Aulas - Mídias Sociais - 2009

3,357
-1

Published on

Aula sobre redes sociais, mídias sociais e internet

Published in: Technology, Health & Medicine
2 Comments
12 Likes
Statistics
Notes
No Downloads
Views
Total Views
3,357
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
4
Actions
Shares
0
Downloads
0
Comments
2
Likes
12
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Aulas - Mídias Sociais - 2009

  1. 1. MÍDIAS SOCIAIS Conceitos e Aplicações
  2. 2. 2 Redes Sociais
  3. 3. 3
  4. 4. Redes Sociais 4  Para entender as mídias sociais, é importante Joaquim compreender o conceito J. Pinto de redes sociais Fernandes Teresa  Redes Sociais são os relacionamentos entre João pessoas (sociedade) que Lili Raimundo se formam em função de algum tipo de afinidade Maria e/ou interesse comum
  5. 5. Quando surgiram? 5  As Redes Sociais  Não é um fenômeno existem, portanto, novo e não existe por desde que o primeiro causa da internet humano começou a se  Drummond já falava relacionar com o de uma rede social 15 segundo humano anos antes da internet nascer, em 1969
  6. 6. Características das Redes Sociais Kogut (2000) 6  A formação da rede se  O valor da rede não dá em função do está nos nós, mas nos ambiente relacionamentos  Estrutura da rede  Coordenação emerge emerge de: na rede  Características  Ausência de autoridade tecnológicas da indústria  Auto-organização  Normas sociais  À medida que a rede  Fatores institucionais “aprende”, diminui a necessidade de integração vertical  Vantagem Cooperativa
  7. 7. Características das Redes Sociais Burt (2004) 7  Opiniões e Pessoas cujas redes comportamentos são ligam os “buracos mais homogêneos estruturais”, tem acesso dentro dos grupos do antecipado a uma que entre eles, criando maior diversidade de buracos no fluxo de informações informações entre os grupos, ou, simplesmente, “buracos estruturais”  O capital social existe onde as pessoas  Pessoas que estão mais possuem vantagens próximas dos “buracos” devido à sua na estrutura social localização na possuem mais chances de estrutura social: terem boas idéias corretagem (broker)
  8. 8. A Força dos Laços Fracos Granovetter (1973 e 1983) 8  Tese de doutorado,  Quanto mais forte um 1970 “Changing jobs” laço, mais laços eles  Força dos Laços terão em comum  Tempo  Aumento da  Intensidade emocional similaridade  Intimidade  Laços fortes requerem (cumplicidade) maior dedicação  Reciprocidade  Tempo: recurso limitado
  9. 9. A Força dos Laços Fracos Granovetter (1973 e 1983) 9  Ligação “impossível”  A-C: forte  A-B: forte  B-C terá, ao menos, uma ligação fraca
  10. 10. Estruturação das Redes Granovetter (1973) 10 Pontes Teoriados 6 degraus “Amigo do amigo” – Laço fraco
  11. 11. Estruturação das Redes Granovetter (1973) 11  Laços Fortes x Laços  Paradoxos Fracos  Laços fracos  Laços fracos ligam  Geram “alienação” membros de pequenos  Indispensáveis para grupos diferentes geração de  Laços fortes concentram oportunidades e indivíduos similares em integração social pequenos grupos  Difusão da inovação  Laços fortes  Coesão local x Macro fragmentação  Une membros locais enquanto separa os pequenos grupos
  12. 12. Teoria dos 6 Degraus 12  A partir dos trabalhos de Michael Gurevich e posteriormente de Stanley Milgram nos anos 60, John Guare desenvolveu uma peça teatral nos anos 90 Infelizmente, sem que popularizou o comprovação científica, a teoria é considerada conceito uma lenda urbana
  13. 13. 13 Mídias Sociais A Evolução da Comunicação
  14. 14. Mídia: Meio de Comunicação 14 Possibilidades de ruídos
  15. 15. Mídia Tradicional 15 Televisão Rádio Jornal Mensagem Outdoor Banners
  16. 16. Mídia Tradicional 16 O que eles não viam... Televisão Rádio Jornal Mensagem Outdoor Banners
  17. 17. Mídia Social 18  Meios (canal) de  O emissor passa a comunicação que atua fazer parte do grupo sob o paradigma das (sociedade) Redes Sociais  O receptor se torna  Tecnologias de ativo (e emite comunicação mensagens também) aplicadas  Interatividade  Disseminação viral da informação
  18. 18. Mídia Social em Ação 19 Comunicadores
  19. 19. 20 Redes Sociais Virtuais Alguns exemplos
  20. 20. Blogs 22  Mais famosos: Wordpress e Blogspot  Derivado do Weblog: registro diário via web  Diário Pessoal  Utilizado por empresas, jornalistas e usuários comuns  Caso Felina
  21. 21. Portais 23  Trabalham o conceito de contatos e comunidades  Trocam mensagens e fotos  Não possuem um foco específico Ning: um portal de Redes Sociais Agrega diversas redes sociais de conhecimento específico
  22. 22. Mapa das Redes Sociais no Mundo 24 (2007) Referência: Sedentário Hiperativo
  23. 23. Mapa das Redes Sociais no Mundo 25 (2008) Referência: Marketing 2.0
  24. 24. Redes Específicas e Profissionais 26 Profissionais Específicas  Focadas em atividades  Tratam de assuntos específicos e buscam ou objetivos específicos, reunir pessoas tendem a atender interessadas nesses profissionais buscando mesmos assuntos conhecimento colaborativo
  25. 25. Multimídia 27  Redes de compartilhamento de vídeos “caseiros”, música e imagens  Na Europa, o tempo médio assistindo a vídeos online já é superior ao tempo médio em frente à TV  Caso Dafra
  26. 26. Conhecimento 28  Conhecimento Colaborativo  Valhem-se do conceito wiki  Desenvolvimento Colaborativo  Qualquer usuário pode alterar uma informação e será monitorado pelos demais usuários  Wikipedia Diversão na rede Wikipiada Desiclopedia
  27. 27. Microblogs 29  Blogs com postagens até 140 caracteres (para uso com celulares)  Twitter é o mais conhecido  Velocidade de informação e disseminação  Sucesso  Caso Obama  Caso Marcelo Tas  Escorregadas  Caso Xuxa  Caso Mercadante  Caso Dell
  28. 28. Para saber mais... 30  Para entender a Internet  Guia do Twitter
  29. 29. Quer falar comigo? 31 professor@sergiojr.info Twitter.comprofsergiojr professor@sergiojr.info BLOG professor.sergiojr.info www.slideshare.net/slsnake

×