Literatura - Figuras Linguagem
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Like this? Share it with your network

Share
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Be the first to comment
No Downloads

Views

Total Views
1,094
On Slideshare
1,075
From Embeds
19
Number of Embeds
3

Actions

Shares
Downloads
24
Comments
0
Likes
2

Embeds 19

http://estudandocomfoco.blogspot.com.br 14
http://www.estudandocomfoco.blogspot.com 3
http://estudandocomfoco.blogspot.com 2

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
    No notes for slide

Transcript

  • 1. TIPOS DE LINGUAGEM• DENOTATIVO: sentido real (dicionário) Ex: Minha geladeira quebrou.• CONOTATIVO: sentido figurado Ex: Minha namorada é uma geladeira.
  • 2. FIGURAS DELINGUAGEM
  • 3. ONOMATOPÉIAIMITAÇÃO DE SONS BUMMM
  • 4. Plunct, plact, zumm,Não vai a lugar nenhum..
  • 5. ASSONÂNCIAREPETIÇÃO DE VOGAIS AAAAAA
  • 6. A minha alma tá armadaE apontada para a caraDo sossego (sego...)Pois paz sem vozPois paz sem vozNão é paz é medo, (medo)
  • 7. ALITERAÇÃOREPETIÇÃO DE CONSOANTES FDP
  • 8. penso que pena que seja poucosó penso em pensamentoquem pode me procurar de cá de lávale beijinho, beijo, beijocao b da brincadeira, brinquedo, balbuciartin-tirim-tirim (2x)” tim-tirimMy love lua da lenda longe me leva lá
  • 9. SÍMILE - COMPARAÇÃO
  • 10. É TÃO CERTOQUANTO O CALOR DO FOGOJÁ NÃO TENHO ESCOLHAE PARTICIPO DO SEU JOGONão consigo dizer se é bom ou mauAssim como o ar me parece vitalOnde quer que eu váo que quer que eu façasem você não tem graça
  • 11. METÁFORA
  • 12. AMOR É UM LIVRO – SEXO É ESPORTESEXO É ESCOLHA – AMOR É SORTEAMOR É PENSAMENTO, TEOREMAAMOR É NOVELA – SEXO É CINEMASEXO É IMAGINAÇÃO, FANTASIAAMOR É PROSA – SEXO É POESIA
  • 13. METONÍMIA SUBSTITUIÇÃO
  • 14. POLISSÍNDETO MUITA CONJUNÇÃOE... E... E... E... E...
  • 15. Disseste que se tua vozTivesse força igual à imensa dor que sentesTeu grito acordaria não só a tua casaMas a vizinhança inteiraE há tempos nem os santosTêm ao certo a medida da maldadeE há tempos são os jovens que adoecemE há tempos o encanto está ausenteE há ferrugem nos sorrisosE só o acaso estende os braçosquem procura abrigo e proteção
  • 16. ASSÍNDETO SEM CONJUNÇÃO
  • 17. EU NÃO SOU SEU, EU NÃO SOU DE NINGUÉMVOCÊ NÃO É MINHA, EU NÃO TENHO NINGUÉMNÓS SOMOS LIVRES INDEPENDENTE F.C.VOCÊ NÃO MANDA EM MIM, EU NÃO MANDO EM VOCÊVOCÊ SÓ FAZ O QUE QUER, EU SÓ FAÇO O QUE QUERONÓS SOMOS LIVRES INDEPENDENTE F.C.SE A GENTE TA ASSIM COMENDO CAPIMÉ PORQUE A GENTE QUER, SE NÃO QUISERNÓS SOMOS LIVRES INDEPENDENTE F.C.
  • 18. PLEONASMOREITERAÇÃO DE IDÉIAS
  • 19. “Todo dia ela faz tudo sempre igualMe sacode às seis horas da manhãMe sorri um sorriso pontualE me beija com a boca de hortelã”
  • 20. ANTÍTESEAPROXIMAR OPOSTOS
  • 21. Uma noite longapra uma vida curtamas já não me importa,basta poder te ajudarE são tantas marcas que já fazem parteDo que eu sou agoraMas ainda sei me virarEu tô na lanterna dos afogadosEu tô te esperandovê se não vai demorar
  • 22. Luz E SombrasVoz E SilêncioRazão, CoraçãoVocê E EuGelo E FogoMaldição E BelezaDor, Cura No Tênue Laço Que Envolve Os SonhosEu E Você Sob O Fino Véu Que Protege Os Segredos No Sol Ardente Que Abrasa Os Desejos Na Brisa Suave Que Abranda Os Temores Caminhamos Juntos, Lado A Lado Somos Opostos Que Se Atraem E Se Um Dia Fomos Dois, Hoje Somos Mais... Somos Um...
