Cartilha consumo energia

5,661 views
5,331 views

Published on

Consumo de energia - cartilha

Published in: Education
0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total views
5,661
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
3
Actions
Shares
0
Downloads
201
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Cartilha consumo energia

  1. 1. 1 Como Reduzir o ConsumoComo Reduzir o Consumo ““EnergiaEnergia””
  2. 2. 2 • Projeto Modernizando a Administração Pública • Agenda Ambiental na Administração Pública São Paulo, dezembro de 2006 http://portal.prefeitura.sp.gov.br/secretarias/gestaopublica/suprimentos/projeto/0005 http://www.mma.gov.br REALIZAÇÃO
  3. 3. 3 ENERGIA A Resolução ANEEL nº 456/2000, de 29 de novembro de 2000, da Agência Nacional de Energia Elétrica, estabelece de forma atualizada e consolidada as Condições Gerais de Fornecimento de Energia Elétrica, a ser observadas tanto pelas concessionárias e permissionárias quanto pelos consumidores.
  4. 4. 4 ÍNDICE - Por que reduzir?.......................................................................................5 - Dados de consumo de energia elétrica....................................................6 - Perfil do consumo de energia elétrica......................................................8 - Como reduzir?........................................................................................10 - Onde reduzir?.........................................................................................11 - Ar condicionado..........................................................................................................11 - Iluminação..................................................................................................................14 - Chuveiro elétrico.........................................................................................................21 - Geladeira / Freezer.....................................................................................................22 - Microcomputador........................................................................................................26 - Máquinas de lavar e de secar.....................................................................................27 - Outros equipamentos..................................................................................................28 - Procurando fuga de corrente..................................................................41 - Dispositivos economizadores de energia...............................................42 - Conclusão...............................................................................................51
  5. 5. 5 O Decreto Nº 47.684, publicado em 14 de setembro de 2006, determina a adoção de medidas destinadas ao controle do consumo e demanda de energia elétrica. • Principais aspectos: - Meta de redução do consumo de energia de baixa e média tensão em 10%; - Criação de Comissões Setoriais para a implementação de medidas destinadas ao uso racional e à economia de energia elétrica; - Introdução de modificações nas rotinas que proporcionem a otimização dos gastos, uso de equipamentos de menor consumo ou enquadramento tarifário. POR QUE REDUZIR?
  6. 6. 6 DADOS DE CONSUMO DE ENERGIA ELÉTRICA FONTE: www.meusite.pro.br/apagaodica12.htm - dezembro 2006
  7. 7. 7 DADOS DE CONSUMO DE ENERGIA ELÉTRICA FONTE: www.meusite.pro.br/apagaodica12.htm - dezembro 2006
  8. 8. 8 48% 24% 15% 13% Ar condicionado Iluminação Equipamentos de Escritório Elevadores e Bombas Prédios Púbicos PERFIL DO CONSUMO DE ENERGIA ELÉTRICA FONTE: Orientações Gerais para Conservação de Energia Elétrica em Prédios Públicos, Procel, abril/2001.
  9. 9. 9 PERFIL DO CONSUMO DE ENERGIA ELÉTRICA Unidades Escolares FONTE: Manual de Economia de Energia Elétrica na Escola, Secretaria de Energia do Estado de São Paulo, outubro/2001. 70% 14% 16% Iluminação Bomba de Recalque Outros Equipamentos Elétricos
  10. 10. 10 COMO REDUZIR? Passo a passo para a redução do consumo de energia elétrica: 1. Levantamento do perfil de consumo e avaliação do potencial de redução; 2. Diagnóstico preliminar das instalações elétricas; 3. Caracterização de hábitos e vícios de desperdício; 4. Pesquisa/correção de fuga de corrente; 5. Estudo de alternativas para substituição de equipamentos convencionais por equipamentos economizadores de energia; 6. Gestão do consumo após a intervenção.
