Your SlideShare is downloading. ×

Classificacao custos

7,917

Published on

0 Comments
3 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total Views
7,917
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
1
Actions
Shares
0
Downloads
161
Comments
0
Likes
3
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide

Transcript

  • 1. Gestão de Custos & Preços Reinaldo Pacheco da Costa 1
  • 2. Introdução As 5 questões fundamentais e os pecados capitais 6-11 Para quê Custos? 12-13 Classificação dos Custos 14-15 Sistemas de custeio 16-22 E os Preços? 19-28 Estruturas de mercado 29-30 O Modelo Econômico 31-36 Controle x Decisões 37 C x V x L (Margem de segurança e GAO) 38-40 2
  • 3. Introdução (2) Estudos de Caso (Apostila) Caso 1- Rede de lojas (Departamentos) com vários produtos Caso 2- Fábrica de Molas Caso 3 - Estudo econômico Custeio por Atividades – ABC (Apostila) Contabilidade Gerencial (Apostila) 3
  • 4. Materiais e Bibliografia 1. Transparências – C&P 2002 – MBA - DOC 2. Preços e Produção : A formação de preços e a administração da produção – CAP 32 (Gestão de Operações - Profs. Eng. POLI - EDUSP/Blucher) DOC 3. Estudo de Caso Comercial - DOC 4. Estudo de Caso Industrial - Custos, preços e rentabilidade de produtos (no prelo). DOC 5. Contabilidade Gerencial – Apostila RPC – DOC 6. Custeio por Atividades – Apostila RPC - DOC Livros e artigos sugeridos: 1. Contabilidade de Custos - Eliseu Martins (ATLAS) 3. Contabilidade gerencial - KAPLAN et al – Atlas 4. Portfolio Pricing: the key to achivieng sustainable strategic pricing – Revenue Technologies - www.pricingsociety.com 4
  • 5. Introdução da Introdução Cadeias, redes, clusters A’”inteligência e força COLETIVA” Economia, MKT, Finanças e Produção O exíguo tempo 5
  • 6. 1- Por quanto vender? Para cobrir custos Para maximizar ganhos: Financeiros De penetração Imagem (goodwill) Solidez (a longo prazo) 6
  • 7. 2- Quanto o cliente está disposto a pagar? Quem é efetivamente o meu cliente e o meu consumidor? Quem são os meus competidores? Como os meus clientes valorizam o meu produto? Quanto e como podem pagar? Como convencer os clientes? 7
  • 8. 3- Por quanto consigo vender? Custo: direto/indireto/fixo/variável Só isso ?: Despesas variáveis de venda Custos de logística Impostos Custos de comunicação e promoção Custos financeiros 8
  • 9. 4- E a concorrência? Quem são? Como estão posicionados? * produtos * comunicação * escala * imagem, valor percebido * tecnologia * massa x dirigida •preço e condições de * estruturas de mercado pagamento * competição * monopólio * logística * diferenciação, etc. •Movimentação * estratégia competitiva * abastecimento * custos * diferenciação * armazenagem/distribuição * vantagens competitivas 9
  • 10. 5- Quanto eu ganho? [Preço unitário - Custo unitário] x Quantidade [Px - Cx] x Qx Ponto de equilíbrio Margem de contribuição [Px - Cx] x Qx = 0 Px - CVx Sendo X > 0 Px 10
  • 11. 6- Pecados Capitais Fazer preço apenas em função da concorrência Fazer preço apenas em função do custo Fazer rateio dos custos fixos aos produtos Definir produtos e preços pelo viés das vendas Focar FOB e não CIF Não considerar que só o bolso do consumidor final é que sente os custos totais 11
  • 12. 7- Para quê Custos? * Valorização * Planejamento * custos de estoques * planejamento, programação e * custos de produtos controle de produção e de * preços estoques * lucros * análise de resultados * interface contábil, * análise de investimentos fiscal e tributária * política comercial * Controle: * política econômico-financeira (orçamento, fluxo de caixa, * eficiência preços, etc) * consumo de materiais * “Make-or-buy” * processos * mão de obra * gerencial/departamental/ setorial 12
