RelatóRio Final da paRticipação bRasileiRaRelatório Final Expo Xangai 2010.indd 1                          04.03.11 15:42...
Relatório Final Expo Xangai 2010.indd 2   04.03.11 15:42:52
RelatóRio Final da paRticipação bRasileiRaRelatório Final Expo Xangai 2010.indd 3                          04.03.11 15:42...
Relatório Final Expo Xangai 2010.indd 4   04.03.11 15:42:52
Índice         introdução                             7         Pavilhão do brasil                     13         agenda i...
introdução                                               6Relatório Final Expo Xangai 2010.indd 6                04.03.11...
E               ste relatório apresenta a             indústria e comércio exterior (Mdic).               participação do ...
investimentos e divulgação de                logo pretendem comunicar a imagem         roteiros turísticos; além de uma   ...
• Supervisão permanente das                   responsável pelo planejamento das                estruturas criadas no Brasi...
cujo plano de trabalho prevê atividades        para financiar essas despesas         relacionadas à montagem, operação e  ...
Pavilhão in loco. no dia 18 de maio,         em brasília, realizou-se em um         evento para apresentar o projeto      ...
pavilhão                                               12Relatório Final Expo Xangai 2010.indd 12              04.03.11 1...
capÍtUlo 1 – o pavilhão do brasil na expo 2010                                            O Conceito da Participação Brasi...
houve também inspiração na pulsação            A mostra audiovisual         das cidades metrópoles. “o Pavilhão         br...
secoM-Pr, com aporte de imagens                    um separador de filas coberto. Para         providas por diversas insti...
Sala das Cenas Urbanas         Cotidianas         característica: tela curva em relação         ao eixo horizontal, confor...
Sala da Alegria Brasileira                     de um gigante adormecido sugerido                                          ...
Corredor da Diversidade Humana         característica: jogo interativo,         com tela sensível ao toque (touch-        ...
Parede do Turismo                               Entrada VIP         características: dois jogos interativos,        objeti...
chinesas para uma tarde com                         Restaurante VIP         desenhos e filmes, ou ainda, para a         au...
Mostra de Artesanato Brasileiro         a vitrina de artesanato estava         localizada próxima à parede de         créd...
Loja         a loja localizava-se na única saída         do Pavilhão, obrigatoriamente         usada por todos os visitant...
Segundo Andar         Fechado à visitação regular, o         segundo andar do Pavilhão brasileiro         comportava o esp...
agenda institucional                                                                                                      ...
capÍtUlo 2 – aGenda institUcional          A                 agenda institucional da                        Agenda dos órg...
oficial de dias nacionais na                    Grosso do Sul (02/07, com 2 pessoas),         exposição, são Paulo e Porto...
embaixadas e consulados brasileiros,            protocolares no expo center pela         além da apex-brasil e seu centro ...
países e organizações participantes.                               • 29/05/2010 – Parlamento Europeu         nesse sentido...
• 01/09/2010 – Ilhas Maurício –                                                                             Anerood Jugnau...
agenda de negócios                                                    30Relatório Final Expo Xangai 2010.indd 30         ...
capÍtUlo 3 – aGenda de neGócios         A                 china manteve altas taxas                     negócios de divers...
na esteira dos bons números                                                        além das três entidades setoriais, a   ...
da câmara de comércio de Xangai,                                                       o seminário sobre o setor de       ...
a ação superou as expectativas             evento: Os Cafés do Brasil         em quantidade e qualidade de               d...
Eventos apoiados                                         evento: Rodada de Negócios         pela Apex-Brasil:             ...
evento: Seminário sobre oportunidades         de investimentos no Estado do Paraná.         Promoção dos principais projet...
Evento: Earth Day: A Company         Down To Earth         data: 12 de maio         Público: 66 colaboradores         even...
agenda temática                                                   38Relatório Final Expo Xangai 2010.indd 38             ...
capÍtUlo 4 – aGenda teMÁtica         C                om o intuito de divulgar                políticas, programas e      ...
Envelope do convite aos Fóruns Temáticos, feito em mandarim e inglês         todos os participantes receberam             ...
Relatório Final Expo Xangai 2010
Relatório Final Expo Xangai 2010
Relatório Final Expo Xangai 2010
Relatório Final Expo Xangai 2010
Relatório Final Expo Xangai 2010
Relatório Final Expo Xangai 2010
Relatório Final Expo Xangai 2010
Relatório Final Expo Xangai 2010
Relatório Final Expo Xangai 2010
Relatório Final Expo Xangai 2010
Relatório Final Expo Xangai 2010
Relatório Final Expo Xangai 2010
Relatório Final Expo Xangai 2010
Relatório Final Expo Xangai 2010
Relatório Final Expo Xangai 2010
Relatório Final Expo Xangai 2010
Relatório Final Expo Xangai 2010
Relatório Final Expo Xangai 2010
Relatório Final Expo Xangai 2010
Relatório Final Expo Xangai 2010
Relatório Final Expo Xangai 2010
Relatório Final Expo Xangai 2010
Relatório Final Expo Xangai 2010
Relatório Final Expo Xangai 2010
Relatório Final Expo Xangai 2010
Relatório Final Expo Xangai 2010
Relatório Final Expo Xangai 2010
Relatório Final Expo Xangai 2010
Relatório Final Expo Xangai 2010
Relatório Final Expo Xangai 2010
Relatório Final Expo Xangai 2010
Relatório Final Expo Xangai 2010
Relatório Final Expo Xangai 2010
Relatório Final Expo Xangai 2010
Relatório Final Expo Xangai 2010
Relatório Final Expo Xangai 2010
Relatório Final Expo Xangai 2010
Relatório Final Expo Xangai 2010
Relatório Final Expo Xangai 2010
Relatório Final Expo Xangai 2010
Upcoming SlideShare
Loading in …5
×

Relatório Final Expo Xangai 2010

2,298 views
2,147 views

Published on

Relatório final da Exposição Mundial de Xangai realizada entre 1 de maio e 31 de outubro de 2010.

