Your SlideShare is downloading. ×
Era vargas 1930 1945
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×
Saving this for later? Get the SlideShare app to save on your phone or tablet. Read anywhere, anytime – even offline.
Text the download link to your phone
Standard text messaging rates apply

Era vargas 1930 1945

264
views

Published on


0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total Views
264
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0
Actions
Shares
0
Downloads
6
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide

Transcript

  • 1. Getúlio, qual deles?
  • 2. Lembram das oligarquias dissidentes?? Pois é...
  • 3. Getúlio Vargas chegou ao poder, após um golpe liderado por MG, RS e PB. MG rompeu com SP, que boicotou o candidato mineiro e resolveu lançar Júlio Prestes à presidência...
  • 4. Em 3 de outubro de 1930, um golpe levou Getúlio Vargas ao poder...
  • 5. Governo precisou intervir para salvar os cafeicultores... Como? Comprando o excedente, queimando café
  • 6. Se fossem as oligarquias velhas no poder teriam usado o “laizes faire, laizes passer”... Com o liberalismo, os efeitos da crise teriam sido ainda maiores.
  • 7. Efeito da crise de 29 Se dá pela substituição de importação. Nossa indústria estava pronta para produzir, mas estava ociosa, então quando as importações caíram, os industriais brasileiros rapidamente ocuparam esse espaço.
  • 8. Suspensão da Constituição de 1891. Substituição dos governadores estaduais por interventores nomeados por ele mesmo. Fechamento do Congresso e das Assembléias Estaduais.
  • 9. Criação dos Ministérios da Educação e Saúde Trabalho, Indústria e Comércio.
  • 10. Dizendo-se defensora da reconstitucionalização do país, seu motivo real era o desejo das velhas oligarquias cafeeiras de voltar ao poder. Durou de julho a outubro de 32, foi liderada por São Paulo, que mesmo não vencendo a revolução foi a grande vitoriosa, pois o Estado voltou a ser governado por paulistas.
  • 11. Foi a mais democrática das constituições até então. * Voto secreto * Autonomia dos sindicatos * Medidas nacionalistas * Criação da Justiça Eleitoral * Proteção ao operariado brasileiro (empresas tinham que manter 2/3 de funcionários brasileiros.
  • 12. * Legislação trabalhista: * criação do salário mínimo, * carga horária de 8 horas diárias, * Repouso semanal remunerado, * Proibição do trabalho a menores de 14 anos.
  • 13. (17 de julho de 1934) Presidente (eleição indireta)
  • 14. Vargas manobrou a seu favor as forças antagônicas de sua época: * As elites desejosas de manterem seus privilégios e atemorizadas com a classe média e com os operários. * As acirradas disputas entre esquerda e direita.
  • 15. Momento de ascensão nazifascistas no mundo. de muitos regimes
  • 16. Ação Integralista Brasileira
  • 17. * Estado forte, centralizado * Sociedade organizada, disciplinada * Nacionalista, conservador e reacionário * Propagava ideias de eugenia, utilizando um aparato simbólico semelhante ao fascismo (uniformes, saudação Anauê)
  • 18. Ação Nacional Libertadora Opunha-se ao integralismo. Formada por líderes comunistas, socialistas, trabalhistas, sindicais e alguns tenentes.
  • 19. * Formação de um governo popular, * Garantia de amplas liberdades, * Proteção aos pequenos e médios proprietários, *Nacionalização das empresas estrangeiras, * Cancelamento da dívida externa brasileira.
  • 20. Em abril de 1935, Vargas consegue a aprovação da Lei de Segurança Nacional – primeiro passo para a ditadura... Em julho de 35, a ANL é posta na ilegalidade. O estado de sítio é decretado em 37, após a frustrada Intentona Comunista.
  • 21. Prestes, sua mulher a judia alemã Olga Benáio e mais alguns comunistas apoiados pelo Komintern russo, iniciaram um levante que deveria ter começado nos quartéis e ganhar as ruas rapidamente... o que não aconteceu...
