Curitibanos história de nossa gente parte 3

2,200 views
1,928 views

Published on

O povo que não preserva a sua história é um povo sem memória - Parte 3

Published in: Education
0 Comments
1 Like
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total views
2,200
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
2
Actions
Shares
0
Downloads
7
Comments
0
Likes
1
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Curitibanos história de nossa gente parte 3

  1. 1. CURITIBANOS HISTÓRIADE NOSSA GENTE – PARTE 3 IMAGENS: LUIZ ALVES MUSEU ANTÔNIO GRANEMANN DE SOUZA TEXTO E EDIÇÃO DE SLIDES: LUIZ ALVES
  2. 2. Amigo leitor, em 2012 a Guerra do Contestado completa 100 anos,os Jagunços no sertão contestado não tiveram nenhuma atitude social ehumanitária dos governantes da época, empurraram sem piedade a umaguerra impossível de vencer, tirando dos mesmos o mais importante dosentimento humano, a perspectiva melhor de vida, a esperança em daruma vida decente aos seus filhos e aos seus netos. O poder republicanocriado diante de muitas falhas na revolução francesa deixa a naçãopolvorosa, em completo caos político e transformou numa terra deninguém, onde todos queriam mandar e ninguém fazia nada pelosanseios da população francesa. Décadas depois, implantado pelos Estados Unidos da América comuns ajustes e poucas melhoras, mesmo assim continua sendo umsistema de inúmeros pecados capitais e que sufocava qualquer grito deliberdade democrática, ainda permanecendo o preconceito social, raciale religioso, contendo leis autoritárias e completamente injustas comtoda uma sociedade carente ou a menos favorecida. Meu amigo, esse foi o poder que o sistema republicano brasileirocomprou a preço de muitas vidas e por uma verdadeira mina de ouro, umsistema que privilegia o rico, o milionário e deixa os demais na maiscompleta miséria.
  3. 3. Os caboclos no sertão catarinense e Paranaense perderampraticamente tudo o que herdaram de seus antepassados, e para teremum pouco de esperança acreditam em suas crendices populares,buscam uma força superior, e dela criam fantasias e fanatizam outromundo, conforme os seus sonhos. E desse sonho fazem a sua razão deviver, nem que isso o levasse a morte, sendo o que aconteceu narealidade. A guerra de Canudos, acontecido anteriormente, era prova real dainjustiça social do poder republicano, pois denegria a democracia e levamilhares ao completo genocídio humano. Como em Canudos tinhaAntônio Conselheiro, aqui no contestado tivemos José Maria. Com esseprimeiro episódio histórico os senhores da república não aprendem alição, tornam a fazer no sul do País. Como disse o capitão Matos Costa:que o problema do contestado, poderia ser resolvido com um pouco deboa vontade dos governantes. Alimento em vez de munição, instruçãoem vez de ameaças e justiça em vez de