Your SlideShare is downloading. ×
Guia Empresas Entidades (2)
Guia Empresas Entidades (2)
Guia Empresas Entidades (2)
Guia Empresas Entidades (2)
Guia Empresas Entidades (2)
Guia Empresas Entidades (2)
Guia Empresas Entidades (2)
Guia Empresas Entidades (2)
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×
Saving this for later? Get the SlideShare app to save on your phone or tablet. Read anywhere, anytime – even offline.
Text the download link to your phone
Standard text messaging rates apply

Guia Empresas Entidades (2)

376

Published on

Guia de Participação para Estados & Municípios

Guia de Participação para Estados & Municípios

Published in: Technology, Business
0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total Views
376
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0
Actions
Shares
0
Downloads
3
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide

Transcript

  • 1. EXPOSIÇÃO MUNDIAL XANGAI 2010Guia de ParticiPação Para emPresas e entidades setoriaisNo período de 1º de maio a 31 de outubro de 2010, acontecerá na China a Expo Xangai 2010. Duran-te a exposição, cada país apresenta a sua cultura, a sua sociedade, os seus avanços tecno¬lógicose a sua competitividade econômica e comercial no intuito de aprofundar as relações econômico-comerciais, o intercâmbio tecnológico e cultural, a promoção do desenvolvimento e os laços deamizade entre os países. A Expo Xangai 2010 já conta 192 países inscritos e 49 orga¬nizaçõesinternacionais, A organização do evento prevê 70 milhões de visitantes no período.Com o tema “Cidade melhor, vida melhor” (Better City, Better a exposição mundial é organi-Life), a Expo Xangai 2010 busca dar ao visitante uma visão das zada pelo Bureau internatio-cidades no futuro, sob a óptica dos seis sub-temas: nal des expositions (B.i.e.), no formato de feira de nações, realizada a cada cinco anos. • tecnologia da informação e desenvolvimento urbano; • patrimônio cultural e regeneração urbana; • ciência & inovação tecnológica e futuro urbano; a primeira expo realizou-se em Londres, em 1851, apresen- • responsabilidades urbanas e mudanças ambientais; tando ao mundo os avanços • transformações econômicas e relações urbano – rural; tecnológicos e promovendo • cidade da harmonia e vida sustentável. intercâmbio cultural.1. LOCALIZAÇÃOOcupando uma área de 5,28 km² (528 hectares), o Parque de Exposição inclui pavilhões depaíses e temáti¬cos, os locais para atividades culturais, cento de convenções para eventosvariados e espaços de convivência. a. Pavilhões nacionais: edifícios em três tamanhos (1.000, 2.000 ou 3.000 m2), de construção própria ou por aluguel de espaço, com países expondo isoladamente ou em bloco; b. Pavilhão chinês: um edifício do pavilhão nacional desenhado no conceito de “Coroa oriental”, de 47.000m2, um pavilhão regional conjunto de 38.000m2 e um pavilhão de Hong Kong, Macau e Taiwan; c. Pavilhões temáticos: localizados na Zona B, desenhado no formato ambiental- mente amigável, com área de 80 mil m2 ;
  • 2. d. Pavilhões setoriais:e. Expo Center: é um espaço com 140 mil m², que compreende diversos espaços quepodem ser utilizados para cerimônias, conferência de imprensa, fóruns, além de ma-nifestações artísticas diversas.
