Your SlideShare is downloading. ×
  • Like
RAID Teoria Silberschatz, Abraham. Sistemas operacionais com java.
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×

Now you can save presentations on your phone or tablet

Available for both IPhone and Android

Text the download link to your phone

Standard text messaging rates apply

RAID Teoria Silberschatz, Abraham. Sistemas operacionais com java.

  • 1,488 views
Published

Silberschatz, Abraham. Sistemas operacionais com java.

Silberschatz, Abraham. Sistemas operacionais com java.

Published in Education
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Be the first to comment
    Be the first to like this
No Downloads

Views

Total Views
1,488
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
1

Actions

Shares
Downloads
52
Comments
0
Likes
0

Embeds 0

No embeds

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
    No notes for slide

Transcript

  • 1. Sistemas Operacionais RAID
  • 2. Custo de Armazenamento• O preço dos discos continuam sendo reduzidos e a capacidade aumentada.• Economicamente o sistema secundário de armazenamento permite sua expansão.
  • 3. Oportunidade• Ter uma grande quantidade de discos gera a oportunidade de melhorar a taxa em que os dados podem ser lidos ou escritos, se os discos forem operados em paralelos.
  • 4. RAID• Redundant Arrays of Inexpensive Disks: – Permite escrever ou ler em paralelo; – Permite gerar um ambiente seguro;• Um RAID pode ser uma unidade isolada, com seu próprio controlador, cache e discos.
  • 5. Melhoria da Confiabilidade• A chance de algum disco dentre um conjunto de N discos falhar é muito maior do que a chance de um disco específico falhar.• Se o tempo médio para a falha (mttf) de um disco seja 100.000 horas, então em um array de 100 discos será 100.000/100 = 1000 horas. Ou seja 41 dias.
  • 6. Melhoria de Confiabilidade via Redundância• Uma técnica simples é duplicar cada disco criando um espelhamento (mirroring).• Embora seja uma técnica cara é extremamente simples.
  • 7. Melhoria de Confiabilidade via Redundância• Se o custo de armazenamento é baixo pode-se armazenar um código para cada palavra a fim de ser possível recuperar erros.
  • 8. Melhoria do Tempo via Paralelismo• Com o espelhamento de disco, a taxa pela qual as requisições de disco podem ser tratadas podem ser dobradas, a leitura pode ser feita a partir de qualquer disco.
  • 9. Espalhamento de Dados• Consiste em distribuir os bits de cada byte por vários discos; esse espalhamento é denominado espalhamento em nível de bit.
  • 10. Espalhamento de Bloco• O espalhamento de bits pode ser generalizado e utilizado em blocos, desta forma um bloco de bits podem ser armazenados como uma única unidade.
  • 11. Objetivos do espalhamento• Aumentar o throughput de múltiplos acessos pequenos pelo balanceamento de carga;• Reduzir o tempo de resposta de acesso grandes.
  • 12. Níveis RAID• Esquemas são formados quando combina-se espelhamento/paridade com nivel de bits/blocos.
  • 13. RAID nível 0• Espalhamento no nível de bloco mas sem redundância.
  • 14. RAID nível 1• Refere-se ao espalhamento de disco.
  • 15. RAID nível 2• Utiliza um bit de paridade para futura correção de erro, pode-se utilizar um bit de paridade para um byte de dados.
  • 16. RAID nível 3• Organização com paridade intercalada por bits, se ocorrer erro é realizado um cálculo entre as unidades.
  • 17. RAID nível 4• organização com paridade intercalada por blocos, utiliza o espalhamento no nível de bloco, como no RAID 0, e também mantém um bloco de paridade em um disco separado.
  • 18. RAID nível 5• Paridade distribuída intercalada por blocos, difere do nível 4 por espalhar os dados e a paridade entre todos os discos.
  • 19. RAID nível 6• Também chamado esquema de redundância P + Q, é muito semelhante ao RAID nível 5, mas armazena informações redundantes extras para proteger contra múltiplas falhas no disco.
  • 20. RAID nível 0 + 1Uma combinação de níveis RAID 0 e 1. O RAID0 provê desempenho, enquanto RAID 1 provêconfiabilidade.
  • 21. RAID nível 1 + 0• Discos são espalhados em pares, e depois os pares de espelho resultantes são espalhados.
  • 22. Selecionando o nível de RAID• Dadas as muitas escolhas que eles têm, como os projetistas de sistemas escolhem um nível RAID?
  • 23. Selecionando o nível de RAID• O RAID nível 0 é usado nas aplicações de alto desempenho onde a perda de dados não é crítica.• RAID nível 1 é popular para aplicações que exigem alta contabilidade com recuperação rápida;• RAID nível 5 normalmente é recomendado para armazenar grande volume de dados;
  • 24. Selecionando o nível de RAID• Quantos discos devem estar em um set RAID?• Quantos bis devem ser protegidos em cada bit de paridade?
  • 25. Extensões• O conceito de RAID têm sido generalizados para outros dispositivos de armazenamento.
  • 26. Problemas e Considerações• Podem haver erros de ponteiros ocasionando arquivos corrompidos.• O RAID protege contra erros físicos da mídia, mas não outros erros de hardware ou software.• Maior investimento para menor armazenamento.
  • 27. Referência• Silberschatz, Abraham. Sistemas operacionais com java.