Jornal do Espiritismo Edição Maio/Junho

  • 907 views
Uploaded on

 

More in: Spiritual , Technology
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Be the first to comment
No Downloads

Views

Total Views
907
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0

Actions

Shares
Downloads
8
Comments
0
Likes
1

Embeds 0

No embeds

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
    No notes for slide

Transcript

  • 1. JORNAL DO ESPIRITISMO Sao JoSé do Rio PReto • ano Xv • nº 86 • Maio/JUnHo de 2010 • diStRiBUiÇÃo GRatUita A MAIOR CARIDADE QUE PODEMOS FAZER PELA DOUTRINA ESPÍRITA É A SUA DIVULGAÇÃO. Emmanuel “O CONSOLADOR” 196 –Como encaram os guias espirituais as nossas queixas? -Muitas são consideradas verdadeiras preces, dignas de toda a carinhosa atenção dos amigos desencarnados. A maioria, porém, não passa de lamentação estéril, a que o homem se acostumou como a um vício qualquer, porque, se tende nas mãos o remédio eficaz com o Evangelho de Jesus e com os consoladores esclarecimentos da doutrina dos Espíritos, a repetição de certas queixas traduz má-vontade na aplicação legítima do conhecimento espiritista a vós mesmos. 296 –O Espírito, antes de reencarnar, escolhe também as crenças ou cultos a que se deverá submeter nas experiências da vida? -Todos os Espíritos, reencarnados no planeta, trazem consigo a idéia de Deus, identificando-se de modo geral nesse sagrado princípio. Os cultos terrestres, porém, são exteriorizações desse princípio divino, dentro do mundo convencional, depreendendo-se daí que a Verdade é uma só, e que as seitas ter- restres são materiais de experiências e de evolução, dependendo a preferência de cada um do estado evolutivo em que se encontre no aprendizado da existência humana, e salientando-se que a escolha está sempre de pleno acordo com o seu estado íntimo, seja na viciosa tendência de repousar nas ilusões do culto externo, seja, pelo esforço sincero de evoluir, na pesquisa incessante da edificação divina. 345 –O preceito evangélico – “se alguém te bater numa face, apresenta-lhe a outra” – deve ser observado pelo cristão, mesmo quando seja vítima de agressão corporal não provocada? -O homem terrestre, com as suas taras seculares, tem inventado numerosos recursos humanos para justificar a chamada “legítima defesa”, mas a realidade é que toda a de- fesa da criatura está em Deus. Somos de parecer que, agindo o homem com a chave da fraternidade cristã, pode-se extinguir o fermento da agressão, com a luz do bem e da serenidade moral. Acreditando, contudo, no fracasso de todas as tentativas pacificas, o cristão sincero, na sua feição individual, nunca deverá cair ao nível do agressor, sabendo estabelecer, em todas as circunstâncias, a diferença entre os seus valores morais e os instintos ani- malizados da violência física. Da Obra “O CONSOLADOR” – Espírito: EMMANUEL – Médium: FRANCISCO CÂNDIDO XAVIER
  • 2. 2 Jornal do Espiritismo Maio/JUnHo de 2010 10° Encontro Regional de Pais, Evangelizadores, Educadores e Juventude Espírita dias 24 e 25 de Julho de 2010 Local: associação espírita Cirinéia Querido evangelizador, espiritualidade e integrar-se com todo A humanidade passa por transfor- o empenho no trabalho que lhe cabe mações difíceis, neste final de ciclo. realizar. Espíritos ligados às hostes do Senhor Assim, a criança necessita do seu preparam-se para renascer e muitos trabalho. A tarefa de evangelizar nunca borando neste imenso movimento de trabalhadores dedicados já se encontram foi tão importante e necessária como reorganização da estrutura íntima do encarnados entre os homens na forma agora. planeta, que somente ocorrerá com a de criança. Tenha sempre em mente que a transformação íntima de cada criatura A sementinha pequenina se trans- criança de hoje e de amanhã é o Espírito e isto é tarefa da educação com Jesus. forma em tenro arbusto e para se tomar eterno que retoma com tarefas especí- Evangelizar, pois, sempre e cada vez árvore frondosa necessita de cuidados ficas na reestruturação da humanidade melhor. Eis o roteiro a seguir. especiais e principalmente de orientação e necessita de você. Avante, pois, nos caminhos do Evangelho, para que Não desanime jamais. Continue seareiros do Mestre. possa desabrochar com maior rapidez sempre fazendo o melhor que possa e avante que Jesus e segurança a bagagem que traz da teremos a felicidade de estarmos cola- conta conosco. MINUTOS DE SABEDORIA Não diga