Published in: Business, Travel
0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total views
2,298
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
5
Actions
Shares
0
Downloads
39
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Relatório Final Expo Xangai 2010

  1. 1. RelatóRio Final da paRticipação bRasileiRaRelatório Final Expo Xangai 2010.indd 1 04.03.11 15:42:52
  2. 2. Relatório Final Expo Xangai 2010.indd 2 04.03.11 15:42:52
  3. 3. RelatóRio Final da paRticipação bRasileiRaRelatório Final Expo Xangai 2010.indd 3 04.03.11 15:42:52
  4. 4. Relatório Final Expo Xangai 2010.indd 4 04.03.11 15:42:52
  5. 5. Índice introdução 7 Pavilhão do brasil 13 agenda institucional 25 agenda de negócios 31 agenda teMÁtica 39 agenda cultural 47 estratégia de coMunicação 63 conclusões 75 lista de siglas 77 equiPe 78 5Relatório Final Expo Xangai 2010.indd 5 04.03.11 15:42:52
  6. 6. introdução 6Relatório Final Expo Xangai 2010.indd 6 04.03.11 15:42:55
  7. 7. E ste relatório apresenta a indústria e comércio exterior (Mdic). participação do brasil na a ci foi responsável pela definição exposição universal de Xangai, das orientações gerais relativas à contemplando informações sobre participação do brasil na expo Xangai o Pavilhão brasileiro e as agendas 2010, articulada com órgãos federais, cultural, temática, de negócios e estaduais e municipais, além de institucional que o brasil promoveu entidades públicas e privadas. na china ao longo dos seis meses de duração do evento, de 1º de maio a partir da Portaria Mdic nº73, de a 31 de outubro de 2010. além dos 18 de março de 2009, o Presidente aspectos técnicos, o relatório trata, da apex-brasil, alessandro teixeira, também, de aspectos administrativos foi nomeado comissário-geral do relacionados à operacionalização brasil na expo 2010 e, em 28 de julho da participação do país na expo, subseqüente, com a assinatura do contribuindo para a preservação convênio Mdic 01/2009, a agência da memória de todo o processo. passou a ser a responsável pela execução do projeto da participação do em 2007, o Presidente da república, brasil na referida exposição universal. luiz inácio lula da silva, aceitou o convite do Primeiro Ministro da com o tema “Better City, Better Life” república Popular da china, Wen (cidade Melhor, vida Melhor), os Jiabao, para participar da exposição organizadores do evento propuseram universal de Xangai – expo Xangai. aos participantes a divulgação de como uma grande feira de nações, práticas que contribuíssem para as exposições universais são eventos a elevação do índice de qualidade tradicionais, que ocorrem desde o de vida nos ambientes urbanos. a século XiX. atualmente, as expo são própria urbanização da área da expo consideradas o terceiro maior evento procurou refletir esse conceito, usando do mundo em termos de público materiais e infraestrutura sustentáveis, alcançado; superadas somente por transporte público de baixa emissão Jogos olímpicos e copa do Mundo. de carbono, além de estratégias de no caso da expo Xangai 2010, as paisagismo que funcionaram como expectativas apontavam para a maior medida preventiva contra inundações. expo de todos os tempos – e primeira realizada em um país emergente – o brasil participou do evento com um o que se confirmou com o recorde Pavilhão de 2.000 m² que apresentou de 73 milhões de visitantes, além ao público, por meio de estruturas de 246 participantes, entre países, audiovisuais interativas, um país organizações não-governamentais diverso e pujante. ao longo dos seis e grandes corporações. meses de presença na expo foram desenvolvidas uma ampla agenda Para coordenar e organizar a cultural, com shows periódicos; uma participação do brasil na expo Xangai agenda institucional, com reuniões 2010, foi criada por meio de decreto de delegações brasileiras e chinesas de 17 de junho de 2008 uma comissão em busca de novas oportunidades; interministerial (ci), presidida pelo uma agenda de negócios, envolvendo Ministério do desenvolvimento, promoção comercial, atração de 7Relatório Final Expo Xangai 2010.indd 7 04.03.11 15:42:57
  8. 8. investimentos e divulgação de logo pretendem comunicar a imagem roteiros turísticos; além de uma de um país de braços abertos, “afetivo, agenda temática, cobrindo discussões receptivo, tolerante, multicultural, técnicas sobre o tema desta expo. multirracial, multirreligioso”. o conceito do Pavilhão brasileiro o modelo de gestão adotado para “cidades Pulsantes: sinta a vida das viabilizar a participação brasileira no cidades brasileiras” fez referência evento consistiu basicamente em: aos avanços econômicos, sociais, científicos e tecnológicos alcançados • Estabelecimento de Comissão pelo brasil, além da riqueza e da Interministerial, com reuniões diversidade cultural do país. a tese periódicas, além de encontros defendida pelo Pavilhão brasileiro foi regulares para preparar os seminários a de que “as cidades se transformam técnicos do Pavilhão do Brasil; pela ação coordenada de governos, entidades da sociedade civil, setor • Criação de Secretaria-Executiva produtivo e de seus habitantes da Expo 2010, no âmbito da por meio de projetos criativos Apex-Brasil, cobrindo questões e inovadores” (secoM-Pr). técnicas e administrativas; de acordo com o arquiteto responsável • Criação de pessoa jurídica pelo projeto do Pavilhão brasileiro, temporária na China, segundo Fernando brandão, o Pavilhão e sua determinação do governo chinês; 8Relatório Final Expo Xangai 2010.indd 8 04.03.11 15:43:01
  9. 9. • Supervisão permanente das responsável pelo planejamento das estruturas criadas no Brasil e na ações necessárias à montagem, China pelo Comissário-Geral Adjunto funcionamento e desmontagem do Brasil na Expo Xangai (Diretor de do Pavilhão brasileiro. a equipe foi Gestão e Planejamento da Apex-Brasil); se constituindo ao longo de 2009, chegando a ter 23 colaboradores • Acompanhamento do projeto por trabalhando em tempo integral. órgãos de controle (CGU e TCU), desde sua fase inicial, além do monitoramento Paralelamente, constituiu-se constante do órgão concedente (MDIC); equipe baseada na china, com um núcleo pequeno de brasileiros • Articulação permanente com (6 pessoas), coordenando a estados e municípios, garantindo grande equipe de funcionamento ampla representatividade da operacional do Pavilhão, composta participação brasileira; de 255 colaboradores vinculados a empresas prestadoras de serviços • Captação de patrocínio privado, contratadas pela Brazil Section. desonerando o orçamento público. seguindo as determinações do regulamento do bureau organizador da expo Xangai, cada país participante teve que constituir uma empresa na china, com formato pré-definido pelo organizador, para facilitar os trâmites, dentro do território chinês, de temas como a construção do Pavilhão, a organização e preparativos da exibição, a operação, as atividades comerciais dentro do Pavilhão, os procedimentos Equipe de Colaboradores tributários, o desembaraço aduaneiro, inspeção e quarentena relacionados a apex-brasil e a brazil section à participação na expo Xangai. celebraram entre si contrato para esclarecer atribuições e observando exigências previstas, o responsabilidades da empresa brasil constituiu a Brazil Section of constituída na china, definindo, num Expo 2010, cuja aprovação preliminar Manual administrativo-Financeiro, foi emitida pelo Bureau of Shanghai obrigações detalhadas de prestação Expo Coordination em agosto de de contas, instrução documental de 2009. Por meio da Brazil Section, despesas, processos e autorizações a apex-brasil pôde realizar, na necessárias para realizá-las. china, as operações necessárias ao funcionamento do Pavilhão brasileiro. os recursos necessários à participação do brasil no evento foram repassados a apex-brasil estabeleceu, em pelo Mdic à apex-brasil por meio brasília, a secretaria executiva da do convênio Mdic 01/2009 já Participação do brasil na expo Xangai, mencionado, de 28 de julho de 2009, 9Relatório Final Expo Xangai 2010.indd 9 04.03.11 15:43:03
