g                                                                    mpresidenta da repúblicaDilma Rousseffvice-presidente...
guia                 Ministério da Culturamus             Instituto Brasileiro de Museus  Brasília   2011
Copyright© 2011 - Instituto Brasileiro de MuseusQualquer parte desta publicação pode ser reproduzida desde que citada a fo...
A todos os museus e profissionais que    compartilharam suas informações para aconstrução do Cadastro Nacional de Museus.
SumárioAo Brasil, seus museus	          9Um Guia para marcar encontro	    11Apresentação	                    13Região Nort...
Ao Brasil, seus museusMais do que casas da memória, museus são casas da vida de um país. Espaçosque assumem cada vez mais ...
orientadora e estimulante da realização de ações nesta área.                                                         O Gui...
Um Guia para marcar encontro“A vida é a arte do encontro”, definiu com a genialidade costumeira um denossos maiores poetas...
abrigada em nossos museus, à espera de meios de emergir à superfície.                                                     ...
ApresentaçãoGuiar é, segundo o dicionário, uma palavra relacionada a diferentes acepçõesque podem ser divididas em dois gr...
Nesse sentido, foi desenvolvido um único questionário de cadastramento para                                               ...
Três anos mais tarde, o CNM passou a adotar o conceito de museu expresso noEstatuto de Museus, promulgado pela Lei nº 11.9...
dados, em formato ISIS, com a presença de todos os 73 campos presentes                                                    ...
brasileiras. Em seguida são relacionados os museus em processo de implantação,os museus virtuais e os museus extintos, inc...
Exemplo:                                                             museu cadastrado                                     ...
Em seguida é informada a tipologia das coleções que são preservadas e comuni-cadas pelo museu, podendo estas serem classif...
Arquivístico: conjunto de documentos acumulados por pessoas ou instituições, públicas                                     ...
segue a mesma lógica dos museus presenciais, ou seja, é autodeclaratório.É importante ressaltar que ao longo dos cinco ano...
Durante o trabalho de coleta e checagem de dados foi também percebida a                                                   ...
Unidades da Federeção com museus extintos,incorporados e renomeadosAcre 542Alagoas 542Amapá 542Bahia 542Ceará 543Distrito ...
Acre                                                                  Museu da Base Aérea a Céu Aberto                    ...
Museus Extintos, Incorporados e Renomeadosobs.:   A informação sobre a extinção do museu foi obtida em 2010,   obs.:   O m...
seu acervo foi incorporado ao Museu da Cidade,                        Paraíba                                             ...
Museus Extintos, Incorporados e RenomeadosEspaço Histórico Cultural Banco do Brasil                              obs.:   O...
Museu de Arte e História do Rio Grande do Norte                      Museu de Arqueologia e Paleontologia                 ...
Museus Extintos, Incorporados e RenomeadosMuseu do Colégio Bom Jesus Diocesano                                  Museu Hist...
Comunicação Corporativa - Acervo Cultural do Santander                                                         informou em...
Municípios com museus em implantaçãoRio Branco 550              Curitiba 557Manaus 550                  Chopinzinho 558Cac...
Região Norte                                                     telefones públicos e bebedouros adaptados para cadeirante...
endereço:    Rua Santa Clara do Desterro, s/n.                           natureza administrativa:   Privado - Fundação.   ...
Piauí                                                                  São José de Mipibu                                 ...
natureza administrativa:   Particular.                             Museu da Memória e História da Rocinha Sankofa         ...
Guia dos Museus Brasileiros (extintos e virtuais)
Guia dos Museus Brasileiros (extintos e virtuais)
Guia dos Museus Brasileiros (extintos e virtuais)
Guia dos Museus Brasileiros (extintos e virtuais)
Guia dos Museus Brasileiros (extintos e virtuais)
Guia dos Museus Brasileiros (extintos e virtuais)
Guia dos Museus Brasileiros (extintos e virtuais)
Guia dos Museus Brasileiros (extintos e virtuais)
Guia dos Museus Brasileiros (extintos e virtuais)
Guia dos Museus Brasileiros (extintos e virtuais)
Guia dos Museus Brasileiros (extintos e virtuais)
Guia dos Museus Brasileiros (extintos e virtuais)
Guia dos Museus Brasileiros (extintos e virtuais)
Guia dos Museus Brasileiros (extintos e virtuais)
Guia dos Museus Brasileiros (extintos e virtuais)
Guia dos Museus Brasileiros (extintos e virtuais)
Guia dos Museus Brasileiros (extintos e virtuais)
Guia dos Museus Brasileiros (extintos e virtuais)
Guia dos Museus Brasileiros (extintos e virtuais)
Guia dos Museus Brasileiros (extintos e virtuais)
Guia dos Museus Brasileiros (extintos e virtuais)
Guia dos Museus Brasileiros (extintos e virtuais)
Guia dos Museus Brasileiros (extintos e virtuais)
Guia dos Museus Brasileiros (extintos e virtuais)
Guia dos Museus Brasileiros (extintos e virtuais)
Guia dos Museus Brasileiros (extintos e virtuais)
Guia dos Museus Brasileiros (extintos e virtuais)
Guia dos Museus Brasileiros (extintos e virtuais)
Guia dos Museus Brasileiros (extintos e virtuais)
Guia dos Museus Brasileiros (extintos e virtuais)
Guia dos Museus Brasileiros (extintos e virtuais)
Guia dos Museus Brasileiros (extintos e virtuais)
Guia dos Museus Brasileiros (extintos e virtuais)
Guia dos Museus Brasileiros (extintos e virtuais)
Guia dos Museus Brasileiros (extintos e virtuais)
Guia dos Museus Brasileiros (extintos e virtuais)
Guia dos Museus Brasileiros (extintos e virtuais)
Guia dos Museus Brasileiros (extintos e virtuais)
Guia dos Museus Brasileiros (extintos e virtuais)
Guia dos Museus Brasileiros (extintos e virtuais)
Guia dos Museus Brasileiros (extintos e virtuais)
Guia dos Museus Brasileiros (extintos e virtuais)
Guia dos Museus Brasileiros (extintos e virtuais)
Guia dos Museus Brasileiros (extintos e virtuais)
Upcoming SlideShare
Loading in …5
×

Guia dos Museus Brasileiros (extintos e virtuais)

3,416 views

Published on

Published in: Travel
1 Comment
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total views
3,416
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
453
Actions
Shares
0
Downloads
13
Comments
1
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Guia dos Museus Brasileiros (extintos e virtuais)

  1. 1. g mpresidenta da repúblicaDilma Rousseffvice-presidenteMichel Temerministra da culturaAna de Hollandapresidente do ibramJosé do Nascimento Juniordiretora do departamento de difusão, fomento e economia de museusEneida Braga Rocha de Lemosdiretora do departamento de planejamento e gestão internaJane Carla Lopes Mendonçadiretor do departamento de processos museaisMário de Souza Chagascoordenadora geral de sistemas de informação musealRose Moreira de Mirandaprocurador-chefeJamerson Vieira
  2. 2. guia Ministério da Culturamus Instituto Brasileiro de Museus Brasília 2011
  3. 3. Copyright© 2011 - Instituto Brasileiro de MuseusQualquer parte desta publicação pode ser reproduzida desde que citada a fonte.Tiragem: 6.000 exemplaresImpresso no Brasilcoordenação editorialRose Moreira de MirandaUNIDADE RESPONSÁVELcoordenação de produção e análise da informaçãoMayra Resende Costa Almeidanúcleo do cadastro nacional de museusAdriana Bandeira Cordeiroequipe técnicaAlessandra Garcia, Ana Maria Moreira, Bruno Aragão, Gláucia Coelho,Isabella Biato, Jéssica Santana, Karla Uzêda, Lúcia Ibrahim, Leonardo Neves,Michel Correia, Pedro Fideles, Renata Almendra, Thaisa Leite e Yris LiraestagiáriasAna Paula Sene e Keyla Waltzprojeto gráfico, capa e diagramaçãoMarcia Mattos - Mais Garrida Produções Culturais Ltda.revisãoClícia Rodrigues e Fernanda Gomes - Njobs Comunicação Instituto Brasileiro de Museus Guia dos Museus Brasileiros/Instituto Brasileiro de Museus. Brasília: Instituto Brasileiro de Museus, 2011. 592 p.; 21 x 25 cm. ISBN 978-85-63078-12-4 1. Instituto Brasileiro de Museus. 2. Museus - Brasil CDU 069:31(81)(036)endereço/distribuição:INSTITUTO BRASILEIRO DE MUSEUS – IBRAMSetor Bancário Norte, Quadra 02, Bloco N, 12º andarBrasília/DFCEP: 70040-000Telefone: + 55 (61) 2024-4301www.museus.gov.br
  4. 4. A todos os museus e profissionais que compartilharam suas informações para aconstrução do Cadastro Nacional de Museus.
