• Share
  • Email
  • Embed
  • Like
  • Save
  • Private Content
Fontes dispersas com_ênfase_nos_resíduos_-_lilian_martelli
 

Fontes dispersas com_ênfase_nos_resíduos_-_lilian_martelli

on

  • 676 views

Palestra apresentada durante o primeiro curso de saneamento básico rural, na Embrapa Instrumentação, São Carlos - SP, outubro de 2013 ...

Palestra apresentada durante o primeiro curso de saneamento básico rural, na Embrapa Instrumentação, São Carlos - SP, outubro de 2013

Disponível em : http://saneamento.cnpdia.embrapa.br/programacao.html

Statistics

Views

Total Views
676
Views on SlideShare
307
Embed Views
369

Actions

Likes
0
Downloads
2
Comments
0

4 Embeds 369

http://muralvirtual-educaoambiental.blogspot.com.br 203
http://muralvirtual-educaoambiental.blogspot.com 156
http://muralvirtual-educaoambiental.blogspot.pt 5
http://muralvirtual-educaoambiental.blogspot.se 5

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Adobe PDF

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

    Fontes dispersas com_ênfase_nos_resíduos_-_lilian_martelli Fontes dispersas com_ênfase_nos_resíduos_-_lilian_martelli Presentation Transcript

