com / s0spascom@hotmail.com comunidades! Ano 7 - edição 73 Mês JUNHO Distribuição Gratuita A palavra Sinoikia vem do grego e significa “ter vida em comum”, “casa de muitas famílias”, “viver em comunhão”. O grego foi uma das primeiras línguas da Igreja, é a língua das primeiras comunidades cristãs e por isso buscamos o nome do nosso informativo lá. O nosso desejo: vivamos uma perfeita sinoikia. 18 JUNHO/ 3ª Sexta-feira Celebrações Juninas 19h Matriz Nossa Senhora Aparecida Fabio 3 JUNHO/ 1ª Quinta-feira – CORPUS CHRISTI 20h Comunidade Santo Expedito Flaerdi 16h Matriz Nossa Senhora Aparecida Flaerdi 19 JUNHO/ 3º Sábado 19h Comunidade Santo Antonio/ Ribeiro Fabio 19h Matriz Nossa Senhora Aparecida Fabio 4 JUNHO/ 1ª Sexta-feira 19h Comunidade Imaculada Conceição Flaerdi 19h Matriz Nossa Senhora Aparecida Flaerdi 19h Comunidade Santa Clara de Assis J 20h Comunidade Santo Expedito Fabio 20h30 Comunidade São José/ Baguaçu J 5 JUNHO/ 1º Sábado 20h30 Capela Santo Antonio/ Lambari Flaerdi 17h Casam. Luís Fernando e Flávia Fabio 21h Casamento João e Elizete Fabio 19h Matriz Nossa Senhora Aparecida Fabio 20 JUNHO/ 3º Domingo 19h Comunidade Imaculada Conceição J 7h Matriz Nossa Senhora Aparecida Flaerdi 19h Comunidade Santa Clara Flaerdi 8h30 Comunidade Nossa Senhora Perpetuo Socorro Fabio 20h30 Comunidade São José/ Baguaçu Fabio 8h30 Comunidade Santo Antonio/ Cisoto Flaerdi 20h30 Comunidade Nossa Senhora Aparecida/ C. Alegre Flaerdi 8h30 Comunidade São Francisco de Assis J 6 JUNHO/ 1º Domingo 10h Batizados Flaerdi 7h Matriz Nossa Senhora Aparecida Flaerdi 10h Comunidade Santo Antonio/ Ribeiro Fabio 8h30 Comunidade Nossa Senhora Perpetuo Socorro Flaerdi 19h Matriz Nossa Senhora Aparecida Flaerdi 8h30 Comunidade Santo Antonio/ Cisoto J 19h Comunidade São Benedito Fabio 8h30 Comunidade São Francisco de Assis Fabio 20h30 Comunidade S. Luzia 10h Comunidade Santo Antonio/ Ribeiro Flaerdi (Rua Estevam Donaire Aieiro, 15) Flaerdi 19h Matriz Nossa Senhora Aparecida Flaerdi 24 JUNHO/ 4ª Quinta-feira – DIA DE SÃO JOÃO 19h Comunidade São Benedito Fabio 19h Matriz Nossa Senhora Aparecida Flaerdi 20h30 Comunidade S.Luzia (Rua João Rimoli Neto, 1026) Flaerdi 19h Comunidade São Francisco de Assis Fabio 10 JUNHO/ 2ª Quinta-feira 25 JUNHO/ 4ª Sexta-feira -- (CPP) 19h Matriz Nossa Senhora Aparecida Fabio 19h Matriz Nossa Senhora Aparecida Flaerdi 19h Comunidade São Francisco J 20h Comunidade Santo Expedito Fabio 11 JUNHO/ 2ª Sexta-feira SAGRADO CORAÇÃO DE JESUS 26 JUNHO/ 4º Sábado 19h Matriz Nossa Senhora Aparecida Fabio 17h Casamento Rodrigo e Natalia Flaerdi (Missa de entrega de fitas do Apsotulado) 19h Matriz Nossa Senhora Aparecida Flaerdi 20h Comunidade Santo Expedito Flaerdi 19h Comunidade Imaculada Conceição J 21h Reunião da coordenação da comunidade Santo Expedito 19h Comunidade Santa Clara de Assis Fabio 12 JUNHO/ 2º Sábado 20h30 Comunidade São José/ Baguaçu Flaerdi 16h Casamento Denílson e Jéssica Fabio 27 JUNHO/ 4º Domingo 17h Casamento Henrique e Natalia Flaerdi 7h Matriz Nossa Senhora Aparecida Flaerdi 19h Matriz Nossa Senhora Aparecida Flaerdi 8h30 Comunidade Nossa Senhora Perpetuo Socorro Flaerdi 19h Comunidade Imaculada Conceição Fabio 8h30 Comunidade Santo Antonio/ Cisoto J 19h Comunidade Santa Clara de