Projetos Alenquer

443 views
342 views

Published on

Uma visão para o futuro do concelho

0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total views
443
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
4
Actions
Shares
0
Downloads
6
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Projetos Alenquer

  1. 1. por Susana Vital Rosa 18 Nov.2012 PROJETOS para ALENQUERe EIXOS DE DESENVOLVIMENTO ESTRATÉGICO
  2. 2. por Susana Vital Rosa 18 Nov.2012EIXOS1. Promoção de Alenquer a nível nacional/ internacional2. Desenvolver e apoiar o comércio e iniciativa local3. Recordar e preservar a História e o Património
  3. 3. por Susana Vital Rosa 18 Nov.20121. Promoção de Alenquer anível nacional/ internacional 1.1. Festival da codorniz 1.2. Concurso internacional de presépios 1.3. Exploração das propriedades terapêuticas das águas 1.4. Promoção dos vinhos de Alenquer 1.5. A gestão da água e a sustentabilidade do território (projeto biótipo de água) 1.6 Associação de produtores para desenvolver marca Alenquer
  4. 4. por Susana Vital Rosa 18 Nov.20121.2 CONCURSO INTERNACIONALDE PRESÉPIOS ALENQUER VILA PRESÉPIO DE PORTUGAL
  5. 5. por Susana Vital Rosa 18 Nov.2012OBJECTIVOSPROMOVER O DESENVOLVIMENTO LOCAL  PROJECTAR A MARCAR ALENQUER  DIVULGAR A VILA PRESÉPIO  APOIAR E DINAMIZAR O COMÉRCIO LOCAL  DEVOLVER A VIDA AO CENTRO DA VILA 1.2. Concurso internacional de presépios
  6. 6. por Susana Vital Rosa 18 Nov.2012FORMATOS FORMATOS ◦ Artesanato (Cerâmica, gesso) ◦ Pintura ◦ Design ◦ Outros ◦ Júri presidido por pintor João Mário e comissão artística encarregue de definir o regulamento ◦ 1º PRÉMIO 5.000€ ◦ 2º Prémio 2.500€ ◦ 3º Prémio 1.000€ 1.2. Concurso internacional de presépios
  7. 7. por Susana Vital Rosa 18 Nov.2012DIVULGAÇÃO FORMAS DE DIVULGAÇÃO ◦ Anúncio TV ◦ Site ◦ Turismo de Lisboa 1.2. Concurso internacional de presépios
  8. 8. por Susana Vital Rosa 18 Nov.2012RECEITAS O financiamento dos prémios far-se-á através de: ◦ Um portal do comércio do concelho que dá destaque aos patrocinadores do concurso ◦ Inscrições dos participantes - 50€ ◦ Inscrições dos lojistas para receberem os presépios concorrentes nas suas montras (uma parte da decisão dos vencedores será através da votação dos visitantes) – 25€ 1.2. Concurso internacional de presépios
  9. 9. por Susana Vital Rosa 18 Nov.2012TEMPO PRAZO DO CONCURSO ◦ As inscrições aos participantes abrem no início de Outubro e fecham a 15 de Novembro. ◦ Os trabalhos devem estar entregues até essa data. ◦ Os trabalhos serão expostos pelos espaços comerciais (ou outros) da Vila até ao dia 1 de Dezembro, dia em que se inaugura a abertura do Concurso Internacional de Presépios ◦ A decisão final dos vencedores será comunicada no dia 6 de Janeiro, dia de Reis, com divulgação dos trabalhos vencedores no portal do comércio regional. 1.2. Concurso internacional de presépios
  10. 10. por Susana Vital Rosa 18 Nov.2012CRONOGRAMA DA INICIATIVA 05/ 06/ 07/ 8/ 9/ 10 11 12/ 12 12 12 12 12 / / 12 12 12 Angariação de receitas Desenvolvimento do portal Divulgação do concurso aos participantes Divulgação do Concurso aos visitantes 1.2. Concurso internacional de presépios
  11. 11. por Susana Vital Rosa 18 Nov.2012CONTRAPARTIDAS SPONSORS PATROCINADOR GOLD -5000€ ◦ Logotipo no site do concurso em lugar de destaque, logo abaixo do do próprio concurso (não mais de três logos) ◦ Referência verbal em todas as comunicações produzidas à comunicação social associadas ao evento ◦ Possibilidade de pop-up especifico a um produto da empresa por mais 2500€ 1.2. Concurso internacional de presépios
