Citoplasma - Biologia

3,676 views

Published on

0 Comments
3 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total views
3,676
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
75
Actions
Shares
0
Downloads
123
Comments
0
Likes
3
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Citoplasma - Biologia

  1. 1. CITOPLASMA
  2. 2. • Hialoplasma , citoplasma fundamental ou matrizcitoplasmática • Organóides• Citoplasma figurado • Inclusões ou paraplasma• Citoesqueleto
  3. 3. Colóide = é uma dispersão de partículas com diâmetro que varia de 0,001 mm a 1 mm. Região próxima à membrana I- Ectoplasma celular. É um colóide no (+ viscoso) gel estado___ . Pobre em organelas. Região próxima à II-Endoplasma membrana nuclear. É um (+ fluido) colóide no estado ___. Rico em organelas.Sistema coloidal:  fase dispersante: representada pela água  fase dispersa: representada por moléculas de proteínas que formam partículasdenominadas micelas
  4. 4. HIALOPLASMA OU CITOSOL• Estado sol: quando as micelas dispõem-se desordenadamente no meio líquido, dando aspecto mais fluido ao sistema.• Estado gel: quando as micelas apresentam estado mais organizado dentro do líquido, dando aspecto viscoso ao sistema.• Tixotropia: Sol  Gel: gelação Gel  Sol: solação• Mudanças de estado coloidal:  dependentes do citoesqueleto (principalmente) e de fatores como pH e temperatura.  responsáveis pelos movimentos citoplasmáticos: ciclose e movimento amebóide.
  5. 5. CITOESQUELETO• Liga-se às proteínas do citosol e às organelas membranosas. Responsável por alterações na viscosidade docitoplasma, pela organização integrada das organelascitoplasmáticas e pelo deslocamento de determinadasorganelas citoplasmáticas (ex.: mitocôndrias elisossomos). Componentes:  microfilamentos: proteína actina.  microtúbulos: proteína tubulina.  filamentos intermediários: proteínas fibrosas, citoqueratinas.
  6. 6. CITOESQUELETO- COMPONENTES
  7. 7. CITOESQUELETO- COMPONENTES • Microfilamentos: os filamentos de actina atuam no citoplasma na forma de redes ou feixes. Se distribuem logo abaixo da membrana plasmática, estão ligados entre si por várias proteínas, formando uma rede chamada córtex celular.
  8. 8. CITOESQUELETO- COMPONENTES• Microtúbulos: estão em constante reorganização crescendo em uma extremidade graças à polimerização local de tubulina, e diminuindo na outra extremidade graças à despolimerização local.
  9. 9. CITOESQUELETO- COMPONENTES• Filamentos intermediários: fibras protéicas duras e resistentes encontradas no citoplasma da maioria, mas não de todas as células animais. São assim denominados devido ao fato de, em micrografia eletrônica, possuírem diâmetro de tamanho intermediário entre os filamentos finos (actina) e microtúbulos, de calibre maior. São formados por um grupo de proteínas heterogêneas.
  10. 10. MOVIMENTOS CITOPLASMÁTICOS• Movimentos amebóides: a região do citoplasma mais externa da célula, que se localiza abaixo da membrana plasmática, é chamada ectoplasma, sendo um colóide no estado de gel . Já a maior parte do citoplasma, interna ao ectoplasma, é chamada endoplasma e é um colóide no estado sol . Células vivas, como amebas e leucócitos, têm a capacidade de transformar, em certas circunstâncias, partes do hialoplasma geleificadas em sol, e vice-versa. Essas transformações estão na base do famoso movimento amebóide, através do qual amebas e leucócitos "derramam" seu citoplasma para a frente, formando pseudópodes.
  11. 11. MOVIMENTOS CITOPLASMÁTICOS• Ciclose: corrente citoplasmática orientada em um certo sentido, sendo bem visível especialmente no endoplasma de muitas células vegetais. A velocidade da ciclose é aumentada pela elevação da luz e da temperatura.
  12. 12. ORGANELAS CITOPLASMÁTICAS• Célula procariótica • Célula eucariótica animal
