Gerenciamento de Backups PostgreSQL com pgbarman
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Like this? Share it with your network

Share

Gerenciamento de Backups PostgreSQL com pgbarman

  • 1,234 views
Uploaded on

Tutorial desde a instalação a aplicações práticas do pgbarman. ...

Tutorial desde a instalação a aplicações práticas do pgbarman.
Apresentação feita originalmente como palestra no evento nacional de PostgreSQL (PgBr 2013.

More in: Technology
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Be the first to comment
    Be the first to like this
No Downloads

Views

Total Views
1,234
On Slideshare
1,234
From Embeds
0
Number of Embeds
0

Actions

Shares
Downloads
28
Comments
0
Likes
0

Embeds 0

No embeds

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
    No notes for slide

Transcript

  • 1. Palestrante: Juliano Atanazio Gerenciamento de Backups com pgbarman
  • 2. http://www.pgbarman.org/
  • 3. Apresentação ● O que é Barman (Backup and Recovery Manager) é uma ferramenta open source de administração para recuperação de disastre de servidores PostgreSQL escrita em Python. Permite fazer backups remotos de múltiplos servidores em ambientes críticos de negócios e auxilia DBAs durante a fase de recuperação. Dentre seus mais úteis recursos incluem backup de catálogos, políticas de retenção, recuperação remota, arquivamento e compressão de arquivos de WAL. O Barman foi desenvolvido e é mantido pelos profissionais PostgreSQL da 2ndQuadrant.
  • 4. Apresentação ● Características e Objetivos ➔ Backup físico completo a quente de um servidor PostgreSQL; ➔ Gerenciamento de backups de múltiplos servidores PostgreSQL; ➔ Recuperação local e remota de um backup; ➔ Suporte SSH para operações remotas; ➔ Informações e estado do servidor; ➔ Compressão de arquivos de WAL (bzip, gzip ou customizado); ➔ Integração com ferramentas padronizadas de arquivamento (e. g. tar);
  • 5. Apresentação ● Características e Objetivos ➔ Hook scripts de backup (pre/post); ➔ Armazenamento local de metadados; ➔ Um simples arquivo INI de configuração; ➔ Point-In-Time-Recovery (PITR); ➔ Backup remoto de um servidor PostgreSQL; ➔ Gerenciamento de backups da base e arquivos de WAL por um catálogo; ➔ Totalmente escrito em Python; ➔ Informações gerais de uso de disco de backup; ➔ Diagnósticos do servidor para backup; ➔ rsync sobre ssh para sincronização de arquivos e transferências.
  • 6. Apresentação ● Licença Barman é propriedade exclusiva da 2ndQuadrant Itália e seu código é distribuído sob a licença GPLv3. Contribuições ao Barman são bem vindas, e serão listadas no arquivo AUTHORS.
  • 7. Apresentação ● Suporte Site oficial: http://www.pgbarman.org Blog: http://www.pgbarman.org/blog/ Lista de discussão: https://groups.google.com/group/pgbarman Canal IRC: irc://irc.freenode.net/barman Suporte de Serviços da 2ndQuadrant FAQ: http://www.pgbarman.org/FAQ/ Documentação oficial: http://www.pgbarman.org/documentation/
  • 8. Cenário de Testes Hostname: backup IP: 192.168.7.70 System User: barman Hostname: pg IP: 192.168.7.71 System User: postgres
  • 9. Instalação ● Requisitos do Sistema ➔ Linux/Unix ➔ Python 2.6 or 2.7 ➔ Módulos Python: ➔ argcomplete ➔ argh >= 0.21.2 ➔ psycopg2 (driver PostgreSQL para Python) ➔ python-dateutil < 2.0 (desde a versão 2.0 requer Python 3) ➔ distribute (optional) ➔ PostgreSQL >= 8.4 ➔ rsync >= 3.0.4
  • 10. Instalação ● Linux ➔ Via Código Fonte Respectivamente, criação de grupo* e usuário* de sistema: Instalação de pacotes necessários: *Próximos IDs de sistema para grupo e usuário # groupadd ­g 105 barman # useradd ­u 102 ­g barman ­s /bin/bash ­d /var/lib/barman  ­k /etc/skel ­m barman # aptitude ­y install  python­{argcomplete,argh,argparse,dateutil,psycopg2}  rsync bash­completion postgresql­client­9.2
