Your SlideShare is downloading. ×
Brasil 3b
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×

Introducing the official SlideShare app

Stunning, full-screen experience for iPhone and Android

Text the download link to your phone

Standard text messaging rates apply

Brasil 3b

305
views

Published on


0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total Views
305
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
2
Actions
Shares
0
Downloads
16
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide

Transcript

  • 1. Hino Nacional Brasileiro Ouviram do Ipiranga as margens plácidas De um povo heroico o brado retumbante, E o sol da Liberdade, em raios fúlgidos, Brilhou no céu da Pátria nesse instante. Se o penhor dessa igualdade Conseguimos conquistar com braço forte, Em teu seio, ó Liberdade, Desafia o nosso peito a própria morte! Ó Pátria amada, Idolatrada, Salve! Salve! Brasil, um sonho intenso, um raio vívido De amor e de esperança à terra desce, Se em teu formoso céu, risonho e límpido, A imagem do Cruzeiro resplandece. Gigante pela própria natureza, És belo, és forte, impávido colosso, E o teu futuro espelha essa grandeza Terra adorada, Entre outras mil, És tu, Brasil, Deitado eternamente em berço esplêndido, Ao som do mar e à luz do céu profundo, Fulguras, ó Brasil, florão da América, Iluminado ao sol do Novo Mundo! Do que a terra mais garrida Teus risonhos, lindos campos têm mais flores; "Nossos bosques têm mais vida", "Nossa vida" no teu seio "mais amores". Ó Pátria amada, Idolatrada, Salve! Salve! Brasil, de amor eterno seja símbolo O lábaro que ostentas estrelado, E diga o verde-louro desta flâmula - Paz no futuro e glória no passado. Mas, se ergues da justiça a clava forte, Verás que um filho teu não foge à luta, Nem teme, quem te adora, a própria morte. Terra adorada Entre outras mil, És tu, Brasil, Ó Pátria amada! Dos filhos deste solo és mãe gentil, Pátria amada,
  • 2. Um pouco sobre a bandeira  Foi implantada dia 19 de novembro de 1889  Foi idealizada por Raimundo Teixeira Mendes, com a colaboração de Miguel Lemos e do Professor catedrático em Astronomia Manuel Pereira Reis, sendo o desenho executado por Décio Vilares. Décio Vilares Miguel Lemos Raimundo Teixeira Mendes
  • 3. • Foi inspirada na Bandeira do Império . Bandeira doImpério
  • 4. • As cores, verde e amarela estão relacionadas com a casa real de Bragança, da qual fazia parte Dom Pedro I. • O circulo azul refere- se à imagem de uma esfera celeste, posicionada conforme a latitude da cidade do Rio de Janeiro em 15 de novembro de 1889 – Local e Dia da Proclamação da
  • 5. Quanto as estrelas dispostas na bandeira brasileira  Cada uma possui um significado;  Cada estrela representa um estado;  A distribuição das estrelas na bandeira brasileira foi feita a partir das características do céu do Rio de Janeiro, no dia 15 de novembro de 1889.
  • 6. • A estrela isolada acima da faixa “Ordem e Progresso” representa o Estado do Pará, que no ano de 1889 correspondia ao maior território acima do paralelo do Equador.
  • 7. Dados Principais  Área: 8.514.876,599 km²  Capital: Brasília  População: 190.732.694 milhões (Censo 2010)  Quantidade de Municípios: 5.435  Moeda: Real ( R$ )  Nome Oficial: República Federativa do Brasil  Nacionalidade: brasileira  Datas Nacionais: 7 de setembro (Dia da Independência ) e 15 de Novembro ( Proclamação da República )  Presidente: Dilma Rousseff
  • 8. Geografia do País  Localização: leste da América do Sul  Fuso Horário: horário de Brasília (oficial)  Clima do Brasil : equatorial, tropical, subtropical e semi- árido  Principais Cidades: São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Porto Alegre, Salvador, Goiânia, Recife, Manaus, Curitiba, Flo rianópolis, Belém, Maceió, Cuiabá, João Pessoa, Fortaleza, São Luis.  Composição da População Brasileira: Pardos: 43,1%, Brancos: 47,7%, Negros: 7,6%, Indígenas: 0,4%, Amarelos: 1,1% (Fonte: IBGE - Censo 2010).  Idiomas: português (oficial)
  • 9.  Religião: Católica Apostólica Romana (64,6%), Evangélicos (22,2%); sem religião (8%), Espíritas (2%), outras (2,2%), não sabem (0,1%). (dados do Censo 2010) Dados completos sobre Religiões do Brasil  Densidade Demográfica: 22,4 hab./km2  Crescimento Demográfico: 1,17% ao ano (2000 a 2010).  Expectativa de Vida: 73,4 anos (Censo 2010)  Taxa de Analfabetismo: 9,6% (Censo 2010). Renda Per Capita: R$ 22.400 (ano de 2012).  IDH (Índice de Desenvolvimento Humano): 0,730 - alto desenvolvimento humano. O Brasil ocupa a 85º posição entre os 187 países analisados.(dados divulgados pelo PNUD em março de 2013)