jamais que é filiação divina. dentro para fora. o rancor estraga o fígado, a pobre. Deus é Pai de todas as Procure manifestar a to- mágoa envenena o coração. A pobreza não é falta de crianças e vive dentro de dos a Luz interior que vibra Domine suas reações dinheiro: a pobreza verda- cada um de seus filhos. em você, através de seus emotivas. deira é a falta de compre- Todas as criaturas são atos e de suas palavras de Seja dono de si mesmo. ensão. irmãs. compreensão e de otimismo. Não jogue lenha no fogo Todo aquele que compre- As diferenças raciais Seja você mesmo sua de seu aborrecimento. ende a vida, que sabe dizer e religiosas são apenas de própria luz, iluminando a Esqueça e passe adiante, uma palavra de conforto, que superfície. todos com suas palavras de para não perder sua sereni- sabe estender a mão compas- Olhe para todos os tem- conforto e incentivo, com dade. siva ao que sofre, que sabe plos vivos da Divindade, seu sorriso de entusiasmo e Não perca sua calma. distribuir alegria e otimismo, e ame a Deus através do de encorajamento, com seu Pense, antes de falar, e é rico, imensamente rico de Amor às criaturas, procu- exemplo de fé e otimismo. não ceda à sua impulsivi- bondade, que jamais falta, rando servi-lo, servindo ao dade. por mais que você a distribua seu próximo com Amor e *** por milhares de pessoas. dedicação. Não perca sua sereni- Do livro: *** *** dade. Minutos de Sabedoria Não perca de vista sua Sua Luz deve brilhar de A raiva faz mal à saúde, (Carlos Torres Pastorino) O único objetivo deste boletim informativo, é a divulgação da doutrina espírita, não visando fins lucrativos! ExpEdiEntE José Maria R. Seles // Walter Freire Roberto Jornalista Responsável: Rubens Lovison Jr. - Mtb. 22.093 InFoRMaçõeS: 3212-5215 e-mail: walterfatima@ig.com.br Máquinas para café expresso DeSIGneR GRÁFICo: Samuel C. Serradilha Fone: (17) 3222-6642 Fone: 3237-0884 - 9712-4460 e-mail: samuelserra@terra.com.br Impressão: editora Cruzeiro do Sul Rua Prudente de Moraes, 2698 - Boa Vista Fone: 3238-2511 São José do Rio Preto-SP
  • 3. Maio/JUnHo de 2010 Jornal do Espiritismo 3 DECÁLOGO DO EXPOSITOR ESPÍRITA (elaborado por alkíndar de oliveira) 1. O expositor espírita da evolução, é muito, intensamente presente precisam preocupar-se não pode transferir para considerando-se que foi e atuante, se fizer a sua com a evolução moral", os mentores espirituais o dado o 1º passo, pois, parte: dizer: "Nós precisamos esforço e o preparo que como disse Emmanuel: - desenvolvendo sua preocuparmo-nos com lhe cabem. "Quando uma centésima expressividade e técnicas nossa evolução moral". 2. O expositor espírita parte do Cristianismo de retóricas; 9. O expositor espírita deve, de preferência dia- nossos lábios conseguir - estudando e pre- deve: riamente, dedicar parte expressar-se em nossos parando previamente o - ser um homem do do seu tempo para: atos de cada dia, a terra tema; seu tempo; - ler bons livros; - será plenamente libertada - compreendendo a - falar com constân- meditar; - fazer elabo- do mal". importância do momen- cia, em suas palestras, rações mentais; - tirar 5. O expositor espírita to, dedicando-se men- de Deus, de Jesus e da conclusões; deve: talmente à vibrações de Doutrina; - coletar frases e tex- - evitar emitir opini- amor, paz, humildade e - viver intensamente tos que sirvam como fu- ões pessoais contradi- caridade. o sublime momento da turas fontes de referência, tórias, sem sustentação 7. Mesmo em con- palestra, agradecendo ou de inspirações, às suas doutrinária; versas pessoais e in- ao Mestre e aos men- palestras. - sempre lembrar-se formais, o expositor tores espirituais pela 3. O expositor espírita que a Doutrina tem sua espírita deve se auto- felicidade de ser humilde deve preocupar-se em base filosófica e religiosa educar, pois, como disse instrumento das palavras ter exemplar conduta e codificada nos livros de André Luiz: de Deus. esmerar-se por colocar Allan Kardec, os quais - "No estado atual da 10. O expositor es- em prática o que prega. os livros – devem servir educação humana, é mui- pírita deve ser simples 4. O expositor espírita como sustentação maior to difícil alimentar, por e humilde, pois, como deve: nas suas palestras; mais de cinco minutos, disse Padre Vieira: "Nada - conscientizar-se que - preocupar-se menos conversação digna e cris- há tão grande como a mesmo sendo imperfeito com a letra dos conceitos talina, numa assembléia humildade". E, com hu- e vacilante em relação à evangélicos e mais com superior a três criaturas mildade e simplicidade, sua evolução moral e os conceitos evangélicos encarnadas". deve sentir-se motivado espiritual, a da letra. 