Juliana de Souza Moraes – ICMC                                         jumoraes@icmc.usp.br                               ...
Os vocabulários controlados Ferramentas de representação da informação necessárias para  padronizar a descrição de conteú...
Os vocabulários controlados Essas ferramentas devem refletir a política da instituição em questão,  devem conter a termin...
O Vocabulário Controlado do SIBiUSP Foi criado a partir da atualização e expansão da antiga Lista de Assuntos da  USP e q...
Início do projeto de inovação Debate sobre as mudanças e as tendências para os vocabulários  controlados a partir da apre...
O Plano de Inovação Reuniu as demandas e ações de mesmo aspecto em grupos de trabalho,  formando 3 grupos:    Grupo de In...
 Pesquisar as tendências teóricas  na área de vocabulários,  taxonomias e ontologias; Identificar práticas e aplicações ...
 Mudança ou atualização do  sistema computacional do  Vocabulário Controlado; Migração da matriz de termos do  Vocabulár...
 Levantar dados estatísticos a  respeito do Vocabulário  Controlado; Ênfase para análises de uso na  web; Foco no uso p...
 Implementação do Google  Analytics para observação das  transações no site do  Vocabulário Controlado; Estudo sobre a p...
 Manter as atividades de  atualização, alterações,  traduções e revisões de áreas de  domínio; Elaborar e atualizar mate...
 Elaboração da versão em inglês  do Vocabulário Controlado; Revisão dos procedimentos de  trabalho para indexadores e  b...
Resultados parciais & Dificuldades encontradas                     Consulta a especialista em Banco de Dados             ...
Resultados parciais & Dificuldades encontradas                     Implementação do Google Analytics:                    ...
Resultados parciais & Dificuldades encontradas                     Início do trabalho de tradução para a língua          ...
Considerações finais É fundamental que haja períodos destinados à análise crítica sobre o estado e  a atuação dos vocabul...
Juliana de Souza Moraes                    jumoraes@icmc.usp.brhttp://www.sibi.usp.br/Vocab      @vocab_sibiusp
SNBU 2012 - Plano de Inovação para o Vocabulário Controlado do SIBiUSP
SNBU 2012 - Plano de Inovação para o Vocabulário Controlado do SIBiUSP
SNBU 2012 - Plano de Inovação para o Vocabulário Controlado do SIBiUSP
SNBU 2012 - Plano de Inovação para o Vocabulário Controlado do SIBiUSP
SNBU 2012 - Plano de Inovação para o Vocabulário Controlado do SIBiUSP
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

SNBU 2012 - Plano de Inovação para o Vocabulário Controlado do SIBiUSP

293

Published on

Trabalho 'PLANO DE INOVAÇÃO PARA O VOCABULÁRIO CONTROLADO DO SIBiUSP: relato de experiência' apresentado pelo Grupo de Estudos do Vocabulário Controlado do SIBiUSP no SNBU 2012 - Simpósio Nacional de Bibliotecas Universitárias, realizado de 16 a 21 de setembro de 2012, em Camboriu, RS. Autoras: Juliana de Souza Moraes, Adriana Flamino, Hálida Fernandes, Isabel Cristina Calherani. Para acesso aos trabalhos: http://www.snbu2012.com.br/anais/busca/

Published in: Education
0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total Views
293
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0
Actions
Shares
0
Downloads
2
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

