Progweb Aula8
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×
 

Progweb Aula8

on

  • 1,060 views

 

Statistics

Views

Total Views
1,060
Views on SlideShare
1,013
Embed Views
47

Actions

Likes
0
Downloads
59
Comments
0

5 Embeds 47

http://phpmysql20091.blogspot.com 20
http://www.phpmysql20091.blogspot.com 13
http://phpmysql20091.blogspot.com.br 10
http://www.phpmysql20091.blogspot.com.br 3
http://www.slideshare.net 1

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Microsoft PowerPoint

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

    Progweb Aula8 Progweb Aula8 Presentation Transcript

    • Instrutor: Nelson Luis Rodrigues Pereira Aula 8 – 29/11/2008
      • Um navegador WEB do usuário emite uma solicitação de HTTP para uma página WEB particular.
      • O servidor WEB recebe a solicitação para results.php, recupera o arquivo e passa o PHP processar.
      • O PHP analisa sintaticamente o script. Dentro do script haverá um comando para conectar-se ao banco de dados e executar uma consulta. O PHP abre uma conexão com o servidor MySQL e envia a consulta apropriada.
      • O servidor do MySQL recebe a consulta de banco de dados, a processa e envia os resultados de volta ao PHP.
      • O PHP termina de executar o script que envolverá a formatação dos resultados da consulta em HTML de maneira elegante. Então, retorna o HTML resultante para o servidor Web.
      • O servidor Web passa o HTML de volta para o navegador.
      • Para configurar uma conexão no banco devemos utilizar um script padrão para a chamada a função mysql_connect() .
      • $conexao = mysql_connect(‘host’, ‘nome_usuario’, ‘senha’);
      • Para selecionar o banco de dados a ser utilizado, usa-se o comando mysql_select_db() .
      • mysql_select_db(‘nome_do_banco’);
      • Para executar uma query (comando) no banco de dados utiliza-se a função mysql_query() seguindo o padrão abaixo:
      • $query = “comando sql”;
      • $result = mysql_query($query, $conexao);
      • mysql_close($conexao);
      • Existem inúmeras funções para trabalhar com os resultados de uma consulta.
      • A primeira delas é a mysql_num_rows() fornece o número de linhas retornadas pela consulta.
      • $num_results = mysql_num_rows($result);
      • Para utilizar os atributos de cada linha aplica-se a função mysql_fetch_array(). Cada linha vai ser retornada como um array associativo, onde cada posição é acessada através do nome do atributo correspondente.
      • $row = mysql_fetch_array($result)
      • $row = mysql_fetch_object($result)//como objeto
      • $row = mysql_result($result, $i, ‘title’)//acessa um campo por vez
      • Vamos criar uma classe de acesso a dados com as operações:
        • Criar conexão
        • Inserir Ambulatórios
        • Inserir Médicos
        • Inserir Pacientes
        • Inserir Consultas
        • Inserir Funcionários
      • Crie agora o formulário para inserir ambulatórios
      • Os demais formulários de inserção vocês criam em casa
      • Vamos criar na classe de acesso a dados as operações:
        • Selecionar Ambulatórios
        • Selecionar Médicos
        • Selecionar Pacientes
        • Selecionar Consultas
        • Selecionar Funcionários
      • Crie agora o formulário para fazer essas consultas através de um campo select com o que vocês desejam consultar.
      • A idéia de controle de sessão é ser capaz de monitorar um usuário durante uma única sessão em um site.
      • As sessões no PHP tem por base um ID único de sessão, gerado pelo PHP e armazenado no lado cliente pelo tempo de vida de uma sessão. Pode ser armazenado através de um cookie.
      • Um cookie é uma pequena parte das informações que os scripts podem armazenar em uma máquina do lado cliente.
      • Quando um navegador conecta-se a uma URL, primeiro ele pesquisa os cookies armazenados localmente. Se alguns deles forem relevantes, eles serão transmitidos de volta para o servidor.
      • Para configurar um cookie utiliza-se a função setcookie , passando como parâmetro a o nome do cookie e o valor.
      • setcookie(‘mycookie’, ‘value’);
      • Para iniciar uma sessão, utiliza-se uma chamada a função session_start();
      • As variáveis de sessão são armazenadas no array $_SESSION e são registradas através da função session_register(‘nome_variavel’).
      • $myvar = 5;
      • Session_register(‘myvar’);
      • //ou
      • $_SESSION[‘myvar’] = 5;
      • Utilize a função session_destroy() para destruir a sessão.
      Crie um formul á rio que possibilite ao usu á rio logar no sistema. Para isso você dever á criar uma tabela na base de dados onde fique armazenado o login e a senha. Os dados informados pelo usu á rio deverão ser conferidos com os dados da base de dados. Caso o usu á rio exista, armazenar o login e a senha do usu á rio em vari á veis de   sessão . E exibir a tela inicial do sistema. Caso não exista, informar uma mensagem dizendo que o login e a senha são incorretos. As p á ginas do sistema s ó poderão ser exibidas se o usu á rio estiver logado no sistema. Para isso em cada p á gina acessada dever á ser verificado se o login e a senha estão armazenados na   sessão   e se possuem informa ç ões corretas. Caso as vari á veis não existam exibir uma mensagem: “ Você não efetuou o login ” . Caso existam exibir a p á gina. Isto dever á ser feito para evitar que o usu á rio acesse a p á gina diretamente digitando o endere ç o na barra de navega ç ão. Crie tamb é m uma funcionalidade para realizar o logout do sistema. Para implement á -lo utilize a fun ç ão session_destroy, que elimina todos os dados de uma   sessão .
      • Crie um formulário que possibilite ao usuário logar no sistema. Para isso você deverá criar uma tabela na base de dados onde fique armazenado o login e a senha. Os dados informados pelo usuário deverão ser conferidos com os dados da base de dados. Caso o usuário exista, armazenar o login e a senha do usuário em variáveis de sessão. E exibir a tela inicial do sistema. Caso não exista, informar uma mensagem dizendo que o login e a senha são incorretos.
      • As páginas do sistema só poderão ser exibidas se o usuário estiver logado no sistema. Para isso em cada página acessada deverá ser verificado se o login e a senha estão armazenados na sessão e se possuem informações corretas.
      • Caso as variáveis não existam exibir uma mensagem: “Você não efetuou o login”. Caso existam exibir a página. Isto deverá ser feito para evitar que o usuário acesse a página diretamente digitando o endereço na barra de navegação.
      • Crie também uma funcionalidade para realizar o logout do sistema. Para implementá-lo utilize a função session_destroy, que elimina todos os dados de uma sessão.
    •