  • 10.  Clima Subtropical Presente na região sul dos estados de São Paulo e Mato Grosso do Sul, Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul. Caracteriza-se por verões quentes e úmidos e invernos frios e secos. Chove muito nos meses de novembro à março. O índice pluviométrico anual é de, aproximadamente, 2000 mm. As temperaturas médias ficam em torno de 20º C.
  • 11.  Clima Semi-árido: Presente principalmente, no sertão nordestino. Caracteriza-se pela baixa umidade e pouquíssima quantidade de chuvas. As temperaturas são altas durante quase todo o ano.
  • 12.  Clima Equatorial Encontra-se na região da Amazônia. As temperaturas são elevadas durante quase todo o ano. Chuvas em grande quantidade, com índice pluviométrico acima de 2500 mm anuais.
  • 13.  Clima Tropical Temperaturas elevadas (média anual por volta de 20°C) Presença de umidade e índice de chuvas de médio a elevado. As mudanças climáticas têm provocado, na atualidade, o derretimento das calotas polares e a intensificação do processo de desertificação
  • 14. Economi a  PIB de 2012 (Produto Interno Bruto): R$ 4,403 trilhões ou US$ 2,223 trilhões* taxa de câmbio usada US$ 1,00 = R$ 1,98 (em 01/03/2013) Balança Comercial: superavit de US$ 19,43 bilhões no ano de 2012. Crescimento do PIB em 2012: 0,9% Salário Mínimo Nacional: R$ 678,00 (a partir de 1º de janeiro de 2013) Inflação em 2012: 5,84% (IPCA) Taxa de desemprego: 6% (em junho de 2013) e 5,5% (taxa média anual de 2012) (fonte: IBGE)
  • 15.  O país é um grande produtor e exportador de mercadorias de diversos tipos, principalmente commodities minerais, agrícolas e manufaturados.  O Brasil possui uma economia aberta, forte e sólida e está inserida no processo de globalização.
  • 16. Considerado um país emergente, o Brasil ocupa o 7º lugar no ranking das maiores economias do mundo (dados de 2012).
  • 17.  Produtos Agrícolas: algodão, arroz, café, cana-de-açúcar, laranja, soja.
  • 18.  As áreas de agricultura, indústria e serviços são bem desenvolvidas e encontram-se, atualmente, em bom momento de expansão.
  • 19.  Principais produtos agrícolas produzidos: café, laranja, cana-de- açúcar (produção de açúcar e álcool), soja, tabaco, milho, mate.
  • 20.  Pecuária: Bovinos, Equinos, Muares, Caprinos, Asinino, Bubalino, Suínos, Ovinos, Aves, Coelhos.
  • 21.  Principais produtos da pecuária: carne bovina, carne de frango, carne suína
  • 22.  Indústria: de transformação, de bens de consumo e bens duráveis.
  • 23.  Principais setores industriais: alimentos e bebidas, produtos químicos, veículos, combustíveis, produtos metalúrgicos básicos, máquinas e equipamentos, produtos de plástico e borracha, eletrônicos e produtos de papel e celulose.
  • 24.  Principais setores de serviços: telecomunicações, transporte rodoviário, técnico-profissionais prestados à empresas, transporte de cargas, limpeza predial e domiciliar, informática, transportes aéreos e alimentação.
  • 25.  Mineração: bauxita, ferro, manganês, ouro e petróleo.
  • 26.  Principais minérios produzidos: ferro, alumínio, manganês, magnesita e estanho.
  • 27. Tipos de energia consumida no Brasil Petróleo e derivados: 37,7%
  • 28. Hidráulica: 14,1%
  • 29. Gás natural:10,3%
  • 30. Carvão Mineral: 5,2%
  • 31. Biomassa: 21,2%
  • 32. Lenha: 9,5%
  • 33. Nuclear: 1,4%
  • 34. Eólica: 0,5%
  • 35.  Transporte fluvial (apesar do numeroso sistema de bacias hidrográficas presentes no país), ferroviário e aéreo.
  • 36.  Com uma rede rodoviária de cerca de 1,8 milhões de quilômetros, as estradas são as principais transportadoras de carga e de passageiros no tráfego brasileiro.
  • 37.  Existem cerca de 4 000 aeroportos e aeródromos no Brasil, o país tem o segundo maior número de aeroportos em todo o mundo, atrás apenas dos Estados Unidos.
  • 38. Turismo  O país é o principal destino do mercado turístico internacional na América do Sul, e ocupa o segundo lugar na América Latina em termos de fluxo de turistas internacionais.
  • 39. OS GASTOS DOS TURISTAS ESTRANGEIROS EM VISITA AO BRASIL ALCANÇARAM 6.7 MILHÕES DE DÓLARES EM 2011.