8. O expositor es- para proferir contínuas Doutrina necessita de 6. O expositor espírita pírita deve, quando for palestras, tendo a certeza sua pregação; deve ter a certeza de que, ditar normas de conduta, da ajuda do Mestre e a - entender que o pou- no momento de sua fala, incluir-se como pessoa convicção de que a rosa co que está fazendo em a ajuda espiritual não também necessitada, isto perfuma primeiro o vaso prol da Doutrina e lhe faltará e sim, estará é: em vez de dizer: "Vocês que a transporta. Registro feito por Humberto Vasconcelos em artigo publicado no Jornal Espírita de Pernambuco, edição 72.
  • 4. 4 Jornal do Espiritismo Maio/JUnHo de 2010 Respostas de Chico Xavier Chico Xavier: tura está sentenciada à exagerada, esse problema - A pena deveria ser morte pelas leis de Deus, deve ser corrigido com de educação. A pessoa porque a morte tem o seu educação e isso há de se deveria ser condenada curso natural. dar no futuro. mas é a ler livros, a se Por isso, acho que a Porque nós não po- De vez em quando educar, a se internar em pena de morte é desu- demos corrigir um crime aparece alguém que, colégios ainda que seja, mana, porque ao invés com outro, um crime em virtude de algum vamos dizer, por ordem de estabelecê-la devía- individual com um crime problema social mais policial. mos coletivamente criar coletivo. grave - a violência, por Mas que as nossas organismos que incenti- Transcrito do livro exemplo, - pede a pena casas punitivas, hoje vassem a cultura, a res- Chico Xavier - Man- de morte. O senhor chamadas de casas de re- ponsabilidade de viver, o dato de Amor, editado concorda? educação, sejam escolas amor ao trabalho. O pro- pela União Espírita Mi- de trabalho e instrução. blema da periculosidade neira - Belo Horizonte, Isto porque toda cria- da criatura, quando ela é Minas Gerais. Devemos vasculhar nosso porão, pois é lá que se encontra nossa individualidade. Deus não nos pede o impossível. Emmanuel 1 - Integra você no co- necessidades do espírito. nhecimento da mediuni- instrutores. nhecimento de sua posição 6 - Tranquiliza você dade. 19 - Explica-lhe que, de criatura eterna e respon- com respeito aos desajustes 12 - Traça-lhe providên- por maiores sejam as suas sável, diante da vida. da parentela, esclarecendo cias para o combate ou para dificuldades exteriores, 2 - Expõe o sentido real que o lar recebe não somen- a cura da obsessão. intimamente você é livre das lições do Cristo e de te os afetos, mas também 13 - Concede-lhe o di- para melhorar ou agravar todos os outros mentores os desafetos de existências reito à fé raciocinada. a própria situação. espirituais da Humanidade, passadas, para a necessária 14 - Destaca-lhe o im- 20 - Patenteia-lhe que a nas diversas regiões do regeneração. perativo da caridade por fé ilumina o caminho, mas Planeta. 7 - Demonstra-lhe que o dever. ninguém fugirá da lei que 3 - Suprime-lhe as pre- seu principal templo para o 15 - Auxilia você a manda atribuir a cada qual ocupações originárias do culto da Presença Divina é revisar e revalorizar os segundo as obras pessoais. medo da morte provando a consciência. conceitos de trabalho e Essas são vinte das que ela não existe. 8 - Liberta-lhe a mente tempo. muitas bênçãos que o Es- 4 - Revela-lhe o prin- de todos os tabus em ma- 16 - Concede-lhe a cer- piritismo realiza em nosso cípio da reencarnação, téria de crença religiosa. teza natural de que, se favor. Será curioso que determinando o porquê da 9 - Elimina a maior par- beneficiamos ou prejudica- cada um de nós pergunte dor e das aparentes desi- te das suas preocupações mos alguém, estamos bene- a si mesmo o que estamos gualdades sociais. acerca do futuro além da ficiando ou prejudicando a nós a fazer por ele. 5 - Confere-lhe forças morte. nós próprios. para suportar as maiores 10 - Dá-lhe o conforto 17 - Garante-lhe sereni- André Luiz vicissitudes do corpo, do intercâmbio com os dade e paz diante da calúnia (Página recebida pelo mostrando a você que no entes queridos, depois de ou da crítica. médium Waldo Vieira, instrumento físico nos desencarnados. 18 - Ensina você a con- em 22-10-65, em reflete as condições ou 11 - Entrega-lhe o co- siderar adversários por Uberaba, Minas).