  10. 10. cujo plano de trabalho prevê atividades para financiar essas despesas relacionadas à montagem, operação e foram decorrentes de patrocínio. desmontagem do Pavilhão brasileiro em Xangai. ademais, em seguida, ainda na china, realizou-se processo a apex-brasil e o Mdic assinaram seletivo público para contratação acordo de cooperação técnica que de empresa responsável pelos autorizou a agência a captar recursos restaurantes (comercial e viP) e pela de patrocínio para a participação do loja do Pavilhão brasileiro, além do brasil na expo Xangai. nesse contexto, serviço de catering necessário para publicou-se no diário oficial da união eventos. os custos dessa contratação o edital de chamamento Público para (catering) foram cobertos com captação de receitas adicionais. recursos de patrocínio. Por sua vez, as receitas advindas desta cessão Foram disponibilizados 50 milhões onerosa de espaço do Pavilhão de recursos do orçamento da união foram repatriadas para o brasil e para participação do brasil na repassadas ao Mdic, com base no expo Xangai 2010. a esses recursos convênio acima mencionado. somaram-se a contrapartida da apex- brasil e os recursos de patrocínios no brasil, realizaram-se outros captados para este projeto. processos seletivos públicos: um para a mostra audiovisual do Pavilhão Para montagem, operação e brasileiro, ocorrido em dezembro de desmontagem do Pavilhão brasileiro, a 2009, e outro para a coleta e transporte apex-brasil realizou processo seletivo de artesanato entre brasil e china, em público em Xangai para a escolha, março de 2010. recursos de patrocínio dentre as empresas credenciadas pelo cobriram estas contratações. organizador, do consórcio que seria responsável pelo Pavilhão brasileiro. o projeto do Pavilhão brasileiro foi a contratação foi financiada pelos escolhido no contexto de um concurso recursos oriundos do convênio conduzido pela associação brasileira acima mencionado. as sessões do de escritórios de arquitetura (asbea) processo seletivo público ocorreram em meados de 2009, numa das no consulado-geral do brasil em ações do Projeto setorial integrado Xangai e foram presenciadas por (Psi) que a apex-brasil apóia para representantes do Mdic, cgu, tcu promover no exterior os serviços dos e representantes da apex-brasil. escritórios brasileiros de arquitetura. além da contratação de solução desde o início do projeto, a apex- integrada do Pavilhão brasileiro, brasil incentivou o acompanhamento a apex-brasil realizou, na china, permanente das ações do convênio por outros processos seletivos públicos parte do Mdic, órgão convenente, além para contratação de material de órgãos federais de controle (cgu e gráfico, material de apoio aos tcu), promovendo transparência no eventos e serviços de tradução, uso dos recursos. representantes do após verificar que a contratação Mdic, da cgu e do tcu participaram na china seria mais econômica de missões à china, acompanhando ao projeto. os recursos utilizados as obras e o funcionamento do 10Relatório Final Expo Xangai 2010.indd 10 04.03.11 15:43:03
  11. 11. Pavilhão in loco. no dia 18 de maio, em brasília, realizou-se em um evento para apresentar o projeto aos órgãos de controle, antecipando a prestação de informações antes mesmo do fim do convênio. nessa mesma linha, a apex-brasil tomou a iniciativa de apresentar dois lotes de prestação de contas parcial ao Mdic, antes mesmo da data prevista oficialmente, o que seria ao final do convênio. ao antecipar- se nessa obrigação, a apex-brasil reforçava o compromisso com a transparência do processo e a boa gestão dos recursos públicos. em dezembro de 2010, data da elaboração deste relatório, a apex- brasil já tinha obtido aprovação integral de contas de seus contratos de patrocínio tanto junto ao bndes quanto à eletrobrás. o relatório final do patrocínio da vale, bem como da embraer, foram também aprovados. Feito este breve resumo, apresenta- se nos capítulos seguintes o relato detalhado da participação do brasil na expo Xangai, com o objetivo de resguardar a memória deste processo e de contribuir para futuras participações do brasil em eventos de grande porte, tais como as exposições universais. 11Relatório Final Expo Xangai 2010.indd 11 04.03.11 15:43:03
  12. 12. pavilhão 12Relatório Final Expo Xangai 2010.indd 12 04.03.11 15:43:07
  13. 13. capÍtUlo 1 – o pavilhão do brasil na expo 2010 O Conceito da Participação Brasileira D e acordo com o projeto básico também fazem parte da narrativa desenvolvido pela secoM- temática do Pavilhão brasileiro. Pr, em conjunto com o Mdic, o tema do Pavilhão deveria ter por base três eixos conceituais Definição da Imagem Externa e da Logo que pautaram tanto o projeto arquitetônico do Pavilhão quanto o de acordo com o arquiteto responsável conteúdo das salas que compuseram pelo projeto do Pavilhão brasileiro, a a área de visitação. são eles: proposta volumétrica do Pavilhão e sua logo nascem “da imagem mais • Eixo de Desenvolvimento conhecida e apreciada mundo afora, Sustentável / Bem estar de todos: as de um país que é aberto, afetivo, cidades se transformam tendo como receptivo, tolerante, multicultural, referência uma matriz energética multirracial, multirreligioso, do limpa, a criatividade traduzida em encontro de dois sorrisos”. um design próprio que traduz a alegria, informalidade e beleza da natureza exuberante do país. • Eixo dos Espaços Democráticos de Inclusão Social / Participação Popular: as cidades são produto da ação das pessoas que propõem soluções, que pensam o futuro e que tomam decisões em conjunto por meio de conselhos, conferências, comitês. A participação popular em diversos níveis permite transformar a energia das pessoas em espaços urbanos vibrantes, dinâmicos e que se renovam em busca da sustentabilidade. • Eixo da Diversidade Cultural / Cidade Global: as cidades brasileiras respeitam a diversidade étnica e cultural, e acolhem grupos que vieram de outras nações para contribuir com o desenvolvimento deste país. Celebrar os laços de amizade que unem famílias brasileiras a outras pessoas no planeta e reconhecer publicamente os avanços realizados a partir de cooperação internacional 13Relatório Final Expo Xangai 2010.indd 13 04.03.11 15:43:08
  14. 14. houve também inspiração na pulsação A mostra audiovisual das cidades metrópoles. “o Pavilhão brasileiro na expo Xangai 2010 deveria a mostra audiovisual do Pavilhão apresentar as cidades Pulsantes brasileiro tinha como propósito central brasileiras, cidades dinâmicas, cidades apresentar ao visitante um país alegre, vivas e únicas. o nosso melhor para acolhedor e, sobretudo, rico, pujante o mundo” – reforçou o arquiteto. e diverso. ao mesmo tempo em que trouxe conteúdos já associados ao brasil pelos chineses, tais como futebol e samba, a mostra inovou ao apresentar ao público um país ainda desconhecido na china, com tecnologia avançada, soluções urbanas criativas, roteiros turísticos diversos, ainda sobre a inspiração conceitual, indústria e serviços desenvolvidos. observa o responsável pelo projeto: “a arquitetura deve buscar novos o conceito das cidades pulsantes, valores, que estejam fundamentados assim como os três eixos temáticos no conteúdo do pensamento e da da sustentabilidade, diversidade e sensibilidade da nossa época. o participação/inclusão social estiveram espírito de uma sociedade se realiza, presentes nas três salas: as cenas se transmite e se percebe pelos objetos cotidianas, da alegria brasileira culturais que ela dá a si própria e e sala do coração das cidades no meio dos quais ela vive. nosso pulsantes. a seguir, com a explicação artesanato, nossas mãos, nossa de cada uma das salas, explora-se cultura, nosso universo lúdico popular também o conteúdo audiovisual que e o melhor de nossa tecnologia e apresentaram. design expressam o contemporâneo rural e urbano. nossas brasilidades a elaboração dos roteiros das peças em um Pavilhão de tal forma que audiovisuais foi responsabilidade sejamos facilmente reconhecidos e compartilhada entre apex-brasil e a identificados”. 14Relatório Final Expo Xangai 2010.indd 14 04.03.11 15:43:08