Assis J 8h30 Comunidade São Francisco de Assis Fabio 20h30 Comunidade São José/ Baguaçu Fabio 10h Comunidade Santo Antonio/ Ribeiro(Batizados) Flaerdi 20h30 Capela Nossa Senhora Aparecida/ Limoeiro Flaerdi 19h Matriz Nossa Senhora Aparecida Flaerdi 13 JUNHO/ 2º Domingo (DIA DE SANTO ANTONIO) 19h Comunidade São Benedito Fabio 7h Matriz Nossa Senhora Aparecida Flaerdi 20h30 Comunidade S. Luzia(Rua)Flaerdi 8h30 Comunidade Nossa Senhora Perpetuo Socorro J 29 JUNHO/ 5ª Terça-feira 8h30 Comunidade Santo Antonio/ Cisoto Fabio 19h Matriz Nossa Senhora Aparecida ANIVERSARIO DA PAROQUIA (Procissão e Missa) (52 anos) – DIA DE SÃO PEDRO E SÃO PAULO Flaerdi 8h30 Comunidade São Francisco de Assis Flaerdi 30 JUNHO/ 5ª Quarta-feira 19h Comunidade Santo Antonio/ Ribeiro dos Santos Flaerdi 19h Matriz Nossa Senhora Aparecida Flaerdi 19h Matriz Nossa Senhora Aparecida Fabio (Passo Celebrar Pastoral da Sobriedade) 19h Comunidade São Benedito J 20h30 Comunidade Santa Luzia(Rua João Rimoli Neto, 1026A)Fabio 16 JUNHO/ 3ª Quarta-feira 19h Matriz Nossa Senhora Aparecida Fabio Programa Em Nome do Pai 20h Capela Santo Antonio/ Alegria Flaerdi O programa da família!!! 20h Matriz Missa de Entrega de Pastas 2ª Etapa E.C.C Fabio Todos os domingos das 10h às 12h sintonize o seu 20h Grupo de Oração na Capela Santa Filomena 17 JUNHO/ 3ª Quinta-feira rádio, na Difusora AM 1490 Kwz, neste programa 19h Matriz Nossa Senhora Aparecida Flaerdi que é feito pra você!!! 19h Comunidade São Francisco de Assis Fabio Ligue e peça a sua musica, faça seu pedido 20h30 Capela Nossa Senhora Aparecida/ C. Alegre Flaerdi de oração, deixe seu recado e mande o seu abraço. ÀS QUARTAS FEIRAS, NOVENA PERPETUA DE NOSSA Participe conosco. O programa está de telefone SENHORA DO PERPETUO SOCORRO, NA MATRIZ novo, anote aí: 3279.2266 NOSSA SENHORA APARECIDA ÀS 15 HORAS, TRANSMITIDA PELA RÁDIO MENINA AM GRUPO DE ORAÇÃO NA MATRIZ NOSSA SENHORA ÀS SEGUNDAS FEIRAS A MISSA VEM CELEBRADA NA APARECIDA, TODA QUARTA-FEIRA, ÀS 20 HORAS CAPELA SANTA FILOMENA ÀS 19 HORAS
  2. 2. 2 de Junho >> Pós Encontro E.C.C no Salão Paroquial às 20h30 3 de Junho >> Missa de Corpus Christi às 16h na Igreja Matriz N. Sra Aparecida e logo após procissão em direção a Creche Cidade Imaculada, passando pela Comunidade N. Sra Perpetuo Socorro. >> Missa às 19h na Comunidade Santo Antonio de Pádua no Distrito de Ribeiro dos Santos 4 de Junho >> Missa da Ordem Franciscana Secular na Comunidade Santo Expedito às 20h. >> Bazar de Corpus Christi das 19h às 22h no Salão Paroquial >> Inscrição para o Batizado das 20h às 21h na Igreja Matriz N. Sra Aparecida >> Quermesse na Comunidade Santo Antonio no Jardim Cisoto. 5 de Junho >> Inscrição para Batizado das 8h Às 11h30 na Igreja Matriz N. Sra Aparecida NÃO SOLTE >> Bazar de Corpus Christi das 9h às 21h no Salão Paroquial BALÃO >> Quermesse na Comunidade Santo Antonio no Jardim Cisoto. 6 de Junho >> 1º Almoço em Família e Amigos da Paróquia N. Sra Aparecida, as 11h30 no Salão Paroquial. Convites antecipados a R$ 15,00. 9 de Junho >> Pós Encontro E.C.C às 20h no Salão Paroquial 11 de Junho >> Reunião dos Ministros Extraordinários da Distribuição da Sagrada Comunhão Eucarística, na Comunidade Santa Clara de Assis >>Missa do Sagrado Coração de Jesus às 19h na Igreja Matriz N. Sra Aparecida, preparada pelo Apostolado da Oração. 