• Save
Aula Mundo dos Negócios
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×
 

Aula Mundo dos Negócios

on

  • 11,492 views

Apresentação elaborada para o curso de MBA da FGV, em 2003. Traz um panorama da Administração, tratando de sua evolução, situação atual e tendências. Aborda também a Teoria Sistêmica da ...

Apresentação elaborada para o curso de MBA da FGV, em 2003. Traz um panorama da Administração, tratando de sua evolução, situação atual e tendências. Aborda também a Teoria Sistêmica da Administração na Era Digital e "modismos" passados e atuais.

Statistics

Views

Total Views
11,492
Views on SlideShare
11,471
Embed Views
21

Actions

Likes
11
Downloads
0
Comments
0

1 Embed 21

http://www.slideshare.net 21

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Microsoft PowerPoint

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

Aula Mundo dos Negócios Aula Mundo dos Negócios Presentation Transcript

  • MAUÁ - MBA Prof. Helton Haddad Silva 2003 O MUNDO DOS NEGÓCIOS
  • Nossa Programação
    • A Administração e sua evolução até nossos dias;
    • Teoria Sistêmica da Administração na Era Digital;
    • “ Modismos” da Administração;
    • Administração Hoje - atualidade e tendências.
  • Nossa Forma de trabalho
    • Objetivo
    • Metodologia
    • Forma de avaliação
  • COMEÇANDO...
  • 1- ADMINISTRAÇÃO E SUA EVOLUÇÃO ATÉ NOSSOS DIAS
  • 1.1- Natureza e Evolução do Conhecimento Administrativo
    • Estamos na "sociedade das organizações";
    • As organizações são constituídas de pessoas e de recursos não-humanos;
    • É a “Teoria das Organizações” ou “Teoria Geral da Administração” que se ocupa do estudo das organizações
  • 1.1- Natureza e Evolução do Conhecimento Administrativo
        • Teoria Geral da Administração: é o campo do conhecimento humano que se ocupa do estudo da Administração;
    • - Há diversas especializações da Administração:
    • Produção, Financeira, Recursos Humanos, Marketing, etc.
    • - O que faz o administrador : soluciona problemas, dimensiona recursos, planeja sua aplicação, desenvolve estratégias, efetua diagnósticos. Foco: resultados que consegue obter dos recursos disponíveis.
  • 1.1- Natureza e Evolução do Conhecimento Administrativo
    • Hoje em dia, a Administração das empresas se preocupa com cinco variáveis básicas:
    • . tarefa;
    • . estrutura;
    • . pessoas;
    • . tecnologia;
    • . ambiente.
    • A adequação entre essas cinco variáveis constitui o principal desafio da administração e do administrador.
  • 1.2- A Administração Científica
    • Voltada para a racionalização do trabalho, para eliminar o desperdício;
    • Tópicos : estudo dos tempos e movimentos;
    • fragmentação das tarefas;
    • especialização do trabalhador;
    • trabalho simples e repetitivo;
    • linhas de produção e montagem;
    • padronização.
    • Como obter a colaboração dos operários: incentivos salariais, prêmios de produção e motivação no dinheiro .
  • 1.2- A Administração Científica
    • Críticas:
    • => mecanicismo, robotiza o operário, homem como um apêndice da maquinaria industrial, pouca comprovação científica de suas afirmações e princípios, a abordagem só da organização formal, limitada à fábrica, prescritiva e normativa.
    • Elogios:
    • => primeiro passo na teoria administrativa e, em muitos casos, funciona (implicações práticas até hoje).
  • 1.3- Teoria Clássica da Administração
    • Fayol: Administração é prever, organizar, comandar, coordenar e controlar .
    • Divisão do trabalho pode se dar verticalmente (níveis de autoridade) e horizontalmente ( departamentalização ).
  • 1.3- Teoria Clássica da Administração
    • Críticas:
    • => abordagem simplificada da organização formal, deixando de lado a organização informal - “teoria da máquina”; trata da organização como se esta fosse um sistema fechado.