  • 11. Instalação ● Linux ➔ Via Código Fonte Baixando o código-fonte: # cd /usr/src/ # wget ­c   http://tenet.dl.sourceforge.net/project/pgbarman/1.2.2/barman­ 1.2.2.tar.gz
  • 12. Instalação ● Linux ➔ Via Código Fonte Descompactação: Entrar no diretório do código fonte: Execução do script Python de instalação (build): Criação de diretórios de manuais (1 e 5), diretório de configuração de servidores PostgreSQL e diretório de logs do Barman : # tar xvf barman­1.2.2.tar.gz # cd barman­1.2.2/ # ./setup.py build # mkdir ­p /usr/local/man/{man1,man5} /etc/barman.d  /var/log/barman
  • 13. Instalação ● Linux ➔ Via Código Fonte Cópia dos arquivos de manuais para os respectivos diretórios: Execução do script Python de instalação (install):: Cópia do arquivo de bash completion: # cp doc/barman.1 /usr/local/man/man1/ # cp doc/barman.5 /usr/local/man/man5/ # ./setup.py install # cp scripts/barman.bash_completion /etc/bash_completion.d/barman
  • 14. Instalação ● Linux ➔ Via Código Fonte Cópia do arquivo de configuração para o diretório do usuário de sistema barman: Criação de link para o arquivo de configuração em /etc: Permissões, grupo e usuário donos de diretórios: # cp doc/barman.conf ~barman/ # ln ­s ~barman/barman.conf  /etc/ # chmod ­R 770 ~barman /etc/barman.d  /var/log/barman # chown ­R barman: ~barman /etc/barman.d  /var/log/barman
  • 15. Instalação ● Linux ➔ Via Código Fonte Utilizando o usuário de sistema barman para testar o man: Criação da estrutura de diretórios de backup para o servidor pg: # su ­ barman $ man barman $ man 5 barman $ mkdir ­pm 0700 /var/lib/barman/bkp/pg/incoming/
  • 16. Instalação ● Linux (Servidor PostgreSQL) ➔ Via Código Fonte Instalação do rsync: Arquivo pg_hba.conf (adicionar): Arquivo postgresql.conf (alterar): # aptitude install rsync host    all             barman          192.168.7.70/32  md5 wal_level = 'archive'  archive_mode = on archive_command = 'scp %p barman@backup:/var/lib/barman/bkp/pg/incoming/%f'
  • 17. Instalação ● Linux (Servidor PostgreSQL) ➔ Via Código Fonte Utilizando o usuário de sistema postgres para criar o usuário barman no cluster e sua senha: Reinicialização do serviço (como root): # su ­ postgres $ psql ­c "CREATE ROLE barman LOGIN SUPERUSER PASSWORD 'senha';" # service postgresql restart
  • 18. Configuração ● Comunicação SSH Bidirecional Em ambos servidores, criar a chave SSH para ser utilizada na comunicação sem senha: $ ssh­keygen ­t rsa ­P '' ­f ~/.ssh/id_rsa Usuário barman Usuário postgres
  • 19. Configuração ● Comunicação SSH Bidirecional No servidor Barman Inserir a chave pública no conteúdo do arquivo de chaves autorizadas no servidor PostreSQL, no usuário postgres: Garantir que o usuário postgres seja dono do diretório .ssh: $ cat ~barman/.ssh/id_rsa.pub | ssh root@pg "cat ­ >>  ~postgres/.ssh/authorized_keys" $ ssh root@pg "chown ­R postgres: ~postgres/.ssh"
  • 20. Configuração ● Comunicação SSH Bidirecional No servidor Barman Ajuste de permissão 0700 ao diretório .ssh: Ajuste de permissão 0600 aos araquivos do diretório .ssh: $ ssh root@pg "chmod 0600 ­R  ~postgres/.ssh/*" ssh root@pg "chmod 0700 ~postgres/.ssh"
  • 21. Configuração ● Comunicação SSH Bidirecional No servidor PostgreSQL Inserir a chave pública no conteúdo do arquivo de chaves autorizadas no servidor Barman, no usuário barman: Garantir que o usuário postgres seja dono do diretório .ssh: $ cat ~postgres/.ssh/id_rsa.pub | ssh root@backup "cat ­ >>  ~barman/.ssh/authorized_keys" $ ssh root@backup "chown ­R barman: ~barman/.ssh"