SNBU 2012 - Plano de Inovação para o Vocabulário Controlado do SIBiUSP

  1. 1. Juliana de Souza Moraes – ICMC jumoraes@icmc.usp.br Adriana Flamino – DT/SIBiUSP flamino@usp.br Hálida Fernandes – FSP halida@usp.br Isabel Cristina Calherani – EE isacalhe@usp.brhttp://www.sibi.usp.br/Vocab @vocab_sibiusp
  2. 2. Os vocabulários controlados Ferramentas de representação da informação necessárias para padronizar a descrição de conteúdos e classificar as informações; Tipo de linguagem documentária construída para promover a organização e a busca da informação em sistemas de recuperação, sistemas de navegação na internet e outros ambientes de pesquisa; Atualmente as áreas de arquitetura da informação e personalização de portais corporativos descobriram nos vocabulários controlados a solução para as questões de organização, busca, navegação e filtragem da informação; Hoje, entende-se que o controle do vocabulário agrega valor aos sistemas de informação na medida em que fornece ao usuário respostas precisas e diferenciadas durante a navegação e a busca por informações;
  3. 3. Os vocabulários controlados Essas ferramentas devem refletir a política da instituição em questão, devem conter a terminologia das áreas do conhecimento que pretendem representar, bem como as sinonímias na linguagem do público alvo; O conhecimento e o modo de organizá-lo se modificam com o passar do tempo à medida que os produtores de conhecimento respondem aos desafios postos pela sociedade em contínuo movimento. Por isso, um vocabulário controlado é um instrumento vivo, em constante mutação; Pontos mais críticos: necessidade de permanente atualização e a vigilância permanente sobre o sistema computacional que dá suporte ao vocabulário.
  4. 4. O Vocabulário Controlado do SIBiUSP Foi criado a partir da atualização e expansão da antiga Lista de Assuntos da USP e que passou por um processo de mudança acompanhando o projeto de modernização do SIBiUSP na década de 90; Vocabulário Controlado passa a ser um processo sistêmico, contando com equipe permanente e trabalhos contínuos; A equipe permanente é chamada de Grupo de Gerenciamento e é composto por: 3 bibliotecários de cada grande área do conhecimento 1 bibliotecário coordenador de conteúdo 1 bibliotecário coordenador do processo 1 analista de sistema 1 professor especialista em Linguagens Documentárias Atualmente os trabalhos de atualização e revisões terminológicas são realizados, em grande parte, por meio de um sistema de gestão via web;
  5. 5. Início do projeto de inovação Debate sobre as mudanças e as tendências para os vocabulários controlados a partir da apresentação do Relatório de Atividades do Vocabulário Controlado no biênio 2009-2011 e qual seria o posicionamento do Vocabulário Controlado da USP nesse novo cenário; Demandas identificadas: a) busca semântica e por equivalência de idiomas simultâneamente; b) busca através da relação de associação; c) compatibilidade com ALEPH; d) agilidade na atualização do repertório terminológico do Vocabulário. Plano de ações pontuais para orientar análises, identificar estudos e iniciativas e prospectar possibilidades tecnológicas; O Plano de Inovação é uma resposta aos novos anseios e instrumento norteador dos próximos trabalhos do Grupo de Gerenciamento, cujo objetivo é aperfeiçoar o Vocabulário.
  6. 6. O Plano de Inovação Reuniu as demandas e ações de mesmo aspecto em grupos de trabalho, formando 3 grupos: Grupo de Inovação Grupo de Diagnóstico e Avaliação Grupo de Manutenção
  7. 7.  Pesquisar as tendências teóricas na área de vocabulários, taxonomias e ontologias; Identificar práticas e aplicações bem-sucedidas; Identificar viabilidade das soluções encontradas para o Vocabulário Controlado do SIBiUSP, incluindo os processos envolvidos no seu uso, gestão , disponibilização e visualização.
  8. 8.  Mudança ou atualização do sistema computacional do Vocabulário Controlado; Migração da matriz de termos do Vocabulário para um novo formato de vocabulário; Implementação de método semiautomático para revisão e atualização do repertório terminológico do Vocabulário.
  9. 9.  Levantar dados estatísticos a respeito do Vocabulário Controlado; Ênfase para análises de uso na web; Foco no uso pelas unidades e bibliotecários da USP e, especialmente, pelos usuários do SIBiUSP.
  10. 10.  Implementação do Google Analytics para observação das transações no site do Vocabulário Controlado; Estudo sobre a percepção dos bibliotecários indexadores, de referência e dos usuários do SIBiUSP sobre o Vocabulário Controlado; Estudo da compatibilização dos descritores da Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP (BDTD) no Vocabulário Controlado.
  11. 11.  Manter as atividades de atualização, alterações, traduções e revisões de áreas de domínio; Elaborar e atualizar material de apoio aos usuários do Vocabulário Controlado; Oferecer treinamentos; Divulgar o Vocabulário Controlado do SIBiUSP.
  12. 12.  Elaboração da versão em inglês do Vocabulário Controlado; Revisão dos procedimentos de trabalho para indexadores e bibliotecários de referência; Elaboração de novos treinamentos para indexadores e bibliotecários de referência; Divulgação contínua do Vocabulário Controlado (redes sociais, materiais de divulgação do SIBiUSP, eventos...).
  13. 13. Resultados parciais & Dificuldades encontradas  Consulta a especialista em Banco de Dados para análise da atual estrutura do banco de dados do Vocabulário Controlado do SIBiUSP;  Consulta a especialista em Linguística Computacional sobre novos formatos para vocabulários;  Consulta a Linguistas e Analistas sobre softwares de processamento automático de linguagem natural para identificar possibilidades de atualização semiautomática da terminologia do Vocabulário Controlado;  Dificuldades  Contato com os especialistas;  Compreensão da problemática colocada;  Burocracia com o contrato de trabalho.
  14. 14. Resultados parciais & Dificuldades encontradas  Implementação do Google Analytics:  Início do rastreamento do uso do Vocabulário pelo mundo;  Número de acessos;  Termos pesquisados.  Início da compatibilização dos descritores da BDTD com o Vocabulário e, em alguns casos, uso deles como atualização do Vocabulário;  Dificuldades  Tempo demandado para as análises posteriores aos dados coletados;  Trabalho manual e individualizado no estudo da compatibilização dos descritores.
  15. 15. Resultados parciais & Dificuldades encontradas  Início do trabalho de tradução para a língua inglesa com os domínios das áreas de Exatas e Biológicas;  Andamento dos trabalhos rotineiros de atualização e revisão;  Dificuldades  Falta de conhecimento profundo da língua inglesa no âmbito técnico-científico e para todos os domínios;  Ausência de materiais de apoio bilíngues e com credibilidade para alguns domínios;  Disponibilidade de tempo a longo prazo para a tarefa de tradução;  Trabalho manual e individualizado.
  16. 16. Considerações finais É fundamental que haja períodos destinados à análise crítica sobre o estado e a atuação dos vocabulários controlados e a consequente prospecção de novas soluções, métodos e teorias que os (re)direcionem; O planejamento de melhorias e inovação torna-se essencial para a organização das atividades do Grupo de Gerenciamento do Vocabulário Controlado do SIBiUSP, para o estabelecimento das suas prioridades e demandas e para a efetiva concretização delas; Ainda não há resultados conclusivos; O plano de inovação do Vocabulário Controlado do SIBiUSP não é um roteiro de ações inflexível, mas sim uma proposta aberta de ações; Objetivo desse trabalho foi o de compartilhar a experiência do Grupo de Gerenciamento, para estabelecer possíveis parcerias e encontrar novos encaminhamentos para as questões apresentadas através do contato com outros profissionais e usuários de vocabulários controlados.
  17. 17. Juliana de Souza Moraes jumoraes@icmc.usp.brhttp://www.sibi.usp.br/Vocab @vocab_sibiusp
  1. A particular slide catching your eye?

    Clipping is a handy way to collect important slides you want to go back to later.

×