violência. Caro leitor, só para ter uma ideia da armadilha do séculoconstruída contra os Jagunços, foi usado pela primeira vez na história dahumanidade a aviação militar para o reconhecimento de reduto dairmandade de São Sebastião, tendo um coronel alemão e um tenenteitaliano como pilotos revolucionários. A história prova que na melhor dashipóteses a guerra já tinha vencedor, mesmo antes de seu principio. Oshistoriadores chamam “Guerra do Contestado”, que no real e verdadeiroeu chamo “Guerra dos Injustiçados do Século”.
  4. 4. MAJOR ALTINO GONÇALVES DE FARIAS 1924
  5. 5. IGREJA MATRIZ DECAMPOS NOVOS 1909
  6. 6. PINTURA DE CHICA PELEGAGUERREIRA DO CONTESTADO
  7. 7. JUVENAL BRÁULIO BACELAR 1921
  8. 8. TROPEIROS 1905
  9. 9. DR. ALFREDO LENSER 1923
  10. 10. IRMÃ FLORENTINA 1935
  11. 11. IDAVINO CHAGASDE ALMEIDA 1934
  12. 12. CAPITÃO ALDO FERNANDESCOMANDANTE DA 3º BPM 1937
  13. 13. DR. HENRIQUE BERGER FILHO 1933
  14. 14. WALDIR ORTIGARI ADVOGADO E COMERCIANTE 1945
  15. 15. SERRARIA IRMÃOS MENEGATTI LIBERATA 1947
  16. 16. PROFESSOR TÓTA
  17. 17. SERRARIA BROCHMANN POLIS 1991
  18. 18. DESENHO DE OTACÍLIO COSTA DOADO A SEBASTIÃOCALOMENO POR RUBENS 1949
  19. 19. CASAMENTO DE CATHERINOPELLIZZARO E NORMA ROVEDA 1938
  20. 20. PINHÃO
  21. 21. CANHÃO UTILIZADO NA GUERRA DO CONTESTADO 1912/1916 –CENTENÁRIO DE CURITIBANOS 1973
  22. 22. CAPITÃO JOÃO BRÁZ PETERS COMANDANTE 3º BPM
  23. 23. DIVA, IVADI E IRIS ALMEIDA 1928
  24. 24. DR. ALTINO LEMOS DE FARIAS 1959
  25. 25. DAVID CANEIRO MUSEOLOGO 1973
  26. 26. INDÚSTRIA DE CRINA VEGETAL 1945
  27. 27. REMOÇÃO CALÇAMENTOAVENIDA SALOMÃO CARNEIRO DE ALMEIDA 1979
  28. 28. APRESENTAÇÃO DE ALUNOSDO INSTITUTO CARLOS GOMES NO CLUBE 7 SETEMBRO 1972
  29. 29. ERNANI MANOEL L. FARIAS PROMOTOR DE JUSTIÇA
  30. 30. PROFESSOR DAVID NOVAK 1958
  31. 31. COLHEITA DE NECTARINA 1978
  32. 32. KOMBI DA VIAÇÃO CARAMURU 1970
  33. 33. JURACY DE MELLO SCHMITTCOODENADORA DE EDUCAÇÃO
  34. 34. DR. HÉLIO ANJOS ORTIZ MÉDICO DOS POBRES
  35. 35. PRAIA DO PEDRO MANCO 1978
  36. 36. ANIVERSÁRIO DE ALDAIR GOETEN DE MORAES 1949
  37. 37. SERRARIA VERA CRUZ DE URBANO JACOBS
  38. 38. NÁDIA BURTET E LAIR BERNADONICENTENÁRIO DE CURITIBANOS 1973
  39. 39. LUCIANE DOTTI E TÂNIAMARIA GAVA GABOARDI 1966
  40. 40. MARTA TEREZINHA LUIZ ALVES
  41. 41. ASSOCIAÇÃO ATLÉTICA BANCO DO BRASIL 1981
  42. 42. AMÉLIA DRISSEN DE MORAES 1973
  43. 43. BANDA POLÍCIA MILITAR DEFLORIANÓPOLIS – CENTENÁRIO DE CURITIBANOS 1973
  44. 44. AUTORIDADES E CONVIDADOSCENTENÁRIO DE CURITIBANOS 1973
  45. 45. CORAL CANCIONEIRO ITALIANOSOCIEDADE RECREATIVA QUEL MAZZOLIN DI FIORI 1990
  46. 46. JOSÉ ALBERTO DOS SANTOSTENENTE DO SERVIÇO MILITAR
  47. 47. LIONS CLUBE – CENTENÁRIO DE CURITIBANOS 1973
  48. 48. LOJAS ZORTÉA – CENTENÁRIO DE CURITIBANOS 1973
  49. 49. LUIS FONTANA,MANOEL E FIGURA