12 de Junho >> Término da Trezena em Louvor a Santo Antonio no Jardim Cisoto >> Terço Junino na Comunidade São Francisco de Assis >> Capacitação Bucal para agentes da Pastoral da Criança, no Salão Paroquial. 13 de Junho >> Ultimo encontro de preparação para o novo projeto de catequese das 8h Às 16h, no Salão Paroquial. >> Tarde Beneficente em Louvor a Santo Antonio, no Salão da Comunidade Santo Antonio no Jardim Cisoto. >> 17h30 Carreata em Louvor a Santo Antonio no Distrito de Ribeiro dos Santos. Santa Missa às 19h e logo após procissão pelo distrito. 16 de Junho >> Missa de Entrega de Trabalho da 2ª Etapa do E.C.C, na Matriz Nossa Senhora Aparecida Às 20h. >> Grupo de Oração Maria Nossa Mãe às 20h na Capela Santa Filomena. 17 de Junho >> Reunião da Região de Olímpia 18 de Junho >> 2ª Etapa do E.C.C no Salão Paroquial 19 de Junho >> 2ª Etapa do E.C.C no Salão Paroquial 20 de Junho >> 2ª Etapa do E.C.C no Salão Paroquial >> Promoção de Pizza da Pastoral da Sobriedade 25 de Junho >> Conselho Pastoral Paroquial, às 20h no Salão Paroquial 29 de Junho >> Missa do 52º Aniversário da Paróquia às 19h na Igreja Matriz N. Sra Aparecida Pra quem é ligado na internet, Confira: www.adital.com.br assuntos de teologia e comentários à sua disposição. “Louvai e www.ofm.org franciscanos bendizei ao meu www.cnbb.org.br documentos da conferencia nacional dos bispos do Brasil Senhor, www.catequisar.com.br/apostilas_diversas.htm material para catequese www.cantodapaz.com.br site com a espiritualidade de São Francisco e Santa Clara de Assis, vídeos e E dai-lhe diversos temas católicos graças, www.diocesedebarretos.com.br conheça a nossa diocese, suas paróquias e acontecimentos diários E servi-o com ORAÇÃO PARA ACHAR OBJETOS PERDIDOS grande Eu vos saúdo, glorioso Santo Antonio, fiel humildade.” protetor dos que em vós esperam. Já que (São Francisco de Assis) recebestes de Deus o poder especial de reencontrar os objetos perdidos, socorrei-me ESMOLA OFERTA DÍZIMO neste momento, a fim de que, mediante vosso Atitude de ajuda Aquilo que oferecemos para Devolução alegre e cons - auxílio, eu encontre o objeto que procuro... que temos para Deus, do que é nosso, no ciente na comunidade que alcançai-me, sobretudo, uma fé viva, uma com os mais Ofertório da Missa. participo, de parte do que esperança firme, uma caridade ardente e uma pobres. Um gesto do coração! possuo, mas que pertence docilidade sempre pronta aos desejos de Deus. a Deus. Um ato de fé! Que eu não me detenha apenas nas coisas deste mundo. Saiba valorizá-las como algo que nos foi Viver em comunidade é um dom e ao mesmo tempo um fruto do Espírito Santo. Como membros de um único emprestado e lute sobretudo por aquelas coisas corpo cuja cabeça é o Cristo. Uns pelos outros e todos no que ladrão nenhum pode nos arrebatar e nem Senhor. Filhos e filhas de um mesmo Pai e uma mesma iremos perder jamais. Assim seja. mãe.