  15. 15. secoM-Pr, com aporte de imagens um separador de filas coberto. Para providas por diversas instituições os dias mais quentes, adicionalmente parceiras. a assinatura das peças ficou foram instalados ventiladores- a cargo de empresa vencedora de umidificadores para ajudar os visitantes processo de seleção público, realizado a suportarem altas temperaturas. pela apex-brasil em dezembro de 2009. entretenimento de fila: a fim de A área de espera externa entreter o público de aproximadamente 250 pessoas, foram realizadas objetivo: abrigar grupo de 60 pessoas performances culturais diárias. além prestes a adentrar a área de visitação disso, nessa área foram posicionados do Pavilhão (capacidade de visitantes 10 monitores lcd, exibindo vinhetas no Pavilhão: 1.600/hora). gráficas com informações e curiosidades sobre o brasil, em inglês e Funcionamento: a cada 15 minutos, mandarim, bem como a programação um grupo de 60 pessoas entrava diária do Pavilhão, com atividades no Pavilhão, sob coordenação culturais e de negócios. ainda na área de recepcionistas treinadas e de espera, havia placas indicativas da uniformizadas. a fila começava às 9h possibilidade de se fazer download de da manhã e posicionava-se na frente músicas e imagens brasileiras, por meio e lateral esquerda da edificação até às de tecnologia bluetooth disponível num 21h30. todos os pavilhões receberam raio de 2 m, pelo celular. Entretenimento de fila – Carlinhos de Jesus Entretenimento de fila – dançarina 15Relatório Final Expo Xangai 2010.indd 15 04.03.11 15:43:11
  16. 16. Sala das Cenas Urbanas Cotidianas característica: tela curva em relação ao eixo horizontal, conformando um semi-túnel. objetivo: apresentar aos visitantes as cidades brasileiras, bem como a rotina dos brasileiros nessas cidades, combinando desenvolvimento urbano, preservação ambiental e qualidade de vida. enquanto os visitantes acomodavam-se na sala, um mosaico de imagens (alterado periodicamente) apresentava diferentes cidades, de acordo com as quinzenas alocadas para cada cidade sede da copa de 2014. na seqüência, um filme e trilha sonora especialmente desenvolvidos para o Pavilhão apresentavam a vida nas cidades brasileiras, com cenas que remetiam a manifestações culturais, culinária, ecoturismo, turismo urbano e de negócios. Detalhe da Sala das Cenas Urbanas Cotidianas Sala das Cenas Urbanas Cotidianas 16Relatório Final Expo Xangai 2010.indd 16 04.03.11 15:43:16
  17. 17. Sala da Alegria Brasileira de um gigante adormecido sugerido pelas montanhas do rio de Janeiro, que característica: tela remetiam ao tema central do Pavilhão: arredondada (140 graus). “cidades Pulsantes: sinta a vida das cidades brasileiras!”. objetivo: apresentar a alegria do brasileiro por meio do esporte, Corte transversal do Pavilhão, demonstrando, da esquerda para a direita, a sala de espera, a sala das cenas cotidianas e o salão das cidades pulsantes das festas e das manifestações culturais típicas do país, em filme com trilha sonora exclusiva, numa sala com cenografia concebida para o propósito do ambiente. Detalhe da Sala da Alegria Brasileira Salão das Cidades Pulsantes característica: grande tela panorâmica, Cubo: o coração da Sala das Cidades Pulsantes formada por 4 faces com dimensões de 12m x 5m cada, em forma de o vídeo mencionado, com trilha quadrado horizontal, suspensa a sonora exclusiva, tinha o intuito de 2m do chão – o cubo suspenso. Piso provocar no visitante a sensação de com projeção de imagens de satélite estar em um ambiente brasileiro, de diferentes cidades brasileiras, marcado pelo dinamismo e pela proporcionando a sensação de vitalidade. o filme traduziu o conceito sobrevoo. na face externa do cubo do Pavilhão, enfatizando o binômio foram projetados trechos da literatura “cidade e cidadão”, mesclando e poesia brasileiras relacionados cenas da vida cotidiana com cenas a cidades, em inglês e mandarim, dedicadas a temas como transporte, algumas especialmente para o evento, biocombustíveis, energia, gastronomia, como as de Paulo coelho. as laterais do turismo, telecomunicações, cubo suspenso formavam corredores, esporte e infraestrutura. que são descritos a seguir. duração: 8 minutos. objetivo: entreter os visitantes com um vídeo marcado por imagens metafóricas, tais como o despertar 17Relatório Final Expo Xangai 2010.indd 17 04.03.11 15:43:17
  18. 18. Corredor da Diversidade Humana característica: jogo interativo, com tela sensível ao toque (touch- screen), exibindo diversos biotipos brasileiros em tamanho natural. objetivo: apresentar a diversidade étnica, com influência de diversos continentes e a miscigenação do povo brasileiro, remetendo às características de um país aberto e acolhedor. Proporcionar momento lúdico e divertido para público visitante; por conseqüência, contribuindo para percepção positiva da visita ao Pavilhão brasileiro. Corredor da Sustentabilidade e Inclusão Social Corredor da VALE – Patrocinador Oficial do Pavilhão característica: telas lcd justapostas em uma parede com efeitos gráficos e a Marca brasil, exibindo projetos de sustentabilidade da vale. objetivo: informar aos visitantes quais são os principais projetos da Corredor da Diversidade Humana empresa, patrocinadora oficial da participação brasileira na expo. Corredor da Sustentabilidade e Inclusão Social característica: jogo interativo, com tela sensível ao toque (touch-screen), exibindo soluções urbanas oferecidas pelos membros da ci e principais parceiros, segundo suas respectivas especialidades. objetivo: informar a respeito dos projetos que o brasil vem desenvolvendo nas seguintes áreas: Água para o desenvolvimento regional; energia que Move as cidades brasileiras; ciência, tecnologia e inovação; Participação Pública e inclusão social e arquitetura e design brasileiros Corredor da Vale, patrocinadora oficial da participação brasileira na Expo 18Relatório Final Expo Xangai 2010.indd 18 04.03.11 15:43:17
  19. 19. Parede do Turismo Entrada VIP características: dois jogos interativos, objetivo: oferecer entrada preferencial com tela sensível ao toque (touch- a todos os brasileiros visitantes da screen), exibindo fotos a partir de expo, às autoridades, aos participantes mapas do brasil, um com 5 regiões de agenda de negócios e às pessoas brasileiras e outro com as 12 com necessidades especiais. cidades da copa 2014, apresentados em quadro grandes telas. objetivo: Promover o turismo no brasil, divertir e encantar os visitantes com imagens dos roteiros turísticos relacionados às regiões brasileiras e às 12 cidades sede da copa de 2014. Parede do Turismo Entrada Vip Lounge VIP o lounge viP, com capacidade para 66 pessoas sentadas, palco, cabine de tradução para dois idiomas, instalações sanitárias, inclusive para pessoas com dificuldade de locomoção, e área de catering, também contava com cenografia que remetia à silhueta de ícones da arquitetura e das paisagens do brasil. Foi usado para eventos das agendas temática, de negócios e institucional, coletivas de imprensa, além de atividades culturais, a exemplo da ocasião em que o cartunista brasileiro Maurício de sousa recebeu crianças 19Relatório Final Expo Xangai 2010.indd 19 04.03.11 15:43:17
