Processadores

4,822 views
4,634 views

Published on

Primeiro trabalho pedido para o primeiro UFCD 1 história da informatica.
Foi compilado por mim e mais dois colegas,
esta formação foi importante para nos dar conta da evolução da informática.

Published in: Education
0 Comments
2 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total views
4,822
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
60
Actions
Shares
0
Downloads
309
Comments
0
Likes
2
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Processadores

  1. 1. PROCESSADORES EVULOÇÃO DOS PROCESSADORES
  2. 2. INTRODOÇÃO <ul><li>No final dos anos 60, muitos cientistas discutiram a possibilidade de um computador em um chip, mas muitos sentiram que a tecnologia de circuito integrado não estava tão avançada para se chegar a um chip como esse que parecia um sonho. Mas o funcionário da Intel Ted Hoff pensou diferente; ele foi o primeiro a reconhecer que a tecnologia MOS poderia fazer um chip CPU(Central Processing Unit). </li></ul>
  3. 3. NOVEMBRO 1971 <ul><li>E assim nasceu o 4004 </li></ul><ul><li>chip com apenas 2,300 transístores em uma área de apenas 3 x 4 milímetros. </li></ul><ul><li>Com um CPU de 4-bit, </li></ul>
  4. 4. 1978 <ul><li>1978 A Intel voltou a lançar um processador desta vez o 8086 </li></ul><ul><li>Esse chip não foi usado no primeiro PC, </li></ul><ul><li>foi usado um pouco depois em computadores que não foram tão importantes. </li></ul><ul><li>Era um processador de 16-bit </li></ul>
  5. 5. 1981 <ul><li>Nec V20 E V30 </li></ul><ul><li>Clones do 8088 e 8086. Supostamente eram 30% mais velozes que os originais da Intel. </li></ul><ul><li>1982 A INTEL lança a nova geração de Processadores </li></ul>
  6. 6. 2ª GERAÇÃO <ul><li>Intel 80186 foi um chip muito popular. </li></ul><ul><li>Muitas versões podia-se escolher entre CHMOS ou HMOS, 8-bit ou 16-bit </li></ul><ul><li>Um chip CHMOS poderia rodar o dobro de velocidade de clock HMOS. </li></ul><ul><li>Em 1990, a Intel lançou a versão melhorada da família 186. Eles compartilhavam 1-micron e rodavam a 25MHz em 3 volts. </li></ul>
  7. 7. 1982 <ul><li>Intel volta a melhorar ainda mais os seus processadores </li></ul><ul><li>Desta vez é o 80286 </li></ul><ul><li>Um processador de 16-bit capaz de endereçar 16 MB de RAM. </li></ul><ul><li>Esse chip é capaz de trabalhar com memória virtual. O 286 foi o primeiro processador “real”. Separado da placa mãe </li></ul>
  8. 8. 1982 AMD <ul><li>Um dos primeiros processadores da AMD, foi o 286A. </li></ul><ul><li>Lançado em 1982, esse processador não representou grande avanço tecnológico, </li></ul><ul><li>porém tinha alguns recursos muito interessantes. Um deles era o emulador EMS e a habilidade de sair do modo de protecção </li></ul>
  9. 9. 1985 <ul><li>Em Janeiro de 1985, a AMD lançou o seu 386. </li></ul><ul><li>Esse processador nada mais era que o antigo 286 com algumas melhorias. </li></ul><ul><li>Assim como o 386 da Intel, esse novo processador possuía suporte de 32bits. </li></ul><ul><li>Vinha em velocidades de 16, 20. 25. 33, 40 MHz. </li></ul>
  10. 10. 1988 SURGE A 3ª GERAÇÃO <ul><li>- Intel 386 (1988) Esse foi o chip que começou tudo que vemos hoje. </li></ul><ul><li>Com esse chip, os Pc’s começaram a ser mais úteis que âncoras de barcos. </li></ul><ul><li>É O primeiro processador de 32-bit para Pc’s. </li></ul><ul><li>Ele consegue comunicar com 4 GB de memória real e 64 de memória virtual. </li></ul>
  11. 11. 1989 <ul><li>Em 1989, pouco depois do lançamento do 486 da Intel, a AMD lançava sua versão desse processador. </li></ul><ul><li>A exemplo da Intel, o novo processador vinha com coprocessador matemático integrado. Vinha nas velocidades de 22, 33 e 50Mhz. </li></ul><ul><li>Esse processador pode ser considerado o início da popularidade da AMD. </li></ul><ul><li>Em muitos testes realizados, o 486 da Intel perdia para o 486 da AMD. </li></ul>