  3. 3. Maria de Nazaré, Maria da Juventude O PRODE (Projeto Diocesano de Evangelização), com o desejo de oferecer às comunidades paroquiais um instrumento de trabalho para que Olhemos para o povo de nossas comunidades. O possam exercitar uma maior proximidade com a Palavra de Deus em amor que dedicam a Nossa Senhora é sempre de muita comunidade, propõe que os fiéis se reúnam para uma LEITURA ORANTE DA devoção e carinho. Com a juventude pejoteira não é SAGRADA ESCRITURA. A cada mês será oferecido uma passagem da Bíblia para as reuniões. diferente. Há uma identificação muito grande, pois Maria Abaixo transcrevemos as orientações e os textos para este mês de Junho. Todos foi uma jovem que disse Sim ao projeto de Deus. Além podem participar. Para maiores informações entre em contato com a secretaria disso, se sabe pela tradição e pelas escrituras que Maria paroquail. era uma moça alegre e simples. Ela aprendeu a ler e interpretar as escrituras. Era conhecedora da história de LEITURA ORANTE DA SAGRADA ESCRITURA NAS COMUNIDADES DA DIOCESE DE BARRETOS Israel e das promessas de Deus. Quando recebeu a visita do anjo que lhe fez a proposta de ser mãe do Messias, não 1. Antes do dia da celebração a equipe responsável pela condução da leitura aceitou prontamente. Quis primeiro saber como se dariam Orante na Comunidade ou Setor, faz uma reunião preparatória, com a estas coisas. Com a explicação, pôs-se à disposição com fé CHAVE DE LEITURA. Esta preparação dará meios para que se possa e entrega. motivar melhor o momento orante que será vivido na comunidade. Neste sentido, Maria é um grande exemplo para 2. Preparação do ambiente: O essencial é que se tenha uma estante colocada toda a juventude. Aceita, sim, a missão que Deus lhe dá. n centro de onde seja proclamada a palavra de Deus. Esta estante poderá Mas não antes de poder entender melhor. Não assume ser recoberta com um véu, adornada com flores e ladeada por castiçais aquilo que não entende. Não assume por assumir. Aceita com velas acesas. convicta, certa do que pode vir a acontecer. Nós sabemos 3. Estando todos reunidos no local em que se fará a Leitura Orante, uma também que Maria era uma jovem humilde, que fora pessoa da equipe responsável encarregada fará um comentário situando a prometida em casamento a José. Eles eram um casal Palavra que será proclamada, baseando-se no que foi refletido no estudo reconhecidamente pobre, tanto que Jesus nasceu numa da CHAVE DE LEITURA. estrebaria e duas rolinhas foram o sacrifício apresentado 4. Todos em pé, invocam o Espírito Santo. Esta invocação seja de quando o levaram ao Templo. preferência cantada. Após a invocação todos se sentam guardando No canto do Magnificat, Maria não trouxe somente profundo silencio. as preocupações consigo, mas principalmente com os 5. OS PASSOS DA LEITURA ORANTE: desvalidos, famintos e explorados. Deus não agia apenas no 5.1 LEITURA (o que diz o texto em si) plano espiritual, não era distante ou preso ao Templo. É um a) O leitor vai até a estante e proclama pausadamente a Palavra. Durante a Deus que quer uma nova relação entre as pessoas. Uma proclamação todos permanecem com suas bíblias fechadas. relação de justiça e misericórdia. b) Todos abrem sua bíblias na leitura que foi proclamada e a lêem em Na passagem das Bodas de Caná, Maria intercedeu pela silencio, atentos até mesmo aos detalhes, considerando o sentido de cada família nascente junto a Jesus para que aquela festa não frase. Este momento deve durar no máximo 10 minutos. caísse em