FACULDADE OPETCENTRO DE PÓS-GRADUAÇÃOMBA DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS PARA WEBMarcelo Luiz StefaniakQUALIDADE DE SOFTWARECU...
Marcelo Luiz StefaniakQUALIDADE DE SOFTWARECURITIBA2013Artigo Científico apresentado à disciplinade Qualidade de Software ...
QUALIDADE DE SOFTWAREMarcelo Luiz Stefaniakmarceloluiz@bol.com.brOrientador:Profº Reinaldo Pereira de Moraesmoraesreinaldo...
INTRODUÇÃOA melhoria da qualidade de produto das empresas desenvolvedoras de softwares,vem se tornando fator de maior impo...
Segundo Bartié (2002), qualidade de software engloba todo um processosistemático que focaliza todas as etapas e componente...
Quanto ao uso do produto, que são as características operacionais:- Correção: é a medida na qual o software satisfaz as es...
METODOLOGIAEsta pesquisa, é do tipo bibliográfica, por ser a metodologia que oferece meiosauxiliadores na exploração de no...
Upcoming SlideShare
Loading in …5
×

Trabalho qualidade de_software

217 views
181 views

Published on

0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total views
217
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0
Actions
Shares
0
Downloads
12
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Trabalho qualidade de_software

  1. 1. FACULDADE OPETCENTRO DE PÓS-GRADUAÇÃOMBA DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS PARA WEBMarcelo Luiz StefaniakQUALIDADE DE SOFTWARECURITIBA2013
  2. 2. Marcelo Luiz StefaniakQUALIDADE DE SOFTWARECURITIBA2013Artigo Científico apresentado à disciplinade Qualidade de Software como requisitoparcial à obtenção do Título deEspecialista, no Curso de Pós-Graduação em MBA Desenvolvimentode Sistemas Web, Faculdades Opet.Orientador: Profº Reinaldo Pereira deMoraes
  3. 3. QUALIDADE DE SOFTWAREMarcelo Luiz Stefaniakmarceloluiz@bol.com.brOrientador:Profº Reinaldo Pereira de Moraesmoraesreinaldo@yahoo.com.brRESUMOOs passos iniciais direcionados à qualidade de software consistem no estudo eentendimento de conceitos que possam ser aplicados, com a intenção de promover amelhoria da qualidade dos processos e consequentemente dos produtos de software. Ameta é apresentar alguns conceitos e métodos relacionados a qualidade de software, quecontam com eficiência comprovada, e aceitação global.Palavras - chave: Produto de Software. Qualidade de Software.ABSTRACTThe initial steps aimed at software quality consist in the study and understandingof concepts that can be applied with the intention of promoting quality improvementprocesses and consequently of software products. The goal is to present some conceptsand methods related to software quality, which have proven efficiency, and overallacceptance.Keywords: Software Product. Software Quality.
  4. 4. INTRODUÇÃOA melhoria da qualidade de produto das empresas desenvolvedoras de softwares,vem se tornando fator de maior importância.Além da qualidade, esta deve contar com respaldo de entidades responsáveis, ereconhecimento na área de atuação, devendo ser medida e reconhecida pela satisfaçãodo cliente.As normas de qualidade proporcionam meios de avaliação dos produtos desoftware, que podem ser utilizadas por desenvolvedores ou adquirentes de software, coma função de mensurarem a qualidade de seus produtos.QUALIDADE DE SOFTWAREQualidade, segundo a NBR ISO 1994, é a totalidade de características de umaentidade que lhe confere a capacidade de satisfazer a necessidades explícitas eimplícitas.Como capacidade explícita, entende-se os Requisitos Funcionais, que descrevemas funcionalidades do sistema, ou o que o projeto permitirá ser obtido e suasfuncionalidades definidas.Como capacidade implícita, estão os chamados Requisitos Não Funcionais, quedescrevem a qualidade do sistema. Os requisitos não funcionais, não estão detalhadosno projeto, mas se deseja que sejam alcançados, sejam em desempenho,facilidades de uso, robustez, estética, itens de segurança, aspectos legais, operacionaisou outros.SoftwareSegundo Pressman (2006), Software é