  20. 20. chinesas para uma tarde com Restaurante VIP desenhos e filmes, ou ainda, para a aula de gastronomia de betty Kitchen, o restaurante viP foi usado para 55 apresentadora de um programa de eventos, entre almoços e jantares culinária da tv chinesa. Por tratar- de negócios ou institucionais, se de uma área multifuncional, com especialmente planejados para montagem possível em diferentes promover o relacionamento entre formatos (coquetel, auditório, rodada brasileiros e potenciais parceiros de negócios ou outros) foi um dos chineses. um chefe de cozinha espaços mais utilizados do Pavilhão. brasileiro, com ampla experiência internacional, assinou um cardápio variado e com importantes alusões à gastronomia brasileira. a cenografia, fazendo referência ao perfil de cidades que possuem monumentos históricos icônicos de cidades brasileiras, como a igreja da Pampulha em belo horizonte, a catedral de brasília e o cristo redentor, entre outros, conferiu ao espaço uma ambientação urbana e elegante. as peneiras trançadas somaram-se à Atividade desenvolvida com Maurício de Sousa decoração e remetiam à trama externa do Pavilhão, introduzindo mais um componente de brasilidade ao espaço. enquanto não estavam na vitrina dedicada ao artesanato, algumas peças eram expostas no restaurante e ganhavam visibilidade adicional. Rodada de Negócios Seminário Almoço com a delegação Invest in Brazil: Infraestrutura 20Relatório Final Expo Xangai 2010.indd 20 04.03.11 15:43:20
  21. 21. Mostra de Artesanato Brasileiro a vitrina de artesanato estava localizada próxima à parede de créditos e no único caminho de saída do Pavilhão, o que lhe deu ampla visibilidade. com capacidade de exibição de cerca de 4 peças médias e 15 peças pequenas por vez, teve seu acervo renovado a cada quinze dias, de acordo com a distribuição de estados e municípios participantes ao longo da expo (conforme o cronograma descrito na página 53). Vitrine de Artesanato Brasileiro 21Relatório Final Expo Xangai 2010.indd 21 04.03.11 15:43:20
  22. 22. Loja a loja localizava-se na única saída do Pavilhão, obrigatoriamente usada por todos os visitantes, o que garantiu um fluxo constante e intenso de pessoas. os interessados em adquirir algum tipo de souvenir ou presentes encontraram livros de Paulo coelho, gibis do Maurício de sousa, ambos em mandarim, além de outras publicações da expo que incluíam o Pavilhão brasileiro. estavam disponíveis também: camisetas, chaveiros, lápis, óculos, chapéus, bolsas, bolas, dentre Loja do Brasil outros, nas cores nacionais e com a logo do Pavilhão brasileiro. vale destacar a venda do café brasileiro, que podia ser degustado na saída do Pavilhão, em quiosque desenhado especificamente para esse fim. Restaurante aberto ao Público o restaurante da área externa ofereceu, com sucesso, pratos típicos da gastronomia brasileira, como feijoada e moqueca, coxinhas e churrasquinhos. duas áreas externas com mesas, cadeiras e guarda-sóis, determinadas Restaurante aberto ao público e montadas pelos próprios organizadores da expo, serviam de espaço para os visitantes almoçarem, jantarem e lancharem. Foram também dispostos três outros pontos de venda: o ponto do café Pelé, o quiosque de bebidas e o da venda de souvenirs, respectivamente na lateral, na esquina e na frente do Pavilhão. as vendas ultrapassaram rapidamente as previsões iniciais e o restaurante se mostrou popular entre os visitantes chineses, brasileiros e internacionais. Restaurante aberto ao público 22Relatório Final Expo Xangai 2010.indd 22 04.03.11 15:43:24
  23. 23. Segundo Andar Fechado à visitação regular, o segundo andar do Pavilhão brasileiro comportava o espaço administrativo, para as equipes de trabalho, com duas entradas. os funcionários da segurança, restaurante, loja, limpeza, recepcionistas e coordenadores de áreas entravam pela porta dos fundos e dirigiam-se diretamente às suas salas ou instalações para troca de roupas ou ao refeitório de apoio. a entrada da frente do Pavilhão, seja pela escada ou pelo elevador, oferecia acesso aos funcionários Entrevista com Roberta Sá brasileiros e chineses que atuavam na secretaria ou na gestão de atividades Sala do Comissário-Geral do Pavilhão. além da recepção, sala do comissário-geral, salas de a sala do comissário-geral foi o administração, do protocolo e sala do espaço mais utilizado para recepcionar itamaraty, essa área contava com duas as delegações brasileiras, chinesas salas de reunião que eram, quando e internacionais que visitaram o necessário, transformadas em sala Pavilhão. tanto essa sala quanto a única e maior, com o recolhimento recepção e o corredor adjacentes da divisória. havia ainda uma mostraram-se espaços privilegiados central de informática, com senha para a exibição de peças do de segurança de acesso, onde todo artesanato brasileiro, encantando o controle e manutenção das peças os visitantes. o ambiente também audiovisuais do Pavilhão eram feitos. foi base para diversas entrevistas. Sala do Comissário-Geral do Brasil Exposição do artesanato na sala do Comissário-Geral 23Relatório Final Expo Xangai 2010.indd 23 04.03.11 15:43:24
  24. 24. agenda institucional   Ministro de Estado Guido Mantega, Comissário-Geral do Brasil na Expo 2010 Alessandro Teixeira, autoridades chinesas e brasileiras presentes 24 no Dia Nacional do Brasil na Expo 2010Relatório Final Expo Xangai 2010.indd 24 04.03.11 15:43:28
  25. 25. capÍtUlo 2 – aGenda institUcional A agenda institucional da Agenda dos órgãos participação brasileira na governamentais e associações expo Xangai foi composta pela programação dos órgãos empresariais brasileiras governamentais, associações representantes de vinte estados e empresariais brasileiras e de outros municípios brasileiros estiveram parceiros, bem como da agenda de presentes em diferentes momentos visitantes estrangeiros no Pavilhão no Pavilhão brasileiro em Xangai, brasileiro, conforme se detalha a seguir. totalizando mais de 300 pessoas. Merecem destaque os municípios de Para atender as demandas são Paulo e Porto alegre, que contavam institucionais, a equipe do Pavilhão com pavilhões próprios na expo Xangai, brasileiro pôde contar, por todo o situados na Área de Melhores Práticas período da expo Xangai 2010, com urbanas (ubPa). com base permanente o apoio permanente do consulado- em Xangai, os representantes desses geral do brasil em Xangai e, Municípios participaram de maneira quando necessário, da embaixada ativa da agenda do Pavilhão brasileiro. do brasil em Pequim. o bureau organizador da expo Xangai também da mesma forma que o dia do brasil conferiu suporte necessário a na expo Xangai, celebrado em 3 visitas de autoridades, nacionais e de junho, fez parte do calendário estrangeiras, ao Pavilhão brasileiro. Parte interna do Pavilhão de Porto Alegre Pavilhão de São Paulo   25Relatório Final Expo Xangai 2010.indd 25 04.03.11 15:43:30
  26. 26. oficial de dias nacionais na Grosso do Sul (02/07, com 2 pessoas), exposição, são Paulo e Porto alegre Conselho Diretor da Federação das tiveram os seus dias de destaque, Indústrias do Estado do Rio de Janeiro respectivamente em 4 e 5 de junho. (19/07, com 20 pessoas), Prefeitura Municipal de Belo Horizonte (10 e 11/08, a agenda de estados e municípios com 35 pessoas), Governo do Estado envolveu mobilização prévia no de Minas Gerais (10 e 11/08, com 35 brasil, incluindo visitas in loco, com pessoas), Associação Brasileira das reuniões desde junho de 2009 a Indústrias de Calçados (11/08, com 15 respeito da exposição universal e das pessoas), Complexo Portuário de SUAPE, possibilidades que representava para Governo do Estado de Pernambuco os entes da Federação. definiu-se um (18/08, com 15 pessoas), Prefeitura calendário, por quinzenas, de modo Municipal de Jaboatão dos Guararapes, a distribuir no período de seis meses Estado do Pernambuco (18/08, com 10 a agenda de estados e municípios na pessoas), Secretaria do Meio Ambiente exposição e foram apresentadas aos da Prefeitura Municipal de Serra, Estado interlocutores locais as diferentes do Espírito Santo (02/09 - 2 pessoas), formas de participação no evento, com Representantes da União da Indústria apoio do Pavilhão brasileiro: agendas de de Cana de Açúcar (01/10, 3 pessoas), negócios, promoção de turismo, atração Fundação Armando Álvares Penteado de investimentos, apresentações (FaaP) (11/10), Agência Nacional de culturais e mostra de artesanato, a Telecomunicações (ANATEL) (13/10, depender do interesse e disponibilidade com 2 pessoas), Prefeitura Municipal de cada ente da Federação. a