  50. 50. FAMÍLIA RODRIGUESANDERSON, EDILSON, DAIANA E ANDRÉIA
  51. 51. ESQUADRILHA DA FUMAÇACENTENÁRIO DE CURITIBANOS 1973
  52. 52. FAMÍLIA FONTANAÂNGELO, JOANA E LUIS
  53. 53. VI FEIRA DO TERNEIRO DE CURITIBANOS 1979
  54. 54. VISTA PARCIAL DO PONTE ALTA DO NORTE 1992
  55. 55. VISTA PARCIAL DE SÃO CRISTÓVÃO DO SUL 1992
  56. 56. WILMAR ORTIGARI NA INAUGURAÇÃODO MUSEU ANTÔNIO GRANEMANN DE SOUZA 1973
  57. 57. FÓFORO GABOARDICENTENÁRIO DE CURITIBANOS 1973
  58. 58. MENDES & CIA – CENTENÁRIO DE CURITIBANOS 1973
  59. 59. CARLOTA DI PIETRO
  60. 60. CASAS PERNAMBUCANASCENTENÁRIO DE CURITIBANOS 1973
  61. 61. CRIANÇAS REPRESENTANDO INDÚSTRIA ECOMÉRCIO – CENTENÁRIO DE CURITIBANOS 1973
  62. 62. HOSPITAL REGIONAL HÉLIO ANJOS ORTIZ EM CONSTRUÇÃO 1979
  63. 63. IDAVINO CHAGAS DE ALMEIDA ANIVERSÁRIO 98 ANOS
  64. 64. HEITOR MACIEL E CRIANÇASCENTENÁRIO DE CURITIBANOS 1973
  65. 65. INAUGURAÇÃO DO MUSEU ANTÔNIO GRANEMANN DE SOUZA 1973
  66. 66. INAUGURAÇÃO DO MUSEU ANTÔNIO GRANEMANN DE SOUZA 1973
  67. 67. INAUGURAÇÃO DO POSTO POLICIAL NÚCLEO TRITÍCULA 1990
  68. 68. IVANIR FONTANA
  69. 69. MARIA DOLORES - RAINHA DO PARANÁ CENTENÁRIO DE CURITIBANOS 1973
  70. 70. NEREIDE ALMEIDA - CENTENÁRIO DE CURITIBANOS 1973
  71. 71. EXPOCENTRO DE CURITIBANOS 2008
  72. 72. NEREIDE, MAGDA, ROSIANE, NICE E LICIANE – CENTENÁRIO DE CURITIBANOS 1973
  73. 73. POR DO SOL DE CURITIBANOS
  74. 74. SARGENTOLAURETI GUERRA DO CONTESTADOCENTENÁRIO DE CURITIBANOS 1973
  75. 75. RAINHAS E PRINCESASCENTENÁRIO DE CURITIBANOS 1973
  76. 76. PARQUE HARRY WORLD
  77. 77. RAINHA NÁDIA BURTET E ONOFRE SANTO AGOSTINIBAILE CENTENÁRIO CURITIBANOS 1973
  78. 78. SOLDADOS DO GOVERNO GUERRA DO CONTESTADOCENTENÁRIO CURITIBANOS 1973
  79. 79. VISTA DA AVENIDA SALOMÃO CARNEIRO DE ALMEIDA
  80. 80. CORETO COM ANTIGOS MUSICOSCENTENÁRIO DE CURITIBANOS 1973
  81. 81. NÁDIA BURTET, VERA QUADROS, MARILIA TORTATO, LAIR BERNADONI, NADIR GARCIA, ELITE GARCIA E NAURABECKER – CENTENÁRIO CURITIBANOS 1973
  82. 82. RÉPLICA DA PREFEITURACENTENÁRIO DE CURITIBANOS 1973
  83. 83. VISTA PARCIAL DE CURITIBANOS 1990
  84. 84. VISTA PARCIAL DE CURITIBANOS
  85. 85. Os nossos antepassados lutaram contra a república do“café com leite”, milhares foram sacrificados nessa guerradegradante (Contestado), visando nos deixar uma cidadeigualitária, completa 100 anos sobrevivemos ainda no tempodos coronéis, onde é proibido reclamar desse mundinhohipócrita, do contrário é discriminado e perseguido pelosprotetores do regime feudal e nefasto. Mas quem sabe, algum dia não muito distante, haveremosde viver nessa cidade igualitária, onde possamos criar nossosfilhos em paz, eduque e garanta o futuro dos jovens e tragatranquilidade a nossos idosos. Algum dia... Quem sabe!
  86. 86. “O POVO QUE NÃO PRESERVA SUA HISTÓRIA É UM POVO SEM MEMÓRIA”

×