  5. 5. SumárioAo Brasil, seus museus 9Um Guia para marcar encontro 11Apresentação 13Região Norte Acre 23 Amapá 28 Região Sudeste Amazonas 31 Espírito Santo 166 Pará 39 Minas Gerais 176 Rondônia 48 Rio de Janeiro 230 Roraima 51 São Paulo 275 Tocantins 53 Região SulRegião Nordeste Paraná 359 Alagoas 56 Rio Grande do Sul 400 Bahia 67 Santa Catarina 467 Ceará 95 Região Centro-Oeste Maranhão 113 Distrito Federal 499 Paraíba 118 Goiás 511 Pernambuco 128 Mato Grosso 523 Piauí 145 Mato Grosso do Sul 531 Rio Grande do Norte 150 Sergipe 161 Museus extintos, incorporados e renomeados 541 Museus em implantação 549 Museus virtuais 560 Índice dos museus brasileiros 565
  6. 6. Ao Brasil, seus museusMais do que casas da memória, museus são casas da vida de um país. Espaçosque assumem cada vez mais sua função social junto à população, enquantocasas de conhecimento, vivência e transformação.O brasileiro precisa de museus que sejam verdadeiramente seus, capazes derelacionar uma nação consigo própria, cada pessoa com ela mesma, nossopassado e nosso futuro. O Ministério da Cultura tem trabalhado para isso, pormeio do Instituto Brasileiro de Museus (Ibram), para que esses espaços sejam,de fato, do Brasil, apropriados por todos os brasileiros.Não faz muito tempo, museus eram vistos como instituições aristocráticas,distantes do povo, reservados aos “iniciados”. Aos poucos, isso começa amudar, os museus se fortalecem como espaços mais próximos da população,que não precisam apenas existir para serem públicos, precisam também inte-ragir; não só abrir portas, mas também abrir caminhos.Uma série de fatores explica essa mudança, como a diminuição das desi-gualdades sociais e o início do processo de democratização da cultura, quemarcam a vida recente do nosso país. Além disso, essas instituições tambémse multiplicaram, se modernizaram e ampliaram o seu repertório.A criação do Cadastro Nacional de Museus, em 2006, representou um passoimportante nesse sentido. Aos cuidados do Ibram/MinC, o projeto reuniu deforma inédita profissionais com a missão específica de mapear e cadastrar os GUIA DOS MUSEUS BRASILEIROSmuseus do Brasil.Desde sua criação, esta ferramenta tem cumprido papel fundamental narealização de uma cartografia museológica brasileira e na difusão de informa-ções sobre o setor. Tem também demonstrado sua capacidade aglutinadora, 9
  7. 7. orientadora e estimulante da realização de ações nesta área. O Guia dos Museus Brasileiros que agora tornamos disponível é o primeiro fruto deste trabalho. Ele traz à tona a diversidade museal brasileira e aponta para um crescimento expressivo do setor. As páginas a seguir trazem informações sobre ano de criação, situação atual, endereço, tipologia de acervo, acessibilidade, infraestrutura para o recebi- mento de turistas estrangeiros, horário de funcionamento e natureza admi- nistrativa de todos os museus já mapeados pelo Ibram em território nacional. Mais de três mil museus hoje prontos para serem seus. Ana de Hollanda Ministra da CulturaINSTITUTO BRASILEIRO DE MUSEUS | MINISTÉRIO DA CULTURA10
  8. 8. Um Guia para marcar encontro“A vida é a arte do encontro”, definiu com a genialidade costumeira um denossos maiores poetas, Vinicius de Moraes.De fato: é nos encontros que se tecem pontes de significado e se estabelecemos intercâmbios simbólicos que dão sentido à vida de cada indivíduo em parti-cular e ao seu estar no mundo de maneira mais ampliada.O Instituto Brasileiro de Museus (Ibram) compreende o museu, antes detudo, como um lócus de encontros. Encontros do cidadão com sua Arte, suaHistória, suas identidades. Encontros produtores de fruição e deleite – mastambém de questionamento e de transformação.Podemos olhar para este Guia como um grande inventário da diversidadecultural brasileira, por meio dos museus. Os museus se apresentam comolocais contemporâneos, pois a memória é o insumo da atualidade para a cons-trução do futuro.Os museus são espaços de tradução, da fusão de horizontes, de encontroentre os diferentes olhares. Essas casas da memória são realização humana dodesejo de encontro. Desejo esse de construir os fatores que nos fazem perten-cer, existir, ou seja, são locais da sensibilidade, das emoções que os suportesde memória possibilitam.Tornar tais encontros possíveis é tarefa do museu enquanto instituição; assegu- GUIA DOS MUSEUS BRASILEIROSrar que o povo brasileiro tenha acesso a tais encontros é o desafio de uma políticapública que tome os museus do Brasil como seu objeto de ação e investimento.Se é verdade que muito da cultura brasileira ainda se move em jazidasinexploradas, grande parte desta imensa riqueza – que a ministra Anade Hollanda tão bem definiu como nosso “pré-sal do simbólico” – está 11
  9. 9. abrigada em nossos museus, à espera de meios de emergir à superfície. Daí por que o Ibram tem investido num trabalho de prospecção de “jazidas museais” com as quais o povo brasileiro merece e precisa se encontrar. Pois tal como Vinicius, os museus do Brasil, ainda que eruditos, não devem jamais ter o receio de ser também populares. O Cadastro Nacional de Museus tem cumprido um papel fundamental nesse sentido. Graças a seu trabalho pioneiro, uma diversidade de institui- ções museológicas foi trazida à tona nos últimos cinco anos. Um verdadeiro tesouro que, desta forma, pode ser melhor preservado pelo Brasil e mais acessado por seus cidadãos. Este Guia dos Museus Brasileiros é o primeiro produto editorial deste trabalho e representa uma resposta ao principal desafio que convoca o Ministério da Cultura para os próximos anos: o de ampliar o acesso e a capacidade de apro- priação de bens simbólicos pela população do Brasil. Prospecção, acesso, encontro. Três palavras-chave que encarnam um desejo que o Instituto Brasileiro de Museus tem procurado imprimir em todas as suas ações e que, esperamos, o leitor encontre impresso nas páginas a seguir.INSTITUTO BRASILEIRO DE MUSEUS | MINISTÉRIO DA CULTURA Que esta publicação atue como facilitadora do intercâmbio entre as instituições museais e da produção de conhecimento, no campo da Museologia, e da população. E, sobretudo, que dê passagem ao inadiável encontro entre o povo brasileiro e seus museus. José do Nascimento Junior Presidente do Instituto Brasileiro de Museus 12
  10. 10. ApresentaçãoGuiar é, segundo o dicionário, uma palavra relacionada a diferentes acepçõesque podem ser divididas em dois grupos. O primeiro refere-se ao sentido deacompanhar, levar ou conduzir. Desta forma, diz-se, por exemplo: guiar alguémpor um caminho, guiar um carro, o nativo guiou os viajantes pela expedição. Jáo segundo grupo é formado por palavras que expressam as ideias de orientação,ensino e aconselhamento. É com esta definição que formulamos frases do tipo:guiar uma criança, guiar alguém na escolha de sua profissão etc.Essas acepções compuseram a espinha dorsal desta edição do Guia dos MuseusBrasileiros. Seu projeto editorial foi desenvolvido com o objetivo de conferir aoscidadãos uma publicação que indicasse facilmente as direções, e que, ao mesmotempo, fosse capaz de oferecer informações fundamentais sobre as práticas eserviços dos museus brasileiros. Dessa forma, pretendemos estimular a visitação,seja ela presencial ou virtual, mas também o conhecimento e a apropriação dasmais de 3.000 instituições museológicas brasileiras.A escolha do nome Guia é, igualmente, referência e homenagem a todos osprojetos que já foram desenvolvidos no Brasil, fontes indispensáveis para omapeamento inicial do Cadastro Nacional de Museus (CNM). Iniciativas de cará-ter nacional, estaduais, regionais e mesmo temáticas, que tiveram seu primeiroimpulso na década de 1950 e que continuam a ser desenvolvidas na atualidade.Todas as informações aqui apresentadas foram coletadas durante os cinco anos GUIA DOS MUSEUS BRASILEIROSde atividades do Cadastro Nacional de Museus. Iniciado em 2006, o CNM foidesenvolvido com o objetivo de recolher sistematicamente informações sobreos museus brasileiros e compartilhá-las amplamente com a sociedade, visandoassim constituir-se não apenas em importante fonte de pesquisa, mas tambémem centro difusor dos museus brasileiros. 13