de Salvador e Governo do Estado da secretaria executiva da Participação Bahia (18 e 20/10, delegação conjunta do brasil na expo Xangai, em brasília, de 100 pessoas), FECOMERCIO do acompanhava e auxiliava a organização Estado de Pernambuco (14/10, com 14 da agenda que, posteriormente, pessoas), a Federação das Indústrias do era executada em Xangai pela Estado do Mato Grasso do Sul (13/10, equipe do Pavilhão brasileiro. com 17 pessoas). outras associações empresariais, entidades públicas representantes dos membros e privadas que tenham realizado da comissão interministerial da eventos específicos de negócios, estão participação brasileira na expo listadas na parte dedicada à agenda Xangai 2010 também se fizeram de negócios do Pavilhão brasileiro. presentes nas atividades protocolares do Pavilhão brasileiro, dentre eles cabe ainda destacar a reunião dos Mdic, Mre, secoM-Pr, além dos setores comerciais de embaixadas que participaram ativamente das brasileiras na Ásia, anualmente agendas temática ou de negócios. organizada pelo Mre, que aconteceu em 17 de setembro, oportunamente registraram sua presença no Pavilhão no lounge viP do Pavilhão brasileiro brasileiro: Secretaria de Indústria e na expo, com participação da apex- Comércio do Governo do Estado de brasil. o objetivo do encontro foi Goiás (10 e 11/05/2010, com 11 pessoas), promover maior coordenação de Supremo Tribunal Federal (stF) e ações de promoção comercial na Câmara dos Deputados (15/05, com 5 região. Para isso, foi discutido entre pessoas), Fundação de Turismo do Mato presentes – representantes de 14 26Relatório Final Expo Xangai 2010.indd 26 04.03.11 15:43:31
  27. 27. embaixadas e consulados brasileiros, protocolares no expo center pela além da apex-brasil e seu centro manhã, visitaram o Pavilhão do brasil de negócios da apex-brasil em na expo Xangai e acompanharam Pequim – um estudo de mercado as agendas cultural e institucional qualificando o comércio entre os países programadas para aquele dia. da Ásia e do brasil com a região. na seqüência do dia do brasil na Dia do Brasil na Expo expo, são Paulo e Porto alegre Xangai 2010 também celebraram suas datas comemorativas, nos dias 4 e 5 de no dia do brasil, comemorado em 03 junho respectivamente, contando com de junho, o Pavilhão brasileiro recebeu a presença de autoridades locais (no a delegação oficial chefiada pelo caso de Porto alegre, o próprio Prefeito Ministro da Fazenda, guido Mantega, do município). como mencionado, a e composta por autoridades brasileiras Prefeitura Municipal de são Paulo teve que participaram de cerimônia um Pavilhão próprio para apresentar o organizada pelo governo chinês. além Projeto cidade limpa, selecionado pelos do Ministério da Fazenda, estavam organizadores da expo para figurar representados, entre outros, Mdic, entre os 50 pavilhões de melhores Mre, secoM-Pr, bndes e suFraMa. práticas urbanas. na mesma linha, a o Ministro da economia da china, sr. cidade de Porto alegre teve um Pavilhão Xie Xuren, acompanhou o dia do brasil para apresentar o Projeto do orçamento na expo Xangai e realizou reunião de solidário Participativo, que também trabalho com seu contraparte brasileiro. figurou entre os selecionados para a Área de Melhores Práticas urbanas várias empresas e instituições (ubPa). nos dias comemorativos brasileiras também estiveram presentes das cidades, merecem destaque a nesse dia, compondo a mais complexa apresentação do balé da cidade de são agenda do Pavilhão brasileiro: vale, Paulo e o grupo regional os gaúchos. FiesP, conselho empresarial brasil- china, bolsa de valores de são Paulo Dia da Independência do Brasil (bM&F / bovespa), banco do brasil, embraer, entre outras. Mais de 180 no dia 7 de setembro foi realizado brasileiros participaram das atividades jantar comemorativo ao dia da independência do brasil, oferecido pelo consulado-geral do brasil em Xangai, no restaurante viP do Pavilhão brasileiro. uma ampla agenda cultural foi organizada para este dia (vide agenda cultural descrita no capítulo 5). Agenda de visitantes estrangeiros ao Pavilhão brasileiro   universais é promover o intercâmbio um dos objetivos das exposições Visita guiada no Pavilhão e o estreitamento de relações entre 27Relatório Final Expo Xangai 2010.indd 27 04.03.11 15:43:31
  28. 28. países e organizações participantes. • 29/05/2010 – Parlamento Europeu nesse sentido, boa parte da agenda – Maciej Popowski, Chefe de Gabinete cotidiana dos Pavilhões é composta do Presidente do Parlamento Europeu por visitas de alto nível. • 30/05/2010 – Finlândia – Tarja Halonen, Presidente da Finlândia na agenda de visitantes ilustres do Pavilhão brasileiro, incluem- • 06/06/2010 – México – Bruno Ferrari, se autoridades de outros países Ministro da Economia do México participantes, tais como presidentes, ministros e autoridades diversas da Finlândia, arábia saudita, oman, austrália, tailândia, ilhas Maurício, África do sul, espanha, Portugal, Moçambique, angola, timor leste, Índia, canadá, estados unidos e de praticamente todos os países da américa latina. o Pavilhão brasileiro foi também visitado por representes das nações unidas, do Parlamento europeu e por ceos de grandes multinacionais. o vice Primeiro Ministro da china também visitou o Pavilhão do brasil. alguns destaques foram:   • 01/05/2010 – China – Li Ke Qiang, Vice Primeiro-Ministro da China Diretor do Pavilhão e a Presidente da Finlândia - Tarja Halonen • 01/05/2010 – Colômbia – Francisco Santos Calderón, Vice- • 06/06/2010 – Portugal – Presidente da Colômbia José Vieira da Silva, Ministro • 19/05/2010 – Austrália da Economia, Inovação e – Simon Crean, Ministro do Desenvolvimento de Portugal Comércio da Austrália. • 15/06/2010 – Estados Unidos – Rick • 26/05/2010 – Oman – Mohammed Perry, Governador do Estado do Texas Ali La Said, Príncipe de Oman • 03/07/2010 – Colômbia – Andres Patrana, Ex-Presidente da Colômbia • 15/07/2010 – Índia – Riva das Ganguly, Cônsul-Geral da Índia em Xangai • 15/07/2010 – Timor Leste – José Ramos Horta, Presidente; Maria Paixão, Vice-Presidente do Parlamento; Zacarias da Costa, Ministro das Relações Exteriores; Gil Alves, Ministro   do Turismo, Comércio e Indústria; Mohammed Ali La Said, Príncipe de Oman, ao lado do diretor do Pavilhão, Pedro Wandler Pedro Lay, Ministro de Infraestrutura 28Relatório Final Expo Xangai 2010.indd 28 04.03.11 15:43:35
  29. 29. • 01/09/2010 – Ilhas Maurício – Anerood Jugnauth, Presidente • 02/09/2010 – África do Sul – Tokozile Xasa, Vice-Ministra do Turismo • 06/10/2010 – Representantes das Nações Unidas. Na ocasião, participaram do evento de lançamento da Carta do Rio de Janeiro, resultado do V Fórum Urbano Mundial, em abril de 2010 e do anúncio do VI Fórum, previsto para ocorrer em Bahrein   • 07/09/2010 – Portugal – Bernardo Trindade, Ministro de Turismo de Portugal Ao centro Presidente do Timor Leste - José Ramos Horta • 08/10/2010 –África do Sul – BP • 16/07/2010 – Colômbia – Jaime Sonjica, Ministra do Meio-Ambiente Bermudez Merizalde, Ministro • 14/10/2010 – Itália – Alemanno das Relações Exteriores Gianni, Prefeito da cidade de Roma • 18/07/2010 – Comunidade • 31/10/2010 – China – Cai do Caribe – Edwin Carrington, Mingzhao, Vice-Ministro de Estado Secretário Geral do CARICOM do Departamento de Publicidade • 20/07/2010 – Bernard Weber, • 31/10/2010 – China – Wang Qishan, presidente da Fundação New 7 Vice Primeiro Ministro da China Wonders, com evento para promoção dos destinos turísticos brasileiros Finalmente, vale destacar que diversos candidatos às 7 Novas Maravilhas grupos de crianças de escolas chinesas Naturais do Mundo, a saber: Foz do ou internacionais conheceram Iguaçu e Amazônia. Participaram 2 mais a respeito do brasil por meio representantes da Fundação tendo o da visita ao Pavilhão brasileiro, evento 33 convidados e jornalistas orientados por seus professores.   Evento: Fundação 7 Novas Maravilhas Crianças de escolas chinesas brincando na Parede da Diversidade   29Relatório Final Expo Xangai 2010.indd 29 04.03.11 15:43:40