  • 22. Configuração ● Comunicação SSH Bidirecional No servidor PostgreSQL Ajuste de permissão 0700 ao diretório .ssh: Ajuste de permissão 0600 aos araquivos do diretório .ssh: $ ssh root@backup "chmod 0600 ­R  ~barman/.ssh/*" ssh root@backup "chmod 0700 ~barman/.ssh"
  • 23. Configuração ● Comunicação SSH Bidirecional Testando No servidor de banco de dados com o usuário postgres: No servidor de backup com o usuário barman: $ ssh barman@backup $ ssh postgres@pg
  • 24. Configuração ● Diretório de Backup O Barman precisa de um diretório principal de backup para armazenar todos backups, através do qual pode-se definir uma pasta para cada servidor que fará backup e para cada tipo de recurso (backup ou segmentos WAL, por instância). O arquivo de configuração define o parâmetro barman_home, que é o diretório onde o Barman armazenará todos os backups por padrão. Esse diretório é o “home” para o usuário de sistema do Barman. Geralmente é /srv/barman ou /var/lib/barman.
  • 25. Configuração ● Configuração Básica No diretório doc (dentro do diretório dos sources) há um arquivo com configurações mínimas, que deve ser usado como modelo para /etc/barman.conf ou ~/.barman.conf. Usualmente, o primeiro se aplica a todos usuários no servidor de backup, enquanto o último aplica-se ao usuário barman. A partir da versão 1.2.1 pode ser usado o /etc/barman/barman.conf como arquivo de configuração para o sistema.
  • 26. Configuração ● Configuração Básica O arquivo de configuração segue o formato INI padrão e se divide em: - Uma seção para configurações gerais (identificada pela etiqueta (label) barman); - Uma seção para cada servidor PostgreSQL, cada uma identificada por uma etiqueta. "all" e "barman" são palavras reservadas e não podem ser usadas como labels de servidores
  • 27. Configuração ● Configuração Básica A partir da versão 1.1.2 é possível especificar um diretório para arquivos de configuração, similarmente a outras aplicações Linux, através do parâmetro configuration_files_directory (vazio por padrão). O Barman vai ler todos os arquivos com a extensão .conf que estiverem nessa pasta. Por exemplo, se o valor do parâmetro configuration_files_directory for /etc/barman.d, pode-se designar um arquivo por servidor cada um contendo sua etiqueta referente à sua seção. Caso contrário, pode ser utilizado o padrão do Barman que é especificar várias seções no mesmo arquivo de configuração
  • 28. Configuração ● Arquivo /etc/barman.conf Continua... ; Barman, Backup and Recovery Manager for PostgreSQL ; http://www.pgbarman.org/ ­ http://www.2ndQuadrant.com/ ; ; Main configuration file [barman] ; Diretório principal barman_home = /var/lib/barman/bkp ; Usuário de sistema barman_user = barman ; Arquivo de log log_file = /var/log/barman/barman.log ; Compressão padrão: valores possíveis são None (padrão), bzip2, gzip ou custom compression = gzip
  • 29. Configuração ● Arquivo /etc/barman.conf ... ; Scripts hook de backup Pre/post ;pre_backup_script = env | grep ^BARMAN ;post_backup_script = env | grep ^BARMAN ; Diretório de arquivos de configuração.  ; Coloque suas seções em arquivos separados com a extensão .conf configuration_files_directory = /etc/barman.d ; Minimum number of required backups (redundancy) minimum_redundancy = 0 ; Global retention policy (REDUNDANCY or RECOVERY WINDOW) ­ default empty retention_policy = ; Global bandwidth limit in KBPS ­ default 0 (meaning no limit) bandwidth_limit = 0