  13. 13. RIBOSSOMOS OU GRÂNULOS DE PALADE• Origem: a partir do nucléolo.• Ocorrência = Todas as células• Localização na célula: •Ligados ao REG e a carioteca •Livres no hialoplasma •No interior das mitocôndrias e plastos• Composição química: RNA (40% a 60%) + Proteínas
  14. 14. • Estrutura: RNA + RNA RNA SubunidadeProteínas maior RNA Ribossomo + completo Subunidade menor 50 S 60 S 30 S 40 S Ribossomo Ribossomo procarioto eucarioto
  15. 15. I- Não-granuloso (RENG)II- Granuloso ou ergastoplasma(REG) Ribossomos O RER, geralmente, apresenta-se como estruturas planas achatadas. O REl, geralmente, apresenta-se como estruturas tubulares.
  16. 16. Ocorrência =1 - Rede de distribuição intracelular2 - Regulação da pressão osmótica3 - Produção de lipídios (RENG)4 - Desintoxicação celular (RENG)5 – Glicogenólise (RENG)6 - Produção de proteínas (REG)
  17. 17. • O retículo endoplasmático não pode ser isoladointacto das células. Os fragmentos obtidos a partir do retículo endoplasmático rugoso, são denominados microssomos.• O RENG, das células musculares, armazena cálcio que é liberado durante a excitação celular, para ativar o processo da contração.
  18. 18. Estruturalmente, ele é formado por várias unidades, denominadas dictiossomos ou golgiossomos (sáculos lameliformes), que, do ponto de vistamorfológico, são semelhantes em células animais e vegetais. dictiossomo dictiossomo Cel. vegetalCel. animal
  19. 19. POLARIZAÇÃO DO SISTEMA GOLGIENSE Fica voltada para a membrana Face trans ou plasmática, é a face através da qual de maturação brotam as vesículas secretoras e os lisossomos. Vesículatransportadora Face cis ou formativa Fica voltada para o retículo endoplasmático e é a face através da qual as proteínas sintetizadas no REG penetram no complexo de Golgi.
  20. 20. • FUNÇÕES1 - Secreção celular Secreção Vesícula de secreção Armazenagem Complexo Concentração e de Golgi empacotamento RER Transporte Núcleo Síntese mitocôndria Entrada dos aminoácidos
  21. 21. 2- Formação do acrossomo: 1- Dictiossomos agrupados 2- Vesículas são secretadas próximos ao núcleo 3- As vesículas vão se 4- O acrossoma está formado fusionando
  22. 22. 3- Glicolização de proteínas e lipídios4- Formação da lamela média em células vegetais
  23. 23. 5- Síntese de lipídios6- Formação do lisossomo • Origem = A maioria dos autores  RENG • Ocorrência =
  24. 24. Vesícula membranosa rica em hidrolases ácidas (pH ótimo = 5,0), relacionadas à degradação de moléculas orgânicas.• Função = Digestão intracelular • HETEROFÁGICA (fagocitose e pinocitose) • AUTOFÁGICA (autofagia ou autólise)
  25. 25. O lisossomo o efeito das suasenzimas porque sua por , .
  26. 26. Doença característica dostrabalhadores que lidam com o amianto. É também muito comum entre osoperários de minas, pedreiras e deindústrias de cerâmicas. Patologia hereditária em quecertos glicolipídios se acumulam nos lisossomos devido adeficiência de uma enzima. As crianças morrem em geral naidade de 3 ou 4 anos.
  27. 27. Canal de pinocitose Lisossomo(primário) Vacúolo autofágico Clasmocitose Corpo residual Fusão do Vacúolo lisossomo + Vacúolo alimentar fagossomo digestivo Fagocitose
  28. 28. Condensaçãoda cromatina Fragmentação Compactação da célula celular FragmentaçãoFragmentação do núcleo São fagocitados pordo DNA macrófagos Membrana interdigital
  29. 29. Vesícula membranosa contendo 0,5 a 1,5 mm enzimas oxidativas que degradam ácidos graxos, aminoácidos e álcool.: a partir de outros preexistentes
  30. 30. Os peroxissomos e a adrenoleucodistrofia (ALD)Em função de uma deficiênciaenzimática, a ALD resulta numaprogressiva degeneração do sistemanervoso, em função do acúmulo degorduras C24 e C26. • Lorenzo – O óleo de lorenzo.