  11. 11. Nesse sentido, foi desenvolvido um único questionário de cadastramento para coleta de dados do amplo espectro de atuações museais brasileiras, capaz de espelhar as práticas desenvolvidas pelos museus ditos clássicos, e também pelos museus comunitários, ecomuseus, museus de território e, de maneira inédita, pelos museus virtuais. Buscava-se, assim, seguir o próprio conceito de museu, formulado pelo então Departamento de Museus e Centros Culturais do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Fonte: Questionário do Cadastro Nacional de Museus. Cadastro Nacional de Museus – Sistema Brasileiro de Museus, Ibram/MinC, 2006), que estabelecia: O museu é uma instituição com personalidade jurídica própria ou vinculada a outra instituição com personalidade jurídica, aberta ao público, a serviço da sociedade e de seu desenvolvimento e, que apresenta as seguintes características: I - o trabalho permanente com o patrimônio cultural, em suas diversas manifestações; II - a presença de acervos e exposições colocados a serviço da sociedade com o objetivo de propiciar a ampliação do campo de possibilidades de construção identitária, a percep- ção crítica da realidade, a produção de conhecimentos e oportunidades de lazer; III – a utilização do patrimônio cultural como recurso educa- cional, turístico e de inclusão social;INSTITUTO BRASILEIRO DE MUSEUS | MINISTÉRIO DA CULTURA IV - a vocação para a comunicação, a exposição, a documentação, a investigação, a inter- pretação e a preservação de bens culturais em suas diversas manifestações; V – a democratização do acesso, uso e produção de bens culturais para a promoção da dignidade da pessoa humana; VI – a constituição de espaços democráticos e diversificados de relação e mediação cultu- ral, sejam eles físicos ou virtuais. Sendo assim, são considerados museus, independentemente de sua denomi- nação, as instituições ou processos museológicos que apresentem as caracte- rísticas acima indicadas e cumpram funções museológicas.14
  12. 12. Três anos mais tarde, o CNM passou a adotar o conceito de museu expresso noEstatuto de Museus, promulgado pela Lei nº 11.904, de 14 de janeiro de 2009.Dialogando com o conceito anterior, a Lei estabelece em seu Artigo 1o que: Consideram-se museus, para os efeitos desta Lei, as instituições sem fins lucrativos que conservam, investigam, comunicam, interpretam e expõem, para fins de preservação, estudo, pesquisa, educação, contemplação e turismo, conjuntos e coleções de valor histó- rico, artístico, científico, técnico ou de qualquer outra natureza cultural, abertas ao público, a serviço da sociedade e de seu desenvolvimento.  Parágrafo único. Enquadrar-se-ão nesta Lei as instituições e os processos museológicos voltados para o trabalho com o patrimônio cultural e o território visando ao desenvolvi- mento cultural e socioeconômico e à participação das comunidades.  A coleta inicial de informações pelo CNM foi realizada, conforme anterior-mente abordado, por meio de pesquisa a guias especializados, editadosem meio impresso ou digital. Em maio de 2006, o material do Cadastro foidistribuído por Correio e, posteriormente, em meio digital, aos 1.241 museusmapeados nos instrumentos de pesquisa e, ainda, a órgãos públicos e privadosligados ao setor cultural. O material era composto por um cartaz, folder expli-cativo, questionário de cadastramento e manual de preenchimento.Além dessa estratégia de distribuição, foi desenvolvida uma metodologia decredenciamento e treinamento de assistentes nos Estados, para o trabalholocal de cadastramento dos museus. Em parceria com as secretarias estaduaisde Cultura e com os sistemas estaduais e municipais de museus, os assistentes GUIA DOS MUSEUS BRASILEIROSlocais cadastraram museus em suas cidades e também no interior do Estado,além de realizarem contato telefônico e eletrônico com as representaçõespúblicas na área de Cultura para o mapeamento de novos museus.Paralelamente a essa atividade foi desenvolvida para o CNM uma base de 15
  13. 13. dados, em formato ISIS, com a presença de todos os 73 campos presentes no questionário de cadastramento e divididos em oito grandes grupos: 1. Dados Institucionais, 2. Acervo, 3. Acesso ao Público, 4. Caracterização Física do Museu, 5. Segurança e Controle Patrimonial, 6. Atividades, 7. Recursos Humanos e 8. Orçamento. Todos os questionários recebidos são inseridos no sistema de informação e os resultados podem ser conferidos através de pesquisa pública e gratuita, dispo- nível on-line no site do Instituto Brasileiro de Museus: www.museus.gov.br. O sistema de informação também é alimentado por pesquisas de novas instituições realizadas pela equipe do CNM, tendo como principal fonte a consulta a periódicos diários e revistas especializadas. Cabe também ressal- tar o importante trabalho de cooperação técnica estabelecido formalmente no ano de 2010 com o Sistema Estadual de Museus do Rio Grande do Sul, o Sistema Estadual de Museus do Rio de Janeiro, a Superintendência de Museus da Secretaria de Estado da Cultura de Minas Gerais e a Secretaria de Estado de Cultura da Bahia visando manter permanente troca de informações a respeito das instituições museológicas brasileiras. A realização desta edição do Guia contou com o preciso trabalho de revisãoINSTITUTO BRASILEIRO DE MUSEUS | MINISTÉRIO DA CULTURA das equipes dos sistemas com os quais o CNM já dispunha de acordos assi- nados, na data de confecção da publicação. Dessa forma, os dados do Estado do Rio Grande do Sul foram revisados pelo Sistema Estadual de Museus do Rio Grande do Sul (SEM-RS) e os dados do Estado do Rio de Janeiro foram revisa- dos pelo Sistema Estadual de Museus do Rio de Janeiro. O período de corte da pesquisa na base de dados do CNM, para a produção do Guia dos Museus Brasileiros, ocorreu entre os meses de outubro de 2010 a janeiro de 2011. Todas as informações foram divididas em oito capítulos, sendo os cinco capítulos iniciais relativos aos museus presenciais existentes nas regiões16
  14. 14. brasileiras. Em seguida são relacionados os museus em processo de implantação,os museus virtuais e os museus extintos, incorporados e renomeados. Visandofacilitar o manuseio, o Guia dos Museus Brasileiros apresenta cores específicaspara cada capítulo, abaixo discriminadas, permitindo ao leitor uma rápida identi-ficação dos conteúdos, através da visualização das laterais das páginas. 1. Região Norte: verde escuro 2. Região Nordeste: mostarda 3. Região Sudeste: lilás 4. Região Sul: azul 5. Região Centro-Oeste: tijolo 6. Museus extintos, incorporados e renomeados: amarelo 7. Museus em Implantação: laranja 8. Museus Virtuais: verde claroA disposição das cinco regiões geográficas brasileiras obedece à metodologiade apresentação tabular do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE),que trata as regiões no sentido horário. Internamente a cada região optamospor apresentar as unidades federativas em ordem alfabética e não em sentidohorário. A mesma opção foi adotada para a subdivisão dos municípios. Já comrelação aos museus listamos, primeiramente, as instituições cadastradas, ouseja, aquelas que preencheram o questionário de cadastramento do CNM eque, portanto, dispõem de um conjunto maior de informações. Em seguidasão apresentados os museus denominados mapeados, ou seja, instituiçõescuja existência é verificada através de contato telefônico ou e-mail, mas que GUIA DOS MUSEUS BRASILEIROSnão preencheram o questionário de cadastramento. A distinção entre museuscadastrados e mapeados é realizada pela cor do traço de sublinhado presenteno título da instituição e, como anteriormente mencionado, pela quantidadede dados apresentados. Assim, museus cadastrados estão sublinhados emvermelho e museus mapeados em cinza. 17