vergonha. E, na hora da perseguição aos c) A convite do responsável pela condução da celebração os presentes seguidores de Jesus, Maria estava no Cenáculo junto aos repetem alguma frase ou palavra que lhes mais tocou. apóstolos. Maria é aquela que não deixa desamparada 5.2 MEDITAÇÃO (o que o texto diz para mim) quem precisa. a) O leitor vai até a estante e proclama novamente a Palavra. Todos Em nossas comunidades, temos um especial carinho permanecem com as sua bíblias fechadas. com Nossa Senhora. Ela é reconhecida e retratada pelos b) A convite do responsável pela condução da celebração, quem quiser pode povos com as características locais. No Brasil é a negra partilhar o que a Palavra de Deus proclamada e meditada está lhe falando, Aparecida, para a América Latina é a Nossa Senhora de ligando-a com a vida (pessoal, comunitária, social) Guadalupe, com traços indígenas. Vi uma imagem de Nossa 5.3 ORAÇÃO (o que o texto me faz dizer a Deus) Senhora de Fátima que era uma típica portuguesa. E a a) Todos em pé. A convite do responsável pela condução da celebração, Maria Auxiliadora vista em sonho por Dom Bosco era uma quem quiser, formula preces, louvores e agradecimentos a Deus. italiana bem grande. Em seu nome, muitas comunidades b) Canta-se ou recita-se um salmo, ou outro canto, ligado ao tema da Leitura foram criadas e a mensagem de Jesus pode ser mais Orante, previamente preparado pela equipe de condução da celebração. difundida. O povo se identifica com Maria e ela anima a 5.4 CONTEMPLAÇÃO (olhar a vida com os olhos de Deus) caminhada do povo sofrido, rumo à libertação. a) Todos sentados de maneira digna e cômoda. Todos em profundo silêncio. Com os olhos fechados procurando colocar-se diante de Deus. Perguntem-se a si mesmos: o que mudou em mim depois desta Leitura Orante? Como vou poder viver melhor meu compromisso de vida? Que desafios descobrir para me aperfeiçoar como discípulo de Jesus? b) Após este momento, todos se colocam em pé e rezam o Pai Nosso. c) Terminada a oração do Pai Nosso, todos saúdam com o abraço da paz. d) Canta-se um canto final. DOIS ENCONTROS PARA O MÊS DE JUNHO: 1ª REUNIÃO: Leitura At 2, 42-47(Atos dos Apóstolos capítulo dois, versículos de quarenta e dois até quarenta e sete); At 4,32-25 IGREJA = COMUNIDADE = FAMÍLIA E POVO DE DEUS 2ª REUNIÃO: Leitura 1 Cor 12, 1-30 (Primeira Carta de São Paulo aos VIVENDO E EVANGELIZANDO O SEU TEMPO! Coríntios capítulo doze, versículos de um até o trinta) Movimento econômico Março/2010 A PASTORAL DO ALIMENTO PRECISA DE VOLUNTÁRIOS! Receitas: 1. Dízimo R$ 10.082,00 2. Coleta/intenções/taxas R$ 6.177,45 Nós organizamos as coletas de alimento através das sacolinhas ou passando 3. Outras R$ 1.710,00 pelas casas; 4. Laudemio R$ 3.928,00 Preparamos as cestas básicas para as famílias assistidas; Total R$ 21.897,45 Visitamos as famílias que nos procuram pedindo socorro; Entregamos para as famílias os alimentos; Despesas: Evangelizamos através da prática da solidariedade... 1. Previdência Social, taxas R$ 2.438,66 2. Água, luz, telefone R$ 807,40 3. Manutenção veículos e casa R$ 1.658,08 Estamos precisando de pessoas que VENHAM TRABALHAR 4. Assistência Social R$ 574,30 CONOSCO! Para que este serviço continue. 5. Vocações, taxas Cúria R$ 2.986,10 6. Coleta Campanha Fraternidade R$ 2.231,90 7. Funcionários R$ 5.520,96 Entre em contato com a gente pela secretaria paroquial 8. Reformas e materiais R$ 5.109,45 Praça Nossa Senhora Aparecida, 183 – 15400-000 - Olímpia / SP – Cx. Postal 135 - 9. Materiais de secretaria R$ 1.570,08 Tel/Fax: 17 3281 2388 - end. eletrônicos: matrizaparecida@hotmail.com / 10. Material de uso pastoral R$ 415,00 s0spascom@hotmail.com Total R$ 23.311,93