  12. 12. 1993 <ul><li>Intel lança o processador que realmente deu início a corrida pelos Mhz: O Pentium. Possuindo uma BUS externa de 64bits, </li></ul><ul><li>Logo depois, uma segunda geração do Pentium foi lançada. Esse novo Pentium possuía um novo core e tinha velocidades de 75 à 200Mhz. </li></ul><ul><li>Por fim, uma terceira geração desse processador foi lançada e introduzia um incrível tecnologia: a (MMX). Essa terceira geração vinha com velocidades de 166 à 233mhz. </li></ul>
  13. 13. 1995 <ul><li>AMD sabia que tinha que lançar um produto a altura da rival, já que havia voltado para trás na corrida. Em 1995, lança o 5x86, ou apenas 586. Esse processador nada mais era que um 486 melhorado com bus interna de 133Mhz. </li></ul>
  14. 14. 1996 <ul><li>AMD lança o K5. O K significava Kriptonita, a única arma eficaz contra o Super-Homem (Intel). Esse processador era mais rápido que o Pentium de mesmo clock, mas a AMD não conseguia fazer versões com velocidades superiores a 116Mhz, o que tornou um problema para a empresa que via o Pentium chegar a 150mhz com facilidade </li></ul>
  15. 15. 1997 <ul><li>Pela primeira vez, o clássico modelo de socket havia sido abandonado. Entrava o modelo de Slot. </li></ul><ul><li>Esse novo processador vinha com velocidades de 233Mhz à 450Mhz </li></ul><ul><li>Era fantástico em tudo que fazia, incluindo aplicações mais pesadas em 3D. </li></ul>
  16. 16. 1998 <ul><li>Em 1998, a AMD tentava achar um jeito de concorrer com a tecnologia MMX da Intel, </li></ul><ul><li>Então, a AMD decidiu que deveria fazer algumas melhorias em sua tecnologia de FPU e sua versão da MMX. </li></ul><ul><li>O que resultou disso foi o 3DNow!, lançado com o novo processador K6 2, que vinha com velocidades de 266 à 550Mhz </li></ul>
  17. 17. 1999 <ul><li>Em 1999, a Intel percebera que deveria fazer um produto destinado ao mercado de baixo custo. A solução encontrada foi o Celeron. </li></ul>
  18. 18. 1999 <ul><li>Lançado também em 1999, e até hoje sendo o melhor (mais vendido) processador da empresa, o Pentium 3 </li></ul><ul><li>apresentava mais cache, MHZ e velocidade final de 450Mhz a incríveis 1Ghz. </li></ul>
  19. 19. 2000 <ul><li>AMD mostraria ao mundo seu novo produto. Esse produto prometia revolucionar a indústria de processadores e virar a corrida tecnológica a seu favor. </li></ul>
  20. 20. 2000 <ul><li>Intel anuncia o novo e mais poderoso processador. O Pentium 4. Esse novo processador, roda com bus de 400mhz (que na verdade é 100mhz x 4) e possui velocidades de 1.3 à 1.5Ghz. </li></ul>
  21. 21. 2006 <ul><li>O Core 2 é a geração mais recente de processadores </li></ul><ul><li>lançada pela INTEL Core 2 significou a substituição da marca PENTIUM </li></ul><ul><li>O Core 2 também é a reunião das linhas de processadores para micros de mesa e portáteis </li></ul>
  22. 22. Quad Core <ul><li>É a versão de processadores da Intel mais recente, produzidos para computadores de mesa,), Usam a marca Core 2 Quad . </li></ul><ul><li>A tecnologia quad core de processadores faz com que ele obtenha 4 núcleos, aumentando a velocidade de processamento. </li></ul><ul><li>O clock pode alcançar até 3.33 Ghz . Em </li></ul>
  23. 23. CYRIX <ul><li>A Cyrix está no mercado de processadores a bastante tempo. Hoje essa empresa pertence a VIA, originalmente era parte da IBM e já foi parte da National Semiconductor. Essa empresa sempre lançou processadores consideravelmente mais lentos que os da Intel e AMD. . </li></ul>
  24. 24. EXEMPLOS DE CYRIX
  25. 25. CONCLUSÃO <ul><li>Como vimos, podemos dizer que nenhum componente avançou tanto quanto os processadores em um curto espaço de tempo. Talvez somente as placas de vídeo. De acordo com a Lei de Moore, os processadores irão ter suas velocidades dobradas a cada 18 meses. </li></ul>
  26. 26. Créditos <ul><li>Trabalho compilado por: </li></ul><ul><li>Leandro Bernardo </li></ul><ul><li>Fernando Picareta </li></ul><ul><li>Bruno Garcia </li></ul><ul><li>21/04/2008 </li></ul>

×