  30. 30. agenda de negócios 30Relatório Final Expo Xangai 2010.indd 30 04.03.11 15:43:43
  31. 31. capÍtUlo 3 – aGenda de neGócios A china manteve altas taxas negócios de diversos parceiros, a de crescimento nos últimos apex-brasil realizou 3 grandes eventos anos e a previsão é que no Pavilhão do brasil. Foram eles: continue a crescer em média 9% “invest in brasil”, “seminário para entre 2010-2015. atualmente, o país promoção do agronegócio brasileiro é o principal parceiro comercial do e as perspectivas de negócios entre brasil e o crescimento médio anual brasil e china” e “os cafés do brasil”. das exportações brasileiras para a china, nos últimos 5 anos, foi a apex-brasil apoiou ainda eventos de 26,8%. em 2009, as exportações dos seguintes parceiros: eMbratur, brasileiras para a china somaram embraer, FiesP e representantes us$ 20,1 bilhões, o que representou da indústria paulista, secretaria 13,1% do total exportado pelo brasil. de articulação internacional do governo do estado de santa catarina o dinamismo da economia chinesa (sai-sc), casa civil e secretaria de apresenta diversas oportunidades agricultura do governo do estado do para comercialização de serviços Paraná, bndes, agência nacional de e produtos brasileiros, inclusive energia elétrica (aneel), conselho de exportações com maior valor empresarial brasil-china e vale. agregado. Para produtos em escala, existem oportunidades para soja e os formatos utilizados para tais óleo de soja, carnes, milho, couro, eventos foram os mais variados: café verde, madeira, autopeças e workshops, rodadas de negócios granito. as exportações de nicho de multissetoriais, seminários sobre mercado se concentram em gemas e oportunidades de negócios e reuniões jóias, moda feminina, café gourmet com parceiros ou associados, além e calçados de couro (high end). de degustação de produtos. a china está investindo mais no brasil a cada dia. conforme dados do Fdi Eventos Realizados Market, entre 2003 e 2010, anúncios e pela Apex-Brasil estimativas de investimentos no brasil giraram em torno de us$ 13 bilhões evento: Invest in Brasil nos setores automotivo, máquinas data: 16 de setembro e equipamentos, metalúrgico, Parceiro: Embaixada do Brasil na China, serviços financeiros e bancários, Consulado-Geral do Brasil em Xangai, extração de petróleo e minérios. Câmara Brasileira da Indústria da Construção-CBIC, Associação Brasileira nesse cenário, a expo Xangai 2010 da Infra-Estrutura e Indústrias de Base- constituiu-se grande oportunidade ABDIB, Associação para o Desenvolvimento para promover negócios entre o brasil Imobiliário e Turístico do Brasil -ADIT, e a china, aproximando empresários, Prefeitura Municipal do Rio de Janeiro potenciais investidores e autoridades. além de ter apoiado atividades de Público: 60 empresários 31Relatório Final Expo Xangai 2010.indd 31 04.03.11 15:43:43
  32. 32. na esteira dos bons números além das três entidades setoriais, a apresentados pela economia chinesa, apex-brasil articulou-se especialmente a apex-brasil realizou, no Pavilhão do com sete municípios que possuem brasil na expo Xangai, o seminário projetos relacionados à copa do “invest in brasil”, em parceria com Mundo e às olimpíadas – identificados três entidades representativas dos pela subchefia de assuntos Federativos setores mais importantes na área de da casa civil (saF). tais municípios infraestrutura: adit, a cbic e a abdib. tiveram a oportunidade de apresentar seus projetos aos potenciais o objetivo do seminário foi apresentar investidores chineses. estiveram oportunidades de investimentos no presentes representantes das brasil, principalmente no âmbito Prefeituras do rio de Janeiro, são Paulo, dos dois grandes eventos esportivos Jacareí (sP), canoas (rs), Porto alegre, que o país sediará: a copa do Mundo lauro de Freitas (ba) e recife (Pe), de Futebol em 2014 e os Jogos assim como do estado de são Paulo. olímpicos em 2016. aos investidores chineses foram apresentados Participaram membros do conselho de projetos de infraestrutura, focando Fomento do comércio internacional principalmente os setores imobiliário, da china, do departamento de de transporte e de turismo. investimentos da Prefeitura de Xangai, Diretor da Apex-Brasil Ricardo Schaefer apresenta projetos da Copa de 2014 32Relatório Final Expo Xangai 2010.indd 32 04.03.11 15:43:48
  33. 33. da câmara de comércio de Xangai, o seminário sobre o setor de da associação de Planejamento e agronegócios no brasil foi realizado desenvolvimento industrial da china, em parceria com o MaPa e três além de empresários, representantes entidades brasileiras representativas de consultorias e formadores de dos setores mais importantes do opinião. Pela manhã houve coletiva segmento: abiec, abiPecs, ubabeF. o de imprensa com apex-brasil e as objetivo do seminário foi apresentar entidades setoriais envolvidas e a o potencial do setor de agronegócios mídia chinesa e internacional. brasileiro para formadores de opinião, redes de varejo e autoridades evento: Seminário para promoção do do governo da china. além de Agronegócio brasileiro e as perspectivas abordar números expressivos sobre de negócios entre Brasil e China a produção, consumo doméstico, data: 21 de setembro tecnologia e exportações, as entidades Parceiros: Embaixada do Brasil na e o Ministério foram enfáticos ao China, Consulado-Geral do Brasil em apontar os entraves impostos pela Xangai, Ministério da Agricultura e china com relação aos produtos Abastecimento - MAPA, Associação brasileiros. a principal mensagem Brasileira das Indústrias Exportadoras transmitida pela delegação de Carnes -ABIEC, União Brasileira brasileira referiu-se ao interesse de Avicultura - UBABEF, Associação em estabelecer negócios diretos Brasileira da Indústria Produtora e com a china, diferentemente das Exportadora de Carne Suína – ABIPECS. utilizadas atualmente, que passam principalmente por hong Kong. Público: 60 empresários Entidades empresariais e Ministério apresentaram o potencial do setor de agronegócios brasileiro   33Relatório Final Expo Xangai 2010.indd 33 04.03.11 15:43:51
  34. 34. a ação superou as expectativas evento: Os Cafés do Brasil em quantidade e qualidade de data: 23 de setembro público. as entidades brasileiras Parceiro: Associação Brasileira tiveram a oportunidade de da Indústria do Café (ABIC) estabelecer contato com algumas Público: 30 empresários. das principais redes de varejo da china como Metro e cofco “os cafés do brasil” foi um evento de (grande compradora de produtos promoção do produto no mercado, alimentícios), importadores usando a expo Xangai como de pequeno e médio porte, a plataforma para prospecção de novos exemplo do restaurante latina negócios. a apex-brasil realizou esse (cadeia com 3 estabelecimentos evento no lounge viP do Pavilhão em Xangai), até grandes do brasil, em parceria com a abic. importadores como a rede KFc. o encontro com 25 distribuidores chineses, que hoje representam a apex-brasil, o MaPa e as comercialmente empresas entidades setoriais (abiec, abiPecs brasileiras, configurou-se como e ubabeF) darão continuidade uma oportunidade de atualização aos contatos iniciados na expo, sobre o setor de café brasileiro e com o suporte do centro de troca de experiências a respeito negócios da apex-brasil e da de peculiaridades do mercado embaixada do brasil em Pequim. local em diferentes províncias. durante o seminário, a abiec atualmente, os representantes informou que organizará uma ação de empresas brasileiras atuam especial (um churrasco brasileiro) somente no segmento de Food no mercado chinês, com produtos service, ou seja, com foco nas brasileiros. no mesmo sentido, vendas para redes de restaurantes, promoverá visitas técnicas de hotéis, entre outros. o próximo autoridades chinesas ao brasil. passo da abic é desenhar estratégia de vendas para comercialização direta ao consumidor final. Evento: Os Cafés do Brasil 34Relatório Final Expo Xangai 2010.indd 34 04.03.11 15:43:57