  • 30. Configuração ● Arquivo /etc/barman.d/pg.conf Continua... ; Configuração do Servidor Postgres pg [pg] ; Descrição description =  "Servidor PostgreSQL pg" ; Opções SSH ssh_command = ssh postgres@pg ; String de conexão PostgreSQL conninfo = host=pg user=barman password=senha dbname=postgres ;Compressão customizada compression = custom custom_compression_filter = xz ­z9 custom_decompression_filter = xz ­d
  • 31. Configuração ● Arquivo /etc/barman.d/pg.conf Nota-se que há configurações do servidor pg que foram sobrescritas. ; Número mínimo de backups mantidos minimum_redundancy = 0 ; Política de retenção retention_policy =
  • 32. Uso do pgbarman ● Servidores ➔ Listando os Servidores O seguinte comando exibe a lista de todos os servidores disponíveis: $ barman list­server pg – Servidor PostgreSQL pg
  • 33. Uso do pgbarman ● Servidores ● Mostra a Configuração de um Servidor Continua... $ barman show­server pg Server pg: active: true description: Servidor PostgreSQL pg ssh_command: ssh postgres@pg conninfo: host=pg user=barman password=senha dbname=postgres backup_directory: /var/lib/barman/bkp/pg basebackups_directory: /var/lib/barman/bkp/pg/base wals_directory: /var/lib/barman/bkp/pg/wals incoming_wals_directory: /var/lib/barman/bkp/pg/incoming lock_file: /var/lib/barman/bkp/pg/pg.lock compression: custom custom_compression_filter: xz ­z9 custom_decompression_filter: xz ­d
  • 34. Uso do pgbarman ● Servidores ● Mostra a Configuração de um Servidor retention_policy_mode: auto retention_policy:  wal_retention_policy: main pre_backup_script: None post_backup_script: None minimum_redundancy: 0 bandwidth_limit: 0 tablespace_bandwidth_limit: None current_xlog: 000000020000000000000013 last_shipped_wal: None archive_command: scp %p barman@backup:/var/lib/barman/bkp/pg/incoming/%f server_txt_version: 9.2.4 data_directory: /var/lib/postgresql/9.2/main archive_mode: on config_file: /etc/postgresql/9.2/main/postgresql.conf hba_file: /etc/postgresql/9.2/main/pg_hba.conf ident_file: /etc/postgresql/9.2/main/pg_ident.conf
  • 35. Uso do pgbarman ● Servidores ● Checagem de Diagnóstico Pode-se checar se a conexão para um dado servidor está funcionando apropriadamente com o seguinte comando: $ barman check pg Server pg: ssh: OK PostgreSQL: OK archive_mode: OK archive_command: OK directories: OK retention policy settings: OK compression settings: OK minimum redundancy requirements: OK (have 5 backups, expected at least 0)
  • 36. Uso do pgbarman ● Backups ● Backup IDs Uma identificação de backup ou backup ID é uma nomenclatura de backup para um dado servidor que tem seu nome formado a partir da data e hora que foi iniciado. Dado o backup ID: 20130520T235823 <data>T<hora> YYYYmmDDTHHMMSS
  • 37. Uso do pgbarman ● Backups ● Backup IDs <data> YYYYY - Ano com quatro dígitos: 2013 mm - Mês com dois dígitos: 05 DD - Dia com dois dígitos: 20 <hora> HH - Hora em formato 24h: 23 MM - Minutos: 58 SS - Segundos: 23 YYYYmmDDTHHMMSSYYYYmmDDTHHMMSS
  • 38. Uso do pgbarman ● Backups ● Apelidos de Backup IDs A partir da versão 1.1.12, pode usar qualquer um dos seguintes apelidos para identificar um backup em particular para um dado servidor. De acordo com a ordem cronológica: - latest/last: o último backup disponível para o servidor. - oldest/first: o backup mais antigo de um servidor. Esses apelidos podem ser usados com qualquer um dos seguintes comandos do barman: show­backup, delete, list­files ou recover.
  • 39. Uso do pgbarman ● Backups ● Execução de um Backup Completo $ barman backup pg Starting backup for server pg in /var/lib/barman/bkp/pg/base/20130721T183941 Backup start at xlog location: 0/14000020 (000000020000000000000014, 00000020) Copying files. Copy done. Asking PostgreSQL server to finalize the backup. Backup end at xlog location: 0/140000A8 (000000020000000000000014, 000000A8) Backup completed