um elemento de sistema lógico, e nãofísico, que Consiste de Instruções, estruturas de dados e documentação.Processo de SoftwareSão as atividades, métodos, ferramentas e práticas que são utilizadas naconstrução de um produto de software.Requisitos de um Produto de SoftwareEntende-se por requisitos, as necessidades dos usuários em relação a umproduto. São detalhes, objetivos ou restrições, que devem ser descobertos antes de secomeçar a construção de um produto.Os requisitos estão diretamente atrelados a qualidade de um produto.Suprir as necessidades do cliente é etapa essencial para o produto de softwareseja considerado satisfatório.Os requisitos, que representam as necessidades claras dos clientes, cobrem amaior parte das etapas a serem cumpridas em relação ao produto.Qualidade de SoftwareDe acordo com Pressman (2006), qualidade de software é a satisfação derequisitos funcionais, que são os que descrevem as funcionalidades do sistema, e dedesempenho, que são os requisitos não funcionais, ambos declarados claramente,seguindo normas de desenvolvimento, de maneira expressa quanto a documentação e,alcançando as características não visíveis na definição do projeto, mas que mesmo assimsão desejadas como resultado.
  5. 5. Segundo Bartié (2002), qualidade de software engloba todo um processosistemático que focaliza todas as etapas e componentes produzidos com o objetivo degarantir a conformidade de processos e produtos, prevenindo e eliminando defeitos.Tendo já bem definidos os requisitos, com o gerenciamento dos processos e omonitoramento da satisfação e aceitação do cliente pelo software em produção, pode-seorientar os esforços que objetivam o alcance da qualidade.A satisfação com o produto de software está diretamente ligada ao desempenho,ausência de defeitos, erros ou falhas.ISO - International Organization for Standardization,Visando a qualidade, os desenvolvedores podem ter como base os conceitos ediretrizes. que são reconhecidos mundialmente como normas, elaboradas, revisadas eatualizadas por órgãos normatizadores de técnicas.Segundo a NBR ISO (1994), qualidade de software é a totalidade decaracterísticas de uma entidade que lhe confere acapacidade de satisfazer anecessidades explícitas e implícitas.A ISO, International Organization for Standardization, tem por objetivo promover odesenvolvimento de padronização, através de normas técnicas que estabelecem ummodelo de gestão da qualidade.Conforme definição do INMETRO, ISO é uma organização que tem organismos denormatização associados, em cerca de 160 países, e objetiva a criação de normas quefacilitem o comércio, promovendo boas práticas de gestão e o avanço tecnológico, alémda disseminação de conhecimentos.As ISO/IEC 9126 e 14598, que fazem parte do conjunto de normas padrão ISO,propõe características que o software deve apresentar, descrevem um modelo dequalidade que pode ser aplicado, também possui um processo de avaliação, e conjuntode métricas para avaliar a qualidade de um produto de software.A NBR ISO/IEC 9126-1A NBR ISO/IEC 9126-1, norma brasileira, tradução da norma ISO/IEC 9126-1,contempla um modelo de qualidade com características e subcaracterísticas que umproduto de software pode adotar em seu desenvolvimento.Avaliação da Qualidade do Produto de SoftwareÉ etapa primordial no processo de desenvolvimento de um produto de software aavaliação da qualidade do produto.Pode-se utilizar de técnicas e procedimentos operacionais, com a intenção de mensurar oatendimento dos requisitos.De acordo com Guerra (2009), durante o processo de desenvolvimento do produtode software, a qualidade de software deve ser avaliada. Em seguida, o produto geradodeverá passar por avaliação, e por fim o produto final em uso. Dessa forma, pode avalia-se o processo, o produto de software e os efeitos do produto de software.O modelo de avaliação da qualidade de software de McCall, em 1977, propôs umconjunto de três fatores que avaliam o software de acordo com três pontos de vista:I - Relacionado ao uso do produto, que são as características operacionais.II - Relacionado a alteração do produto, que é a habilidade e os recursosempenhados para que o software possa ser alterado.III - Relacionado a transição do produto de software, considerando-se acapacidade de adaptação em novos ambientes. portabilidade, reusabilidade,interoperabilidade.Em resumo, as três etapas tratam da: Operação, Revisão e Transição.