  • 13. Prá quê custos? (2) Projetar produtos e serviços Identificar qual etapa do processo de produção deve ser aprimorado Tomada de decisão de onde deve ser direcionado os investimentos, Negociação de preços e especificações de produtos Manter estrutura de canais de distribuição adequadas 13
  • 14. “As 2 Contabilidades” C o n ta b ilid a d e fin a n c e ira C o n ta b ilid a d e G e re n c ia l P ú b lic o – a lvo E x te rn o : a c io n is ta s , c re d o re s , In te rn o : fu n c io n á rio s , a u to rid a d e s fis c a is . g e re n te s e e x e c u tivo s O b je tivo R e p o rta r o d e s e m p e n h o In fo rm a r p a ra to m a d a d e p a s s a d o c o m fin a lid a d e s d e c is õ e s in te rn a s fe ita s p o r e x te rn a s ; c o n tra to s c o m e m p re g a d o s , g e s to re s e p ro p rie tá rio s e c re d o re s . e x e c u tivo s : fe e d b a c k e c o n tro le d o d e s e m p e n h o d a s o p e ra ç õ e s . T e m p o ra lid a d e H is tó ric a ; p a s s a d a . C o rre n te ; o rie n ta d a p a ra o fu tu ro . R e s triç õ e s R e g u la d a s : re g ra s d ire c io n a d a s S e m re g ra s e s ta b e le c id a s : p o r p rin c íp io s g e ra is a c e ito s s is te m a s e in fo rm a ç õ e s p e la c o n ta b ilid a d e e d e te rm in a d a s p o r g e re n te s a u to rid a d e s g o ve rn a m e n ta is . p a ra e n c o n tro d e n e c e s s id a d e s e s tra té g ic a s e o p e ra c io n a is . T ip o d e M e d id a s fin a n c e ira s s o m e n te . F in a n c e ira s m a is m e d id a s In fo rm a ç ã o o p e ra c io n a is e fis c a is s o b re p ro c e s s o s , te c n o lo g ia , fo rn e c e d o re s , c lie n te s e c o m p e tid o re s . N a tu re z a d a O b je tiva , a s u d itá ve l, c o n fiá ve l, M a is s u b je tiva e d e ju iz o s ; In fo rm a ç ã o c o n s is te n te , p re c is a . vá lid a s , re le va n te s , a c u ra d a s . Escopo Alta m e n te a g re g a d o ; re la tó rio s D e s a g re g a d o , d e in fo rm a ç ã o à s o b re a o rg a n iz a ç ã o in te ira . a ç õ e s e d e c is õ e s lo c a is . 14
  • 15. 8- Classificação dos Custos (1) * Por área de atividade: * custos de produção * custos de administração * custos comerciais * custos financeiros * Por produto: * custos diretos * custos indiretos * custo marginal * Por volume e período de tempo: * custos variáveis * custos fixos 15
  • 16. 8 - Classificação dos Custos (2) * Por tipo de sistema de produção: * contínua pura * intermitente (repetitiva ou sob encomenda) * sob encomenda (ordem de fabricação) * Pela natureza do tempo: * histórico (ou real) * padrão * reposição * projetado * Por tipode natureza legal: * contábil * extra contábil 16
  • 17. 9- Métodos e Sistemas de Custos Contabilidade Financeira e Contabilidade Gerencial Contabilidade de Custos Custeio Real Custeio Padrão Custeio Direto Custeio Por Absorção “Activity Based Costing” - ABC Painel de alternativas para quantificação de custos “Diferentes funções, diferentes demandas” * Freqüência * Nível de agregação * Controles necessários * A importância do “cliente” no desenho do sistema 17
  • 18. Classificação (Volume x identificação) 18
  • 19. Principios e Métodos CUSTOS VARIÁVEIS CUSTOS DIRETOS X X CUSTOS FIXOS CUSTOS INDIRETOS Princípios de Custeio Métodos de Custeio a. Custeio Total a. Custo-padrão b. Custeio por Absorção b. Centros de Custos c. Custeio Direto c. ABC Fonte: BRUNSTEIN, I. & KLIEMANN Neto, J. F. - Novas Técnicas de Controle e Custeio de Processos. Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Porto Alegre, RS. 1997. 19