  • 40. Uso do pgbarman ● Backups ● Listando Backups por Servidor $ barman list­backup pg pg 20130721T183941 ­ Sun Jul 21 18:39:49 2013 ­ Size: 32.0 MiB ­ WAL Size: 0 B pg 20130721T161648 ­ Sun Jul 21 16:16:56 2013 ­ Size: 32.0 MiB ­ WAL Size: 0 B pg 20130719T211849 ­ Fri Jul 19 21:18:58 2013 ­ Size: 32.0 MiB ­ WAL Size: 0 B pg 20130715T215424 ­ Mon Jul 15 21:54:34 2013 ­ Size: 32.0 MiB ­ WAL Size: 0 B pg 20130713T103810 ­ Sat Jul 13 10:38:16 2013 ­ Size: 32.0 MiB ­ WAL Size: 0 B pg 20130713T101241 ­ Sat Jul 13 10:12:48 2013 ­ Size: 32.0 MiB ­ WAL Size: 10.0 MiB
  • 41. Uso do pgbarman ● Backups ● Exibindo Informações de um Backup Continua... $ barman show­backup pg oldest Backup 20130713T101241:   Server Name       : pg   Status            : DONE   PostgreSQL Version: 90204   PGDATA directory  : /var/lib/postgresql/9.2/main   Base backup information:     Disk usage      : 36.0 MiB     Timeline        : 1     Begin WAL       : 000000010000000000000005     End WAL         : 000000010000000000000005     WAL number      : 1     Begin time      : 2013­07­13 10:12:41.253963     End time        : 2013­07­13 10:12:48.463451     Begin Offset    : 32     End Offset      : 168     Begin XLOG      : 0/5000020     End XLOG        : 0/50000A8
  • 42. Uso do pgbarman ● Backups ● Exibindo Informações de um Backup   WAL information:     No of files     : 5     Disk usage      : 10.0 MiB     Last available  : 00000001000000000000000F   Catalog information:     Retention Policy: not enforced     Previous Backup : ­ (this is the oldest base backup)     Next Backup     : 20130713T103810
  • 43. Uso do pgbarman ● Backups ● Listando Arquivos de um Backup $ barman list­files pg 20130719T211849 /var/lib/barman/bkp/pg/base/20130719T211849/backup.info /var/lib/barman/bkp/pg/base/20130719T211849/pgdata/PG_VERSION /var/lib/barman/bkp/pg/base/20130719T211849/pgdata/backup_label /var/lib/barman/bkp/pg/base/20130719T211849/pgdata/backup_label.old /var/lib/barman/bkp/pg/base/20130719T211849/pgdata/environment /var/lib/barman/bkp/pg/base/20130719T211849/pgdata/pg_ctl.conf /var/lib/barman/bkp/pg/base/20130719T211849/pgdata/pg_hba.conf /var/lib/barman/bkp/pg/base/20130719T211849/pgdata/pg_ident.conf /var/lib/barman/bkp/pg/base/20130719T211849/pgdata/postgresql.conf /var/lib/barman/bkp/pg/base/20130719T211849/pgdata/postgresql.conf.origin . . .
  • 44. Uso do pgbarman ● Backups ● Apagando um Backup $ barman delete pg first Deleting backup 20130713T101241 for server pg Delete associated WAL segments: 000000010000000000000001 000000010000000000000002 000000010000000000000003 000000010000000000000004 000000010000000000000005 000000010000000000000005.00000020.backup 000000010000000000000006 00000001000000000000000C 00000001000000000000000D 00000001000000000000000E 00000001000000000000000F Done
  • 45. Uso do pgbarman ● Restauração Completa de um Servidor ● Local Não foi instalado o servidor PostgreSQL na máquina de backup do laboratório. Se tivesse sido instalado, poderia levantar o banco localmente utilizando o diretório /tmp/teste como cluster do Postgres: $ barman recover pg 20130719T211849 /tmp/teste Processing xlog segments for pg 00000002.history 000000020000000000000005 000000020000000000000006 . . . $ pg_ctl ­D /tmp/teste
  • 46. Uso do pgbarman ● Restauração Completa de um Servidor ● Remota $ barman recover ­­remote­ssh­command="ssh postgres@pg" pg last  /var/lib/postgresql/9.2/main barman recover ­­remote­ssh­command="ssh postgres@pg" pg last  /var/lib/postgresql/9.2/data Starting remote restore for server pg using backup 20130721T183941  Destination directory: /var/lib/postgresql/9.2/data Copying the base backup. Copying required wal segments. The archive_command was set to 'false' to prevent data losses. Your PostgreSQL server has been successfully prepared for recovery! . . .