  12. 12. por Susana Vital Rosa 18 Nov.2012CONTRAPARTIDAS SPONSORS PATROCINADOR -1000€ ◦ Lugar de destaque no site do concurso ◦ Lugar de destaque no portal do comércio regional 1.2. Concurso internacional de presépios
  13. 13. por Susana Vital Rosa 18 Nov.2012 APOIOSINSTITUCIONAIS 1.2. Concurso internacional de presépios
  14. 14. por Susana Vital Rosa 18 Nov.20121.6 Associação de produtores para desenvolver a marca Alenquer Projeto de criação de uma associação, de cariz empresarial, que desenvolva a marca Alenquer através da atribuição de um selo, «Produto de Alenquer», mediante a verificação do cumprimentos dos requisitos (legais e de qualidade) estipulados. Esta associação, apesar de sem fins lucrativos, deverá ter serviços e faturar, não sendo necessária a subsidiodependência. São necessários produtores, potencialmente interessados em fazer parte da associação. Num segundo momento, e uma vez constituída a associação, será necessário avaliar com a CMA a possibilidade de utilização/ cedência da marca por si registada, ou se seria mais conveniente registar uma marca paralela. Este é um projeto que, levado a bom porto, tem bases sólidas, sustentadas na experiência e no conhecimento profundo do associativismo empresarial e das suas potencialidades. É algo que poderá ter impacto na economia e sociedade locais.
  15. 15. por Susana Vital Rosa 18 Nov.2012CONVITE DE APRESENTAÇÃO DA ASSOCIAÇÃOExmo.(a). Sr.(a)Vimos por este meio convidá-lo(a) a estar presente na apresentação da futura Associação para o Desenvolvimento deAlenquer (nome provisório), no próximo dia x de y de z, pelas n horas.Com um carácter empresarial, esta organização terá como sua principal atividade agregar os produtores do concelho emtorno de um “selo” distintivo, que possa assegurar a qualidade dos produtos da região. Pretende-se assim defender opatrimónio empresarial e promover o que se produz.Para tal, para além de se associarem, os produtores que queiram receber o selo “Produto de Alenquer”, deverãoresponder a um caderno de encargos previamente definido que terá de abordar os seguintes aspetos: obedecer à legislação em vigor para o sector, cumprir as regras da segurança alimentar (HACCP), se for o caso, respeitar as Boas Práticas definidas pela Associação, para ser portador do selo.Pretende-se constituir um grupo de pressão apartidário, uma associação sem fins lucrativos em função dodesenvolvimento económico. As obrigações dos associados passam por: pagamento de quota anual; pagamento de auditoria externa de verificação das condições segundo a norma ISO 9001, para obtenção do selo, com apreciações documentais e de vistoria no terreno.O selo será atribuído pelo prazo de três anos, com uma verificação intercalar anual. Prevê-se que alguns espaçoscomerciais, como restaurantes e outros ligados ao turismo, possam também ter o selo, uma vez que serão a principalmontra dos Produtos Alenquer.Contamos consigo para participar na construção deste movimento e manifestar a sua intenção de se associar ao mesmodesde a sua constituição. Na sessão de apresentação será reservado um momento para o esclarecimento de dúvidas quepretendam colocar.Com os nossos melhores cumprimentos, 1.6 Associação de produtores para desenvolver marca Alenquer
  16. 16. por Susana Vital Rosa 18 Nov.20122. Desenvolver e apoiar a economia,comércio e iniciativa local 2.1. Portal de divulgação de comércio e serviços 2.2. Central de compras 2.3. Espaço co-working e networking 2.4. Captação de cooperativas de ensino e formação no sentido de promover mais alternativas de qualificação da população adulta (à semelhança de concelhos vizinhos) 2.4. Captação de investimentos para aumentar e promover o número de camas existentes para turismo