  • 23. PARADOXOFUNDIR OPOSTOS
  • 24. MUDARAM AS ESTAÇÕESNADA MUDOUMAS EU SEIQUE ALGUMA COISA ACONTECEUESTA TUDO ASSIM TÃO DIFERENTESE LEMBRA QUANDO A GENTECHEGOU UM DIA A CREDITARQUE TUDO ERA PRA SEMPRESEM SABER QUE O PRA SEMPRESEMPRE ACABA
  • 25. NEOLOGISMOCRIAÇÃO DE PALAVRAS
  • 26. O que é que eu façoSe é você que eu veneroAinda te amo,meu amor, ainda te queroE ter você, paixão pra vida inteiraTe carinhar , minha linda sereia...
  • 27. GRADAÇÃOSEQÜÊNCIA DE IDÉIAS
  • 28. Setenta (não)Noventa (não)Cento e cinqüenta (não)Trezentos (não)Quinhentos (não)Setecentos e noventa (não)Oitocentos (não)Novecentos (não)Uma milha....
  • 29. IRONIA
  • 30. “A solução pro nosso povo eu vou darNegócio bom assim ninguém nunca viuTá tudo pronto aqui é só vir pegarA solução é alugar o Brasil ”
  • 31. PROSOPOPÉIAPERSONIFICAÇÃO
  • 32. “O vento beija meus cabelosAs ondas lambem minhas pernasO sol abraça o meu corpoMeu coração canta feliz”
  • 33. ECOSREPETIÇÃO DE PALAVRAS
  • 34. Que vês? Que vês quando me vês?Quando a mentira acabar
  • 35. HIPÉRBOLE EXAGERO
  • 36. “Paixão cruel, desenfreada Te trago mil rosas roubadas ...”Pra desculpar minhas mentirasMinhas mancadasExagerado, jogado aos seus pésEu sou mesmo exageradoAdoro um amor inventado
  • 37. EUFEMISMOABRANDAMENTO
  • 38. Ah...deixa essa bonecaFaça-me o favorDeixe isso tudoE vem brincar de amorDe amor, hey, hey, heyDe amor
  • 39. Dez anos passaramE cresceram meus irmãosE os anjos levaramminha mãe pelas mãos...
  • 40. HIPÉRBATOINVERSÃO SINTÁTICA
  • 41. Ouviram do Ipiranga as margens plácidas De um povo heróico o bradoretumbante” As margens plácidas do Ipiranga ouviram o brado retumbante de um povo heróico
  • 42. ANÁFORAMESMO INÍCIO
  • 43. Quando não tinha nada, eu quisQuando tudo era ausência, espereiQuando tive frio, tremiQuando tive coragem, liguei
  • 44. PARONOMÁSIAPALAVRAS PARECIDAS
  • 45. Ando devagar porque já tive pressaE levo esse sorriso porque já choreidemaisHoje me sinto mais forte,mais feliz, quem sabe...Só levo a certeza de que muito poucosei,ou nada sei...Conhecer as manhas e as manhãsO sabor das massas e das maçãsÉ preciso amor pra poder pulsarÉ preciso paz para poder sorrirÉ preciso a chuva para florir
  • 46. ELIPSEOMISSÃO
  • 47. Ela achou meu cabelo engraçadoProibida pra mim NO WAY !Disse que nao podia ficar,mas levou a serio o que eu faleiEu vou fazer de tudo que eu puderEu vou roubar essa mulher pra mimEu posso te ligar a qualquer horaMas eu nem sei seu nomeSe nao eu quem vai fazer voce feliz ?Se nao eu quem vai fazer voce feliz ?
  • 48. PERÍFRASEAPELIDO - lugar
  • 49. CIDADE MARAVILHOSACHEIA DE ENCANTOS MILCIDADE MARAVILHOSACORAÇÃO DO MEU BRASIL
  • 50. OUTROSEXEMPLOS
  • 51. Eu sou a luz das estrelasEu sou a cor do luarEu sou as coisas da vidaEu sou o medo de amarEu sou o medo do fracoA força da imaginaçãoO blefe do jogadorEu sou, eu fui, eu vou
  • 52. Entre no meu carro Nós vamos rodar E seremos passageiros à noite E veremos a cidade em trapos E veremos o vazio do céuSob os cacos dos subúrbios daqui Mas essa noite tudo soa tão bem