  11. 11. 11 Ar Condicionado • Dimensione o equipamento para o tamanho do ambiente; • Ligue meia hora depois do início do trabalho enquanto o número de pessoas no local é pequeno; • Desligue meia hora antes do término do trabalho, aproveitando a temperatura resfriada; • Instale o aparelho o mais alto possível, e o mais próximo de onde será utilizado; • A instalação de um ventilador de teto pode dispensar o aparelho de ar condicionado, ou reduzir o consumo deste; • Se o aparelho de ar condicionado é necessário, procure os de esfriamento evaporativo (sobretudo para regiões de clima seco) que, além de consumir menos, não utilizam gases destruidores da camada de ozônio; ONDE REDUZIR?
  12. 12. 12 Ar Condicionado • Escolha o aparelho de menor consumo; • Mantenha a temperatura ambiente em 24 graus centígrados; • Evite a obstrução do aparelho com cortinas, armários e caixas. Isto dificulta a circulação do ar e provoca desperdício de energia de 10% em média; • Desligue aparelhos em ambientes desocupados; • Feche portas e janelas para evitar a entrada de ar quente; • Mantenha o ambiente fresco ligando apenas a ventilação do aparelho; • Instale o aparelho em local com boa circulação de ar e evite presença de fontes de calor, como lâmpadas incandescentes, motores, fornos e estufas, em ambientes refrigerados; ONDE REDUZIR?
  13. 13. 13 Ar Condicionado • Verifique o bloqueio das grades de ventilação; • Efetue limpeza e troca periódica dos filtros de ar, para não prejudicar a circulação do ar que força o aparelho a trabalhar mais; • Ajuste correias e polias dos ventiladores; • Verifique o alinhamento das polias; • Execute a manutenção periódica em todo o sistema, eliminando vazamentos e limpando janelas, torres de refrigeração e equipamento central; • Use o acionamento elétrico (inversor de freqüência) para controlar a velocidade do motor do equipamento. ONDE REDUZIR?
  14. 14. 14 Iluminação • Reduza o número de lâmpadas instaladas no ambiente: o simples rebaixamento da altura das luminárias permite melhorar a iluminação; • Use luminárias espelhadas para aumentar a eficiência da iluminação. Assim, você pode reduzir o número de lâmpadas por luminárias e obter economia de energia; • Não use luminárias muito embutidas, pois parte da iluminação é perdida; • Substitua reatores magnéticos por eletrônicos com alto fator de potência (maior ou igual a 0,92). Além de economizar energia, aquecem menos o ambiente de trabalho; • Alguns reatores eletrônicos podem trazer para sua lâmpada fluorescente: Maior fluxo luminoso, maior vida média, economia de energia elétrica, entre outras vantagens. ONDE REDUZIR?
  15. 15. 15 Iluminação • Limpe as lâmpadas e luminárias periodicamente. A poeira acumulada na superfície reduz o fluxo de luz; • Aproveite sempre a iluminação natural (luz do dia). É aconselhável a instalação de telhas translúcidas ou transparentes em galpões, corredores, áreas de circulação; ONDE REDUZIR? *Fotos retiradas em visitas técnicas a unidades escolares municipais, dez/2006. Janela com material opaco e sujo. Lâmpada com acúmulo de poeira.
  16. 16. 16 Iluminação • Ainda para melhorar a iluminação do ambiente, retire das luminárias os difusores e as grades, que têm efeitos apenas decorativos; • Adote interruptores independentes, que são uma alternativa inteligente quando há grandes áreas iluminadas. Eles tornam desligamento de lâmpadas em determinados locais, mantendo outros iluminados; • Observe que a iluminação localizada, do tipo luminárias de mesa, reduz o consumo de energia em determinadas atividades. Use iluminação dirigida (spots) para leitura, trabalhos manuais etc, para ter mais conforto e economia; • Desligue as lâmpadas ao se ausentar da sala ou local de trabalho; • O uso de cores claras (branco, gelo ou bege) nas paredes e tetos permite reduzir a quantidade de lâmpada; ONDE REDUZIR?