  15. 15. Exemplo: museu cadastrado Museu não cadastrado É importante ressaltar que as informações prestadas no questionário de cadas- tramento são autodeclaradas e, portanto, a sua veracidade é de responsabilidade dos profissionais que realizaram o preenchimento e envio do instrumento de pesquisa. Ao receber o questionário, a equipe do CNM realiza uma verificação nos itens referentes ao cumprimento das ações de preservação e comunicação “dos conjuntos e coleções de valor histórico, artístico, científico, técnico ou de qualquer outra natureza cultural”. As dúvidas surgidas são dirimidas diretamente com a instituição declarante. Somente após o correto preenchimento de todos os campos considerados obrigatórios e o atendimento das ações relacionadas no Art. 1o do Estatuto de Museus é que a unidade museal é cadastrada junto ao CNM. Nesta primeira edição do Guia dos Museus Brasileiros relacionamos todos os museus presenciais, virtuais e instituições em implantação constantes da base de dados do Cadastro Nacional de Museus. Museus presenciais são entendidos como instituições que ocupam um território e que, nesse espaço, desenvol- vem ações de preservação, comunicação e pesquisa de bens culturais. ParaINSTITUTO BRASILEIRO DE MUSEUS | MINISTÉRIO DA CULTURA essa categoria de museu são relacionados os seguintes campos obrigatórios: “nome da instituição”, “situação do museu” – aberto ou fechado à visitação pública (no caso dos museus fechados é relacionado obrigatoriamente o motivo do fechamento e, quando existente, a data provável de abertura) e “endereço” (para as instituições cujo endereço de visitação é diferente do endereço de correspondência, relacionamos os dois). Quando existentes, são ainda listados itens que complementam o contato com a instituição (“telefone(s)”, “e-mail(s)” e “site”) e as caracterizam, como: “natureza administrativa” e “ano de criação”.18
  16. 16. Em seguida é informada a tipologia das coleções que são preservadas e comuni-cadas pelo museu, podendo estas serem classificadas em mais de uma categoria: Antropologia e Etnografia: coleções relacionadas às diversas etnias, voltadas para o estudo antropológico e social das diferentes culturas. Ex: acervos folclóricos, artes e tradições popu- lares, indígenas, afro-brasileiras, do homem americano, do homem do sertão etc. Arqueologia: coleções de bens culturais portadores de valor histórico e artístico, procedentes de escavações, prospecções e achados arqueológicos. Ex: artefatos, monumentos, sambaquis etc. Artes Visuais: coleções de pinturas, esculturas, gravuras, desenhos, incluindo a produ- ção relacionada à Arte Sacra. Nesta categoria também incluem-se as chamadas Artes Aplicadas, ou seja, as artes que são voltadas para a produção de objetos, tais como porce- lana, cristais, prataria, mobiliário, tapeçaria etc. Ciências Naturais e História Natural: bens culturais relacionados às Ciências Biológicas (Biologia, Botânica, Genética, Zoologia, Ecologia etc.), às GeoCiências (Geologia, Mineralogia etc.) e à Oceanografia. Ciência e Tecnologia: bens culturais representativos da evolução da História da Ciência e da Técnica. História: bens culturais que ilustram acontecimentos ou períodos da História. Imagem e Som: documentos sonoros, videográficos, filmográficos e fotográficos. Virtual: bens culturais que se apresentam mediados pela tecnologia de interação GUIA DOS MUSEUS BRASILEIROS cibernética (internet). Biblioteconômico: publicações impressas, tais como livros, periódicos, monografias, teses, etc. Documental: pequeno número de documentos manuscritos, impressos ou eletrônicos reunidos intencionalmente a partir de uma temática. 19
  17. 17. Arquivístico: conjunto de documentos acumulados por pessoas ou instituições, públicas ou privadas, durante o exercício de suas atividades, independentemente do suporte. Relativamente à visitação dos museus, são indicados os dias e horários de aber- tura e se a entrada é gratuita ou cobrada. Para facilitar o acesso físico e infor- macional à instituição são relacionados, ainda, quando existentes, os seguintes serviços e instalações: infraestrutura para recebimento de turista estrangeiro, instalações para portadores de necessidades especiais, biblioteca (com dias e horários de visitação) e arquivo histórico (com dias e horário de visitação). Exemplo: Museu Lasar Segall situação do museu: Aberto. endereço: Rua Berta, 111. Vila Mariana. São Paulo - SP. 04120-040 telefone: (11) 5574-7322 fax: (11) 5572-3586 site: www.mls.gov.br; www.museusegall.org.br e-mail: info@mls.gov.br natureza administrativa: Público - Federal. ano de criação: 1967. tipologia do acervo: Artes Visuais; Imagem e Som. Ter - Sáb das 14h às 19h, Dom das 14h às 18h Seg Vagas exclusivas no estacionamento; rampa de acesso; sanitários adaptados com equipamentos e acessórios próprios.INSTITUTO BRASILEIRO DE MUSEUS | MINISTÉRIO DA CULTURA De terça a sábado das 14h às 19h e domingo das 14h às 18h. De terça a sábado das 14h às 19h e domingo das 14h às 18h. Além dos museus presenciais, são compartilhados com o leitor os dados relativos aos museus em processo de implantação e os museus virtu- ais. Entendemos como museu virtual a instituição sem fins lucrativos que conserva, investiga, comunica e interpreta bens culturais que não são de natu- reza física. Isto significa dizer que todo o acervo do museu virtual é composto por bytes, ou seja, potencializado pela tecnologia. Por conseguinte, sua comu- nicação com o público é realizada somente em espaços de interação ciberné- ticos. O processo de cadastramento de ambas as categorias de museus citadas20
  18. 18. segue a mesma lógica dos museus presenciais, ou seja, é autodeclaratório.É importante ressaltar que ao longo dos cinco anos de atividade do CNMobservamos um fenômeno particular ocorrido com duas instituições que,inicialmente, estavam cadastradas como museus virtuais. Trata-se de umprocesso gradual de inserção no mundo físico, que normalmente se iniciacom os processos de preservação e acaba por se estender aos processos decomunicação. É o caso do Museu da Pessoa, e da Casa – museu do objetobrasileiro, ambos localizados em São Paulo.O Museu da Pessoa foi fundado em 1991 com o objetivo de preservar e valori-zar a história de pessoas de todos os segmentos sociais. No início suas ativida-des eram desenvolvidas prioritariamente no espaço virtual, até que, em 2006,fundou uma sede no bairro de Vila Madalena, em São Paulo, onde atualmentefunciona um espaço de atendimento ao público composto por estúdio degravação, biblioteca, sala de exposição permanente, café e banheiros (Fonte:Questionário de cadastramento do Museu da Pessoa. Cadastro Nacional deMuseus – Sistema Brasileiro de Museus, Ibram/MinC, 2010). No entanto, caberessaltar que expressiva porcentagem de seu acervo e, portanto, de sua comu-nicação com o público, ainda se realiza no ciberespaço. Dessa forma, o Museuda Pessoa constitui-se em instituição híbrida ou mista.Inaugurada em 1997, A Casa era uma associação sem fins lucrativos quevisava à promoção e à integração de diferentes expressões culturais brasilei-ras. Promovia palestras, encontros, cursos, oficinas, apresentações e também GUIA DOS MUSEUS BRASILEIROSexposições. No ano 2000, visando tornar-se um centro de referência daprodução do objeto brasileiro, inaugurou seu museu virtual, onde disponi-bilizava seu acervo e promovia exposições unicamente desenvolvidas paraambientes virtuais. Em 2004, transformou sua sede em uma casa-museu doobjeto brasileiro. 21