  • 5. Maio/JUnHo de 2010 Jornal do Espiritismo 5 Moldam-se as plantas pela cultura, e os homens pela educação. Quando o lar não passa de uma triste solidão, Os atrativos da vida O filho deve é preciso divertir-se em doméstica são o amar os pais antes outro lugar. melhor contraveneno para os maus de saber que este é o seu O único hábito que costumes. dever. devemos deixar que a criança adquira é o de não Um pai não tem escolha contrair nenhum. e não deve ter preferência na família que Deus lhe Um Pai, quando dá: todos os seus filhos são gera e sustenta filhos, igualmente filhos, deve a só realiza com isso um todos os mesmos cuidados e a mesma ternura. terço de sua tarefa. do livro: eMÍLio – Jean-Jacques Rousseau Embalagens para Manipulação de Fórmulas Ligação Gratuita 0800-771-1003 telefone: (17) Tel/Fax: (17) 3235-7447 3217-2333- 3217-2150 3217 3400 - 3217-2351
  • 6. 6 Jornal do Espiritismo Maio/JUnHo de 2010 MEDICAÇÃO PREVENTIVA Pense muito, antes da discussão. velhacos. modo, mas em conquistar o adversário O discutidor, por vezes, não passa de Seja forte na luta de cada dia. no trabalho pacífico. estouvado. Não olvide, contudo, que muitos Tenha bom ânimo, mas seja come- Use a coragem, sem abuso. O co- companheiros valentes são suicidas dido em seus empreendimentos. rajoso, em muitas ocasiões, é simples inconscientes. Da audácia ao crime, a distância é imprudente. Estime a eficiência. de poucos passos. Observe os seus métodos de cultivar No entanto, a pretexto de rapidez, Atenda à afabilidade e à doçura em a verdade. não adote a precipitação. seu caminho. Muitas pessoas que se presumem Não enfrente perigos, sem recursos Não perca, porém, o seu tempo em verdadeiras, são veículos de perturba- para anulá-los. conversas inúteis. ção e desânimo. O que consignamos por desassom- Proceda com inteligência em todas bro, muita vez é loucura. Do livro: AGENDA CRISTÃ as situações. Guarde valor em suas atitudes. FRANCISCO CÂNDIDO XAVIER Não se esqueça, porém, de que Recorde, entretanto, que o valor DITADO PELO ESPÍRITO muitos homens inteligentes são meros não consiste em vencer, de qualquer ANDRÉ LUIZ A alma infantil, nos diz Cecília vidro não é para se pegar, Não... Sabe mo nas crianças de hoje, ainda é das Meirelles, como aliás, a alma huma- para que é? mais vagas e confusas. na, não se revela jamais completa e Olhe: a senhora põe ele assim, E sua relação de valor para com subitamente, como uma janela que se num olho, e fecha o outro, e vai ver os objetos que a atraem é quase abre deixando ver todo um cenário. só: fica tudo vermelho... Bonito, sempre absolutamente inesperada. É necessário ter cuidado para mesmo!” Eu tenho certeza - diz a autora entendê-la, e sensibilidade no cora- A professora finalizou dizendo ainda – de que uma criança que dá ção para admirá-la. que esses presentes são, em geral, a alguém uma pena dourada, uma A autora nos narra que, certa os mais sinceros. Têm uma signifi- pena de pavão e um caco de vidro vez, ouviu o comentário de uma cação muito maior que os presentes vermelho, os dá com certo triunfo. professora que, admirada, contava comprados. Dá com certa convicção de que sobre alguns presentes recebidos de Cecília Meirelles vai além, e se está despojando de uma riqueza alunos seus: busca ainda fazer uma análise de dos seus domínios, de que está sendo Os presentes mais engraçados caráter psicológico: voluntariamente grande, poderosa, que eu já recebi de alunos, foram, O que me interessou, no caso superior. certa vez, na zona rural: relatado, foram os indícios da alma *** Um, levou-me uma pena de pa- infantil que se encontraram nos três A infância não é somente útil, vão incompleta: só com aquela parte presentes. E os três parecem ter necessária, indispensável, mas é, colorida na ponta. Outro, uma