• Share
  • Email
  • Embed
  • Like
  • Save
  • Private Content
Programa de governo   lgbt
 

Programa de governo lgbt

on

  • 832 views

 

Statistics

Views

Total Views
832
Views on SlideShare
832
Embed Views
0

Actions

Likes
0
Downloads
6
Comments
0

0 Embeds 0

No embeds

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Adobe PDF

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

    Programa de governo   lgbt Programa de governo lgbt Document Transcript

    • www.souwagner13.com.br 10. Incluir a população LGBT no mercado de trabalho, com o oferecimento de cursos de capacitação pro- fissional, além de incluir o recorte LGBT nos pro- gramas de capacitação profissional da Bahia; CNPJ: 12.174.245/0001-14 11. Fomentar o turismo LGBT na Bahia com a finalida- de de divulgação nos demais estados por meio da P R O P O S T A S LGBT Secretaria de Turismo do Estado (SETUR); 12. Incluir intersetorialmente a população LGBT, pro- movendo discussões que perpassem pelas temá- ticas de deficiência, etnia, raça, gênero, juventude, idoso, adolescentes, entre outras; 13. Fornecer assistência social à população LGBT em C omi t ê de m ilitan tes do Mo vim en to LGBT da Bah ia situação de vulnerabilidade, dando especial aten- ção aos adolescentes moradores de rua e aos jo- vens e adultos LGBT em situação de privação de liberdade. Este documento é de responsabilidade de militantes do movimento LGBT da Bahia.
    • Por que os militantes do movimento 2. Constituir o P rograma Bahia S em Homof obia, em LGBT da Bahia apoiam Lula, Dilma, consonância com a v ersão nacional, que c ontenha Wagner, Pinheiro 130 e Lídice 400. ações int ersetoriais c om a finalidade de c ombater Nós, militantes do movimento LGBT, apoiamos a discriminação por orientação sexual e identidade a reeleição de Wagner para go vernador porque a de gênero na Bahia; Bahia pr ecisa seguir em fr ente sem homof obia e 3. Instituir e implantar o C onselho Estadual dos Direi- com o reconhecimento de cidadania de uma par- tos da População LGBT da Bahia; cela significativa população que sofr e com o pr e- conceito e a discriminação por orientação sexual e 4. Criar o Plano Estadual de P romoção dos Dir eitos identidade de gênero. Humanos L GBT da Bahia para f omentar de f orma transversal as ações de promoção da cidadania em Eram nulos os in vestimentos em aç ões e ativida- des de prevenção e combate à discriminação e vio- diversas áreas; lência homofóbicas. Hoje, com o go verno Wagner, 5. Garantir aos ser vidores públic os L GBT da Bahia a essa realidade é outra: a Bahia f oi o primeir o esta- equiparação de dir eitos e benefícios trabalhistas e do do Brasil a realizar a I Conferência Estadual LGBT, previdenciários já disponív eis aos het erossexuais com a mobilização de mais de 2 mil pessoas que se além do reconhecimento do nome social de servi- reuniram em 17 conferências territoriais, organiza- doras travestis e transexuais; das pela S ecretaria da Justiça, Cidadania e Dir eitos Humanos (SJCDH) e pelos movimentos sociais. 6. Promover, através da Secretaria de Turismo, o apoio à cultura L GBT, aos ev entos (en contros, paradas e Após a conferência, a Bahia c ontinuou seguindo conferências) que objetivem promover a cidadania em frente. Instalamos o 1° Núcleo de Dir eitos Hu- e os dir eitos humanos, reforçando as datas c ome- manos de Prevenção e Combate à Homofobia em morativas desta comunidade; Vitória da Conquista para garantir atendimento ju- rídico e psicossocial à comunidade LGBT. 7. Tornar a rede pública de ensino inclusiva, respeitan- do a div ersidade, com a garantia de capacitação e Plano Bahia sem Homofobia é nossa pr oposta sensibilização dos pr ofissionais (pr ofessores, ser vi- para construir uma Bahia sem discriminação, mais dores, contratados, etc.) sobre a temática da orien- tolerante e com respeito à diversidade. tação sexual e identidade de gênero; Conheçam as Bandeiras de Luta 8. Fortalecer os princípios norteadores do SUS que ga- do Movimento LGBT Bahia: rantem o acesso da população LGBT à saúde pública; 9. Oferecer ac esso às políticas públicas para t oda a 1. Criação da Coordenação de Promoção e Defesa das população LGBT, interiorizando-as a par tir dos Ter- orientações sexuais e identidade de gêneros na es- ritórios de Identidade , além de garantir segurança trutura da Secretaria de Justiça, Cidadania e Dir eitos e respeito aos espaços de frequência e convivência Humanos do Estado da Bahia; LGBT;