  • 40. Copa do Mundo - 2014  A Copa do Mundo de 2014 deve atrair entre 500 mil e 600 mil turistas estrangeiros, durante o período dos jogos.  De acordo com os cálculos da Abav, (Associação Brasileira de Agências de Viagens) cada turista estrangeiro deve desembolsar durante o evento entre US$ 5 mil e US$ 6 mil.
  • 41. Esporte
  • 42.  A culinária do Brasil é fruto de uma mistura de ingredientes europeus, e de outros povos.
  • 43. Região Norte Os pratos do Norte do Brasil têm maior influência dos ingredientes indígenas. Pratos conhecidos incluem o picadinho de jacaré, o pirarucu de casaca, o tacacá, o açaí, o pato no tucupi e a maniçoba.
  • 44. Nordeste  Pratos característicos da Região Nordeste incluem a tapioca, o vatapá, a moqueca, o baião de dois, o acarajé, o mugunzá, caruru, a farofa, a paçoca, a canjica, pamonha, a carne-de-sol, a rapadura, a buchada de bode, o queijo coalho, o sequilho, o alfenim, a panelada, a maria-isabel, o carneiro cozido e a galinha à cabidela .
  • 45. Centro-Oeste  A culinária do centro-oeste sofre influências da culinária africana, portuguesa, italiana, síria e com a migração dos últimos anos também de pratos típicos de outras regiões brasileiras. Pratos considerados do centro-oeste são: Maria Isabel, o Pacu assado com farofa de couve, a carne seca com banana-da-terra verde, farofa de banana-da- terra madura, churrasco pantaneiro, o pequi (comido geralmente com o arroz ou frango cozido) o milho verde (a Pamonha, o Angu e o Cural).
  • 46. Sul  No Rio Grande do Sul já é tradicional o churrasco. No estado de Santa Catarina, o interior é de forte influência alemã, e no litoral a presença portuguesa, onde é grande a utilização de peixes marinhos, camarões, e ostras. A comida tradicional do estado do Paraná é o barreado, carne cozida com legumes em panelas de barro, por vezes colocadas debaixo da terra para cozinharem sob o calor de lenha ou carvão, e comida com farinha de mandioca.
  • 47. Sudeste  Em Minas Gerais, famosa pela denominada cozinha mineira, os pratos regionais incluem milho, carne de porco, queijo minas, o pão de queijo, o feijão tropeiro, angu, o tutu à mineira, biscoitos a base de polvilho, sequilhos, roscas, o famoso pão- de-queijo, e doces à base de laranja-da-terra, abóbora e mamão. feijoada .
  • 48. Músicas  Em geral, quando se fala em música Brasileira, logo lembra-se do Samba, e da festa conhecida mundialmente que é o Carnaval que acontece em fevereiro de todo ano, nas cidades mais conhecidas como Rio de Janeiro, e São Paulo.
  • 49.  Nordeste: forró (romântico, elétrico) e suas variações xote, baião, axé, reggae, pagode baiano, MPB, arrocha.
  • 50.  Norte: brega e a variação tecnobrega, lambada, as toadas de Parintins, carimbó, salsa, merengue.
  • 51.  Centro-oeste: sertanejo, pop rock (DF)
  • 52.  Sudeste: hip hop, funk, samba/pagode, sertanejo, músicas eletrônicas (principalmente em SP, muitos jovens preferem a musicalidade estrangeiras).
  • 53.  Sul: vanerão, valsa, milonga, chamamé, entre outros.
  • 54. Arquitetura  Foi diretamente influenciada pelos diversos povos que formam o povo brasileiro e pelos diversos estilos arquitetônicos vindos do exterior.
  • 55.  Um dos mais conceituados arquitetos do Brasil, é sem dúvida Oscar Niemeyer, conhecido por projetar a cidade de Brasília, e criar monumentos importantes para o Brasil, como por exemplo o Palácio do Planalto.
  • 56. Educação  Atualmente, considera-se a educação um dos setores mais importantes para o desenvolvimento de uma nação.  É através da produção de conhecimentos que um país cresce, aumentando sua renda e a qualidade de vida das pessoas.  Embora o Brasil tenha avançado neste campo nas últimas décadas, ainda há muito para ser
  • 57. Saúde  A falta de saneamento básico no Brasil é uma das causas principais que favorecem a doenças e problemas de mortalidade principalmente em crianças e bebês.  É preocupante o estado em que se encontra a Saúde no Brasil atualmente, um descaso por parte das autoridades competentes faz com que muitas pessoas sofram na espera de uma consulta e até mesmo medicações e aparelhos cirúrgicos.  Muitos pacientes que dependem da saúde pública acabam morrendo em filas de transplantes e até mesmo em corredores por falta de atendimento básico necessário.
  • 58. Alunos:  Camila Zimmer  Joice Nantes  Leandro Frozza  Nayara Murtinho  Romer Dias