  17. 17. 17 Iluminação • Reduza, sempre que possível, a iluminação ornamental de vitrines e luminosos; • Estude a viabilidade de substituir as lâmpadas incandescentes pelas fluorescentes, que são mais econômicas. São 80% mais econômicas e duram 10 vezes mais. Para você ter idéia, uma lâmpada fluorescente (tubular, compacta ou circular) de 15 a 40 watts ilumina tanto quanto uma incandescente de 60 watts; • Se, para iluminar sua cozinha, você utiliza uma lâmpada incandescente de 100 watts, ao substituí-la por uma fluorescente de 32 watts (circular), estará economizando 2/3 da energia e tendo uma durabilidade de 5 a 10 vezes maior; • Use lâmpadas adequadas para cada tipo de ambiente e trabalho; • Use os lustres ou globos transparentes e mantenha-os limpos; • Mantenha acesa a iluminação externa somente pelo tempo necessário; ONDE REDUZIR?
  18. 18. 18 Iluminação • Verifique a possibilidade de instalação de sensores de presença em ambientes como halls, banheiros, corredores, almoxarifados, etc.; • Verifique a possibilidade de instalação de interruptores temporizados (timer) para controle da iluminação externa, letreiros, vitrines e luminosos; • Utilize somente lâmpadas de voltagem compatível com a rede local. As lâmpadas de tensão menor que a da rede duram menos e queimam com mais facilidade; • Apague as lâmpadas que não estiver utilizando, salvo aquelas que contribuem para sua segurança; • Não utilize as lâmpadas fluorescentes compactas e circulares com minuteria porque o acende e apaga vai fazer com que sua vida útil seja prejudicada; • A maioria lâmpadas, em sua, devem ser instaladas com proteção a choques térmicos e umidade; ONDE REDUZIR?
  19. 19. 19 Iluminação • Utilize a quantidade de iluminância (lux) necessária para cada tipo de ambiente de trabalho: ONDE REDUZIR? FONTE: Manual de Iluminação Eficiente, Procel, julho/2002.
  20. 20. 20 ONDE REDUZIR? Lâmpadas Fluorescentes • As lâmpadas fluorescentes são melhores pois, para um mesmo fluxo luminoso elas consomem menos energia, chegando até a 80% menos e tem vida útil muito superior; • É recomendado que a lâmpada fluorescente fique pelo menos 2h e 45min acesa para que sua utilização seja a especificada (ABNT) mas pelo lado prático, tempo superior a 1h é o bastante para que a economia esteja "vigorando" no ambiente; • Estas lâmpadas são recomendadas para ambientes que tenham até 8 acendimentos por dia, pois as mesmas são especificas para esta condição. Em caso de ausência maior do que 15 minutos no ambiente, vale a pena desligar a lâmpada; • Há um mito que as lâmpadas fluorescente consomem muita energia durante o acendimento, sendo assim não vale a pena apagá-la. Isto é errado. A lâmpada irá consumir um pouco mais do que ela consome normalmente, somente naqueles segundos iniciais de acendimento, e que mesmo assim é bem menor que as incandescentes.
  21. 21. 21 Chuveiro Elétrico • Este é um dos aparelhos que mais consomem energia, reduza o tempo de uso do banho para 5 minutos , não esquecendo de desligar o chuveiro ao ensaboar-se; • Não tente aproveitar uma resistência queimada, pois isso acarretará aumento de consumo; • Use o chuveiro, sempre que possível, na posição "Verão", pois assim você economiza cerca de 30% de energia; • Limpe periodicamente os orifícios de saída de água do chuveiro; • Ao instalar o sistema de aquecimento de água, evite os elétricos. Os melhores são, nesta ordem, solar, biogás, biomassa, lenha, gás natural e gás liquefeito de petróleo (GLP). Mantenha regulado e em bom estado o equipamento escolhido. ONDE REDUZIR?
  22. 22. 22 Geladeira / Freezer • Ao escolher um novo aparelho, leve em conta também as instruções da etiqueta laranja que indica o consumo médio mensal do refrigerador ou do freezer ; • Evite instalar curvas de raio curto na tubulação; • Evite abrir a porta muitas vezes; • Não utilize a parte traseira para secar panos e roupas; • Mantenha-a distante da parede, em média, 20 centímetros; • Regule o termostato adequadamente em estações frias do ano; • Faça o degelo periodicamente, para evitar que se forme camada de gelo com mais de meio centímetro de espessura; • Evite obstruir a saída de ar frio dos equipamentos (barreiras térmicas); ONDE REDUZIR?