  35. 35. Eventos apoiados evento: Rodada de Negócios pela Apex-Brasil: multissetorial data: 04 de junho evento: Workshop para divulgação Parceiro: Federação das Indústrias dos destinos turísticos brasileiros do Estado de São Paulo – FIESP data: 28 de maio Público: 200 empresários chineses e 45 Parceiro: EMBRATUR representantes da indústria paulista Público: 60 representantes dos operadores de turismo chineses autorizados. O evento foi conduzido pela presidente da EMBRATUR à época e pelo representante do órgão no Japão.   Seminário sobre oportunidade de negócios em Santa Catarina evento: Seminário sobre oportunidades de negócios em Santa Catarina   o objetivo do evento foi a promoção dos principais setores Evento: 10 anos de Embraer na China macroeconômicos do estado junto a empresários chineses. evento: Evento comemorativo aos data: 28 a 30 de junho 10 anos da Embraer na China Parceiro: Secretaria de Articulação apresentação para jornalistas chineses Internacional do Governo do sobre os 10 anos de atuação da empresa Estado de Santa Catarina. no mercado chinês e as perspectivas Público: 50 empresários de negócios para os próximos anos. Seminário sobre oportunidades de investimentos no Paraná data: 29 de maio Parceiro: EMBRAER China Público: 15 jornalistas Rodada de Negócios FIESP     35Relatório Final Expo Xangai 2010.indd 35 04.03.11 15:44:06
  36. 36. evento: Seminário sobre oportunidades de investimentos no Estado do Paraná. Promoção dos principais projetos da secretaria estadual de agricultura, com uma apresentação do potencial do estado. os convidados também visitaram a cidade irmã de curitiba, hangzhou, onde foram feitos contatos com representantes dos setores governamental,   educacional, agrícola e industrial. data: 14 e 15 de julho Parceiro: Casa Civil e Secretaria Reunião do Conselho Empresarial de Agricultura do Governo evento: Reunião do Conselho do Estado do Paraná Empresarial Brasil-China Público: 60 empresários CEBC reuniu-se com seus associados chineses para discussão das diretrizes de atuação do Conselho para o ano de 2011. data: 12 de outubro Parceiro: Conselho Empresarial Brasil-China Público: 36 empresários. evento: Missão Empresarial da Rede CIN / FIESC o grupo de empresários conduzidos pela Fiesc reuniu-se com representantes do centro de negócios da apex-brasil em Pequim, obtendo informações a respeito de como se beneficiar da presença do centro na   china para a realização de negócios. data: 21 de outubro Evento: ANEEL e as oportunidades do Setor Elétrico Parceiro: Federação das Indústrias do evento: ANEEL e as oportunidades Estado de Santa Catarina – FIESC no setor elétrico brasileiro Público: 113 pessoas O Diretor-Geral da ANEEL apresentou a estrutura e atuação da Agência no Brasil para a empresa de eletricidade Eventos Vale chinesa State Grid, com a qual a Vale, Patrocinadora oficial fechou parceria para implantação de do Pavilhão brasileiro na expo sistemas de smart grid no Brasil Xangai, com apoio da apex- data: 11 de outubro brasil, promoveu 12 encontros Parceiro: Agência Nacional de com clientes, fornecedores e Energia Elétrica (ANEEL) colaboradores a fim de ampliar a Público: 20 empresários. sua atuação no mercado asiático. 36Relatório Final Expo Xangai 2010.indd 36 04.03.11 15:44:11
  37. 37. Evento: Earth Day: A Company Down To Earth data: 12 de maio Público: 66 colaboradores evento: Dia da Vale data: 1 de junho Público: 70 convidados, entre executivos, jornalistas, representantes do Governo Chinês e representantes de joint-ventures   Coletia de Imprensa – Dia da Vale evento: Wood Day: Forest Protection data: 25 de junho Público: 66 representantes do segmento de ferro e aço evento: Fire Day data: 5 de julho Público: 70 representantes do segmento de minas e energia evento: Metal Day: Metal is all around data: 16 de julho Público: 70 representantes do   segmento de carvão e joint-ventures Coletia de Imprensa – Dia da Vale evento: Wood Day: Water is Vital data: 06 de agosto Público: 70 representantes de diversos segmentos evento: Vale Procurement Day data: 27 de agosto Público: 80 representantes de diversos segmentos Evento: Metal is all around  Seminário promovido pela Vale data: 18 de setembro Público: 300 representantes das maiores siderúrgicas compradoras da Vale na China 37Relatório Final Expo Xangai 2010.indd 37 04.03.11 15:44:17
  38. 38. agenda temática 38Relatório Final Expo Xangai 2010.indd 38 04.03.11 15:44:19
  39. 39. capÍtUlo 4 – aGenda teMÁtica C om o intuito de divulgar políticas, programas e projetos do governo brasileiro a autoridades, empresários e formadores de opinião chineses, ampliando a base de conhecimento a respeito das tendências e diretrizes adotadas pelo país, foram organizados cinco fóruns temáticos: tecnologia da 19 e 20 informação e de maio inclusão digital 17 e 18 de ciência, tecnologia junho e inovação a energia que 6 de julho Move as cidades 8 e 9 de Água para o setembro dessenvolvimento Lounge VIP do Pavilhão brasileiro 8 e 9 de representando o setor privado, a regeneração urbana outubro academia e o governo chinês. os convites foram feitos por meio de envio de correspondência os fóruns aconteceram no lounge impressa para os cinco eventos, viP do Pavilhão brasileiro, com convites eletrônicos para cada capacidade para 66 pessoas um dos eventos e telefonemas, em cada um dos dias. a única sob a coordenação da equipe de exceção foi o fórum com o tema relações públicas contratada pelo “a energia que Move as cidades Pavilhão do brasil. o perfil do brasileiras”, que ocorreu em um público alvo foi definido junto aos dos auditórios do expo center, com representantes de cada Ministério, capacidade para 200 pessoas. normalmente profissionais da assessoria internacional Participaram dos fóruns ou do gabinete da secretaria aproximadamente 730 convidados, responsável pela participação em sua maioria chineses do Ministério na expo 2010. 39Relatório Final Expo Xangai 2010.indd 39 04.03.11 15:44:20
  40. 40. Envelope do convite aos Fóruns Temáticos, feito em mandarim e inglês todos os participantes receberam do Planejamento (MP), Ministério as informações apresentadas pelos da ciência e tecnologia (Mct), palestrantes em um pen-drive, além Ministério das Minas e energia (MMe), de um programa encadernado que Ministério da integração nacional (Mi) continha um marco de referência e Ministério das cidades (M.cidades). a respeito do tema, o resumo de cada palestra, um breve currículo como parceiros internacionais, de cada palestrante e seu endereço palestraram representantes da comissão de e-mail para futuros contatos. européia e do Ministério de habitação e desenvolvimento urbano-rural da a agenda temática apresentada china, nos meses de setembro e outubro, pelo brasil durante a expo Xangai respectivamente. Merece menção a 2010 pautou-se na premissa de que presença das 5 delegações do conselho o país busca o desenvolvimento Federal de engenharia, arquitetura sustentável, em cooperação com e agronomia (conFea), parceiro da outros países e blocos econômicos, apex-brasil na organização dos fóruns com grande participação da sociedade e aporte de palestrantes especializados e preocupação com a inclusão social, em quase todos os eventos temáticos. nos mais diversos temas relacionados à qualidade de vida nas cidades. Kit de materiais entregues aos convidados dos fóruns e detalhe de uma das Programações impressas os fóruns foram concebidos pela ci expo 2010 a partir de projeto básico e plano de comunicação desenvolvidos inicialmente sob a coordenação do Mdic e da secoM-Pr. a apex- brasil deu seqüência ao trabalho de coordenar e definir, em conjunto com representantes da ci-expo 2010, as diretrizes de participação, tanto em conteúdo quanto na organização das delegações. os responsáveis pelas programações de cada fórum foram, respectivamente: Ministério 40Relatório Final Expo Xangai 2010.indd 40 04.03.11 15:44:20

×