• Share
  • Email
  • Embed
  • Like
  • Save
  • Private Content
SVG como exemplo de XML
 

SVG como exemplo de XML

on

  • 2,532 views

SVG como exemplo de uso real de XML

SVG como exemplo de uso real de XML

Statistics

Views

Total Views
2,532
Views on SlideShare
2,524
Embed Views
8

Actions

Likes
1
Downloads
18
Comments
0

1 Embed 8

http://www.slideshare.net 8

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as OpenOffice

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

    SVG como exemplo de XML SVG como exemplo de XML Presentation Transcript

      • Scalable Vector Graphics
      • um exemplo de uso de XML
      Universidade Federal do Ceará, 1 de Abril de 2008 por Edilson Ribeiro Júnio e José Maria Silveira Neto.
    • Introdução
      • Este é exemplo de uso de arquivos XML em uma situação real. Escolhemos o padrão SVG por se tratar de um formato amplamente utilizado e que é um formato baseado em XML.
    • Cenário
        • Uma imagem no computador pode ser classificada como raster ou vetorial.
    • Raster
      • Uma imagem raster armazena a imagem como mapa de bits onde cada ponto do mapa (pixel) representa uma cor. Esse formato é adequado para armazenar fotografias mas é amplamente utilizado para os mais diversos usos.
    • Exemplo Raster
    • Vetorial
      • O formato vetorial armazena uma imagem em função de primitivas gráficas como círculos, quadrados e curvas. Essas primitivas são armazenadas de em uma forma matemática paramétrica, o que permite que a imagem sofra transformações sem perder qualidade, por exemplo, ela pode sofrer escala (zoom) sem perder qualidade.
    • Exemplo Vetorial
    • Desafios
      • Um bom formato para gráficos vetoriais precisava atender os reguintes requisitos:
      • Estrutura; é necessário escolher uma forma de organizar as entidades que representam uma imagem (as primitivas, operações e filtros). A maneira mais natural seria organizar as entidades de uma maneira hierárquica mas outras maneiras seriam possíveis.
    • Desafios (mais)
      • Semântica: os gráficos vetoriais possuem uma forte carga semântica já que as entidades podem ser descritas (um círculo de raio 10 no ponto 20 e 30). Seria interessante preservar essa semantica no formato.
      • Interoperabilidade: parsers para abrir e fechar o formato devem ser fáceis de serem desenvolvidos ou acoplados a diversas aplicações.
    • Desafios (e mais)
      • Tamanho: os arquivos gráficos são amplamente utilizados, geralmente em uma única aplicação pode utilizar vários arquivos gráficos. Se o formato de arquivo precisar de muito espaço as aplicações se tornaram pesadas e ocuparam muito espaço em disco.
    • Solução
      • SVG é a sigla em inglês para Scalable Vector Graphics é um formato aberto prosto pela W3C ( World Wide Web Consortium ) para descrever arquivos gráficos vetoriais em duas dimensões, estáticos ou animados. SVG pode ser puramente declarativo ou incluir scripts e hyperlinks.
    • Exemplo de Código SVG
      • <svg xmlns=&quot;http://www.w3.org/2000/svg&quot;
      • width=&quot;467&quot; height=&quot;462&quot;>
      • <rect x=&quot;80&quot; y=&quot;60&quot; width=&quot;250&quot; height=&quot;250&quot; rx=&quot;20&quot;
      • style=&quot;fill:#ff0000; stroke:#000000; stroke-width:2px;&quot; />
      • <rect x=&quot;140&quot; y=&quot;120&quot; width=&quot;250&quot; height=&quot;250&quot; rx=&quot;40&quot;
      • style=&quot;fill:#0000ff; stroke:#000000; stroke-width:2px;
      • fill-opacity:0.7;&quot; />
      • </svg>
    • Examplo de gráfico SVG
    • Vantagens
      • Arquivos Raster podem ser embutidos em formato binário dentro de um SVG.
      • É baseado em texto. Isso torna já facilita a criação de parsers.
      • Tem suporte a Unicode.
      • Suporta estruturas dados comuns na computação como listas, registros e árvores.
    • Vantagens (mais)
      • É aplicável para uma larga gama de tipos de imagens (mas não todas).
      • É independente de plataforma e portanto imune a mudanças de tecnologia.
      • É possível ampliar ou reduzir o formato de maneira compatível através de ajustes no esquema.
      • Sua natureza verbal propicia uma boa eficiencia com compactação.
    • Desvantagens
      • A sintáxe do XML é redundante e em certos casos os arquivos SVG podem ser maiores se comparados com Raster.
      • Arquivos SVG podem ficar muito grandes e podem afetar a eficiencia das aplicações.
    • Referências
      • http://en.wikipedia.org/wiki/SVG
      • http://en.wikipedia.org/wiki/Vector_graphics
      • http://en.wikipedia.org/wiki/XML
      • http://www.w3.org/2000/svg
      • Obrigado!
      Universidade Federal do Ceará, 1 de Abril de 2008