Brasil 3b

843 views

Published on

0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total views
843
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
62
Actions
Shares
0
Downloads
19
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Brasil 3b

  1. 1. Hino Nacional Brasileiro Ouviram do Ipiranga as margens plácidas De um povo heroico o brado retumbante, E o sol da Liberdade, em raios fúlgidos, Brilhou no céu da Pátria nesse instante. Se o penhor dessa igualdade Conseguimos conquistar com braço forte, Em teu seio, ó Liberdade, Desafia o nosso peito a própria morte! Ó Pátria amada, Idolatrada, Salve! Salve! Brasil, um sonho intenso, um raio vívido De amor e de esperança à terra desce, Se em teu formoso céu, risonho e límpido, A imagem do Cruzeiro resplandece. Gigante pela própria natureza, És belo, és forte, impávido colosso, E o teu futuro espelha essa grandeza Terra adorada, Entre outras mil, És tu, Brasil, Deitado eternamente em berço esplêndido, Ao som do mar e à luz do céu profundo, Fulguras, ó Brasil, florão da América, Iluminado ao sol do Novo Mundo! Do que a terra mais garrida Teus risonhos, lindos campos têm mais flores; "Nossos bosques têm mais vida", "Nossa vida" no teu seio "mais amores". Ó Pátria amada, Idolatrada, Salve! Salve! Brasil, de amor eterno seja símbolo O lábaro que ostentas estrelado, E diga o verde-louro desta flâmula - Paz no futuro e glória no passado. Mas, se ergues da justiça a clava forte, Verás que um filho teu não foge à luta, Nem teme, quem te adora, a própria morte. Terra adorada Entre outras mil, És tu, Brasil, Ó Pátria amada! Dos filhos deste solo és mãe gentil, Pátria amada,
  2. 2. Um pouco sobre a bandeira  Foi implantada dia 19 de novembro de 1889  Foi idealizada por Raimundo Teixeira Mendes, com a colaboração de Miguel Lemos e do Professor catedrático em Astronomia Manuel Pereira Reis, sendo o desenho executado por Décio Vilares. Décio Vilares Miguel Lemos Raimundo Teixeira Mendes
  3. 3. • Foi inspirada na Bandeira do Império . Bandeira doImpério
  4. 4. • As cores, verde e amarela estão relacionadas com a casa real de Bragança, da qual fazia parte Dom Pedro I. • O circulo azul refere- se à imagem de uma esfera celeste, posicionada conforme a latitude da cidade do Rio de Janeiro em 15 de novembro de 1889 – Local e Dia da Proclamação da
  5. 5. Quanto as estrelas dispostas na bandeira brasileira  Cada uma possui um significado;  Cada estrela representa um estado;  A distribuição das estrelas na bandeira brasileira foi feita a partir das características do céu do Rio de Janeiro, no dia 15 de novembro de 1889.
  6. 6. • A estrela isolada acima da faixa “Ordem e Progresso” representa o Estado do Pará, que no ano de 1889 correspondia ao maior território acima do paralelo do Equador.
  7. 7. Dados Principais  Área: 8.514.876,599 km²  Capital: Brasília  População: 190.732.694 milhões (Censo 2010)  Quantidade de Municípios: 5.435  Moeda: Real ( R$ )  Nome Oficial: República Federativa do Brasil  Nacionalidade: brasileira  Datas Nacionais: 7 de setembro (Dia da Independência ) e 15 de Novembro ( Proclamação da República )  Presidente: Dilma Rousseff
  8. 8. Geografia do País  Localização: leste da América do Sul  Fuso Horário: horário de Brasília (oficial)  Clima do Brasil : equatorial, tropical, subtropical e semi- árido  Principais Cidades: São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Porto Alegre, Salvador, Goiânia, Recife, Manaus, Curitiba, Flo rianópolis, Belém, Maceió, Cuiabá, João Pessoa, Fortaleza, São Luis.  Composição da População Brasileira: Pardos: 43,1%, Brancos: 47,7%, Negros: 7,6%, Indígenas: 0,4%, Amarelos: 1,1% (Fonte: IBGE - Censo 2010).  Idiomas: português (oficial)
  9. 9.  Religião: Católica Apostólica Romana (64,6%), Evangélicos (22,2%); sem religião (8%), Espíritas (2%), outras (2,2%), não sabem (0,1%). (dados do Censo 2010) Dados completos sobre Religiões do Brasil  Densidade Demográfica: 22,4 hab./km2  Crescimento Demográfico: 1,17% ao ano (2000 a 2010).  Expectativa de Vida: 73,4 anos (Censo 2010)  Taxa de Analfabetismo: 9,6% (Censo 2010). Renda Per Capita: R$ 22.400 (ano de 2012).  IDH (Índice de Desenvolvimento Humano): 0,730 - alto desenvolvimento humano. O Brasil ocupa a 85º posição entre os 187 países analisados.(dados divulgados pelo PNUD em março de 2013)