    • Saneamento Básico na Área Rural Fontes dispersas com ênfase nos resíduos orgânicos MSc. Lilian F. de Almeida Martelli São Carlos, 30 de Outubro de 2013
    • BRASIL: “o Celeiro do mundo” Destaque na produção agrícola Principais fornecedores no mercado internacional de alimentos Agronegócio: 2010 - 15,74 % do PIB nacional - setor: R$ 423,46 bilhões, em 2000, para R$ 578,39 bilhões em 2010 Segundo MAPA: - Taxa anual média de crescimento da produção de lavouras entre 2010 e 2020: 2,67% - Projeção para 2021: uma produção de grãos superior a 195 milhões de toneladas (t), numa área pouco superior a 50,7 milhões de hectares (ha)
    • Brasil e a Importação de Fertilizantes Importa cerca de 70% das matérias-primas utilizadas para a fabricação dos fertilizantes químicos usados em seus cultivos 4º lugar no ranking dos consumidores mundiais de nutrientes para a formulação de fertilizantes. Associação Nacional para Difusão de Adubos (Anda, 2011): Foram comercializadas no Brasil, em 2010, mais de 24,5 milhões de t de fertilizantes (80% destes para atender às demandas das culturas da soja, cana-de-açúcar, milho, café e algodão)
    • BRASIL E A EXPORTAÇÃO DE PROTEÍNA ANIMAL Estimativa do MAPA até 2020 (mundial): -Carne Bovina 44,5% -Carne Suína 48,1% -Carne de Frango 14,2% Incremento do rebanho animal e concentração geográfica: Aumento da quantidade de dejetos Um dos grandes desafios do setor pecuário
    • O que esses cenários significam? ZONA RURAL Diversas fontes potenciais de geração de resíduos sólidos  esgoto sanitário  resíduos domiciliares  resíduos de construção civil  embalagens de agrotóxicos e fertilizantes  dejetos de animais  insumos veterinários, entre outros
    • ZONA RURAL * Coleta de “lixo”: 31,6% (IBGE) Ineficiência que leva a práticas comuns para 70% dos domicílios rurais: horta -queimar escola -enterrar Criação de suínos -lançar em terrenos/corpos d’água Esgotamento sanitário: Uso da água lago psicultura Segundo o Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento: a cobertura de serviços atinge aproximadamente 25% dos moradores Práticas comuns + falta de planejamento:
    • Mais resíduos na Zona Rural: Brasil, maior consumidor mundial de agrotóxicos Embalagens - “resíduos perigosos”: elevado risco de contaminação humana e ambiental Decreto-lei nº 4.074/2002: regulamentação das Leis no 7.802/1989 e 9.974/2000: Divisão da responsabilidade sobre a destinação das embalagens a todos os segmentos envolvidos diretamente com os agrotóxicos: fabricantes, revendas (canais de comercialização), agricultores (usuários) e poder público (fiscalizador). Criação em 2002 do Instituto Nacional de Processamento de Embalagens Vazias (INPEV): entidade que representa as indústrias fabricantes de produtos fitossanitários. -Remoção de cerca de 168 mil toneladas de embalagens por todo o território brasileiro -Em 2010, aproximadamente 95% das embalagens primárias foram retiradas do campo e enviadas para a destinação ambientalmente correta.
    • LOGÍSTICA REVERSA EFICIENTE QUE NÃO CONTEMPLA A DESTINAÇÃO DAS EMBALAGENS DE FERTILIZANTES -Legislação vigente não contempla -Estatísticas e informações sobre o retorno ou destinação das embalagens são praticamente inexistentes ...O Brasil é o quarto consumidor mundial de nutrientes para a formulação de fertilizantes: Em 2010 foram comercializadas mais de 24,5 milhões de toneladas de fertilizantes, distribuídos usualmente em sacarias de 50 Kg e big bags de polietileno de 1 a 1,5 toneladas
    • E QUANTO ÀS EMBALAGENS DE MEDICAMENTOS VETERINÁRIOS... - Decretos-Lei nº 467/1969, 1.662/1995, 5.053/2004, 6.296/2007, Lei nº 6.198/1974 : é de responsabilidade exclusiva do MAPA a fiscalização de produtos, dos estabelecimentos que os fabricam, além do comércio e do emprego de produtos veterinários em todo o país. Não há menções sobre normas e/ou regras para o destino das embalagens vazias Tramitam no congresso dois projetos de lei tramitam no congresso desde 2007: -Proposta de um modelo similar de logística reversa das embalagens * 7.222 produtos de uso veterinário autorizados para a comercialização no país, com destaque para as vacinas, os antibióticos entre outros
    • 1. Referente às embalagens de agrotóxicos com destinação ambientalmente correta 2. Estimativa baseada em sacarias com capacidade para 50 Kg e big bags de 1,5 toneladas 3. Estimativa de embalagens vazias procedentes da vacinação em bovinos 4. Estimativa de embalagens vazias procedentes de antiparasitários 5. Estimativa de embalagens vazias para a vacinação avícola 6. Resíduo sólido doméstico (RSD) rural considerando uma população de aproximadamente 30 milhões de habitantes e produção total de RSD rural de 0,10 Kg a 0,44 Kg/pessoa/dia. 7. Esgotamento sanitário rural baseado (PNRS, 2011)