  4. 4. A estória do Boneco de Sal Nos últimos tempos, temos dedicado nossas reflexões quase que exclusivamente às questões ambientais e aos desafios que as mudanças climáticas implicam para o futuro de nossa civilização, para a produção e o consumo. Nem por isso devemos descurar os problemas cotidianos, a construção continuada de nossa identidade e a moldagem de nosso sentido de ser. É uma tarefa nunca terminada. Entre muitas, duas provocações estão sempre presentes e temos que dar conta delas: a aceitação dos próprios limites e a capacidade de desapegar-se. Todos vivemos dentro de um arranjo existencial que, por sua própria natureza, é limitado em possibilidades e nos impõe barreiras de toda ordem, de lugar, de profissão, de inteligência, de saúde, de economia, de tempo. Há sempre um descompasso entre o desejo e sua realização. E às vezes nos sentimos impotentes face a dados que não podemos mudar como a presença de um esquisofrênico com seus altos e baixos ou um doente terminal. Temos que nos resignar face a esta limitação intransferível. Nem por isso precisamos viver tristes ou impedidos de crescer. Há que ser criativamente resignados. A invés de crescer para fora, podemos crescer para dentro na medida em que criamos um centro onde as coisas se unificam e descobrimos como de tudo podemos aprender. Bem dizia a sabedoria oriental: "se alguém sente profundamente o outro, este o perceberá mesmo que esteja a milhares de quilômetros de distância". Se te modificares em teu centro, nascerá em ti uma fonte de luz que irradiará para os outros. A outra tarefa da autorealização é a capacidade de desapegar-se. O zenbudismo coloca como teste de maturidade pessoal e liberdade interior a capacidade de desapegar-se e de despedir-se. Se observamos bem, o desapego pertence à lógica da vida: despedimo-nos do ventre materno, em seguida, da meninice,da juventude, da escola, da casa paterna, de parentes e da pessoa amada. Na idade adulta despedimo-nos de trabalhos, de profissões, do vigor do corpo e da lucidez da mente que irrefragavelmente vão se desgastando até despedirmo-nos da própria vida. Nestas despedidas deixamos um pouco de nós mesmos para trás. Qual é o sentido deste lento despedir-se do mundo? Mera fatalidade irreformável da lei universal da entropia? Essa dimensão é irrecusável. Mas será que ela não guarda um sentido existencial, a ser buscado pelo espírito? Se, fenomenologicamente, somos um projeto infinito e um vazio abissal que clama por plenitude, será que esse desapegar-se não significa criar as condições para que um Maior nos venha preencher? Não seria o Supremo Ser, feito de amor e bondade, que nos vai tirando tudo para que possamos ganhar tudo, no além vida, quando nossa busca finalmente descansará? Ao perder, ganhamos e ao esvaziarmo-nos ficamos plenos. Dizem