  19. 19. Durante o trabalho de coleta e checagem de dados foi também percebida a ocorrência de três processos, que foram registrados em uma base de dados específica, visando à contribuição para o desenvolvimento de pesquisas de cunho nacional e regionais sobre a história dos museus no Brasil. Trata-se da mudança de denominação de algumas instituições, a extinção e, por fim, a incorporação/fusão de museus. Durante o século XX e ainda na atualidade ocorre um expressivo número de extinções de instituições museológicas no País. Em alguns museus, sobretudo nos de natureza administrativa pública, observamos que os acervos e, algumas vezes, os recursos humanos foram transferidos para outras instituições. Em outros casos, não há registro da destinação dada ao acervo. Atualmente esse processo é regulado pelo Estatuto de Museus que, em seu Artigo 8o, deter- mina que “a criação, a fusão e a extinção de museus serão efetivadas por meio de documento público” e, ainda, no Artigo 40, que trata de inventários muse- ológicos e outros registros, especifica em seu parágrafo único: “no caso de extinção dos museus, os seus inventários e registros serão conservados pelo órgão ou entidade sucessora.” Esses são apenas alguns, dentre os inúmeros exemplos de dinâmicas diversifi-INSTITUTO BRASILEIRO DE MUSEUS | MINISTÉRIO DA CULTURA cadas em nosso campo museal brasileiro, encontrados nesta publicação. Dessa forma, a Coordenação Geral de Sistemas de Informação Museal do IBRAM e, em especial, o Cadastro Nacional de Museus, busca com este Guia Brasileiro de Museus estreitar pontes e trilhar caminhos rumo a encontros conhecidos e desconhecidos com o patrimônio preservado e disseminado nas instituições deste País. Rose Miranda Coordenadora Geral de Sistemas de Informação Museal Instituto Brasileiro de Museus22
  20. 20. Unidades da Federeção com museus extintos,incorporados e renomeadosAcre 542Alagoas 542Amapá 542Bahia 542Ceará 543Distrito Federal 543Espírito Santo 543Mato Grosso 543Mato Grosso do Sul 543Minas Gerais 543Pará 544Paraíba 544Paraná 544Pernambuco 544Rio de Janeiro 545Rio Grande do Norte 545Rio Grande do Sul 546Santa Catarina 546São Paulo 547 541
  21. 21. Acre Museu da Base Aérea a Céu Aberto Casa do Seringueiro situação do museu: Extinto. situação do museu: Extinto. endereço: Amapá - AP endereço: Rio Branco - AC. obs.: A informação sobre a extinção do museu foi obtida em 2009. obs.: O Departamento de Patrimônio Histórico e Cultural do Estado do Acre, por meio de um de seus representantes, informou que o museu foi extinto em 2001. Bahia Museu Napoleão Ferraz de Araújo situação do museu: Extinto. Alagoas endereço: Belo Campo - BA. Casa da Cultura de Arapiraca - Museu do Fumo obs.: A Diretoria de Museus da Bahia - DIMUS situação do museu: Extinto. informou em 2010 que o museu foi extinto. endereço: Arapiraca - AL. obs.: O Diretor da Casa de Cultura informou que o Museu Museu das Alfaias do Fumo foi extinto entre 2000 e 2003. É possível que situação do museu: Incorporado. o acervo tenha sido conservado na própria Casa de endereço: Cachoeira - BA. Cultura, onde também se localizava o museu. obs.: O museu foi incorporado em 2009 ao Museu de Arte Sacra do Recôncavo. Museu do Cangaço situação do museu: Extinto. Museu Gilson Meireles endereço: Maceió - AL. situação do museu: Extinto. obs.: O museu foi destruído durante um incêndio em 2005 endereço: Cairu - BA. (informação obtida por meio do Museu Théo Brandão). obs.: A Secretaria Municipal de Cultura informou que o museu era particular e após o falecimento de seu proprietário os Museu do Folclore José Aluísio Vilela herdeiros mudaram-se da cidade e levaram consigo o acervo. situação do museu: Extinto. endereço: Viçosa - AL. Museu de Arte Sacra São Jorge dos Ilhéus obs.: A Prefeitura Municipal de Viçosa extinguiu o museu durante a situação do museu: Extinto. gestão 2000-2004. A maior parte do acervo foi perdida, mas uma endereço: Ilhéus - BA.INSTITUTO BRASILEIRO DE MUSEUS | MINISTÉRIO DA CULTURA pequena parte foi conservada na Secretaria de Cultura do município. obs.: O museu foi extinto entre 2000 e 2005. Não se sabe onde o acervo foi guardado. Amapá Museu Escola da Tecnologia Rural Museu Territorial do Amapá situação do museu: Incorporado. situação do museu: Extinto. endereço: Santa Maria da Vitória - BA. endereço: AP. obs.: A Diretoria de Museus da Bahia - DIMUS informou que obs.: A informação sobre a extinção do museu foi obtida em 2007 o museu foi incorporado ao Memorial Francisco Guarani, por meio do Centro de Pesquisas Museológicas Museu Sacaca. que por sua vez, foi extinto para a criação de um museu de natureza municipal ainda sem previsão para abertura. Museu Waldemiro Gomes ou Museu Industrial situação do museu: Extinto. Museu do Centro Histórico de Santa Maria da Vitória endereço: AP. situação do museu: Extinto. obs.: A informação sobre a extinção do museu foi obtida em 2007. endereço: Santa Maria da Vitória - BA.542
  22. 22. Museus Extintos, Incorporados e Renomeadosobs.: A informação sobre a extinção do museu foi obtida em 2010, obs.: O museu foi extinto em 2001 e conserva-sequando também foi informado que o acervo será guardado junto no mesmo espaço uma sala de memória.com o do Museu do Memorial Francisco Guarani para o futuromuseu municipal da cidade. Espírito SantoMuseu do Memorial Francisco Guarani Museu de Arte Sacra Santa Luziasituação do museu: Extinto. situação do museu: Extinto.endereço: Santa Maria da Vitória - BA. endereço: Vitória - ES.obs.: A Diretoria de Museus da Bahia - DIMUS informou que o obs.: O acervo do museu pertence ao Museu Solarmuseu foi extinto para a criação de um museu novo, de natureza Monjardim e retornou a esta instituição.municipal, que ainda não possui previsão para abertura.Museu da Luz Mato Grossosituação do museu: Extinto. Museu Memória e Identidade Indígenaendereço: Saúde - BA. situação do museu: Extinto.obs.: A informação sobre a extinção do museu foi endereço: Cáceres - MT.obtida por meio da Secretaria Municipal de Saúde. obs.: A informação sobre a extinção do museu foi obtida em 2010.Memorial Expozoosituação do museu: Renomeado. Mato Grosso do Sulendereço: Salvador - BA. Casa da Memória Arnaldo Estevão Figueiredoobs.: O Memorial Expozoo passou a chamar-se situação do museu: Extinto.Museu do Parque Zoobotânico Getúlio Vargas. endereço: Campo Grande - MS. obs.: O museu foi extinto por sua proprietária em 2006.Ceará Museu do TelefoneMuseu do Trem situação do museu: Extinto.situação do museu: Extinto. endereço: Campo Grande - MS.endereço: Fortaleza - CE. obs.: A informação sobre a extinção do museu foi obtida em 2009.obs.: A informação sobre a extinção do museu foiobtida por meio de seu proprietário, em 2008. Museu da 4ª Brigada de Cavalaria Mecanizada situação do museu: Extinto. endereço: Dourados - MS.Distrito Federal obs.: O museu foi extinto em 1995 e seu acervo foi doado, porMuseu Histórico e Artístico de Brazlândia seu proprietário, ao Museu da Força Expedicionária Brasileira desituação do museu: Extinto. Campo Grande, localizado em Campo Grande - MS.endereço: Brasília - DF. GUIA DOS MUSEUS BRASILEIROSobs.: O museu foi extinto em 2005 e seu acervo, que havia sidodoado pela comunidade, retornou aos antigos proprietários. Minas Gerais Museu MunicipalMuseu da Caixa Econômica Federal situação do museu: Extinto.situação do museu: Extinto. endereço: Bom Despacho - MG.endereço: Brasília - DF. obs.: O museu foi extinto na década de 1970 e 543
