Tecnologias para ensino a distancia em biblioteconomia e documentacao: experiencias e praticas

  • 1,136 views
Uploaded on

Palestra proferida no evento Integrar2, promovido pela FEBAB, em Sao Paulo, no Memorial da America Latina, em 2006.

Palestra proferida no evento Integrar2, promovido pela FEBAB, em Sao Paulo, no Memorial da America Latina, em 2006.

More in: Education
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Be the first to comment
    Be the first to like this
No Downloads

Views

Total Views
1,136
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
2

Actions

Shares
Downloads
12
Comments
0
Likes
0

Embeds 0

No embeds

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
    No notes for slide

Transcript

  • 1. Tecnologias para Ensino à Distância em Biblioteconomia e Documentação: experiências e práticas SOARES, S. B. C., 2009 Apresentação licenciada por uma licença Creative Commons
  • 2. ::Experiências :: Curso Ariel - 2000 a 2002 Curso Referências – 2002: problemas com auto-arquivamento Formatos e modelos: link Normalização em: http://www.biblioteca.unesp.br MORE / UFSC CiberEduc Comunidade Virtual de Aprendizagem Colaborativa bibliotecários de referência - TICs aplicadas ao fazer diário MARC21: formato bibliográfico e formato autoridade DBD-PUC-Rio Bases de Dados – Normalização - UNIFESP
  • 3. CiberEduc : construção e desenvolvimento de uma comunidade de aprendizagem colaborativa on-line das TICs, aplicadas ao fazer diário de bibliotecários de referência de universidades brasileiras DF e 12 Estados representados 14 Estados não representados 120 inscritos 2º sem/2003
  • 4. Estas cascas de ovos foram cortadas com um raio laser de alta intensidade e precisão. Isto dá uma boa idéia do que pode se fazer com um raio laser. Deste modo pode-se entender como é feita a cirurgia dos olhos das pessoas. Não é espantoso como a visão de alguém pode ser melhorada em apenas alguns minutos? A ciência às vezes é maravilhosa, e ainda está no começo de ganhar novos conhecimentos. É inacreditável o que pode ser feito com uma casca de ovo e um raio laser! Bibliotecas – Bibliotecários –Usuários H Í B R I D O S Ensino – Aprendizagem presencial Televisão Digital Interativa - Brasil
  • 5. Tecnologias para ensino à distância (presencial) Lousa Retroprojetor Xerox Videocassete PowerPoint Sites 20% on-line EaD Comunidades Virtuais
  • 6. ::Práticas:: usuais Lousa Retroprojetor Xerox Videocassete PowerPoint Sites EaD Comunidades Virtuais recomendadas
  • 7.
    • EaD - ênfase no conteúdo
    • professor ensina
    • - aluno aprende
    • - avaliação
  • 8.   EaD instrucionista construtivista interacionista
  • 9. Interação humana mediatizada Interação síncrona e assíncrona Controle volitivo da aprendizagem motivação Comunidades Virtuais
  • 10. Comunidades Virtuais de relacionamento sem qualquer compromisso com aprendizagem Agregação por interesses comuns E-mails – Listas de discussão – MSN – Orkut - Blog
  • 11. Comunidades Virtuais de Aprendizagem Colaborativa membros da CVAC constroem o conteúdo dúvidas necessidades de aprendizagem Ênfase no aluno Interação avaliação da participação
  • 12. TRIBO – GANG – HIPPYE C O M U N I D A D E ARTESÃOS – ORQUIDÓFILOS XIITAS – BORBOLETAS AZUIS PROXIMIDADE COESÃO PRESERVAÇÃO INSETOS SOCIAIS: abelhas - cupins vínculos
  • 13. PROXIMIDADE : mesmo tempo, mesmo espaço - lugar C O M U N I D A D E S V I R T U A I S COESÃO: cultura, características, interesses comuns PRESERVAÇÃO: conquistar objetivos coletivos PROXIMIDADE : COESÃO : PRESERVAÇÃO : TICs - tempo / espaço - on-line - conexão Cibercultura : língua / símbolos / ética escolha - motivação pessoal
  • 14. TAXONOMIA DAS COMUNIDADES VIRTUAIS  Panitz (1996) – colaborativa X cooperativa  colaborativa = característica pessoal  voluntária – motivação pessoal - desobrigação Howard Rheingold (1993)  abertas: blogger - chat  restritas: MSN – Orkut - Multiply  moderadas (ou não): listas de discussão  Etienne Wenger ( 1998)  Community of Practice – objetivos da empresa  educação corporativa – universidade corporativa CVs DE RELACIONAMENTOS CVs DE APRENDIZAGEM CVAC - Aprendizagem Colaborativa CoP - Aprendizagem Cooperativa
  • 15. Xerox – HP – Shell - British Petroleum – Clarica - Siemens Comunidades de Práticas - CoPs No Brasil: Embrapa - Petrobrás - Camargo Corrêa - Serpro - Siemens - Votorantim Grupos de pessoas que compartilham um interesse, um conjunto de problemas, ou uma paixão sobre um tema e que aprofundam sua compreensão e conhecimento da área através de interação regular. (Wenger, McDermott, and Snyder)
  • 16. Comunidades virtuais de Bibliotecários
  • 17. Enviado: segunda-feira, 12 de junho de 2006 10:46:28 De:  [email_address] Para: bib_virtual@ibict.br Assunto: [Bib_virtual] BIBNEWS: Aprendendo com colegas Talk to the people you work with everyday, but not just other librarians. Talk to your IT staff and your part-timers too. You can learn a lot about what is hot technologically from your computer lab attendants and your shelvers. You can also learn from the colleagues that you don’t see every day, and even from colleagues you don’t know! Blogs, wikis, chat, IM, even e-mail, can help you learn about new trends and developments that are headed your way. There are some interesting and fun library technology blogs out there and we should take advantage of them. Check out things like the Library Journal Tech Blog (http://www.libraryjournal.com/blog/670000067.html), ALA’s TechSource (http://www.techsource.ala.org/), Tame the Web (http://www.tametheweb.com/ttwblog/), The Shifted Librarian (http://www.theshiftedlibrarian.com/), Liblog ( http://www.rcpl.info/services/liblog.html ). Remember to take advantage of the time savers that are available to us today like RSS feeds, digests, and database alerts. FONTE: LIRT News, June 2006
  • 18. Profissionais em exercício têm um papel educacional a desempenhar, o de serem agentes que atuem na construção do conhecimento dos profissionais que estão em formação A capacitação de capacitadores terá um efeito multiplicador exponencial se feita on-line , através de comunidades virtuais de aprendizagem colaborativa
  • 19. As CVACs (comunidades virtuais de aprendizagem colaborativa) poderão ser soluções, viáveis e a curto prazo, para capacitação de profissionais, em exercício e/ou em formação
  • 20. CHOCOLATOLOGIA - EaD ensina tudo sobre chocolate - aluno aprende - avaliação da aprendizagem
  • 21. Chocolatologia na CVAC produz degusta serve
  • 22. “ [...] é irônico que pela primeira vez na história as tecnologias da informação criaram a possibilidade da comunidade global, mas fazê-la acontecer, de fato, exige atos do c o r a ç ã o humano” (Richard McDermott - Knowing in community )   SKYPE: suelybcs Grata pela atenção! [email_address]