  10. 10.  Clima Subtropical Presente na região sul dos estados de São Paulo e Mato Grosso do Sul, Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul. Caracteriza-se por verões quentes e úmidos e invernos frios e secos. Chove muito nos meses de novembro à março. O índice pluviométrico anual é de, aproximadamente, 2000 mm. As temperaturas médias ficam em torno de 20º C.
  11. 11.  Clima Semi-árido: Presente principalmente, no sertão nordestino. Caracteriza-se pela baixa umidade e pouquíssima quantidade de chuvas. As temperaturas são altas durante quase todo o ano.
  12. 12.  Clima Equatorial Encontra-se na região da Amazônia. As temperaturas são elevadas durante quase todo o ano. Chuvas em grande quantidade, com índice pluviométrico acima de 2500 mm anuais.
  13. 13.  Clima Tropical Temperaturas elevadas (média anual por volta de 20°C) Presença de umidade e índice de chuvas de médio a elevado. As mudanças climáticas têm provocado, na atualidade, o derretimento das calotas polares e a intensificação do processo de desertificação
  14. 14. Economi a  PIB de 2012 (Produto Interno Bruto): R$ 4,403 trilhões ou US$ 2,223 trilhões* taxa de câmbio usada US$ 1,00 = R$ 1,98 (em 01/03/2013) Balança Comercial: superavit de US$ 19,43 bilhões no ano de 2012. Crescimento do PIB em 2012: 0,9% Salário Mínimo Nacional: R$ 678,00 (a partir de 1º de janeiro de 2013) Inflação em 2012: 5,84% (IPCA) Taxa de desemprego: 6% (em junho de 2013) e 5,5% (taxa média anual de 2012) (fonte: IBGE)
  15. 15.  O país é um grande produtor e exportador de mercadorias de diversos tipos, principalmente commodities minerais, agrícolas e manufaturados.  O Brasil possui uma economia aberta, forte e sólida e está inserida no processo de globalização.
  16. 16. Considerado um país emergente, o Brasil ocupa o 7º lugar no ranking das maiores economias do mundo (dados de 2012).
  17. 17.  Produtos Agrícolas: algodão, arroz, café, cana-de-açúcar, laranja, soja.
  18. 18.  As áreas de agricultura, indústria e serviços são bem desenvolvidas e encontram-se, atualmente, em bom momento de expansão.
  19. 19.  Principais produtos agrícolas produzidos: café, laranja, cana-de- açúcar (produção de açúcar e álcool), soja, tabaco, milho, mate.
  20. 20.  Pecuária: Bovinos, Equinos, Muares, Caprinos, Asinino, Bubalino, Suínos, Ovinos, Aves, Coelhos.
  21. 21.  Principais produtos da pecuária: carne bovina, carne de frango, carne suína
  22. 22.  Indústria: de transformação, de bens de consumo e bens duráveis.
  23. 23.  Principais setores industriais: alimentos e bebidas, produtos químicos, veículos, combustíveis, produtos metalúrgicos básicos, máquinas e equipamentos, produtos de plástico e borracha, eletrônicos e produtos de papel e celulose.
  24. 24.  Principais setores de serviços: telecomunicações, transporte rodoviário, técnico-profissionais prestados à empresas, transporte de cargas, limpeza predial e domiciliar, informática, transportes aéreos e alimentação.
  25. 25.  Mineração: bauxita, ferro, manganês, ouro e petróleo.
  26. 26.  Principais minérios produzidos: ferro, alumínio, manganês, magnesita e estanho.
  27. 27. Tipos de energia consumida no Brasil Petróleo e derivados: 37,7%
  28. 28. Hidráulica: 14,1%
  29. 29. Gás natural:10,3%
  30. 30. Carvão Mineral: 5,2%
  31. 31. Biomassa: 21,2%
  32. 32. Lenha: 9,5%
  33. 33. Nuclear: 1,4%
  34. 34. Eólica: 0,5%
  35. 35.  Transporte fluvial (apesar do numeroso sistema de bacias hidrográficas presentes no país), ferroviário e aéreo.
  36. 36.  Com uma rede rodoviária de cerca de 1,8 milhões de quilômetros, as estradas são as principais transportadoras de carga e de passageiros no tráfego brasileiro.
  37. 37.  Existem cerca de 4 000 aeroportos e aeródromos no Brasil, o país tem o segundo maior número de aeroportos em todo o mundo, atrás apenas dos Estados Unidos.
  38. 38. Turismo  O país é o principal destino do mercado turístico internacional na América do Sul, e ocupa o segundo lugar na América Latina em termos de fluxo de turistas internacionais.
  39. 39. OS GASTOS DOS TURISTAS ESTRANGEIROS EM VISITA AO BRASIL ALCANÇARAM 6.7 MILHÕES DE DÓLARES EM 2011.