  23. 23. 23 Geladeira / Freezer • Instale o aparelho em local bem ventilado. Evite que fontes frias fiquem perto das quentes, evitando proximidade do fogão, de aquecedores, ou áreas expostas ao sol; • Execute isolamento térmico em toda a rede de frio; • Ajuste a temperatura dos equipamentos às necessidades de conservação dos alimentos; • Arrume os alimentos de forma a perder menos tempo para encontrá-los, e deixe espaços entre eles; • Evite iluminação direta sobre os produtos congelados e/ou refrigerados; • Evite colocar em equipamento de refrigeração produtos ainda quentes ou em embalagens de transporte; • Mantenha cobertos os balcões e as ilhas de produtos congelados durante a noite, para maior conservação do frio; ONDE REDUZIR?
  24. 24. 24 Geladeira / Freezer • Execute manutenção periódica verificando o estado das vedações em portas e tampas dos balcões frigoríficos; • Quando houver “suor” em algum ponto da área externa do refrigerador, é sinal que a vedação não está boa. Faça o seguinte teste: ONDE REDUZIR? 1 - Coloque uma folha de papel entre a borracha da porta e o corpo do aparelho; 2 - Feche a porta sobre ela; 3 - Tente retirar a folha, se ela deslizar e sair facilmente, providencie a substituição da borracha e/ou o ajuste das dobradiças. *Foto retirada em visita técnica a unidade escolar municipal, dez/2006. Geladeira com vedação prejudicada.
  25. 25. 25 Geladeira / Freezer • Ao armazenar os produtos evite a formação de barreiras para a circulação do ar; • Não guarde líquidos em recipientes sem tampa; • Execute manutenção nas torres de refrigeração e tratamento da água de refrigeração para evitar incrustação na tubulação; • Aproveite as câmaras frias, para fazer o pré-congelamento dos produtos, que serão colocados posteriormente nos balcões frigoríficos. Mantenha os balcões desligados enquanto os produtos estiverem sendo pré-congelados nas câmaras frias; • Conserve limpas as serpentinas que se encontram na parte de trás do aparelho; • Não forre as prateleiras da geladeira com vidros ou plásticos, pois isto dificulta a circulação interna do ar; • Quando se ausentar por tempo prolongado, esvazie e desligue da tomada. ONDE REDUZIR?
  26. 26. 26 Micro computador • Desligue o computador quando não estiver em uso; • Programe monitor para desligar automaticamente quando não estiver utilizando: 1- Na Área de Trabalho, clique com o botão direito e selecione a opção “Propriedades”; 2- Na guia ‘Proteção de Tela’, clique em ‘Configurações’; 3- Na guia ‘Opções de Energia’, abrir a caixa de opções ‘Desligar o Monitor’, recomendamos ‘após 5 minutos’. Clique ‘OK’; 4- Clique ‘OK’. ONDE REDUZIR?
  27. 27. 27 Máquina de Lavar e Secadora • Utilize a máquina de lavar e a secadora com suas capacidades máximas, conforme indicado pelo fabricante, evitando o desperdício de energia elétrica; • Use a dose certa de sabão especificada no manual, para evitar repetir operações de enxágüe; • Mantenha o filtro sempre limpo; • Ao comprar as lavadoras escolha as que consomem menos energia. Escolha as de lavagem a frio, ou ao menos os que têm a opção de lavagem a frio; • Regule o tempo de funcionamento da secadora de acordo com a temperatura necessária à secagem dos diversos tipos de tecidos. ONDE REDUZIR?