  • 20. CLASSIFICAÇÕES E NOMENCLATURAS NATUREZA C. CUSTOS ESPECÍFICAS CUSTOS: PRODUÇÃO: PRODUTO: • Matéria-prima • Usinagem • Diretos • Mão-de-obra • Cromeação • Indiretos • Energia elétrica • Montagem DESPESAS: APOIO: VOLUME/TEMPO: • Administrativas • Engenharia • Fixos • Vendas • Manutenção • Variáveis • Etc. • Etc. CONTROLE: • Controláveis • Não controláveis • Etc. Fonte: MARTINS, Eliseu. Contabilidade de Custos. São Paulo: Atlas, 1990 20
  • 21. Diagrama – Custeio por Absorção Custos e Despesas Outras Despesas CF da Fábrica Fabris Custos Variáveis Custos Variáveis Custos e Despesas Rateios (Diretos) (Indiretos) Fixas Produtos Análise de Resultados (+)Vendas (Faturamento) (-)CPV Produtos Estocados Produtos Vendidos = Resultado Bruto ao fim do mês (CPV) (-)Custos e Despesas Fixos (-)Despesas Variáveis de Vendas (-)Variação de Estoques Produtos Estocados no início do mês = Resultado Líquido 21
  • 22. Diagrama – Custeio Direto Custos e Despesas Custos e Despesas Despesas Gerais - Fabris Fixas da Fábrica Overhead Custos Variáveis Custos Variáveis Custos Fixos CGF (Diretos) (Indiretos) Análise de Resultados Produtos (+)Vendas (Faturamento) (-)CPV (-)Despesas Variáveis de Venda Produtos Estocados Produtos Vendidos ao fim do mês (CPV) = Margem de Contribuição Total (-)CGF (-)Custos e Despesas Fixos Produtos Estocados (-)Variação de Estoques no início do mês = Resultado Líquido 22
  • 23. Custeio por atividades (ABC) (1/2) 23
  • 24. Custeio por atividades (ABC) (2/2) 24
  • 25. Diagrama de Montagem => Bill of Materials + Processo Farinha Ovos Água Tomate Sal 400g/kg 2u/kg 200ml/kg 1,2kgl/kg 5gl/kg SUBCONJUNTOS Massa 400 gramas de farinha + 2 ovos + 200 ml de água + [preparação de Preparar massa] = Preparar recheio Ajudante 1Kg de massa 30kg/h massa Molho 1,2 Kg de tomate + 5g de sal + Pizzaiolo [preparação molho] = 50kg/h 1Kg de molho Massa Molho 400g de massa + 100g de molho 400g/u 100g/u + [montagem] + [assar] = 1 unidade de pizza OPERAÇÕES Muzzarela Orégano azeitona embalagem 200g/u 5g/u 50g/u 1u/u [preparação de massa] [preparação molho] [montagem] [assar] Operações que incluem recursos Montar (mão-de-obra direta e pizza equipamentos) Pizzaiolo 50u/h Assar Pizzaiolo pizza 5u/h Forno 50u/h Pizza muzzarela Ilustração 1 - Diagrama de montagem (pizza muzzarela) 25
  • 26. Planejamento & Sistemas de Gestão da Produção Saraiva Jr., A. F. (Dissertação PRO-USP; p. 17) 26
  • 27. Sistemas de Produção & Sistemas de Gestão da Produção Tipo de produção Modelos de Modelos de Planejamento Programação ----------------------------------------------------------------------------------------------- Estoque puro Planejamento e Controle de estoques Contínua Planejamento Balanceamento pura Agregado de linhas Intermitente Planejamento Sequenciação repetitiva sob encomenda Grandes Projetos Planejamento Programação em redes em redes --------------------------------------------------------------------------------------------------- 27
  • 28. 10 - Gestão de Custos (1) CONTABILIDADE DE CUSTOS • Controle do fluxo físico de materiais e produtos acabados • Avaliar os sistemas de produção e seus respectivos sistemas de custeamento (encomenda, ordem, padrão, real, rkw..) • Há comparações entre custos reais e padrões ? • Α implantação de sistemas de planejamento e custos encontrou resistências internas? • Avaliar a questão comportamental e cultural relacionada à gestão de custos 28