  40. 40. Copa do Mundo - 2014  A Copa do Mundo de 2014 deve atrair entre 500 mil e 600 mil turistas estrangeiros, durante o período dos jogos.  De acordo com os cálculos da Abav, (Associação Brasileira de Agências de Viagens) cada turista estrangeiro deve desembolsar durante o evento entre US$ 5 mil e US$ 6 mil.
  41. 41. Esporte
  42. 42.  A culinária do Brasil é fruto de uma mistura de ingredientes europeus, e de outros povos.
  43. 43. Região Norte Os pratos do Norte do Brasil têm maior influência dos ingredientes indígenas. Pratos conhecidos incluem o picadinho de jacaré, o pirarucu de casaca, o tacacá, o açaí, o pato no tucupi e a maniçoba.
  44. 44. Nordeste  Pratos característicos da Região Nordeste incluem a tapioca, o vatapá, a moqueca, o baião de dois, o acarajé, o mugunzá, caruru, a farofa, a paçoca, a canjica, pamonha, a carne-de-sol, a rapadura, a buchada de bode, o queijo coalho, o sequilho, o alfenim, a panelada, a maria-isabel, o carneiro cozido e a galinha à cabidela .
  45. 45. Centro-Oeste  A culinária do centro-oeste sofre influências da culinária africana, portuguesa, italiana, síria e com a migração dos últimos anos também de pratos típicos de outras regiões brasileiras. Pratos considerados do centro-oeste são: Maria Isabel, o Pacu assado com farofa de couve, a carne seca com banana-da-terra verde, farofa de banana-da- terra madura, churrasco pantaneiro, o pequi (comido geralmente com o arroz ou frango cozido) o milho verde (a Pamonha, o Angu e o Cural).
  46. 46. Sul  No Rio Grande do Sul já é tradicional o churrasco. No estado de Santa Catarina, o interior é de forte influência alemã, e no litoral a presença portuguesa, onde é grande a utilização de peixes marinhos, camarões, e ostras. A comida tradicional do estado do Paraná é o barreado, carne cozida com legumes em panelas de barro, por vezes colocadas debaixo da terra para cozinharem sob o calor de lenha ou carvão, e comida com farinha de mandioca.
  47. 47. Sudeste  Em Minas Gerais, famosa pela denominada cozinha mineira, os pratos regionais incluem milho, carne de porco, queijo minas, o pão de queijo, o feijão tropeiro, angu, o tutu à mineira, biscoitos a base de polvilho, sequilhos, roscas, o famoso pão- de-queijo, e doces à base de laranja-da-terra, abóbora e mamão. feijoada .
  48. 48. Músicas  Em geral, quando se fala em música Brasileira, logo lembra-se do Samba, e da festa conhecida mundialmente que é o Carnaval que acontece em fevereiro de todo ano, nas cidades mais conhecidas como Rio de Janeiro, e São Paulo.
  49. 49.  Nordeste: forró (romântico, elétrico) e suas variações xote, baião, axé, reggae, pagode baiano, MPB, arrocha.
  50. 50.  Norte: brega e a variação tecnobrega, lambada, as toadas de Parintins, carimbó, salsa, merengue.
  51. 51.  Centro-oeste: sertanejo, pop rock (DF)
  52. 52.  Sudeste: hip hop, funk, samba/pagode, sertanejo, músicas eletrônicas (principalmente em SP, muitos jovens preferem a musicalidade estrangeiras).
  53. 53.  Sul: vanerão, valsa, milonga, chamamé, entre outros.
  54. 54. Arquitetura  Foi diretamente influenciada pelos diversos povos que formam o povo brasileiro e pelos diversos estilos arquitetônicos vindos do exterior.
  55. 55.  Um dos mais conceituados arquitetos do Brasil, é sem dúvida Oscar Niemeyer, conhecido por projetar a cidade de Brasília, e criar monumentos importantes para o Brasil, como por exemplo o Palácio do Planalto.
  56. 56. Educação  Atualmente, considera-se a educação um dos setores mais importantes para o desenvolvimento de uma nação.  É através da produção de conhecimentos que um país cresce, aumentando sua renda e a qualidade de vida das pessoas.  Embora o Brasil tenha avançado neste campo nas últimas décadas, ainda há muito para ser
  57. 57. Saúde  A falta de saneamento básico no Brasil é uma das causas principais que favorecem a doenças e problemas de mortalidade principalmente em crianças e bebês.  É preocupante o estado em que se encontra a Saúde no Brasil atualmente, um descaso por parte das autoridades competentes faz com que muitas pessoas sofram na espera de uma consulta e até mesmo medicações e aparelhos cirúrgicos.  Muitos pacientes que dependem da saúde pública acabam morrendo em filas de transplantes e até mesmo em corredores por falta de atendimento básico necessário.
  58. 58. Alunos:  Camila Zimmer  Joice Nantes  Leandro Frozza  Nayara Murtinho  Romer Dias

×