  28. 28. 28 Ferro Elétrico: • Acumule a maior quantidade possível de roupas, para passar de uma só vez. Ligar várias vezes ao dia desperdiça muita energia elétrica; • Regule a temperatura, seguindo as orientações do fabricante. No caso de ferro elétrico automático, use a temperatura indicada para cada tipo de tecido, iniciando sempre pelas roupas que requerem temperatura mais baixa; • Deixe o ferro desligado quando não estiver em uso, mesmo por intervalos curtos; • Ao estender as roupas para secar no varal, procure estendê-las bem abertas, possibilitando a utilização rápida ao passar o ferro elétrico; • Reserve algumas roupas leves para serem passadas nos últimos dez minutos no final da operação, com o ferro desligado, pois ele ainda estará quente; • Na compra de ferro novo, procure modelos a vapor, são mais econômicos. ONDE REDUZIR?
  29. 29. 29 Bebedouro • Se o equipamento estiver em boas condições, gasta-se entre 1,5 e 3,0 kWh / mês; • Procure eliminar vazamentos no registro de água; • É recomendável desligá-lo à noite e nos finais de semana; • Limpar o condensador periodicamente. Televisão • Desligue quando ninguém estiver assistindo; • Quando se ausentar do ambiente desconecte o interruptor da tomada, em stand-by continuará a consumir energia. ONDE REDUZIR?
  30. 30. 30 Microondas • Use suportes que permitam esquentar mais de um prato; • Leia atentamente o manual do fabricante e tire o máximo de proveito do equipamento; • Evite a proximidade do fogão e de aquecedores, ou áreas expostas ao sol; • Não encoste o aparelho na parede ou em móveis; • Use corretamente o tempo para aquecer a comida, pois cada tipo de alimento ou prato feito tem um tempo certo para ser aquecido. Torradeira elétrica: Retire da tomada após o uso. ONDE REDUZIR?
  31. 31. 31 Elevadores • Manter os elevadores funcionando plenamente somente nos horários de muita movimentação; • Fazer campanhas de conscientização para que os usuários não utilizem o elevador para subir um andar ou descer dois; • Localizar os serviços de maior contato com o público e com sub-fornecedores nos andares térreos; • Instalar controladores de tráfego para evitar que uma mesma chamada desloque mais de um elevador; • Optar por elevadores com motores de alta eficiência, variação de freqüência e modernos sistemas de controle de tráfego, e dimensioná-los para a possibilidade de velocidade reduzida, de modo a reduzir o consumo. ONDE REDUZIR?
  32. 32. 32 Instalações elétricas • Mantenha as instalações elétricas em perfeito estado de conservação e faça manutenção elétrica periodicamente, principalmente em edificações mais antigas; • Faça periodicamente um exame completo da instalação, verificando o estado de conservação e limpeza de todos os componentes (chaves-faca, garras sem pressão, aperto dos terminais de ligação de tomadas etc.) substituindo peças defeituosas ou em más condições e checando o funcionamento dos circuitos; • Quando se ausentar por um longo período, desligue a chave geral do prédio; • Tomada quente é sinônimo de desperdício. Por isso evite o uso de benjamins que sobrecarregam as tomadas, aquecem os fios desperdiçando energia elétrica e podem causar acidentes; • Use fios de espessura adequada, que suportem a potência dos seus aparelhos elétricos. ONDE REDUZIR?
  33. 33. 33 Entrada de Energia • Eliminar maus contatos em chaves fusíveis, pára-raios, emendas, elos fusíveis, muflas e condutores de alta tensão, pois provocam perdas de energia (para empresas atendidas em alta tensão); • Manter sistema de ventilação apropriado, para evitar aquecimento do óleo dos equipamentos da cabine; • Manter cabines elétricas sempre limpas para evitar curtos-circuitos; • Reapertar conexões em geral, regular relés e disjuntores; • Evitar a instalação de transformadores muito maiores do que a carga a ser alimentada; • Nos bancos de capacitores, deve ser verificado se o equipamento está desligado, queimado, mal dimensionado ou com quantidade insuficiente. ONDE REDUZIR?
  34. 34. 34 Quadro de Distribuição • Procurar, sempre que possível, instalar os quadros de distribuição no centro ou perto das cargas; • Manter as fases equilibradas; • Aterrar a carcaça dos quadros de distribuição; • Dimensionar corretamente os condutores de acordo com a carga demandada; • Manter em bom estado os condutores de energia; • Eliminar as correntes de fugas. ONDE REDUZIR?