    • Elogio:
    • => também pioneira.
  • 1.4- Teoria das Relações Humanas
    • Origens: Experiência de Hawthorne - Elton Mayo;
    • Novas variáveis na Administração - o "despertar do RH": .integração social;
    • .comportamento dos empregados;
    • .necessidades psicológicas e sociais;
    • .novas formas de recompensa;
    • .grupos informais;
    • .administrar conflito;
    • .motivação;
    • .liderança.
  • 1.4- Teoria das Relações Humanas
    • Críticas :
    • => limitações na visão e nas conclusões, pouca praticidade, concepção ingênua e romântica do operário, ênfase exagerada nos grupos informais.
    • Elogio :
    • => trouxe uma preocupação de RH para a Administração.
  • 1.5- Teoria Neoclássica da Administração
    • A Teoria Neoclássica: reviu a Teoria Clássica, mas é mais eclética .
    • Dilema: centralização versus descentralização - estudaram a descentralização;
  • 1.5- Teoria Neoclássica da Administração
    • Vantagens que a descentralização pode proporcionar são as seguintes:
        • :) chefes mais próximos das decisões;
        • :) aumentar a eficiência;
        • :) melhorar a qualidade das decisões;
        • :) simplificar a "burocracia";
        • :) motivar executivos locais.
  • 1.5- Teoria Neoclássica da Administração
    • - Limitações da descentralização :
        • :( falta de uniformidade nas decisões;
        • :( insuficiente aproveitamento dos especialistas;
        • :( falta de equipe apropriada no campo.
  • 1.5- Teoria Neoclássica da Administração
    • Críticas :
    • => ainda incompleta.
    • Elogio :
    • => tentativa de conciliar outras teorias.
  • 1.6- Administração por Objetivos (APO)
    • Surge a APO com Peter Drucker ;
    • Defini-se: em que negócio está atuando e onde se pretende chegar;
    • Todos formulam seus objetivos (organizacionais e departamentais) e passam a persegui-los;
  • 1.6- Administração por Objetivos (APO)
    • APO apresenta as seguintes características principais:
    • Estabelecimento conjunto de objetivos (chefe e funcionário);
    • Estabelecimento de objetivos para cada departamento ou posição;
    • Interligação dos objetivos departamentais;
    • Elaboração de planos operacionais , para o controle;
    • Contínua revisão dos planos;
    • Participação atuante da chefia.
  • 1.6- Administração por Objetivos (APO)
    • Críticas :
    • => fácil de falhar; pode limitar o desempenho pelos objetivos; muitas vezes, foco em resultados de curto-prazo.
    • Elogio :
    • => muito prática, bastante difundida.
  • 1.7- Teoria Comportamental da Administração
    • A Teoria Comportamental: Psicologia Organizacional na Administração . Autores importantes: Maslow e Herzberg.
    • Maslow : necessidades humanas numa hierarquia :
        • Necessidades fisiológicas;
        • Necessidades de segurança;
        • Necessidades sociais;
        • Necessidades de estima;
        • Necessidades de auto-realização.
  • 1.7- Teoria Comportamental da Administração
    • Herzberg : teoria dos 2 fatores :
        • .Fatores higiênicos: fora do controle das pessoas.
    • => São: salário, benefícios sociais, o tipo de chefia, ambiente de trabalho, as políticas e diretrizes da empresa, regulamentos internos etc. Se são ótimos, evitam a insatisfação dos empregados, mas não provocam a satisfação;
        • .Fatores motivacionais: relacionados com o conteúdo do cargo, sob controle das pessoas.
    • => São: sentimento de crescimento individual, de reconhecimento profissional e as necessidades de auto-realização.
  • 1.7- Teoria Comportamental da Administração
    • Outro aspecto importante da Teoria Comportamental: " Processo decisório ” :
    • 1. a organização como um "sistema de decisões";
    • 2. como quase nunca se analisa tudo, as boas decisões são satisfatórias, mas não necessariamente as melhores.
  • 1.7- Teoria Comportamental da Administração