  • 53. Muda,que quando a gente mudao mundo muda com a gente.A gente muda o mundo na mudança da mente.E quando a mente muda a gente anda pra frente.E quando a gente manda ninguém manda na gente.Na mudança de atitude não há mal que não semude nem doença sem cura.Na mudança de postura a gente fica mais seguro,na mudança do presente a gente molda o futuro!
  • 54. Jackie foi nascer numa cabana em Noa NoaSol do Taiti na pele, now boaSeu pai cruzou o mar, duas filhas na canoaCôco pra beber e leite de leoaJackie é uma menina tão bonita que enjoaEnjôo de vertigem, viagem de aviãoHálito de virgem, dois olhos de amêndoaVaca, cadela, macaca, gazelaLinda toda, toda linda elaToda beleza se reconhece nelaJackie Tequila coca-cola e águaÉgua, língua, mingua minha mágoa oh oh yeh
  • 55. EIE,IIIIIIIIIIIIEIEIEIEIEIEEEEE
  • 56. Vamos celebrar nossa justiçaganância e a difamaçãoVamos celebrar os preconceitosO voto dos analfabetosComemorar a água podreE todos os impostosQueimadas, mentiras e sequestrosNosso castelo de cartas marcadasO trabalho escravoNosso pequeno universoToda a hipocrisia e toda a afetaçãoTodo roubo e toda a indiferençaVamos celebrar epidemias:É a festa datorcida campeãVamos celebrar a fomeNão ter a quem ouvirNão se ter a quem amarVamos alimentar o que é maldadeVamos machucar o coração
  • 57. Há soldados armados, amados ou nãoquase todos na rua, indeciso cordão
  • 58. É como não sentir calor em CuiabáOu como no Arpoador não ver o marÉ como não morrer de raiva com a políticaIgnorar que a tarde vai vadia e míticaE como ver televisão e não dormirVer um bichano pelo chão e não sorrirÉ como não provar o nectar de um lindo amorDepois que o coração detecta a mais fina flor
  • 59. Não alimentoamor por telefoneIsso é ilusãoNão adianta falar deamor ao telefoneIsso é ilusão (Tele-fome)
  • 60. E, SÃO PAULOE, SÃO PAULOSÃO PAULO TERRA BOASÃO PAULO DA GAROA
  • 61. Complicada e perfeitinhavocê me apareceuera tudo que eu queriaestrela da sorteQuando à noite ela surgiameu bem você cresceumeu namoro é na folhinhamulher de fases
  • 62. Você é a escada na minha subidaVocê é o amor da minha vidaÉ o meu abrir de olhos o amanhecerVerdade que me leva a viverVocê é a espera na janelaA ave que vem de longe tão belaA esperança que arde em calorVocê é a tradução do que é o amor
  • 63. Teus sinais me confundem da cabeçaaos pésmas por dentro eu te devoro. Teu olhar não me diz exato quem tu és mesmo assim eu te devoro,Te devorariaa qualquer preço porque te ignoro ou te conheçoquando chove ou quando faz frio
  • 64. EU NASCI HÁ DEZ MIL ANOS ATRÁS
  • 65. Ainda há de haver saídaNenhuma idéia vale uma vidaQuando não houver esperançaQuando não restar nem ilusãoAinda há de haver esperançacada um de nós, algo de umacriançaEnquanto houver sol, enquantohouver solAinda haveráEnquanto houver sol, enquantohouver sol
  • 66. CONTROLANDO AMINHA MALUQUEZMISTURADA COMMINHA LUCIDEZ
  • 67. Penso no que façono que fize no que vou fazerHoje o seu retratosó me mostra o que eu queroesquecerQuando o sol se for meu amor vouonde você forQuando o sol se for a luz indicarávocê pra mim
  • 68. Então já eraEu vou fazer de um jeitoque ela não vai esquecerSe for já eraEu vou fazer de um jeitoque ela não vai esquecerSe for já eraEu vou fazer de um jeitoque ela não vai esquecer