  23. 23. seu acervo foi incorporado ao Museu da Cidade, Paraíba inaugurado em 1998, na mesma cidade. Museu Luiz Gonzaga situação do museu: Extinto. Casa da Juventude endereço: Campina Grande - PB. situação do museu: Extinto. obs.: A informação sobre a extinção endereço: Congonhas - MG. do museu foi obtida em 2009. obs.: A informação sobre a extinção do museu foi obtida por meio do Museu da Imagem e Memória, no mesmo município. Museu do Instituto Histórico e Geográfico de Campina Grande Museu do Rádio situação do museu: Extinto. situação do museu: Extinto. endereço: Campina Grande - PB. endereço: Juiz de Fora - MG. obs.: A informação sobre a extinção obs.: A informação sobre a extinção do museu foi obtida em 2009. do museu foi obtida em 2010. Museu de Mineralogia Paraná situação do museu: Extinto. Museu de Arte do Paraná endereço: Lavras - MG. situação do museu: Extinto. obs.: O museu foi extinto e todo o seu acervo foi doado endereço: Curitiba - PR. ao Museu de História Natural da UFLA em 2007. obs.: A Coordenação do Sistema Estadual de Museus do Paraná - COSEM informou que o museu foi extinto em 2002. Sua Museu Histórico Diocesano sede foi reformada e hoje abriga o Museu Paranaense. Porém, situação do museu: Extinto. seu acervo foi transferido para o Museu Oscar Niemeyer endereço: Oliveira - MG. por tratar-se de acervo relacionado às artes visuais. obs.: O museu foi extinto em 1994 após o roubo de peças do acervo. A parte restante do acervo Museu Municipal de Porecatu permanece sob a guarda da Cúria. situação do museu: Renomeado. endereço: Porecatu - PR. Associação Cultural Fenix obs.: O Museu Municipal de Porecatu passou aINSTITUTO BRASILEIRO DE MUSEUS | MINISTÉRIO DA CULTURA situação do museu: Extinto. chamar-se Museu Municipal José Jabour. endereço: Unaí - MG. obs.: A Direção de Arte e Cultura da Prefeitura Municipal de Unaí informou em 2010 que o museu foi extinto e seu acervo foi Pernambuco doado ao Museu Histórico e Cultural Maria Torres Gonçalves. Ária Galeria de Arte situação do museu: Extinto. endereço: Jaboatão dos Guararapes - PE. Pará obs.: A informação sobre a extinção da galeria foi obtida em 2010. Fundação Museu Vale do Tapajós situação do museu: Fechado. Museu do Açúcar endereço: Itaituba - PA. situação do museu: Incorporado. obs.: O projeto de implantação do museu está inativo desde endereço: Recife - PE. 2009 e não há previsão de quando ele será retomado. obs.: O museu foi incorporado em 1977 ao Museu do Homem do Nordeste.544
  24. 24. Museus Extintos, Incorporados e RenomeadosEspaço Histórico Cultural Banco do Brasil obs.: O Museu Botânico do Jardim Botânico passou asituação do museu: Extinto. chamar-se Museu do Meio Ambiente - MuMA.endereço: Recife - PE.obs.: A informação sobre a extinção do museu foi obtida em Espaço Cultural RFFSA2009. O acervo arqueológico foi transferido para o Instituto situação do museu: Extinto.Ouricuri e o Forte 5 Pontas. endereço: Rio de Janeiro - RJ. obs.: A RFFSA informou em 2007 que o espaço foiMuseu de Arte Popular fechado e que parte dos bens culturais foi transferidasituação do museu: Incorporado. para o Museu do Trem e outra parte está acondicionadaendereço: Recife - PE. na reserva técnica da própria instituição.obs.: O museu foi incorporado em 1977 aoMuseu do Homem do Nordeste. Museu Anátomo Pathológico e de Curiosidades MédicasInstituto Cultural Bandepe situação do museu: Renomeado.situação do museu: Renomeado. endereço: Rio de Janeiro - RJ.endereço: Recife - PE. obs.: o Museu Anátomo Pathológico e de Curiosidades Médicasobs.: Após a privatização do Banco do Estado de Pernambuco/ passou a chamar-se Museu Inaldo de Lyra Neves-Manta daBANDEPE, em 2001, e a compra pelo Banco Real, passou a Academia Nacional de Medicina.chamar-se Instituto Cultural Banco Real. Sítio Histórico-Ecológico Caminho do Ouro situação do museu: Extinto.Rio de Janeiro endereço: Paraty - RJ.Museu Histórico Marítimo de Cabo Frio obs.: O museu foi extinto e seu acervo estásituação do museu: Extinto. guardado (informação obtida em 2010).endereço: Cabo Frio - RJ.obs.: O museu foi extinto e parte de seu acervo foi doado ao Espaço Cultural ParatyMuseu Oceanográfico do Instituto de Estudos do Mar Almirante situação do museu: Extinto.Paulo Moreira, em Arraial do Cabo. endereço: Paraty - RJ. obs.: O espaço cultural foi extinto em 2009 por falta de recursosMuseu de Guia de Pacobaíba e de um espaço próprio. O acervo foi desfeito por falta de lugarsituação do museu: Extinto. próprio para armazenamento.endereço: Magé - RJ.obs.: O museu foi extinto e seu acervo foi doado ao Museu do Trem. Fazenda da Bocaina situação do museu: Extinto.Museu Histórico de Nilópolis Cláudio de Oliveira endereço: Valença - RJ.situação do museu: Extinto. obs.: A fazenda ainda existe, mas já não está aberta à visitação.endereço: Nilópolis - RJ. GUIA DOS MUSEUS BRASILEIROSobs.: O museu era particular e foi extintoapós a morte de seu proprietário. Rio Grande do Norte Museu Marinho Seu ManuíqueMuseu Botânico do Jardim Botânico do Rio de Janeiro situação do museu: Extinto.situação do museu: Renomeado. endereço: Macau - RN.endereço: Rio de Janeiro - RJ. obs.: A informação sobre a extinção do museu foi obtida em 2009. 545
  25. 25. Museu de Arte e História do Rio Grande do Norte Museu de Arqueologia e Paleontologia situação do museu: Extinto. de Santa Vitória do Palmar endereço: Natal - RN. situação do museu: Renomeado. obs.: O museu foi desativado e seu acervo foi incorporado endereço: Santa Vitória do Palmar - RS. ao Museu Casa Grande do Engenho Guaporé, cujo nome obs.: Segundo a Secretaria Municipal de Cultura do posteriormente mudou para Museu Nilo Pereira. município, o museu passou a chamar-se Museu Coronel Tancredo Fernandes de Mello. Museu do Mar Onofre Lopes situação do museu: Extinto. Museu do Trem endereço: Natal - RN. situação do museu: Renomeado. obs.: O museu foi extinto e parte de seu acervo foi endereço: São Leopoldo - RS. incorporado ao Museu de Ciências Morfológicas. obs.: O Museu do Trem passou a chamar-se Centro de Preservação da História Ferroviária do Rio Grande do Sul. Rio Grande do Sul Museu de Ciências Naturais e Exatas Museu da Tecnologia situação do museu: Incorporado. situação do museu: Extinto. endereço: Uruguaiana - RS. endereço: Canoas - RS. obs.: O museu foi extinto e seu acervo foi incorporado obs.: O museu foi extinto e seu acervo foi ao Museu do Uruguai, na mesma cidade. leiloado (informação obtida em 2010). Museu Paroquial Welmuth Bergman Museu ao Ar Livre situação do museu: Incorporado. situação do museu: Incorporado. endereço: Venâncio Aires - RS. endereço: Canoas - RS. obs.: O museu foi extinto e seu acervo foi incorporado obs.: O museu foi extinto e seu acervo foi incorporado ao Museu Vênancio Aires, na mesma cidade. ao Museu de Ciências Naturais, na mesma cidade. Museu do Pio XII Santa Catarina situação do museu: Extinto. Museu Histórico de ForquilhinhaINSTITUTO BRASILEIRO DE MUSEUS | MINISTÉRIO DA CULTURA endereço: Novo Hamburgo - RS. situação do museu: Renomeado. obs.: A Assessoria de Comunicação e Marketing endereço: Forquilhinha - SC. do Colégio Marista Pio XII informou em 2010 obs.: O Museu Histórico de Forquilhinha passou que o museu foi extinto há alguns anos. a chamar-se Museu Anton Eyng. Centro de História Oral Museu da Indústria situação do museu: Extinto. situação do museu: Extinto. endereço: Porto Alegre - RS. endereço: Joinville - SC. obs.: A informação sobre a extinção do museu foi obtida em 2009. obs.: A informação sobre a extinção do museu foi obtida em 2010. Museu Victor Bersani Museu da Bicicleta situação do museu: Incorporado. situação do museu: Extinto. endereço: Santa Maria - RS. endereço: Joinville - SC. obs.: O museu foi incorporado ao Museu obs.: A informação sobre a extinção do museu foi obtida em 2010. Educativo Gama d’Eça em 1981.546