  6. 6. Quanto ao uso do produto, que são as características operacionais:- Correção: é a medida na qual o software satisfaz as especificações e objetivosvisados pelo cliente.- Confiabilidade: é a medida que se pode esperar que um programa ou rotinaexecute sua função pretendida com o resultado exigido.- Eficiência: É a quantidade de recursos físicos e de código exigida para que umprograma execute sua função, com total precisão, visando realizar a operação de formatotalmente segura.- Integridade: Medida na qual, controla-se o acesso ao software, segurança dainformação, bloqueando e limitando e racionalizando o acesso de pessoas conforme suaautorização, para que não ocorram perdas e violações de dados ou de código.- Usabilidade: Mede a facilidade para a utilização do software. Verifica o quanto deesforço é necessário para aprender o funcionamento, fornecer a entrada dos dados e ainterpretação da saída de um programa ou processo.Com relação a alteração do produto (Habilidade para ser alterado):- Manutenibilidade: O esforço exigido para localizar e eliminar os erros em umprograma.- Flexibilidade: O quanto de esforço é utilizado para realizar uma alteração nosoftware, isto é,qual o grau de facilidade que o software, de forma rápida e eficaz, oferece para a suaalteração.- Testabilidade: São todos os recursos utilizados, no teste do software, isto é, oquanto de esforço exigido e necessário para que se possa testar um programa a fim degarantir que o mesmo execute a função pretendida.Com relação a Transição do produto (Adaptabilidade a novos ambientes):- Portabilidade: Mede a facilidade com que um produto pode ser movido paraoutra plataforma, de hardware ou software.- Reusabilidade: Medida na qual o software, ou parte dele, poder ser reusado emoutros softwares, em outras palavras,o código fonte do software deve ser reaproveitável.- Interoperabilidade: o quanto de esforço é necessário para o software ser capazde ser acoplado ao outro.CONSIDERAÇÕES FINAISTendo em vista a crescente popularização da utilização dos produtos de software,grandes quantidades de software são cada vez mais disponibilizadas a um númerotambém crescente de pessoas, tornando-se para estas, parte de suas rotinas diáriasSendo assim, a adoção de critérios de busca e avaliação da qualidade desoftware, tornam-se cada vez mais imprescindíveis para os desenvolvedores.Em contrapartida ao aumento da disponibilização de softwares, os usuáriostambém cobram, exigem e merecem utilizar softwares que possuam características queatendam as suas necessidades.
  7. 7. METODOLOGIAEsta pesquisa, é do tipo bibliográfica, por ser a metodologia que oferece meiosauxiliadores na exploração de novas área de conhecimento, permitindo também que umtema seja analisado sob novo enfoque ou abordagem, produzindo novas conclusões.Esta pesquisa, possui o objetivo de realizar um breve estudo sobre qualidade desoftware.REFERÊNCIASPRESSMAN, Roger S. Engenharia de Software. 6ª-ed. McGraw-Hill, 2006.BARTIÉ, Alexandre. Garantia da Qualidade de Software:Adquirindo MaturidadeOrganizacional. Campus, 2002KOSCIANSKI, André; SOARES, Michel dos Santos. Qualidade de Software. 2ª-ed.Novatec, 2007.GUERRA, Ana Cervigni; COLOMBO, Regina Maria Thienne. Tecnologia da Informação:Qualidade de Produto de Software. PBQP Software, Repositório Institucional do Centrode Tecnologia da Informação Renato Archer, 2009.INMETRO. Disponível em: http://www.inmetro.gov.br/qualidade. Acessado em: 20 maio2013.ABNT. Disponível em: http://www.abntcatalogo.com.br. Acessado em: 20 maio 2013.

×