  • 29. 10 - Gestão de Custos (2) ANÁLISE DE CUSTOS Como são custeados os elementos de custos ? custos históricos ou médios, reposição etc. A empresa apresenta análise dos custos unitários dos produtos? Quem são os maiores solicitantes de informações de custos ? Análise do desempenho dos departamentos e periodicidade do controle de despesas gerais, administrativas e de vendas? ORÇAMENTO EMPRESARIAL A empresa elabora orçamentos periódicos? A empresa elabora orçamentos flexíveis ? A empresa elabora plano econômico-financeiro ? As análises entre o real e o previsto têm sido acolhidas pela direção ? Os executivos de diversas áreas participam da elaboração do planejamento e do orçamento ? 29
  • 30. 10 - Gestão de Custos (3) CONTABILIDADE GERENCIAL A empresa elabora “análise de resultado por produto”? A análise do ponto de equilíbrio é feita periódicamente ? O sistema gera informações: societárias, fiscal, gerencial ? Para a contabilidade gerencial qual o critério p/ cálculo das depreciações? Vida legal (RIR); Vida útil, vida tecnológica, vida econômica A empresa usa outros ajustes para efeito de contabilidade gerencial? CONTABILIDADE ESTRATÉGICA Quais as prioridades estratégicas da empresa? A empresa pretende implantar o ABC ? Custos da qualidade ? A empresa usa análise estratégica de custos ? Planejamento estratégico, investimentos, ciclo de vida dos produtos, custos dos produtos, avaliação de desempenho, pricing, riscos. A empresa usa o conceito de custo-meta para planejamento ? A empresa está implantando o “just in time “? Total quality control ? Benchmarking ? Células de produção ? 30
  • 31. Gestão Econômico-Financeira Análise e Planejamento. Transforma dados financeiros em informações apropriadas para a tomada de decisões. Administra a estrutura de ativos. Usos da firma. Investimentos em ativos fixos, estoques etc. Dimensiona e administra a estrutura financeira da empresa. Financiamentos de curto e longo prazos. Obtém e interpreta dados do ambiente externo da empresa. Estudos de mercado. Pesquisa e levantamento de custos e das condições internas das operações. Sintetiza as políticas relacionadas à produção, estocagem, investimentos e preços. Desenvolve métodos para subsidiar decisões táticas e estratégicas. 31
  • 32. Finanças e Produção: Interfaces Planejamento da capacidade produtiva e previsão de demanda. Previsão de vendas e Planejamento da produção de curto e longo prazos. Abastecimento, Armazenagem e Distribuição Física Mix de produtos Controle de custos Lançamento de novos produtos Melhoria de processos Serviços adjuntos 32
  • 33. 11- E os Preços ? (1) As três fontes de determinação de preços: O mercado (lei da oferta e da procura); As estruturas concorrências (monopólio, oligopólio, concorrência pura e concorrência monopolística); e A função de custos 33
  • 34. Objetivos dos preços Retorno do Investimento Aumentar % de mercado Maximização do lucro a longo prazo Maximização do lucro a curto prazo Estabilização no mercado Desencorajar a concorrência Manter lealdade de parceiros Reputação(Goodwill) Sinergia da linha de produtos 34
  • 35. 11 E os Preços ? (2) Pricing de um novo produto CRITÉRIOS * Preço de skimming Orientação por vendas * Preço de penetração Orientação por custos Preços Psicológicos * Custo total * “Cost plus mark-up“ Preços Geográficos * Análise por Ponto de equilíbrio Descontos ( custo x volume x lucro ) * Taxa-alvo de retorno +Intermediários +Quantidades Orientação para + À vista competição ( Mercado ) + Sazonais * análise marginal Promoções * Preço de mercado ou proporcional “isca” * “Preço abaixo do custo” “Ocasião” “Mix” 35
  • 36. Posicionamento do Produto Kotler (cap. 15) Estratégias e Programas de Preços PREÇO ALTO MÉDIO BAIXO Estratégia de QUALIDADE DO PRODUTO preço Estratégia de Estratégia de ALTA premium alto valor super valor Estratégia de preço Estratégia de Estratégia de MÉDIA excessivo valor médio valor bom Estratégia de Estratégia de assalto ao falsa Estratégia de BAIXA cliente economia economia 36