  26. 26. Museus Extintos, Incorporados e RenomeadosMuseu do Colégio Bom Jesus Diocesano Museu Históricosituação do museu: Extinto. situação do museu: Incorporado.endereço: Lages - SC. endereço: Campinas - SP.obs.: O museu foi extinto em 1999. obs.: O museu foi incorporado em 1992 ao Museu da Cidade, em Campinas.Museu Comercindo Pederssettisituação do museu: Extinto. Museu do Folcloreendereço: São Lourenço do Oeste - SC. situação do museu: Incorporado.obs.: O museu foi extinto em 2009 e uma parte do acervo endereço: Campinas - SP.encontra-se na garagem da Prefeitura Municipal de São obs.: O museu foi incorporado em 1992 aoLourenço do Oeste e outra no posto de saúde. Museu da Cidade, em Campinas.Museu Municipal de Sombrio Museu da Aeronáuticasituação do museu: Extinto. situação do museu: Extinto.endereço: Sombrio - SC. endereço: Guarulhos - SP.obs.: O museu encontra-se desativado e sua coleção obs.: A Base Área de Guarulhos informouestá fechada em uma sala da Prefeitura Municipal que o museu foi extinto em 2008.de Sombrio (informação obtida em 2008). Museu Histórico Pedagógico Antonio Raposo TavaresMuseu Municipal de Treze de Maio situação do museu: Extinto.situação do museu: Extinto. endereço: São Bernardo do Campo - SP.endereço: Treze de Maio - SC. obs.: O Setor de Memória e Patrimônio Histórico Cultural daobs.: O museu foi extinto e parte do acervo já se perdeu, segundo Prefeitura Municipal de São Bernardo do Campo informou que oinformação obtida em 2010. museu foi extinto em 2000 pelo Governo do Estado de São Paulo (era um museu estadual). O acervo foi doado à Prefeitura deMuseu Municipal de Tunápolis São Bernardo do Campo, onde se encontra guardado. Parte dosituação do museu: Renomeado. mesmo acervo foi doada ao Museu de Zoologia da USP.endereço: Tunápolis - SC.obs.: O Museu Municipal de Tunápolis passou a chamar- Museu Ceroplástico Augusto Estevesse Museu Público Municipal Ida Schneider. situação do museu: Incorporado. endereço: São Paulo - SP. obs.: O museu foi extinto e o acervo incorporado ao Museu HistóricoSão Paulo Professor Carlos da Silva Lacaz da Universidade de São Paulo.Museu dos Ciclos Econômicossituação do museu: Incorporado. Estrela Brinquedos - Casa dos Sonhos Estrelaendereço: Aparecida - SP. situação do museu: Extinto.obs.: O museu foi extinto e o acervo incorporado ao endereço: São Paulo - SP. GUIA DOS MUSEUS BRASILEIROSMuseu Nossa Senhora Aparecida, na mesma cidade. obs.: A informação sobre a extinção do museu foi obtida em 2010.Museu do Índio Museu Santander Banespasituação do museu: Incorporado situação do museu: Extinto.endereço: Campinas - SP. endereço: São Paulo - SP.obs.: O museu foi incorporado em 1992 ao obs.: O Departamento de Estratégia da Marca eMuseu da Cidade, em Campinas. 547
  27. 27. Comunicação Corporativa - Acervo Cultural do Santander informou em 2010 que o museu encontra-se fechado desde 2009 e em processo de desativação. Museu Histórico Sudameris situação do museu: Extinto. endereço: São Paulo - SP. obs.: O Departamento de Estratégia da Marca e Comunicação Corporativa - Acervo Cultural do Santander informou em 2010 que o museu encontra-se fechado desde 2007 e em processo de desativação.INSTITUTO BRASILEIRO DE MUSEUS | MINISTÉRIO DA CULTURA548
  28. 28. Municípios com museus em implantaçãoRio Branco 550 Curitiba 557Manaus 550 Chopinzinho 558Cacoal 550 Jussara 558Água Branca 550 Faxinal do Soturno 558Penedo 550 Gramado 558Nova Viçosa 550 Pelotas 558Salvador 550 Rio Grande 558Senhor do Bonfim 551 Brasília 559Campina Grande 551 Mineiros 559João Pessoa 551 Corumbá 559Garanhuns 551 São Gabriel do Oeste 559Tacaratu 551Teresina 552Barcelona 552São José de Mipibu 552Muqui 552Duque de Caxias 552Nilópolis 552Niterói 553Rio de Janeiro 553São João de Meriti 554Barbacena 554Belo Horizonte 554Congonhas 554Mariana 554Muzambinho 554Ouro Preto 555Cajuru 555Cristais Paulista 555Descalvado 555Santa Bárbara D’Oeste 555Santos 555São Paulo 555Sorocaba 556Taquarituba 556Florianópolis 556Joinville 557Penha 557Xanxerê 557 549
  29. 29. Região Norte telefones públicos e bebedouros adaptados para cadeirantes. De segunda a sexta das 7h30 às 22h30. Acre Mediante agendamento. data provável de abertura: Não há. Rio Branco Museu de Paleontologia situação do museu: Em implantação. Região Nordeste endereço: Rodovia AC 40, Km 07 - Parque Chico Mendes. Vila Acre. Rio Branco - AC. 79908-180 Alagoas telefones: (68) 3221-1933 / 3221-0961 e-mail: joguimaraes@riobranco.ac.gov.br Água Branca natureza administrativa: Público - Municipal. Museu de Arte Sacra e Costumes de Água Branca data provável de abertura: Não há. situação do museu: Em implantação. endereço: Praça da Matriz, 14. Centro. Amazonas Água Branca - AL. 57490-000 telefones: (82) 3644-1122 - Matriz (Paróquia de Manaus Nossa Senhora da Conceição) / 9919-9052 Museu de Arte e Imaginário da Amazônia natureza administrativa: Entidade Religiosa. situação do museu: Em implantação. ano de criação: 1976. endereço: Avenida Humaitá, 155 - 1º, 2º e 3º andares. data provável de abertura: Não há. Cachoeirinha. Manaus - AM. 69065-040 telefones: (92) 9146-8687 / 9146-8687 (Salete da Silva Lima) Penedo e-mail: institutodirsoncosta@gmail.com Museu do São Francisco natureza administrativa: Privado - Fundação. situação do museu: Em implantação. data provável de abertura: Não há. endereço para correspondência: Fundação Casa de Penedo - Rua João Pessoa, 126. Centro. Penedo - AL. 57200-000 Rondônia telefone: (82) 3351-2008 data provável de abertura: Não há. CacoalINSTITUTO BRASILEIRO DE MUSEUS | MINISTÉRIO DA CULTURA Museu do Índio Bahia situação do museu: Em implantação. endereço: Rua dos Esportes, 1.038. Incra. Nova Viçosa Cacoal - RO. 76960-000. Caixa Postal: 161. Museu Ecológico Franz Krajcberg telefone: (69) 3441-4503 (Faculdades integradas de Cacoal) situação do museu: Em implantação. fax: (69) 3441-7002 endereço: Rodovia BA 698 - Km 10. site: www.unescnet.br Nova Viçosa - BA. 45920-000 e-mail: museu@unescnet.br e-mail: naturafk@uol.com.br natureza administrativa: Privado - Associação. natureza administrativa: Particular. ano de criação: 2009. data provável de abertura: Não há. tipologia do acervo: O museu está em processo de aquisição de acervo. Salvador Vagas exclusivas no estacionamento; rampa de acesso; Museu do Convento do Desterro sanitários adaptados com equipamentos e acessórios próprios; situação do museu: Em implantação.550