  35. 35. 35 Sistema de Bombeamento • Elimine vazamentos em todo o sistema de fluido conectado à bomba; • Elimine consumo indevido ou desnecessário no sistema; • Realize manutenção periódica de filtros, conexões, etc.; • Ajuste as bombas conforme as curvas de desempenho; • Compatibilize a potência do motor elétrico com a capacidade da bomba, evitando a subutilização do motor, que ocasiona seu baixo fator de potência; • Minimize os acessórios da canalização, evitando válvulas de pé, curvas acentuadas, reduções e ampliações bruscas; • Dimensione corretamente o diâmetro da tubulação, pois a utilização de diâmetro abaixo do adequado acarreta maior custo com energia; ONDE REDUZIR?
  36. 36. 36 Sistema de Bombeamento • Use válvulas adequadas para controle do fluxo de fluido; • A fim de regular a vazão da bomba, use acionamento elétrico (inversor de freqüência) para controlar a velocidade do motor; • Evite entrada de ar na tubulação de sucção da bomba; • Dependendo da forma como são instaladas as bombas, pode ocorrer altura demasiada de sucção, o que além de diminuir o motor da bomba. Para este caso, minimize a altura de sucção. ONDE REDUZIR?
  37. 37. 37 Fornos e Estufas • Opere o equipamento com a carga máxima, ou seja, com o máximo admissível de produtos; • No espaço de tempo entre as fornadas, aproveite para assar outros produtos. Assim, você aproveita o calor de forma mais eficiente; • Mantenha as portas frontais dos compartimentos do forno sempre vedadas e fechadas durante as fornadas; • Efetue manutenção periódica nos dispositivos de combustão, controle e exaustão dos gases; • Mantenha em bom estado o isolamento térmico da estrutura, piso e teto dos fornos; • Estude a viabilidade econômica de substituir fornos elétricos por fornos a gás; • Evite a vaporização excessiva de água dentro dos fornos. ONDE REDUZIR?
  38. 38. 38 Fritadeiras e Assadeiras • Não use balcões térmicos sobre balcões frigoríficos, pois o calor terá que ser retirado e implicará gasto adicional em refrigeração; • Use equipamentos a gás sempre que for economicamente viável; • Verifique sempre se o uso de exaustores é necessário e se existe controle adequado de sua utilização; • Mantenha em bom estado de conservação o isolamento e o dispositivo de controle de temperatura dos equipamentos, utilizando a temperatura adequada para cada produto. ONDE REDUZIR?
  39. 39. 39 Caldeiras • Regule a pressão de vapor da caldeira de acordo com as necessidades de temperatura das fontes consumidoras; • Reduza o tempo de aquecimento das fontes consumidoras de calor; • Regule as condições de queima de acordo com as características dos combustíveis (biomassa, óleo, gás natural); • Limpe os tubos de fogo da caldeira para melhorar a troca térmica; • Faça tratamento da água de alimentação da caldeira para evitar incrustação ao redor dos tubos de fogo, piorando a troca térmica; • Aproveite o retorno de condensado para aumentar temperatura da água de alimentação da caldeira (a cada 6ºC de aumento da temperatura, há redução de 1% no consumo de combustível óleo, lenha, etc.); • Isole termicamente os tubos que transportam vapor, para evitar perdas térmicas; • Utilize calor residual para fazer pré-aquecimento de água ou combustível. ONDE REDUZIR?
  40. 40. 40 Aquecedor Central • Ligue o aquecedor apenas o tempo necessário. Se possível, instale um timer para tornar automática essa tarefa; • Feche as torneiras ao ensaboar-se; • Escolha um modelo de acordo com suas necessidades; • Dê preferência aos aquecedores equipados com controlador de temperatura; • Instale o aquecedor próximo aos pontos de consumo e isole adequadamente as canalizações de água quente; • Ajuste o termostato de acordo com a temperatura ambiente. Evite aquecer muito a água nos dias quentes; • Evite banhos demorados e não deixe torneiras abertas desnecessariamente. ONDE REDUZIR?
