• Share
  • Email
  • Embed
  • Like
  • Save
  • Private Content
C:\Fakepath\Otp Papel Do Pedagogo
 

C:\Fakepath\Otp Papel Do Pedagogo

on

  • 4,130 views

 

Statistics

Views

Total Views
4,130
Views on SlideShare
4,112
Embed Views
18

Actions

Likes
1
Downloads
34
Comments
0

1 Embed 18

http://www.slideshare.net 18

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Microsoft PowerPoint

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

    C:\Fakepath\Otp Papel Do Pedagogo C:\Fakepath\Otp Papel Do Pedagogo Presentation Transcript

    • Módulo: Organização do Trabalho Pedagógico (OTP) Profª Ma. Solange Toldo Soares
    • Organização do Trabalho Pedagógico: o que é? Quem faz? Por que é necessário?
      • Profissional responsável: pedagogo.
      • Quem é o pedagogo?
      • O que é pedagogia?
      • Qual é o papel do trabalho do pedagogo na
      • escola?
    • IDENTIDADE PROFISSIONAL: PEDAGOGO CAMPO EPISTEMOLÓGICO ATIVIDADES PROFISSIONAIS Ciência da educação Ciência da e para a educação Integrante das ciências da educação Docência EI AIEF Curso Normal (EM) Gestão (OTP) Pesquisa
    • OTP: Planejamento, currículo e avaliação
      • O pedagogo que exerce a função de coordenador pedagógico é o responsável pela OTP na escola.
      • A OTP envolve:
      • PLANEJAMENTO
      • CURRICULO
      • AVALIAÇÃO
    • OTP: O PLANEJAMENTO DO TRABALHO PEDAGÓGICO
      • O que é? O que envolve?
      • Planejamento implica:
      • Que se tenha clareza de onde se quer chegar;
      • Que se consiga dimensionar a que distância se está desse ponto de chegada;
      • E que se defina o que se deve fazer para diminuir essa distância.
      • Como o pedagogo pode planejar o trabalho pedagógico: que envolve o planejamento de ensino, currículo e avaliação?
    • OTP: O PLANEJAMENTO DO TRABALHO PEDAGÓGICO
      • Abordaremos 4 questões que definem o andamento e direcionamento do planejamento do trabalho do pedagogo:
      • FUNÇÃO SOCIAL DA ESCOLA
      • UNIDADE ENTRE TEORIA E PRÁTICA
      • TRABALHO COLETIVO
      • PLANO PARA INTERVENÇÃO PEDAGÓGICA
    • OTP: O PLANEJAMENTO DO TRABALHO PEDAGÓGICO Função social da escola
      • Depois de ler o texto “A escola sozinha não produz igualdade” (anexo) comente a frase:
      • “ ...a educação e a escola são partes integrantes da cultura de um povo, que a escola não consegue produzir sozinha a igualdade quando a sociedade é desigual, excludente e injusta, que a escola é apenas um dos espaços de socialização e produção da cultura e, como tal, só pode pôr em circulação no seu interior o que está sendo produzido no conjunto da sociedade” (BITTENCOURT, 2003).
    • OTP: O PLANEJAMENTO DO TRABALHO PEDAGÓGICO Função social da escola
      • Diante da ação de planejar a educação, cabe, portanto, a indagação: Para que, exatamente, devemos nos voltar quando nos envolvemos com a ação de ajudar a formar outro ser humano?
      • AUTONOMIA intelectual e moral (ADORNO, 2006)
    • OTP: O PLANEJAMENTO DO TRABALHO PEDAGÓGICO Unidade entre teoria e prática
      • Se for para deixar como está qual o sentido do planejamento?
      • Como se articulam então pensamento e ação?
      • Como se produz a convergência entre teoria e prática?
    • OTP: O PLANEJAMENTO DO TRABALHO PEDAGÓGICO Unidade entre teoria e prática
      • Práxis espontânea
      • Utilização de recursos é feita de modo a
      • atender as necessidades imediatas.
      • Práxis reflexiva
      • Utilização racional dos recursos, com ação
      • consciente dos sujeitos envolvidos.
    • OTP: O PLANEJAMENTO DO TRABALHO PEDAGÓGICO Trabalho coletivo
      • Para que as ações planejadas de forma participativa sejam consolidadas de modo a produzir coerência entre as ações e as finalidades propostas coletivamente, torna-se imperativo que se instaure um processo de estudo permanente que produza, entre os envolvidos, além de uma direção comum em termos de suas práticas, também uma convergência teórica (SOUZA et al, 2005, P. 25)
    • OTP: O PLANEJAMENTO DO TRABALHO PEDAGÓGICO Partes constitutivas do plano
      • O planejamento do Trabalho Pedagógico se desdobra na elaboração de um plano.
      • PLANO ENVOLVE:
      • Marcos referencial
      • Diagnóstico
      • Programação
    • OTP: O PLANEJAMENTO DO TRABALHO PEDAGÓGICO Partes constitutivas do plano
      • MARCO REFERENCIAL
      • De onde se está partindo.
      • Onde estamos? Como vemos a realidade?
      • Para onde queremos ir?
      • Que horizonte queremos para nossa ação?
      • FUNDAMENTAÇÃO DE NOSSA AÇÃO PEDAGÓGICA
    • OTP: O PLANEJAMENTO DO TRABALHO PEDAGÓGICO Partes constitutivas do plano
      • MARCO REFERENCIAL
      • Anexos:
      • PLANEJAMENTO
      • Caderno 2 CINFOP, pág. 29-40
      • CURRÍCULO
      • Caderno 2 CINFOP, pág. 9-16
      • AVALIAÇÃO
      • Caderno 4 CINFOP
    • OTP: O PLANEJAMENTO DO TRABALHO PEDAGÓGICO Partes constitutivas do plano
      • DIAGNÓSTICO:
      • Dimensão da realidade sobre a qual o plano irá se estruturar.
      • Constitui a análise de dados quantitativos, por um lado, mas interpretados na forma qualitativa, por outro.
      • Confronto entre a situação que vivemos e a situação que desejamos viver.
      • ANEXO: MODELO DE INSTRUMENTO PARA COLETA DE DADOS
    • OTP: O PLANEJAMENTO DO TRABALHO PEDAGÓGICO Partes constitutivas do plano
      • PROGRAMAÇÃO
      • Definição de prioridades coletivas.
      • Detalhamento das ações
      • ANEXO: ROTEIRO PARA ELABORAÇÃO DE UMA PROGRAMAÇÃO –
      • PROPROSTA DE INTERVENÇÃO PEDAGÓGICA
    • OTP: O PLANEJAMENTO DO TRABALHO PEDAGÓGICO Partes constitutivas do plano
      • Nesse sentido, o Plano, adquire vida e significado para além de mera exigência burocrática. Converte-se no proto seguro para onde sempre poderemos olhar e nos ancorarmos quando fomos sobressaltados pelas dúvidas, pelas angústias, mas também pelas oportunidades, pela esperança e pelo desafio de realizar aquilo que, enquanto educadores, nos tornamos responsáveis: a formação humana em sua dimensão histórico-cultural” (SOUZA et al, 2005, p. 44).