  30. 30. endereço: Rua Santa Clara do Desterro, s/n. natureza administrativa: Privado - Fundação. Museus em ImplantaçãoConvento Santa Clara do Desterro. Nazaré. data provável de abertura: Não há.Salvador - BA. 40040-450telefones: (71) 2203-4023 / 2203-4008 João Pessoafax: (71) 2203-4024 Museu da Cidade de João Pessoae-mail: irdaschagas@ig.com.br Império e Repúblicanatureza administrativa: Privado. situação do museu: Em implantação.data provável de abertura: Não há. endereço: Avenida João Machado, 348. Centro. João Pessoa - PB. 58013-520Museu de História Natural Herbário Alexandre Leal natureza administrativa: Público - Estadual.situação do museu: Em implantação. data provável de abertura: Não há.endereço para correspondência: Rua Barão de Geremoabo, s/n.Ondina. Salvador - BA. 40170-290 Pernambucotelefones: (71) 3283-6548 / 3283-6511natureza administrativa: Público - Federal. Garanhunsdata provável de abertura: Dezembro de 2011. Museu do Queijo Coalho situação do museu: Em implantação.Senhor do Bonfim endereço para correspondência: Secretaria de Ciência,Museu de Arte Contemporânea Tecnologia e Meio Ambiente. Rua Vital de Oliveira, 32.situação do museu: Em implantação. Bairro do Recife. Recife - PE. 50030-370endereço: Rua Nossa Senhora de Fátima, s/n telefone: (81) 3183-5553(entrada pela Rua Dom Antônio Monteiro, 233). Alto da Maravilha. fax: (81) 3183-5551Senhor do Bonfim - BA. 48970-000 natureza administrativa: Mista - Federal e Estadual.telefone: (74) 3541-9517 data provável de abertura: Final de 2011.e-mail: museudeartecontemporanea@bol.com.brnatureza administrativa: ONG. Tacaratuano de criação: 2009. Casa de Memória do Tronco Velho Pankararutipologia do acervo: Artes Visuais. situação do museu: Em implantação.data provável de abertura: Junho de 2011. endereço: Povo Pankararu - Aldeia Brejo dos Padres. Tacaratu - PE.Paraíba endereço para correspondência: Prefeitura Municipal de Tacaratu. Rua Pedro Toscano, 349. Centro. Tacaratu - PE. 56480-000Campina Grande telefones: (87) 3843-1731 / 9165-7620Memorial Aluízio Afonso Campos site: http://casadememoria.blogspot.comsituação do museu: Em implantação. e-mail: gvpankararu@hotmail.comendereço: Ligeiro. Campina Grande - PB. natureza administrativa: Mista - Fundação e Particular.endereço para correspondência: Fundação Universitária de Apoio ao ano de criação: 2008. GUIA DOS MUSEUS BRASILEIROSEnsino, Pesquisa e Extensão - FURNE. Avenida Floriano Peixoto, data provável de abertura: Não há.718. Centro. Campina Grande - PB. 58400-180. Caixa Postal: 761telefone: (83) 3341-1947fax: (83) 3341-1947site: www.fundacaofurne.org.bre-mail: ffurne@uol.com.br; furne@fundacaofurne.org.br 551
  31. 31. Piauí São José de Mipibu Museu Histórico Monsenhor Teresina Barros de São José de Mipibu Museu Taxidérmico / Centro de Ciências situação do museu: Aberto. Interativas - Casa de São José endereço: Rua Barão de Mipibu, 40. Centro. situação do museu: Em implantação. São José de Mipibu - RN. 59162-000 endereço: Rua Governador Coriolano de Carvalho, 160. telefone: (84) 3273-2239 Monte Castelo. Teresina - PI. 64014-280 telefone: (86) 9476-4494 e-mail: museutaxidermico@hotmail.com Região Sudeste natureza administrativa: Privado - Empresa. ano de criação: 2004. Espírito Santo tipologia do acervo: Ciências Naturais e História Natural. data provável de abertura: Não há. Muqui Museu Dr. Dirceu Cardoso, Muqui e Sua História Museu do Comércio Piauiense situação do museu: Em implantação. situação do museu: Em implantação. endereço: Rua João Jacinto, 181/201. Boa Esperança. endereço: Rua Desembargador Freitas, 977. Centro. Muqui - ES. 29480-000 Teresina - PI. 64000-240. Caixa Postal: 198 telefone: (28) 3554-2020 telefones: (86) 3221-6969 / 3221-6970 site: www.camaramuqui.es.gov.br/museu_virtual.asp fax: (86) 3221-6969 e-mail: soketty@hotmail.com site: www.cdlteresina.com.br natureza administrativa: Privado - Associação. e-mail: cdlsps@cdlteresina.com.br ano de criação: 1983. natureza administrativa: Privado - Associação. tipologia do acervo: Antropologia e Etnografia; Ciências Naturais e ano de criação: 2002. História Natural; Ciência e Tecnologia; História; Imagem e Som. tipologia do acervo: Artes Visuais; Ciência e data provável de abertura: Não há. Tecnologia; História; Imagem e Som. data provável de abertura: Não há. Rio de JaneiroINSTITUTO BRASILEIRO DE MUSEUS | MINISTÉRIO DA CULTURA Rio Grande do Norte Duque de Caxias Museu da Memória Política de Caxias Barcelona situação do museu: Em implantação. Museu Histórico de Barcelona endereço: Avenida Presidente Kennedy s/n. Centro. situação do museu: Em implantação. Duque de Caxias - RJ. 25010-000 endereço para correspondência: Prefeitura Municipal de Barcelona. telefone: (21) 2652-5631 Rua Major Artur, 73. Centro. Barcelona - RN. 59410-000 natureza administrativa: Público - Municipal. telefones: (84) 3259-0053 (Prefeitura) / data provável de abertura: Julho de 2011. 3259-0058 (Secretaria de Educação) natureza administrativa: Público - Municipal. Nilópolis data provável de abertura: Não há. Museu da Beija-Flor situação do museu: Em implantação. endereço: Travessa Alentejano, s/n. Centro. Nilópolis - RJ. 26510-770 telefone: (21) 2791-2866552
  32. 32. natureza administrativa: Particular. Museu da Memória e História da Rocinha Sankofa Museus em Implantaçãodata provável de abertura: Não há. situação do museu: Em implantação. endereço para correspondência: Estrada da Gávea, 259-E. Rocinha.Niterói Rio de Janeiro - RJ. 22451-261Museu de Arte Popular Janete Costa e-mail: centroludico@bol.com.brsituação do museu: Em implantação. data provável de abertura: Não há.endereço: Rua Presidente Domiciano, s/n (em frente aoSolar do Jambeiro). Ingá. Niterói - RJ. Centro de Memória do Sindimetalendereço para correspondência: Fundação de Arte de Niterói. situação do museu: Em implantação.Rua Presidente Domiciano, 195. Ingá. Niterói - RJ. 24210-271 endereço: Rua Ana Néri, 152. Benfica. Rio de Janeiro - RJ. 20911-440data provável de abertura: Não há. telefones: (21) 3295-5058 (Imprensa) / 3295-5050 / 3295-5090 fax: (21) 3890-2022Museu do Cinema Brasileiro site: http://metalurgicosrj.org.br/site/index.php?option=com_situação do museu: Em implantação. content&task=view&id=232endereço: Rua Visconde do Rio Branco - em frente à faculdade e-mail: sindimetalrio@sindimetalrio.org.brMaria Thereza. São Domingos. Niterói - RJ. 24020-006 data provável de abertura: Não há.data provável de abertura: Não há. Espaço Cultural do Colégio Militar doMuseu da Indústria Naval Rio de Janeiro - Palacete da Babilôniasituação do museu: Em implantação. situação do museu: Em implantação.endereço: Morro da Armação. Ponta D’Areia. Niterói. RJ endereço: Rua São Francisco Xavier, 267. Tijuca.endereço para correspondência: Estaleiro Mauá. Rua Dr. Paulo Rio de Janeiro - RJ. 20550-010Frumêncio, 28. Ponta D’Areia. Niterói - RJ. 24040-290 telefone: (21) 2568-9222telefone: (21) 2613-9999 natureza administrativa: Público - Federal.site: www.estaleiromaua.ind.br data provável de abertura: Não há.natureza administrativa: Privado.data provável de abertura: Não há. Museu do Futebol situação do museu: Em implantação.Rio de Janeiro endereço: Avenida Salvador Allende, 5.500.Museu de Arte do Rio Recreio dos Bandeirantes .situação do museu: Em implantação. Rio de Janeiro - RJ. 22780-160endereço: Praça Mauá, 10 - Palacete Dom João VI. Praça Mauá. data provável de abertura: 2014.Rio de Janeiro - RJ. 20081-240natureza administrativa: Mista - Municipal e Fundação. Museu e Centro Cultural da Casa da Moedadata provável de abertura: 2012. situação do museu: Em implantação. endereço: Praça da República, 26. Centro.Museu do Amanhã Rio de Janeiro - RJ. 20211-350 GUIA DOS MUSEUS BRASILEIROSsituação do museu: Em implantação. telefone: (21) 2414-2125endereço: Avenida Rodrigues Alves, 1.247 - Armazéns 5 e 6. e-mail: social@cmb.gov.br; dersc@cmb.gov.brZona Portuária. Rio de Janeiro - RJ. 20081-250 natureza administrativa: Público - Federal.natureza administrativa: Mista - Municipal e Fundação. data provável de abertura: Não há.data provável de abertura: Setor de Serviços (auditório, salasde reunião, etc): 2º sem/2012; Museu: 2013. 553

×