  • 22. http://old.kaosenlared.net/noticia/87702/olga-benario-prestes-luiz-carlos-prestes-meus-pais
  • 23. Vargas que já vinha centralizando o poder, viu na Intentona o motivo que faltava para o golpe de Estado.... Declarou estado de sítio e guerra, prendeu, torturou e executou milhares de pessoas e ganhou popularidade maior ainda ao “deter a ameaça comunista que rondava nosso país”...
  • 24. Já preparando o golpe, Vargas armou o cenário das eleições apresentando como candidato José Américo de Almeida. Armando de Sales pela UDN (oposição) e Plínio salgado (AIB) também foram candidatos.
  • 25.  1938 haveriam eleições: Getúlio não poderia concorrer  PLANO COHEN (1937) ▼ Documento forjado pelo governo declarando intenção dos comunistas em tomar o poder. ↓ Golpe de Estado ↓
  • 26. Plano Cohen (30/09/1937) – “um plano comunista para tomar o poder”. Na realidade um plano forjado por Olympio Mourão, o mesmo que anos mais tarde ajudaria a instaurar a ditadura militar no Brasil...
  • 27. Trecho do Plano Cohen XVIII - OS REFÉNS. No plano de violências deverão figurar, como já foi dito atrás, os homens a serem eliminados e o pessoal encarregado dessa missão. Todavia, tão importantes quanto estes serão os reféns, que, em caso de fracasso parcial, servirão para colocar em xeque as autoridades. Serão reféns: os Ministros de Estado, presidente do Supremo Tribunal, e os presidentes da Câmara e do Senado, bem como, nas demais cidades, duas ou três autoridades ou pessoas gradas. A técnica para a colheita de reféns será a seguinte: os raptos deverão ser executados em pleno dia, nas próprias residências, que serão invadidas por grupos de 3 a 5 homens dispostos e bem-armados e munidos de narcóticos violentos (clorofórmio, éter em pastas de algodão empapadas) e serão transportadas para pontos secretos e inatingíveis, com absoluta segurança. Em caso de fracasso, proceder ao fuzilamento dos reféns. (SILVA, p.283-4)
  • 28. “Ditadura Constitucional” Constituição de 1937 (concedia ao governo poderes extremamente amplos) Inspiração fascista
  • 29. ESTADO NOVO (1937-1945)  Ditadura: - Repressão às oposições; - Censura; - Prisões; - Tortura; - Fechamento do Congresso; - Nova Constituição  amplos poderes a Getúlio.
  • 30. Sob a chefia de Filinto Muller era responsável pela repressão aos inimigos do Estado Novo. E qualquer um podia se tornar inimigo do regime...
  • 31. Apesar da repressão, a popularidade de Vargas só aumentava... A censura impedia que a grande maioria da população ficasse sabendo das barbaridades do regime, a propaganda do DIP criava a ilusão de um país perfeito e a PE “se encarregava” dos críticos ao Estado Novo...
  • 32. CSN (1941) (1943) Companhia Vale do Rio Doce (1942)
  • 33.  Prioridade: incentivo à industrialização.  Café: agroexportação não foi abandonada  governo compra e queima excedentes para evitar queda nos preços.  Criação de Institutos para cuidar de diversos produtos: Instituto do Açúcar e do Álcool, Instituto do Mate e do Pinho, etc.  Incentivo à Industrialização: antes de 1930, era feita por particulares, agora o Estado era parceiro.  justificado pelo NACIONALISMO: soberania da nação, para tornar-se menos dependente da economia estrangeira. (Tecnocracia)
  • 34.  Entrada em 1943.  Apesar de ser simpático ao fascismo, Vargas apóia os Aliados  pressão dos EUA.  Criação da FEB (Força Expedicionária Brasileira).  Americanos instalam base aérea em Natal (RN)
  • 35. Entrando na 2ª Guerra ao lado dos aliados para lutar contra os regimes nazifascistas , o estado Novo viu suas contradições serem a causa de sua queda. Manifesto dos Mineiros (1943): pedia a redemocratização do país. Foi publicado em 24 de outubro (data da revolução de 30) Pressionado, Vargas convoca eleições em 45 mas é derrubado.