  • 3. 2. O BRASIL NA EXPO XANGAI 2010O Brasil realizará durante a Expo atividades de posicionamento de imagem-país, de promoçãode comércio e investimentos, de divulgação de destinos turísticos, de apresentação das ino-vações tecnológicas e da competitividade do país, de discussões técnico-científicas, de disse-minação de melhores práticas de política pública brasileiras voltadas aos temas da exposiçãoalém de promover as manifestações culturais brasileiras.Com o tema “Cidades pulsantes: sinta a vida das cidades brasileiras”, o pavilhão apresentará ascidades brasileiras que passam por transformações em busca de soluções urbanas com vistasao desenvolvimento sustentável e ao bem estar dos cidadãos. São cidades que se transformampela ação coordenada de governos, entidades da sociedade civil, setor produtivo e de seus habi-tantes por meio de projetos criativos e inovadores. O tema do pavilhão se sustenta em três eixos: • Desenvolvimento com sustentabilidade / Bem estar; • Espaços democrático / Participaçãvo Popular; • Diversidade / Cidade Global.O logotipo do pavilhão foi inspirado nos braços abertos do Cristo Redentor, no intuito de ex-pressar a receptividade do Brasil, reforçando valores como aceitação, afetividade, alegria ediversidade cultural.Inspirado na brasilidade – o artesanato brasileiro, o trançado, a cultura, o folclore e o universolúdico popular –, o pavilhão brasileiro fundamentando-se no design dos irmãos Humberto eFernando Campana internacionalmente reconhecidos.O pavilhão brasileiro ocupará um prédio de 2.000 m2, que incluirá restaurante, boutique deprodutos brasileiros, auditório para 300 pessoas, lounge VIP com espaço para eventos empre-sariais, coquetéis de networking, sala para coletiva de imprensa e outros serviços.
  • 4. 3. COMO PARTICIPAR?As empresas brasileiras poderão se beneficiarda oportunidade de posicionar a sua marca di-vulgando produtos e serviços no pavilhão bra-sileiro da Expo 2010.3.1. Doação de produtos para a decoração dopavilhãoO pavilhão possui quatro espaços especialmen-te desenhados para a utilização de mobiliário ede objetos de decoração brasileiros: o restau-rante, a boutique, o lounge VIP e os escritóriosdo Comissariado Geral brasileiro na exposição.Os demais ambientes são espaços exclusiva-mente destinados à apresentação de materialaudiovisual utilizando diferentes tipos de mídiae equipamentos eletro-eletrônicos.3.2. Utilização do Lounge VIPA área VIP foi concebida com a finalidade de re-alizar atividades de promoção de exportação deprodutos e serviços tais como encontro de negó-cio, lançamento de produtos, recepção de dele-gações de missão comercial, realização de coque-téis de networking e espaço exclusivo para que asempresas recebam seus clientes e parceiros.Na atração de investimentos estrangeiros di-retos, o ambiente adequa-se para a realizaçãode seminários para potenciais investidores, deaté 50 pessoas. O mesmo mini-auditório pode-rá ser utilizado para a realização de workshops,de seminários técnicos e de coletivasde imprensa.3.3. Inserção de conteúdo audiovisuala. sala de cenas cotidianasExibe cenas das cidades brasileiras na forma demosaico de pessoas, produtos, empresas, gas-
  • 5. tronomia, destinos turísticos, inovações tecnológicas, escritórios, linhas de produção, infra-es-trutura e afins. Os vídeos serão exibidos em várias telas de LCD, simultaneamente, com duraçãoentre 15 e 30 segundos, expondo o visitante à um pout-pourri de cenas brasileiras.b. salão das cidades pulsantesAmbiente de estímulos sensoriais que cria no visitante a alegria de estar em um núcleo urbanobrasileiro, marcado pela dinamismo e pela vitalidade.Telas de vídeowall exibem filmes de até 60 se-gundos com roteiros turísticos, evolução daurbanização das cidades brasileiras, grandesobras de engenharia, imagens da arquiteturanacional, imagens da produção industrial ea miscigenação de raças. Ademais, soluçõesinterativas, com tecnologia touch screen,compõem o ambiente que busca demonstrara riqueza e a diversidade do país.c. túnel “as energias que movem as cidades”Telas gigantes exibem vídeos que comunicama energia da atividade laboral e da força da in-dústria brasileira. Apresentam a matriz energé-tica limpa e variada que move o Brasil, alémdas suas aplicações no mundo e os seus avan-ços científico-tecnológicas. A energia da redede telecomunicações que cobre o territórionacional viabilizando a integração de um paisde dimensões continentais e viabilizando o seucrescimento sustentado.d. telas de Lcd localizadas no restaurante & Bar BrasilO restaurante também possui telas de LCD que exibirão conteúdo audiovisual de empresas ecenas brasileiras.