por aí que esta foi a trajetória de Jesus, de Buda, de Francisco de Assis, de Gandhi, de Madre Teresa e de outros. Talvez um estória dos mestres espirituais antigos nos esclareça o sentido da perda que produz um ganho. "Era uma vez um boneco de sal. Após peregrinar por terras áridas chegou a descobrir o mar que nunca vira antes e por isso não conseguia comprendê- lo. Perguntou o boneco de sal:" Quem és tu? E o mar respondeu:"eu sou o mar". Tornou o boneco de sal: "Mas que é o mar?" E o mar respondeu:" Sou eu". "Não entendo", disse o boneco de sal. "Mas gostaria muito de compreender-te; como faço"? O mar simplesmente respondeu: "toca-me". Então o boneco de sal, timidamente, tocou o mar com a ponta dos dedos do pé. Percebeu que aquilo começou a ser compreensível. Mas logo se deu conta de que haviam desaparecido as pontas dos pés. "Ó mar, veja o que fizeste comigo"? E o mar respondeu:"Tu deste alguma coisa de ti e eu te dei compreensão; tens que te dares todo para me compreender todo". E o boneco de sal começou a entrar lentamente mar adentro, devagar e solene, como quem vai fazer a coisa mais importante de sua vida. E na medida que ia entrando, ia também se diluindo e compreendendo cada vez mais o mar. E o boneco continuava perguntando: "que é o mar?". Até que uma onda o cobriu totalmente. Pode ainda dizer, no último momento, antes de diluir-se no mar: "Sou eu". Desapegou-se de tudo e ganhou tudo: o verdadeiro eu. (Leonardo Boff é autor de Tempo de Transcendência, 2009-Vozes) NESTE MES DE JUNHO ESTAREMOS RENOVANDO AS COORDENAÇÕES DAS COMUNIDADES: SANTA CLARA, SÃO BENEDITO E SÃO JOSÉ DO BAGUAÇU. As comunidades ou capelas da nossa Paróquia de Nossa Senhora Aparecida de Olímpia, são organizadas através de um Conselho e seus coordenadores. Os coordenadores, na maior parte das vezes, são escolhidos pelos próprios membros da comunidade e tem como missão serem instrumentos de unidade entre a comunidade e toda a Paróquia. Os coordenadores e o Conselho da Comunidade formam uma união de forças, movida pelo Espírito Santo, que coordena e desenvolve os trabalhos de evangelização, pastorais, socorro aos necessitados e promoções para a boa manutenção dos espaços da Comunidade. Tudo isso em perfeita união com o Pároco, a quem foi confiada pelo Bispo Diocesano, os cuidados de toda a Paróquia e, por sua vez, a união perfeita com toda a Igreja local e universal. Uma importante reunião que acontece e que as comunidades mandam seus representantes é o Conselho de Pastoral Paroquial - CPP . Nesta reunião toda a Paróquia se encontra reunida, com todos os coordenadores das pastorais, movimentos, e grupos atuantes, para planejarem e definir as ações de evangelização e promoções. Também é o momento em que deve acontecer a partilha de vida do que está acontecendo em cada comunidade e grupo e pastorais. A grande caracteristica que se espera de quem vem escolhido como coordenador ou membro do conselho é a de ser instrumento de unidade e comunhão. Ainda que vivamos tempos de individualismo e autoritarismo. Que sejam inspirados por Deus e tenham a coragem e a paciência de quem tem amor a Deus e ao próximo e um grande ardor missionário evangelizador. Peça a Deus que abençoe e ilumine seus coordenadores e conselheiros.

×