  17. 17. por Susana Vital Rosa 18 Nov.20123. Recordar e preservar aHistória e o Património 3.1. as Quintas e a rota do vinho 3.2. Museus, zona histórica e as figuras de Damião de Goes, Luis Vaz de Camões e Rainha Santa Isabel 3.3. A indústria desativada (lanifícios) Projeto de Criação de um Centro de Ciência Viva (caso Lousal) 3.4. O turismo religioso o as Festas do Divino Espírito Santo o o caso da Sãozinha – apoio à venda e produção de merchandising e articulação com a organização das visitas 3.5. Proposta de um número de “Uma Aventura em…” Alenquer e Montejunto 3.6. Recuperar o cinema/ anfiteatro Damião de Gois e Teatro Ana Pereira (espaço incluído na classificação da Igreja e Hospital da Misericórdia de Alenquer, classificado como IIP – Imóvel de Interesse Público, Decreto n.º 8/83, DR, 1.ª série, n.º 19de 24 janeiro 1983) 3.7. Valorização e recuperação do Castelo e suas muralhas (reconhecido como IIP - Imóvel de Interesse Público, Decreto nº 40 361, DG, 1.ª série,n.º 228 de 20 outubro 1955)
  18. 18. por Susana Vital Rosa 18 Nov.20123.3. Projeto de Criação de um Centro de Ciência Viva (caso Lousal)
  19. 19. por Susana Vital Rosa 18 Nov.20123.3. Projeto de Criação de um Centro de Ciência Viva (caso Lousal)
  20. 20. por Susana Vital Rosa 18 Nov.20123.3. Projeto de Criação de um Centro de Ciência Viva (caso Lousal)
  21. 21. por Susana Vital Rosa 18 Nov.2012Memorando Relousal – Fev2012 www.cienciaviva.pt/img/upload/Memorando_Relousal_CCVLousal_2 - - Similar pagesA indústria na Vila de Alenquer 1565-1931 1565- repositorio.ul.pt/handle/10451/3559 - 39k - Similar pages 3.3. Projeto de Criação de um Centro de Ciência Viva (caso Lousal)
  22. 22. por Susana Vital Rosa 18 Nov.20123.5. Proposta de um número de “Uma Aventura em…”Alenquer e Montejunto  igarcez@caminho.leya.com Uma aventura em ... Alenquer Sou mãe de uma criança em idade de ler os livros uma Aventura e a propósito do número dedicado ao Palácio da Pena, ocorreu-me propor uma aventura em Alenquer. Alenquer é uma das localidades do culto do Espírito Santo, iniciado pela rainha Santa Isabel. Somos a localidade onde este culto se iniciou, estando atualmente espalhado por vários continentes, do Brasil aos EUA. Temos algum espólio relacionado com este culto em nossa propriedade, tal como uma coroa, entre outros. Para além disso, Alenquer tem também uma rota de Quintas relacionadas com a produção vitivinícola, dos vinhos do Oeste e possui parte do Montejunto no seu território, com a sua Fábrica de Gelo recém recuperada, o que poderão ser ingredientes de mais "Uma Aventura" aliciante. Para mais informações, deixo indicação de um blogue dedicado à vila: http://couraca.blogspot.pt/2012/02/1212-2012-viii-centenario-do-primeiro.html
  23. 23. por Susana Vital Rosa 18 Nov.2012Real Fábrica do Gelo 3.5. Proposta de um número de “Uma Aventura em…” Alenquer e Montejunto
  24. 24. por Susana Vital Rosa 18 Nov.2012Real Fábrica do Gelo 3.5. Proposta de um número de “Uma Aventura em…” Alenquer e Montejunto
  25. 25. por Susana Vital Rosa 18 Nov.2012Real Fábrica do Gelo 3.5. Proposta de um número de “Uma Aventura em…” Alenquer e Montejunto
  26. 26. por Susana Vital Rosa 18 Nov.2012Real Fábrica do Gelo 3.5. Proposta de um número de “Uma Aventura em…” Alenquer e Montejunto
  27. 27. por Susana Vital Rosa 18 Nov.2012Festas do Império do DivinoEspírito Santo 3.5. Proposta de um número de “Uma Aventura em…” Alenquer e Montejunto

×