  • 6. 3.4. Fornecimento de alimentos, bebidas, equipa-mentos de cozinha, talheres, objetos de decora-ção e outros produtos para o Restaurante & Barde comidas brasileirasEmpresas produtoras de alimentos e bebidas,equipamentos para cozinha e afins terão aoportunidade de fornecer para o restaurante ebar de comidas brasileiras.Para tanto, deverão se habilitar junto à Secretaria Executiva do Comissariado Brasileiro.3.5. Restaurante & Bar de comidas brasileiras gourmet para recepção de clientes e de parceirosAberto ao público, o restaurante oferecerá um cardápio gourmet criado por chefes renoma-dos, com ingredientes brasileiros, inspirados na culinária regional.A carta de vinhos, cachaças, cervejas e outras bebidas nacionais representará toda a indústriado país, harmonizando-as com o cardápio. Os sucos e as sobremesas contemplarão a diversida-de da flora e da produção nacional.Há espaço para pocket shows, piano bar e voze violão. Excelente local para happy hours, al-moços e jantares.Com possibilidade de reserva parcial ou totalpara empresas que desejem realizar eventospara seus clientes. Nessas ocasiões, a empresapoderá optar por mudar a decoração de acordocom a sua necessidade.3.6. Venda de produtos brasileiros na Loja BrasilO pavilhão brasileiro fundamenta-se no estímulo sensorial do visitante, para que essa bem su-cedida experiência estenda-se à sua vida fora do pavilhão, haverá uma boutique para a vendade souvenirs brasileiros.3.7. Organização de seminários,workshops e afinsO pavilhão dispõe de mini-auditório de 50 lu-gares para a realização de seminários técnicos,workshop, conferências de imprensa e outrasatividades relacionadas.
  • 7. 4. SERVIÇOS ADICIONAIS A EMPRESASA Expo 2010 representa uma excelente oportunidade para: • Orientação sobre oportunidades de negócios com a China e com países asiáticos fundamentados em estudos de inteligência de mercado; • Organização de encontros de negócio; • Busca de parceiros comerciais; • Divulgação de projetos qualificados de atração de investimento; • Orientação no envio de amostras e de produtos para exposição; • Orientação na produção de material audiovisual para uso das telas e espaços interativos disponíveis; • Serviços relacionados ao uso dos espaços de exposição do pavilhão, segundo ne- gociação e agendamento prévio; • Espaço no portal do Brasil para Expo Xangai 2010; • Apoio na obtenção de credenciais de visitantes, desde que a solicitação seja envia- da 30 dias antes da chegada à China; • Serviço de tradução trilíngue no pavilhão: português, inglês e mandarim; • Espaço de exposição de logotipos.5. ORGANIZAÇÃO DO PAVILHÃO BRASILEIROA coordenação da participação brasileira é realizada pelo Ministério do Desenvolvimento, In-dústria e Comércio Exterior (MDIC). Tendo sido o presidente da Agência Brasileira de Promoçãode Exportações e Investimentos (Apex-Brasil), nomeado Comissário Geral da Expo 2010 e res-ponsável pela realização do evento. COMISSARIADO DO BRASIL NA EXPO XANGAI 2010 Comissário Geral: Alessandro Teixeira Comissário Geral Adjunto: Ricardo Schaefer E-mail: comissariado.expo2010@apexbrasil.com.br Telefone: (61) 3426 0202 Fax: (61) 3426 0202CONTATO NA SECRETARIA EXECUTIVA:Suelma Rosa dos Santos E-mail: suelma.rosa@apexbrasil.com.brcoordenadora técnica Telefone: + 55 (61) 3426.0257 Celular: + 55 (61) 8122.1895 Fax: + 55 (61) 3426.0222 Website: www.apexbrasil.com.br
  • 8. Realização Coordenação da participação brasileira

×