  • 47. Uso do pgbarman ● Restauração Completa de um Servidor ● PITR $ barman recover ­­remote­ssh­command="ssh postgres@pg" ­­target­time "2013­07­ 21 19:00:00" pg last /var/lib/postgresql/9.2/main Starting remote restore for server pg using backup 20130721T183941  Destination directory: /var/lib/postgresql/9.2/main Doing PITR. Recovery target time: '2013­07­21 19:00:00' Copying the base backup. Copying required wal segments. Generating recovery.conf . . .
  • 48. Limitando o Uso de Largura de Banda de I/O A partir da versão 1.2.1 é possível limitar o uso de largura de banda através da opção bandwidth_limit (global/por servidor), especificando o máximo em kb/s (kilobytes por segundo). O padrão é 0 (zero), sem limite. Sintaxe de configuração: Obs.: Esse recurso foi proposto por Gregory Smith tablespace_bandwidth_limit = tbname:bwlimit[, tbname:bwlimit, ...]
  • 49. Limitando o Uso de Largura de Banda de I/O Esse parâmetro aceita uma lista separada de pares que são respectivamente o nome do tablespace e seu limite correspondente (em kb/s). Ao fazer backup de um servidor, o Barman tentará localizar os tablespaces declarados. Se encontrar, o limite configurado será forçado, caso contrário o padrão será aplicado.
  • 50. Modo de Manutenção Operações de manutenção fazem compressão de arquivos do WAL e os move do diretório de entrada (incoming) para o de arquivamento (wal), além de aplicar as políticas de retenção. O seguinte comando pode ser utilizado manualmente, mas é indicado para ser incluído nas rotinas do cron do sistema operacional. $ barman cron Processing xlog segments for pg 00000003.history 000000030000000000000015 000000030000000000000016 000000030000000000000017 000000030000000000000017.00000020.backup 000000030000000000000018 . . .
  • 51. Modo de Manutenção ● Compressão do WAL A compressão dos arquivos do WAL se dá pela execução do comando cron do barman (como visto anteriormente). Essa compressão é feita conforme o arquivo de configuração (global ou por servidor). O parâmetro compression aceita três opções: ➔ gzip: Compressão Gzip (requer gzip); ➔ bzip2: Compressão Bzip2 (requer bzip2); ➔ custom: Para compressão customizada, que requer mais dois parâmetros: ➔ custom_compression_filter: Filtro de compressão; ➔ custom_decompression_filter: Filtro de descompressão.
  • 52. Modo de Manutenção ● Redundância Mínima de Segurança A partir da versão 1.2.0, pode-se definir um número mínimo de backups a serem mantidos pelo parâmetro de configuração minimum_redundancy, por padrão é 0. Pode ser feito como configuração global ou por servidor. É uma proteção contra operações de remoções acidentais de backups (barman delete). Importante: Tomar cuidado para que políticas de retenção não conflitem com a redundância mínima de segurança. Verifique os logs do Barman regularmente sobre isso.
  • 53. Modo de Manutenção ● Políticas de Retenção Desde a versão 1.2.0, o Barman suporta políticas de retenção para backups. Uma política de retenção de backup é uma política definida pelo usuário de quanto tempo backups precisam ser retidos para procedimentos de recuperação. As políticas de retenção podem ser definidas em termos de redundância de backup (quantos backups) ou uma janela de recuperação (quanto tempo).
  • 54. Modo de Manutenção ● Políticas de Retenção ● Baseada em Redundância Em uma política de retenção é a configuração que determina quantos backups a serem mantidos: Conforme o exemplo, a política de retenção aplicada, baseada em redundância, mantém no mínimo 3 backups. retention_policy = REDUNDANCY 3