  31. 31. 07 - (UPE) Peroxissomos são organelas citoplasmáticas,membranosas, presentes nas células animais e de muitos vegetais.Sobre estas organelas e suas funções, analise as afirmativas.0 0 - Apresentam muitas enzimas do tipo oxidases, que utilizam ooxigênio para oxidar substâncias orgânicas e formar, como subproduto,peróxido de hidrogênio.1 1 - São mais abundantes nas células do fígado e dos rins, ondedesempenham importante papel na oxidação de várias substânciasabsorvidas pelo sangue, como, por exemplo, o álcool.2 2 - Os novos peroxissomos são formados a partir das cisternas docomplexo de Golgi, sendo liberados diretamente, no citoplasma.3 3 - Em determinadas plantas, principalmente no grupo dasoleaginosas, as células dos cotilédones apresentam um tipo especial deperoxissomos, denominado de glioxissomos, cuja função é converter oslipídeos, armazenados na semente, em açúcares que serão utilizadosno processo de germinação.4 4 - Embora o peróxido de hidrogênio seja uma substância tóxicaproduzida pelos peroxissomos, estes são capazes de degradá-lo,transformando-o em água e gás carbônico através da enzima catalase.
  32. 32. Vesícula membranosa contendo enzimas 0,5 a 1,5 mm relacionadas ao metabolismo dos triglicerídeos e a gliconeogênese.Ocorre: protistas, células das folhas vegetais, nas sementesdas oleaginosas . . .
  33. 33. • Vacúolos vegetais• Vacúolos relacionados com o ciclo lisossômico• Vacúolos contráteis (ou pulsáteis) Núcleo Parede celular Tonoplasto
  34. 34. • Origem: elas se originam a partir da divisão de mitocôndriaspreexistentes .• Teoria simbiótica da biogênese mitocondrial• Ocorrência : Nas células eucariontes. É proporcional à atividade metabólica• Número por célula : da célula.• Condrioma :• Função : Respiração celular (produção de ).
  35. 35. 1.Membrana 3. Espaço externa 8.DNA intermembranoso 7.Ribossomos5.Partículas 4. Crista 2.Membrana 6. Matrizelementares mitocondrial interna mitocondrial
  36. 36. TIPOS• (leukos=branco): são plastos desprovidos depigmentos, não sendo capazes de realizar fotossíntese. Atuam noarmazenamento de substâncias. ARMAZENAM AMIDO ARMAZENAM PROTEÍNAS ARMAZENAM LIPÍDIOS
  37. 37. • : são plastos dotados de pigmentos, sendoresponsáveis pelas colorações das folhas, dos frutos e dassementes. TIPOS COR MAIOR ABSORÇÃO DE LUZ FÓRMULAS Clorofia A ou  Verde-azulada Azul e vermelho C55H72O 5N4Mg Clorofia B ou  Verde-amarelada Violeta e laranja C55H70O 6N4Mg
  38. 38. 1.Membrana externa 2.Tilacóides 6.Granum 3.Estroma 4.Lamela5.Membrana interna
  39. 39. • NÃO-OCORRÊNCIA: Procariontes e angiospermas 9 Trincas de• ESTRUTURA : microtúbulos Pontes protéicas (nexina + dineína)
  40. 40. Início de formação dos procentríolos Novos centríolos formados
  41. 41. (centríolos + microcentro + centrosfera + áster) Astrosfera Conjunto de microtúbulos que se irradiam da ou áster centrosfera. zona clara do centrossomo, situa-se Centrosfera ao redor dos centríolos e por fora do microcentro. Microcentro zona condensada do citoplasma, que se dispõe ao redor dos centríolos. Centríolos
  42. 42. a)b) dos CÍLIOS e os dos FLAGELOS.
  43. 43. (Modernamente = undulipódios)• Funções dos cílios e dos flagelos a) Locomoção da célula ou do organismo no meio liquido b) Movimentação do meio fluido sobre a célula ou o organismo• Estrutura dos cílios e dos flagelos: 9 Pares de microtúbulos + 1 par central
  44. 44. DIFERENÇAS ENTRE OS CÍLIOS E FLAGELOS CÍLIOS FLAGELOS NÚMEROTAMANHOMOVIMENTO
  45. 45. Quadro Comparativo entre células de organismos procariontes e eucariontes Organela Monera Protista Fungos Vegetais Animais Retículo Ausente Presente Presente Presente Presenteendoplasmático Ribossomo Presente Presente Presente Presente Presente Complexo de Ausente Presente Presente Presente Presente Golgi Lisossomo Ausente Presente Presente Presente Presente Mitocôndria Ausente Presente Presente Presente Presente Centríolo Ausente Presente Presente Ausente nos Presente vegetais superiores Plastos Ausentes Presentes em Ausentes Presente Ausentes algumas formas Vacúolo Ausente Presente Ausente Presente Ausente Peroxissomo Ausente Presente Presente Ausente Presente Glioxissomo Ausente Presente Presente Presente Ausente

×