pena trazido a mesma revelação íntima: ainda, a consequência natural das de escrever, dourada, novinha. Ou- Uma pena de pavão incompleta leis que Deus estabeleceu, e que tro, um pedaço de vidro vermelho... – reparem bem -, só com aquele regem o Universo. Cecília afirma que seus olhos se pedacinho “colorido” na ponta, uma Com ela, aprendem os Espíritos alargaram de curiosidade, esperando pena de escrever “dourada” novinha, que reencarnam – mais dóceis e a resposta da professora sobre sua e um caco de vidro “vermelho” são, influenciáveis quando no estado compreensão a respeito de cada um para a criança, três representações infantil. dos presentes. de beleza. Aprendem também as almas que A amiga, então, seguiu dizendo: Três representações de beleza as cercam, colhendo desse período O caco de vidro foi o que mais me concentradas no prestígio da cor de inocência e magia o exemplo da surpreendeu. Não sabia o que fazer e desdobradas até o infinito, pelo pureza e da simplicidade de vida, com ele. Pus-me a revirá-lo nas mãos, milagre da sua imaginação. que devemos todos encontrar em dizendo à criança: Essas três ofertas, portanto, da nosso íntimo. "Mas que bonito, hein? Muito mais humilde aparência (para um Redação do Momento Espírita bonitinho, esse vidro..." adulto desprevenido), não devem ser com base no cap. Os indícios da E procurava, assim, provar-lhe julgadas como esforço entristecido alma infantil, do livro Crônicas de o agrado que me causava a oferta. da criança querendo dar um presente, educação, v. 1 de Cecília Meirelles, Ela, porém, ficou meio decep- sem ter recursos para comprar. ed. Nova Fronteira. cionada, e, por fim, disse: “Mas esse A significação de dinheiro, mes- Em 19.09.2008. visite o site www.universoespirita.org.br
  • 7. Maio/JUnHo de 2010 Jornal do Espiritismo 7 A ciência do bem no coração “... toma cuidado em usar o verbo, como convém ao Espírito do Cristo que nos rege os destinos. (...) “... dirigirmo-nos aos outros, com a prudência amorosa e com a tolerância educativa, como convém à sã doutrina do Mestre, é tarefa complexa e enobrecedora, que requisita a ciência do bem no coração e o entendimento evangélico nos raciocínios.” Emmanuel (Vinha de Luz, Francisco Cândido Xavier, lição 16: “Tu, porém” – pág. 43 – FEB) O Espiritismo é o Conso- público que se encontra em MÉDIUM CHICO XAVIER que zação psíquica: a MENTE, e lador Prometido por Jesus, o grande salão confortável, acon- conseguia arrebatar e cativar, nobre reservatório de energias Cristianismo Redivivo, que chegante sala de aula ou num emocionar e sensibilizar para psicossensíveis dos sentimentos: dessedenta a sede infinita das recinto pequeno e pobre para a VERDADE DA VIDA e o o CORAÇÃO ESPIRITUAL. almas aflitas. ouvir e aprender conhecimentos AMOR DE DEUS E DE JESUS Descreveu-nos Jesus em mara- Nós, espíritas que estudamos espíritas será FALAR, ILUMI- grande maioria das pessoas que vilhosa síntese a realidade espi- e propagamos a Doutrina Espíri- NANDO ALMAS, empregando o ouvia com atenção e silêncio, ritual no íntimo psíquico de cada ta devemos ser fiéis seguidores ricamente os RECURSOS DO respeito e alegria, admiração e ser humano: “O homem bom do de Jesus Cristo. AMOR FRATERNAL , acio- entusiasmo. É contágio espiri- bom tesouro do coração tira o A divulgação esclarecida e nando intensamente o próprio tual do VERDADEIRO AMOR bem, e o mau, do mau tesouro metódica dos princípios do Es- coração renovado em Jesus. daquele que realmente amou tira o mal; porque a boca fala piritismo passa inelutavelmente O objetivo educacional seus semelhantes! do que está cheio o coração”. pelos ensinamentos de Jesus que espírita é ensinar somando As nobres funções do cére- (Lucas, 6.45). exemplificou e ensinou a Lei do CONVICÇÃO e INTENSO bro por si só não