  41. 41. 41 PROCURANDO FUGA DE CORRENTE Teste de Fuga Corrente 1. Desconecte todos os equipamentos das tomadas e desligue toda a iluminação; 2. Mantenha ligadas as chaves de fusíveis e/ou disjuntores localizadas no quadro de distribuição; 3. Verifique se o disco do medidor está girando; 4. Se o disco estiver girando, há fuga de energia ou um defeito no medidor; 5. Para localizar a falha, desligue a chave ou disjuntor geral e aguarde 10 minutos antes de verificar o disco do medidor; 6. Se o disco parar, há fuga de energia proveniente da instalação elétrica. Procure um eletricista capacitado; 7. Se o disco não parar, o defeito pode ser no medidor. Entre em contato com a Agência de Atendimento indicada na sua conta de energia elétrica.
  42. 42. 42 DISPOSITIVOS ECONOMIZADORES DE ENERGIA Lâmpadas: FONTE: http://www.sylvania.com.br/EconoEnergia.htm, dezembro/06.
  43. 43. 43 Lâmpadas: DISPOSITIVOS ECONOMIZADORES DE ENERGIA FONTE: http://www.sylvania.com.br/EconoEnergia.htm, dezembro/06.
  44. 44. 44 Lâmpadas: DISPOSITIVOS ECONOMIZADORES DE ENERGIA FONTE: http://www.sylvania.com.br/EconoEnergia.htm, dezembro/06.
  45. 45. 45 Lâmpadas: DISPOSITIVOS ECONOMIZADORES DE ENERGIA FONTE: Manual de Economia de Energia Elétrica no Escritório, Secretaria de Energia do Estado de São Paulo, outubro/2001.
  46. 46. 46 Lâmpadas: DISPOSITIVOS ECONOMIZADORES DE ENERGIA FONTE: Manual de Economia de Energia Elétrica no Escritório, Secretaria de Energia do Estado de São Paulo, outubro/2001.
  47. 47. 47 Lâmpadas: DISPOSITIVOS ECONOMIZADORES DE ENERGIA FONTE: Manual de Economia de Energia Elétrica no Escritório, Secretaria de Energia do Estado de São Paulo, outubro/2001.
  48. 48. 48 Luminárias: DISPOSITIVOS ECONOMIZADORES DE ENERGIA FONTE: Manual de Economia de Energia Elétrica no Escritório, Secretaria de Energia do Estado de São Paulo, outubro/2001.
  49. 49. 49 Luminárias: DISPOSITIVOS ECONOMIZADORES DE ENERGIA FONTE: Manual de Economia de Energia Elétrica no Escritório, Secretaria de Energia do Estado de São Paulo, outubro/2001.
  50. 50. 50 Spot e Projetores: DISPOSITIVOS ECONOMIZADORES DE ENERGIA FONTE: Manual de Economia de Energia Elétrica no Escritório, Secretaria de Energia do Estado de São Paulo, outubro/2001.
  51. 51. 51 Esta cartilha mostra que economizar energia pode ser muito fácil através de ações simples, como aproveitar melhor a iluminação natural, eliminar o desperdício, manter ambiente de trabalho limpo e adequar o ambiente à iluminação necessária. Basta apenas um pouco de atenção ao assunto e idéias criativas podem ser levantadas e encaminhadas ao responsável na unidade para providenciar a execução. CONCLUSÃO
  52. 52. 52 Sites com informações sobre o tema: • Agência Nacional de Energia Elétrica http://www.aneel.gov.br/ • Programa Nacional de Conservação de Energia http:// www.eletrobras.gov.br/procel • Programa Municipal de Gestão Energética http://portal.prefeitura.sp.gov.br/secretarias/gestaopublica/pmge •Assossiação Brasileira de Normas Técnicas http:// www.abnt.org.br • Ministério do Meio Ambiente http://www.mma.gov.br OUTRAS INFORMAÇÕES

×