  • 37. Q u a n to m a is d ir e ta e p u lv e r iz a d a a v e n d a M a io r o p r e ç o u n itá r io , m e n o r o c u s to e o r isc o P reço u n itá rio (P u ) C O R P O -A -C O R P O (1 ) P O N T O -A -P O N T O • v e n d a s d ire ta s p u lv e riz a d a s • v e n d a s in d ire ta s p u lv e riz a d a s • d ire c t M K T & S a le s • N e tw o r k in g M K T & S a le s P u cr Pu CR P IC A D IN H O ATACADÃO (3 ) • u so in te n siv o d a c a d e ia d e • c o n c e n tra ç ã o d e v e n d a s e m d istrib u iç ã o , c o m v á rio s p o u c o s e g ra n d e s c lie n te s in te rm e d iá rio s . pu cR Pu Cr C u sto s (c )
  • 38. 5 forças de Porter Competidores Potenciais Competidores Fornecedores Atuais Clientes Empresa Influência Análise de substitutos Governamental 38
  • 39. Custeio Direto e Modelo Econômico 39
  • 40. CONCEITOS BÁSICOS IPI 1 - Conceito de Receita Bruta e Receita Líquida ICMS IMPOSTOS PIS COFINS COMISSÃO DE VENDAS DESPESAS PROPORCIONAIS AO FATURAMENTO (D.P.F.) (*) FRETES SEGUROS EMBALAGENS ROYALTIES DESPESAS FINANCEIRAS OPERACIONAIS RECEITA LÍQUIDA = RECEITA BRUTA - D.P.F. (*) ou Despesas Variáveis de Vendas ou Despesas de Vendas 40
  • 41. CONCEITOS BÁSICOS 2 - Conceito de Custos Fixos e Variáveis CUSTOS FIXOS OU INDIRETOS: PARA UM DADO PERÍODO DE TEMPO NÃO SE ALTERAM COM O VOLUME DE PRODUÇÃO REALIZADO (AO MENOS DURANTE O QUAL AS INSTALÇÕES DE PARA UM INTERVALO RELEVANTE) PRODUÇÃO SÃO CONSIDERADAS INVARIANTES CUSTOS DIRETOS OU CUSTOS VARIÁVEIS: DEPENDEM DO VOLUME DE PRODUÇÃO REALIZADO 41
  • 42. 3 - Conceito de Rentabilidade de um Produto: Margem Bruta de Contribuição Receita Líquida do Produto x no Período t (-) (-) Custos Variáveis do Produto x Associados com a Receita Líquida acima = Margem Bruta de Contribuição = Interpretação Econômica da Atividade de Operações Entradas Saídas CUSTOS MATERIAIS PROCESSO PRODUTOS RECEITAS BRUTAS VARIÁVEIS MOD DE (-) DPF = (CV) EMBALAGENS PRODUÇÃO RECEITA LÍQUIDA ENERGIA (RL) CUSTOS FIXOS (CF) DESPESAS FIXAS (DF) RL - CV = MBC RES = MBC - CF - DF = RESULTADO OPERACIONAL MBC É A MEDIDA DO VALOR CRIADO NA TRANSFORMAÇÃO DAS ENTRADAS EM SAÍDAS 42
  • 43. 4 - Conceito de Relação Produto - Mercado e Rentabilidade Diferenciada REGIONAL (GEOGRÁFICO) Mercado CATEGORIA DE CONSUMIDOR (CLASSES) M1 Se M for o total de diferentes mercados onde X é M2 Vendido, deve-se calcular M MBC de X. X M3 MM ICMS Comissões - Diferença nas DPF Fretes e Seguros Etc. Por que? ENERGIA Industrial - Diferença nos Preços ELÉTRICA Comercial Residencial Pública 43
  • 44. 5 - Conceito de Custos e/ou Despesas Fixas Próprias Identificadas com um Produto ou uma Atividade: Margem Semi Bruta de Contribuição Receita Líquida do Produto y no mês t (-) Custos Variáveis do Produto y correspondente a Receita Líquida acima Margem Bruta da Contribuição de y em t Custos Fixos Próprios de y em t (-) Margem Semi Bruta de y em t Os custos e/ou despesas fixas próprias identificados, devem ser cobertos pelo produto ou atividade correspondente, resultando na MSBC. Por sua vez a MSBC, mede a renda econômica do produto ou atividade para a empresa naquele período. 44
  • 45. 6 - Conceito de Conta de Apuração de Resultados do Período adaptada ao Modelo Descritivo Apuração do Resultado do Período CUSTOS MBC OU MSBC FIXOS DO GERAIS DO PRODUTO x PERÍODO ESTRUTURA DE DESPESAS FIXAS RENTABILIDADE CURTO PRAZO GERAIS DO DOS PRODUTOS DA EMPRESA PERÍODO MBC OU MSBC OU ATIVIDADES DO RESULTADO PRODUTO y DO PERÍODO 45

×