  • 55. Modo de Manutenção ● Políticas de Retenção ● Baseada em Redundância Obs.: Destacado em vermelho a palavra “OBSOLETE” significa que os backups em questão estão obsoletos e são passíveis de serem deletados. $ barman list­backup pg pg 20130721T195414 ­ Sun Jul 21 19:54:20 2013 ­ Size: 32.0 MiB ­ WAL Size: 0 B pg 20130721T183941 ­ Sun Jul 21 18:39:49 2013 ­ Size: 32.0 MiB ­ WAL Size: 2.0 KiB pg 20130721T161648 ­ Sun Jul 21 16:16:56 2013 ­ Size: 32.0 MiB ­ WAL Size: 3.0 MiB pg 20130719T211849 ­ Fri Jul 19 21:18:58 2013 ­ Size: 32.0 MiB ­ WAL Size: 5.0 KiB ­ OBSOLETE pg 20130715T215424 ­ Mon Jul 15 21:54:34 2013 ­ Size: 32.0 MiB ­ WAL Size: 3.0 MiB ­ OBSOLETE pg 20130713T103810 ­ Sat Jul 13 10:38:16 2013 ­ Size: 32.0 MiB ­ WAL Size: 1.0 MiB ­ OBSOLETE
  • 56. Modo de Manutenção ● Políticas de Retenção ● Baseada em Janela de Recuperação Uma janela de recuperação é um tipo de política de retenção de backup do Barman em que é especificado um período para que o Barman assegure a retenção de backups e/ou arquivos de WAL arquivados: Conforme o exemplo, a política de retenção aplicada, baseada em janela de recuperação, mantém backups feitos em até uma semana. retention_policy = RECOVERY WINDOW OF 1 WEEKS
  • 57. Modo de Manutenção ● Políticas de Retenção ● Baseada em Janela de Recuperação $ barman list­backup pg pg 20130728T110724 ­ Sun Jul 28 11:07:34 2013 ­ Size: 32.0 MiB ­ WAL Size: 0 B pg 20130725T205248 ­ Thu Jul 25 20:52:58 2013 ­ Size: 32.0 MiB ­ WAL Size: 0 B pg 20130723T231858 ­ Tue Jul 23 23:19:05 2013 ­ Size: 32.0 MiB ­ WAL Size: 0 B pg 20130721T183941 ­ Sun Jul 21 18:39:49 2013 ­ Size: 32.0 MiB ­ WAL Size: 2.0 KiB pg 20130721T161648 ­ Sun Jul 21 16:16:56 2013 ­ Size: 32.0 MiB ­ WAL Size: 3.0 MiB ­ OBSOLETE pg 20130719T211849 ­ Fri Jul 19 21:18:58 2013 ­ Size: 32.0 MiB ­ WAL Size: 5.0 KiB ­ OBSOLETE pg 20130715T215424 ­ Mon Jul 15 21:54:34 2013 ­ Size: 32.0 MiB ­ WAL Size: 3.0 MiB ­ OBSOLETE pg 20130713T103810 ­ Sat Jul 13 10:38:16 2013 ­ Size: 32.0 MiB ­ WAL Size: 1.0 MiB ­ OBSOLETE
  • 58. Modo de Manutenção ● Configuração e Sintaxe A sintaxe geral para política de retenção de backups é a seguinte: retention_policy  =  {REDUNDANCY  value  |  RECOVERY  WINDOW  OF  value  {DAYS | WEEKS | MONTHS}} Por padrão, retention_policy tem seu valor vazio (nenhuma política de retenção).
  • 59. Hook Scripts A partir da versão 1.1.0, o Barman permite ao DBA rodar hook scripts antes e depois de um backup. Podem ser configurados na configuração global ou ser sobrescrita por configurações individuais de servidores. ● pre_backup_script: hook script carregado antes de ser feito um backup. ● post_backup_script: hook script carregado depois que um backup termina. A definição do script é passada ao shell e pode retornar qualquer código de saída.
  • 60. Variáveis de Ambiente ● BARMAN_BACKUP_DIR: Diretório de backup; ● BARMAN_BACKUP_ID: Backup ID; ● BARMAN_CONFIGURATION: Arquivo de configuração utilizado pelo Barman; ● BARMAN_ERROR: Mensagem de erro, se houver (apenas para a fase pós backup); ● BARMAN_PHASE: Fase do hook script, ou pré (pre) ou pós (post); ● BARMAN_PREVIOUS_ID: ID do backup anterior (se existir); ● BARMAN_SERVER: Nome do servidor; ● BARMAN_STATUS: Estado do backup; ● BARMAN_VERSION: Versão do Barman.
  • 61. Futuras Implementações ● !! Backup incremental !! ● ! Suporte a streaming replication ! ● Sandbox recovery, com a opção --pgdump ● Integração com o ambiente Amazon S3 ● Versão Windows (e precisa???)
  • 62. Obrigado! :) Juliano Atanazio juliano.atanazio@serpro.gov.br