têm condições Que as nossas palavras que Amor como a mais alta expressão AMOR, irradiando energias próprias para produzir amor. O explicam a Filosofia espírita, a da vida. mentopsico-salutares de fé e cérebro não sabe amar, não pos- Ciência espiritual e o Evangelho Todo aquele que se interes- esperança, bondade e compre- sui recursos para fazer brotar o de Nosso Senhor Jesus reflitam sar pela propagação da Doutrina ensão, indulgência e compaixão, amor, a caridade, a fraternidade, a exata racionalidade e pura Espírita deverá efetivar a fusão simplicidade e humildade sem o espírito de solidariedade huma- sensibilidade da Doutrina Es- sublime das duas potências economizar emoções purifica- na. Quem sabe amar, na verdade, pírita, produzam frutos sadios do espírito: o CÉREBRO que das, sentimentos evangelizados é o coração! Jesus esclareceu-nos e medicamentosos de VERDA- estuda, raciocina e medita, e o e caridade moral. com simplicidade: “Mas, o que DE e AMOR. É inadiável que CORAÇÃO, que sente, vibra O amor origina-se da fonte sai da boca procede do coração, deixemos jorrar com alegria e e empolga. A fim de que o psíquica do coração que está alo- e isso contamina o homem”. otimismo para o povo sofredor trabalho de pregação, ensino e jado na complexa organização “Porque do coração procedem as energias construtivas do BOM evangelização do povo sejam o do espírito imortal. O coração maus pensamentos, homicídios, TESOURO MORAL guardados mais substancioso, construtivo de carne é simples bomba a adultérios, prostituição, furtos, no CORAÇÃO. e educativo possível. impulsionar a circulação san- falsos testemunhos, blasfêmias.” O divulgador espírita da A divulgação do Espiritismo guínea para todo o organismo (Mateus, 15:18 -19) Segundo nos palavra que NÃO SE INTE- pela palavra falada não pode físico. O coração espiritual faz ensina Jesus é de nosso coração RESSAR pelo crescimento estagnar-se na esterilidade do circular ininterruptamente as que sai todo o Mal; concluiremos da LAVOURA DO BEM EM raciocínio frio, vazio e distante ENERGIAS divinas do amor ou logicamente que dele sairá tam- SEU PRÓPRIO CORAÇÃO, do amor que contagia. as energias enfermiças do ódio. bém todo o Bem de nossa vida. O acumulando o BOM TESOURO Não é o bastante para a BOA Ao usarmos a tribuna nas Bem que constrói a vida, ilumina de amor verdadeiro inegável que DIVULGAÇÃO DO ESPIRI- grandes ou pequenas casas es- a consciência, aperfeiçoa os suas palavras poderão trans- TISMO tão somente o ato de píritas, prestigiemos sempre a sentimentos, educa o coração e mitir muitas verdades, muitos ensinar unicamente aplicando aplicação da energia do AMOR endireita o caráter, em verdade, conhecimentos, vasta cultura em demasia as energias da in- FECUNDO E FRATERNAL tem como fonte única o Amor religiosa, científica e acadêmica, teligência: raciocínio lógico, ao ensinar Ciência, Filosofia e puro, verdadeiro e leal. dará muitas certezas de crença, imaginação criativa, explicações Evangelho. O amor fraternal, incondi- mostrará curiosidades espirituais aprofundadas, ótima capacida- Obteremos melhores resul- cional e universal só tem origem e explanará muita beleza da de de memorizar e relembrar tados na evangelização das almas no departamento do coração, na Ciência espiritual, contudo seu conteúdos doutrinários, fatos se amarmos os descrentes, os organização complexa do espí- coração poderá estar VAZIO DE e dados da Ciência, agradável ignorantes, e os que mais sofrem rito, pois unicamente o CORA- AMOR e produzirá belos sons e dissertação racional, descrição ministrando a palavra iluminada ÇÃO ESPIRITUAL produz bons ruídos da palavra empolgante à de assuntos com a melhor didá- de MUITO AMOR com menos sentimentos e virtudes morais. semelhança do “bronze que soa e tica e eloquência