    • Aprovação da Lei nº 12.305/10: Política Nacional de Resíduos Sólidos (PNRS) - Diagnosticar, compreender e buscar soluções para os graves problemas causados pelos resíduos Estabelece:  princípios,  objetivos,  diretrizes,  metas e ações,  instrumentos: como o Plano Nacional de Resíduos Sólidos -em processo de construção -contemplará os diversos tipos de resíduos gerados, alternativas de gestão e gerenciamento passíveis de implementação, bem como metas para diferentes cenários, programas, projetos e ações correspondentes. -estreita relação com os Planos Nacionais de Mudanças do Clima (PNMC), de Recursos Hídricos (PNRH), de Saneamento Básico (Plansab) e de Produção e Consumo Sustentável (PPCS). -Apresenta conceitos e propostas na interface entre diversos setores da economia: crescimento econômico e preservação ambiental com desenvolvimento sustentável.
    • De que outras formas as atividades agrosilvopastoris podem influenciar no impacto ao ambiente rural? Diagnóstico preliminar dos resíduos orgânicos gerados no setor agrosilvopastoril e agroindústrias primárias associadas • Para a agricultura: Permanentes: - café (em grão), - cacau (amêndoas), - banana - laranja, - coco-da-baía, - castanha de caju - Uva • - Temporárias: - soja - milho - cana-de-açúcar - feijão - arroz - trigo - mandioca Para a pecuária: bovinos aves suínos. • Para a silvicultura: - produção de madeira em toras (produção de carvão vegetal, lenha, papel e celulose e outras finalidades)
    • PNRS,2011
    • PNRS,2011
    • SUGESTÕES DO PLANO: • Desenvolvimento e inovação de tecnologias para o aproveitamento de resíduos agrosilvopastoris • Destinação adequada de todos os resíduos da criação animal por compostagem e/ou biodigestores ou outras tecnologias • Implementação da coleta seletiva da parcela dos resíduos sólidos secos no meio rural e destinação adequada em concordância com a destinação dos Resíduos Urbanos • Inventário de Resíduos Agrosilvopastoris - A partir do próximo Censo Agropecuário (2015) todos os resíduos agrosilvopastoris deverão estar inventariados. Os resíduos deverão estar quantificados e espacializados * Ampliação da Logística Reversa para todas as categorias de Resíduos Agrosilvopastoris - Implementação da logística reversa para todas as categorias de agrosilvopastoris até 2024 * Desenvolvimento e inovação de tecnologias para o aproveitamento de resíduos minerais na agricultura
    • O reaproveitamento da biomassa remanescente (agrícolas e agroindustriais): • Evitam o acúmulo dos resíduos, - controle da poluição - proporciona melhores condições de saúde pública - reduz a dependência de fertilizantes químicos importados (recuperação de elementos) • Aproveitamento na alimentação animal ou insumo para outros produtos • Geração de energia
    • RESÍDUOS NA ZONA RURAL: IMPACTOS POSITIVOS • (Galdos et al. 2009 e Souza et al. 2006) Sistema de Cana crua por 8 anos x Sistema de Cana queimada - Aumento no conteúdo total de carbono - Melhora na estabilidade dos agregados - Melhora na microporosidade e conteúdo de água no solo
    • PNRS,2011
    • APLICAÇÃO DE EFLUENTE TRATADO POR BIODIGESTOR NO SOLO: -Uso controlado: -incorporação da matéria orgânica no solo - melhores propriedades físico-químicas -Uso indiscriminado: -diminuição da matéria orgânica no solo - excesso de nutrientes (possível contaminação) - efeito de salinização -impedimento hidráulico e a diminuição da taxa de difusão de O2 Orientações – Legislação Ambiental Informações sobre aplicação (quantidade, tipo, freqüência) NECESSIDADE DA INTENSIFICAÇÃO DE ESTUDOS
    • CONTAMINANTES ORGÂNICOS: “INCORPORAÇÃO” NO MEIO AMBIENTE ...seja pelas atividades agrosilvopastoris
    • ...seja até por eventuais acidentes Incêndio em galpão de açúcar (porto seco em Santa Adélia –SP – 26/10/2013) Açúcar derretido: mais de 30 mil toneladas
    • CONTAMINANTES ORGÂNICOS: DINÂMICA
    • OS RESÍDUOS NA ZONA RURAL: - Pesticidas e herbicidas: aplicações inadequadas, e por muitas vezes, realizadas diretamente no solo -sujeitos a perdas por deriva ou volatilização - Antibióticos de uso veterinário: presentes nos dejetos, associados à matéria orgânica A compostagem pode reduzir o aporte destes compostos no solo Moléculas anfóteras e com vários grupos funcionais ionizáveis Distintas massas moleculares Distintos potenciais de volatilização Tendem a apresentar caráter hidrofílico (menor potencial de bioacumulação e maior mobilidade no solo) Toxicidade pode ser crônica ou aguda Entretanto, para os antibióticos: desenvolvimento de linhagens de bactérias resistentes (alteração na biota do solo), já através do aporte de pequenas concentrações
    • Sendo assim: o conhecimento acumulado para pesticidas nem sempre é válido/aplicável para a compreensão do comportamento dos antibióticos Processos governados: - Propriedades físico-químicas do contaminante (estrutura molecular, tamanho, solubilidade, hidrofobicidade, etc) - Propriedades do solo: pH, textura, condições de manejo, clima, teor de matéria orgânica Processos de sorção (retenção) e transformação (degradação) Tetraciclina
    • • Há a carência de informações quanto à ocorrência e comportamento de compostos em certas condições de cultivo, e principalmente em ambientes tropicais (solo e clima distintos) • Necessidade de pesquisas na área Exemplo: 424 compostos ativos de pesticidas registrados no país Apenas 22 apresentam Limite Máximo de Resíduos (LMR) estabelecidos para águas potáveis
    • PNRS,2011
    • PNRS,2011
    • DESAFIO: DESAPARECIMENTO / MINIMIZAÇÃO DE CADA CONSEQUÊNCIA PNRS,2011
    • Muito Obrigada a todos, Pela presença e atenção!