    • Crítica :
    • => abordagem descritiva, mas não prescritiva;
    • Elogio :
    • => visa organizações mais democráticas.
  • 1.8- Teoria dos Sistemas
    • A Teoria dos Sistemas: origem com Bertalanffy;
    • Presente em todas as ciências e na Administração;
    • A Teoria dos Sistemas tem três premissas básicas:
    • 1- Os sistemas existem dentro de sistemas;
    • 2- Os sistemas são abertos;
    • 3- As funções de um sistema dependem de sua estrutura.
    • Teoria dos Sistemas aplicada à Administração: a empresa é um sistema (ou sistemas) aberto, integrado no ambiente .
  • 1.8- Teoria dos Sistemas
    • A Teoria dos Sistemas penetrou rapidamente na teoria administrativa por duas razões básicas:
    • 1- Integração das teorias que a precederam;
    • 2- Aplicabilidade.
    • - Definição de Sistema:
    • “ um conjunto de coisas ou partes, formando um todo complexo e unitário”.
  • 1.8- Teoria dos Sistemas
    • Os parâmetros dos sistemas são:
        • “ Input”;
        • “ Output”
        • Processamento;
        • “ Feedback” (ou "retroação");
        • Ambiente.
  • O sistema:
  • 1.8- Teoria dos Sistemas
    • A Administração atual, baseada na análise sistêmica, é:
        • Dinâmica;
        • Multimotivacional;
        • Probabilística;
        • Multidisciplinar;
        • Descritiva;
        • Multivariável;
        • Adaptativa.
  • 1.8- Teoria dos Sistemas
    • Crítica :
    • => por vezes, flexível demais por evitar ser prescritiva;
    • Elogio :
    • => aberta e ampla o suficiente para se atualizar e servir como "estrutura de análise".
  • 1.9- Teoria da Contingência
    • A Teoria da Contingência: é um avanço na Teoria dos Sistemas ;
    • Considera:
        • .Tecnologia como variável ambiental;
        • .Tecnologia como variável organizacional.
    • Visão contingencial: ações gerenciais diferenciadas para situações específicas;
  • 1.9- Teoria da Contingência
    • Críticas :
    • => é um complemento da Teoria dos Sistemas tradicional;
    • Elogios :
    • => Ok, pela ênfase na necessidade de se adaptar.
  • 2- Teoria Sistêmica da Administração na Era Digital
  • 2.1- A Era digital
    • O ambiente turbulento;
    • As necessidades de informação;
    • Novas tecnologias;
    • Os processos de tomada de decisão;
    • O mercado global.
  • 2.2-Os atributos da Informação
    • Objetivo;
    • Conteúdo;
    • Forma;
    • Integridade;
    • Disponibilidade;
    • Origem e destino;
    • Oportunidade;
    • Segurança;
    • Atualidade.
  • 2.3- Informação e estratégia
    • A vantagem competitiva;
    • A necessidade de tomada de decisão;
    • O uso da tecnologia - ela é apenas uma ferramenta;
    • A informação como recurso (matéria prima) principal.
  • 2.4-Gerenciamento da informação
    • Tipos e usos de sistemas (mais operacionais ou de auxílio a tomada de decisão);
    • Integração;
    • Interface e treinamento para seu uso.
  • 2.5-Contribuições para os negócios
    • Transformação dos mesmos - novas tecnologias modificam a estrutura de negócio;
    • Recursos humanos - enriquecimento do trabalho;
    • Fluxo de trabalho e interatividade.
  • 3- “MODISMOS” DA ADMINISTRAÇÃO
  • 3.1- “MODISMOS” - introdução
    • ANTES (Cenário Pós-Segunda Guerra Mundial)
    • - As estruturas das empresas foram modeladas em mercados fechados e a demanda era maior do que a oferta - crescimento constante.
  • 3.1- “MODISMOS” - introdução
    • DEPOIS (Anos 80 - Organizações Japonesas / Início anos 90 - TI nos EUA)
    • - Tecnologias mais avançadas tornaram a mudança um fator constante e não mais esporádico;
    • - A globalização abriu os mercados - concorrência mais acirrada;
    • - Concorrência - clientes/consumidores mais exigentes;
    • - A competitividade das organizações começa a sofrer desafios - surgem os “novos modelos de gestão”.
  • 3.2- Analisando “modismos”:
    • CUIDADO! Os “Novos modelos” podem ser “modismos”, no todo, ou em partes...
    • A analisar com senso crítico...
    • Especificações de um produto ou serviço definidos pelo cliente;
    • Produto ou serviço de alta qualidade estão sempre de acordo com a especificação;
    • É mais do que “modismo”, apesar de ter sua prática deturpada em muitos casos...
    3.2.1- Qualidade Total
  • 3.2.2- Downsizing
    • Redução do número de funcionários da empresa visando reduzir as despesas operacionais;
    • Há duas formas básicas de aplicação:
    • 1. Redução de um certo número de funcionários em cada uma das áreas da empresa;
    • 2. Redução dos níveis hierárquicos.
  • 3.2.3- Empowerment
    • Pode ser traduzido como “delegação de poderes”;
    • Responsabilidades; Autoridade; Padrões de excelência; Treinamento - conhecimento e informação;
    • Feedback de desempenho; Reconhecimento e confiança no trabalho realizado; Permissão para errar;
    • Dignidade e respeito.
  • 3.2.4- Administração Participativa
    • Processo voltado para as relações humanas no trabalho, projetando reações comportamentais positivas que afetam os resultados econômicos da empresa;
    • Estrutura organizacional; Seres humanos; Interação permanente; Trabalho em equipe; Metas ou objetivos a serem alcançados.
    • Quando dois ou mais concorrentes formam uma aliança para desenvolvimento conjunto de um negócio, de forma ética, transparente e dentro da lei.
    • Quando devem ser buscadas ?
    • Quando há ganho mútuo para ambas as organizações envolvidas.
    3.2.5- Alianças Estratégicas
  • 3.2.6- Reengenharia
    • É começar de novo. Portanto, não é reformular o que já existe.
    • “ A Reengenharia é o repensar fundamental e a reestruturação radical dos processos empresariais, visando alcançar drásticas melhorias de desempenho, tais como custo, qualidade, atendimento e velocidade.”
    • Importante:
    • Uma empresa deve repensar um processo de cada vez;
    • A Reengenharia atua sobre processos, não sobre a organização.
  • 3.2.7- Benchmarking
    • DANTOTSU: a melhor das melhores práticas.
    • Produtos/serviços de outras empresas;
    • Processos de trabalho;
    • Funções administrativas;
    • Desempenho organizacional.
    • Superioridade competitiva X Paridade competitiva
  • 3.3- “Modismos” - Conclusão
    • “ Separar o Joio do Trigo”...
    • “ Use com moderação”;
    • Qual será o próximo?
  • 4- Administração Hoje
  • Mensagem do “Papa” e de um candidato a “Bispo”...
    • Peter Drucker e os “Desafios Gerenciais para o Século XXI;
    • Peter Senge e a “Quinta Disciplina”
  • DRUCKER
    • ARTIGO, APRESENTAÇÕES, DEBATES
  • A QUINTA DISCIPLINA
    • "LEARNING ORGANIZATIONS"
    • Ligada indiretamente à Teoria dos Sistemas
    • Conceito: "as empresas nas quais as pessoas expandem continuamente sua capacidade de criar os resultados que realmente desejam, onde surgem novos e elevados padrões de raciocínio, onde a aspiração coletiva é libertada e onde as pessoas aprendem continuamente a aprender em grupo."
  • Learning Organizations
    • As organizações de aprendizagem dominam 5 “componentes”, as chamadas 5 disciplinas:
    • Raciocínio Sistêmico ;
    • Domínio ("maestria") Pessoal ;
    • Modelos Mentais;
    • Objetivo (e "visão") Comum ;
    • Aprendizado em Grupo .
  • Learning Organizations - Conclusão
    • As cinco disciplinas devem funcionar em conjunto. Este é um grande desafio;
    • Assim, o raciocínio sistêmico é a "quinta disciplina", pois é a disciplina que integra as outras quatro.
  • Mundo dos Negócios - Conclusão
    • Podemos afirmar que o desenvolvimento das organizações voltadas para o aprendizado que consigam “fazer funcionar” de modo sistêmico suas estruturas vão continuar no centro das atenções dos administradores na primeira década do século XXI !
    • Fim destes slides.