brilhante que conteúdo doutrinário do que Quando estamos sensibi- do sino que retine” (1 Coríntios, emociona, arrebata e encanta. MUITA VERDADE explicada lizados pelo amor verdadeiro 13.1 a 7) na bela expressão do Atender, sim, ao cérebro que com pouco ou nada de amor em emitiremos suaves vibrações apóstolo Paulo em sua epístola ignora, mas inadiável iluminar nossos corações. mento-psico-magnéticas que aos irmãos de Corinto. e fortalecer o coração espiritual Alcançaremos sempre bons alcançam beneficamente os ou- Para acumularmos as do grande público (adultos, resultados de EVANGELI- vintes, os alunos e aprendizes em ENERGIAS PSICO-MENTO- jovens e crianças) que nos ouve ZAÇÃO DAS ALMAS, em sala de aula ou salão do templo MAGNÉTICAS DO AMOR com atenção, interesse e grande qualquer recinto onde estiver- espírita. no próprio coração precisamos curiosidade. mos ensinando se usarmos a O espírito Emmanuel escla- ativar a boa vontade na prática Ante os gigantescos pro- PALAVRA INSPIRADA EM rece-nos quanto a substância da do BEM, da CARIDADE, da blemas morais e espirituais da CRISTO JESUS falando com palavra evangelizada: “O igno- SOLIDARIEDADE de forma Humanidade é URGENTE falar o coração carregado de ener- rante recebe jatos de luz, com a continuada e incessante onde com convicção para esclare- gias de COMPREENSÃO e tua palavra bondosa e simples.” estivermos, com quem estiver- cer o raciocínio confuso dos EMPATIA, COMPAIXÃO e (Dicionário da Alma, Autores mos e como estivermos. Praticar descrentes e bem mais ainda SIMPATIA, SIMPLICIDADE Diversos, Francisco Cândido e distribuir AMOR para estocar FALAR COM PROFUNDO E e HUMILDADE. Xavier, item: “Palavra” – pág. muito amor, a fim de doarmos SINCERO AMOR fortalecendo Como o mais belo exemplo 228 – FEB) mais AMOR no uso da palavra os corações indecisos, perturba- de PALAVRA PROFUNDA- Cada aluno, cada aprendiz na divulgação espírita. dos e desesperados. MENTE MAGNETIZADA é um espírito, que possui em O melhor processo de difun- DE AMOR que conhecemos desenvolvimento na existência Walter Barcelos- (Uberaba-MG) dir as idéias espíritas ao grande destaca-se a doce voz do querido humana uma poderosa organi- walter.b@terra.com.br
  • 8. 8 Jornal do Espiritismo Maio/JUnHo de 2010 PERDÃO E LIBERDADE No livro No Mundo tilado pelo ódio, candida- no de Deus ao perdão, livres na prisão e presa nas Maior de André Luis, psico- tando-se assim a variados porque,como deixa claro em ruas, pois a liberdade é um grafia de Francisco Candido desajustes, que muito fre- seus ensinamentos, a celeste estado de consciência.” Xavier, cap. X, diz Caldera- quentemente lhes abreviam edificação da alma é um esta- O perdão é a chave glo- ro, sábio mentor. a existência. do de consciência, marcado riosa de acesso a consciência -“O ódio, André, diaria- Por outro lado, toda má- pela paz, a tranquilidade e tranquila, para a instalação mente extermina criaturas goa e ressentimento mina alegria de viver. do reino de Deus em nossos no mundo, com intensidade nossas energias, facilitando Que não convivem com corações. e eficiência mais arrasadoras a instalação de diversas mágoas e ressentimentos. Perdoar e Pedir que as de todos os canhões da enfermidades. O perdão nos possibilita Perdão terra troando a uma só vez. Há uma quantidade desfrutar de um dos bens O que é mais importante: Ele é mais poderoso, imensa de males físicos e mais precioso da vida, que perdoar ou pedir perdão ? entre os homens, para com- psíquicos resultante do auto é a LIBERDADE. Quem pede perdão mos- plicar os problemas e destruir envenenamento, quando Quem perdoa é livre para tra que ainda crê no amor. a paz, mais do que todas cultivamos mágoas no lar, ir onde quizer, não teme Quem perdoa mostra as guerras conhecidas pela na rua, no local de