Your SlideShare is downloading. ×
75%
75%
75%
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×
Saving this for later? Get the SlideShare app to save on your phone or tablet. Read anywhere, anytime – even offline.
Text the download link to your phone
Standard text messaging rates apply

75%

520

Published on

0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total Views
520
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0
Actions
Shares
0
Downloads
0
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide

Transcript

  • 1. Tema: Educação Ambiental<br />Sub-Tema – Reciclagem <br />Professora: Lígia Araújo<br />Ano lectivo: 2009/2010<br />Para a disciplina de Área de projecto.<br />Data da iniciação do trabalho: 22 de Setembro de 2009<br />Nome dos elementos do grupo:<br />Gabriel Pereira Nº8, João Bruno Moreira Nº11, João Pedro Carvalho Nº13.<br />8ºC <br />Porta-voz - João Bruno Nº11<br />--<br />Como vamos realizar o trabalho:<br /> - Microsoft Office Word<br />- Microsoft Office Power Point<br />- Movie Maker (Suspenso.)<br />- Internet<br />--<br />Introdução.<br />Decidimos realizar este trabalho, porque vos queremos explicar como devemos cuidar do nosso planeta. Um dos métodos que podemos usar para o fazer é a reciclagem.<br />Indice:<br />?<br />Contentores (e respectivas cores).<br />Em Portugal, os contentores têm as seguintes divisões:<br />Azul: cartão/papel <br />Verde: vidro/vidrão <br />Amarelo: Embalagens de metal e plástico <br />Vermelho: pilhas/pilhão <br />Preto: orgânico. <br />A reciclagem:<br />De plástico, consiste no processo de artefactos fabricados a partir de resinas, geralmente sintéticas e derivadas do petróleo. A transformação de resíduos, por tecnologia com características de desempenho equivalentes às daqueles produtos fabricados a partir de resinas. Por esses processos, os materiais plásticos são convertidos em matérias-primas que podem originar novamente as resinas virgens ou outras substâncias interessantes para a indústria, como gases e óleos combustíveis.<br />De vidro, é um material ideal para a reciclagem e pode, dependendo das circunstâncias, ser infinitamente reciclado. O processo de reciclagem do vidro é muito simples, basta juntar o vidro velho com uma pequena percentagem de matéria-prima de base, e fundir, para que se obtenha vidro novo. A reciclagem do vidro começa nos consumidores, em vez de se deitarem garrafas vazias no lixo deve deitar-se no vidrão. As câmaras municipais ocupam-se da recolha deste e de o vender às indústrias que o irão reciclar. De 1.2t,ou seja uma economia de 20% em peso, poupa-se energia eléctrica cerca de 32%, água cerca de 50%, reduz-se as emissões atmosféricas cerca de 20% e o volume total de resíduos sólidos a tratar cerca de 10%.Em Portugal a percentagem de vidro reciclado é cerca de 30%, podendo o valor aumentar pelo esforço dos cidadãos na participação na deposição selectiva.<br />De baterias/pilhas, é um processo de recuperação dos materiais constituintes das mesmas, tendo em vista não só o seu reaproveitamento, como remover a sua deposição em aterros sanitários, diminuindo assim o seu volume, e a contaminação de aquíferos subterrâneos. Em termos técnicos, a reciclagem consiste na recapturarão dos materiais, nomeadamente Aço e Carbono, para serem reintroduzidos no processo industrial, evitando com isso a deposição dos metais pesados, tóxicos e altamente poluentes na natureza, ao mesmo tempo que diminui a necessidade de exploração mineira para a obtenção dos mesmos.<br />De papel é o reaproveitamento do papel não-funcional para produzir papel reciclado. Há duas grandes fontes de papel a se reciclar essas são, para pré-consumo (recolhidas pelas próprias fábricas antes que o material passe ao mercado consumidor) e as para pós-consumo (geralmente recolhidas por catadores de ruas). De um modo geral, o papel reciclado utiliza os dois tipos na sua composição.<br /> <br />A Regra dos 3 Rs<br />A Regra dos 3 Rs foi criada para explicar de uma forma fácil as 3 formas de proteger o ambiente. Resume-se em 3 palavras: Reduzir, Reutilizar e Reciclar.<br />Reduzir: Antes de Reciclar e Reutilizar é preciso Reduzir. <br />Muitas vezes compramos coisas que não necessita-mos, ou então feitos com materiais não recicláveis, por exemplo, alguns materiais utilizados na criação de latas, lâmpadas ou fraldas descartáveis não são recicláveis e demoram centenas ou até milhares de anos para se decompor. <br />Reutilizar:<br />Depois de Reduzir é necessário Reutilizar o lixo já existente. Em vez de utilizarmos e mandar logo para o lixo, podemos aproveitar o que já não é preciso.<br />Por exemplo, reutilizar garrafas de plástico para guardar sumos ou água. Este é apenas 1 dos muitos exemplos que existem.<br />Reciclar:<br />Depois de Reduzir e Reutilizar, é hora de Reciclar o lixo. A reciclagem permite criar novos produtos através de materiais que já não são utilizados.<br />Materiais como garrafas de vidro, papel, copos de plástico, etc, podem ser reciclados e utilizados para criar outros produtos.<br />Veja o aumento da quantidade de resíduos que se reciclaram e se reciclam.<br />No ano passado, os portugueses colocaram nos ecopontos 239.928 toneladas de embalagens usadas, o que representa um aumento de 14,9% em relação a 2005, informou a Sociedade Ponto Verde. <br />O vidro continua a ser o material mais recolhido, com 133.129 toneladas, o que corresponde a um crescimento de 10,3%.<br />A seguir ao vidro surge o papel e o cartão, com 69.743 toneladas (aumento de 23%) e o plástico, com um aumento de 27% (com mais 4292 toneladas do que em 2005). <br />Segundo o comunicado da Sociedade Ponto Verde, “a madeira foi o material que mais cresceu (52%) face ao ano de 2005”. No total foram recolhidas cerca de 2000 toneladas.<br />Em 2006 foram retomadas 130 mil toneladas de embalagens provenientes da indústria, comércio e serviços, no âmbito do modelo de gestão Extra Urbano. Este entrou em funcionamento em Abril do ano passado. <br />Conclusão.<br />Só no fim do trabalho.<br />FIM!<br />888: Todos os plásticos possuem algumas características físicas e de degradação térmica diferentes, que contam na hora da reciclagem. <br />Por conta disso, eles foram separados em categorias e identificados por números.<br />

×