trabalho. encontrar alguém que seja que ainda existe amor para humanidade no transcurso Perdão motivo de algum desconfor- quem crê. de todos os séculos”. Não podemos nos es- to emocional. Mas não importa saber Essas sábias observações quecer de que o amor nos Tem pessoas que vivem qual das duas é mais im- não dizem respeito somente aproxima de Deus e o ódio presas dentro do próprio lar portante. para aquelas pessoas que nos afasta dele. porque não sabem conviver É sempre importante revidam ofensas. “Quem não perdoa car- em harmonia com seus saber que: perdoar é o modo Falam também aquelas rega peso desnecessário” familiares. mais sublime de crescer... que, tendo apenas a von- André Luiz. O que fez Ghandi dizer: E pedir perdão é o modo tade de esganar o ofensor, O perdão impede que nos “A prisão não são as mais sublime de se lavantar... controlam-se, engolindo a nutramos do nossso próprio grades, e nem a liberdade própria ira. veneno. é a rua. (Texto organizado por Walter Freire Roberto com base na Revista Reformador Bebem do veneno des- Jesus associa o rei- Pois existem pessoas de agosto de 1999, página 16) Assuntos do nosso interesse Nossos parentes e amigos são encarnado e os espíritos com os e assim oportunizar a todos os seres sempre espíritos unidos a nós por quais ele mantém laços afetivos humanos uma encarnação digna. laços espirituais? se encontram no mundo espiritual. Nem sempre os espíritos que Os fatos em nossa vida são encarnam juntos numa mesma As desigualdades sociais são pré-determinados? Existe a fa- família são ligados por laços espi- uma criação de Deus? talidade? rituais. Muitas vezes reencarnam Não. Elas são fruto do egoís- A fatalidade existe unicamente em uma família espíritos que não mo humano, da falta de amor ao pela escolha que o espírito fez, ao possuem nenhuma afinidade com próximo ou da insensibilidade encarnar, deste ou daquele desafio os demais familiares, com o intuito das criaturas. Quando uma pessoa (prova) a vivenciar. Escolhendo- de provacionar ou fazer progredir (em decorrência de erros outrora a, institui para si uma espécie de os espíritos que ora estão convi- cometidos) renasce em meio destino ( programa encarnatório), vendo sob os laços consanguíneos. inóspito para reeducar seu espírito proporcional e consequente a sua Nesses casos o parentesco corporal não significa que Deus criou tais evolução espiritual. não significa parentesco espiritual circunstâncias apenas para haver No que toca às provas morais pré-encarnacional. A unidade meios de reparar danos pregressos. e às tentações, o espírito, conser- de pensamentos e a afinidade de O que ocorre é o renascimento vando o seu livre arbítrio, é sempre sentimentos é que geram os laços dos indivíduos em locais que se senhor para ceder ou resistir. Um afetivos que perduram antes, du- afinizam energicamente com o acontecimento qualquer pode ser a rante e depois da encarnação. Nem merecimento do espírito. Uma vez consequência de um ato praticado sempre os espíritos afins podem existindo desigualdades sociais, por livre vontade e, assim, se o se reencontrar como parentes, criadas pelos homens, a Espiritu- homem não o houvesse pratica- amigos, colegas numa próxima alidade Superior encaminha para do, o acontecimento não teria se reencarnação enquanto progridem, reeencarnar cada um conforme dado. Não nos esqueçamos da ajudando-se mutuamente, isso de- sua necessidade e utilizando as lição de Jesus: “A SEMEADURA penderá do grau evolutivo ou dos condições disponíveis na Terra. É É LIVRE, MAS A COLHEITA É propósitos de suas reencarnações. nosso dever, portanto, direcionar OBRIGATÓRIA”. Mas esse auxílio também pode todos os esforços possíveis para http://www.searadomestre. ocorrer quando um espírito está reduzir estas disparidades absurdas com.br/