Aids

  • 361 views
Uploaded on

 

  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Be the first to comment
No Downloads

Views

Total Views
361
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
1

Actions

Shares
Downloads
8
Comments
0
Likes
1

Embeds 0

No embeds

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
    No notes for slide

Transcript

  • 1. O QUE É AIDS?.................................................................................................................... 2TESTAGEM .......................................................................................................................... 3PRINCIPAIS SINTOMAS DA AIDS...................................................................................... 4SAIBA COMO SE PEGA AIDS ............................................................................................ 5Assim Pega ...................................................................................................................... 5Assim não pega ............................................................................................................... 5Outras formas de transmissão ...................................................................................... 6Acidentes ocupacionais com materiais biológicos ................................................. 6Tatuagem, piercing, acupuntura, manicura e pedicura, entre outros.................... 6Picada de insetos......................................................................................................... 7PREVENÇÃO........................................................................................................................ 8
  • 2. 2O QUE É AIDS?A Aids (Síndrome da Imunodeficiência Adquirida) é uma doença causada porum vírus, o Vírus da Imunodeficiência Humana (HIV), que é transmitido nas relaçõessexuais sem uso da camisinha, no compartilhamento de agulhas e seringas pelo sanguecontaminado e na gravidez, no parto e na amamentação.O HIV provoca uma destruição das defesas naturais do corpo de forma que oorganismo vai se enfraquecendo aos poucos, ficando sujeito a uma série de outrasdoenças. Pessoas portadoras do HIV podem permanecer meses ou anos sem apresentarquaisquer sinais da doença e, no entanto, são transmissores do vírus.A Aids, quando já esta declarada apresenta uma série de sintomas que sãocomuns a outras doenças. Portanto somente o médico pode fazer o diagnóstico.Atualmente, porém, graças aos avanços tecnológicos e às pesquisas, quepropiciam o desenvolvimento de medicamentos cada vez mais eficazes, e a experiênciaobtida ao longo dos anos por profissionais de saúde, possibilitam aos portadores do víruster uma sobrevida cada vez maior e de melhor qualidade.A Aids ainda não tem cura; precisa ser prevenida.
  • 3. 3TESTAGEMO diagnóstico da infecção do HIV e realizado através de teste, feito a partir dacoleta de amostra de sangue da pessoa. O teste é gratuito e de maneira sigilosa emqualquer unidade de saúde, ou no CTA (Centro de Testagem e Aconselhamento), comprofissionais preparados para fornecer informações com segurança e credibilidade.É importante fazer o teste se você está fazendo o pré-natal ou se submeteu auma situação de risco como, transar sem camisinha ou compartilhar seringas e/ou agulha.Lembre-se se você correu risco, seu parceiro também deve ser avisado, especialmente sevocê tem alguma doença sexualmente transmissível (DST).Após correr o risco, você precisa esperar três meses para fazer o teste. É achamada janela imunológica, ou seja, o tempo que seu organismo leva para produzir osanticorpos que podem ser encontrados no teste.Se o resultado for positivo, saiba que a Aids tem tratamento de graça e que eleé um direito seu. Não tire nenhuma conclusão precipitada. É fundamental esclarecerdúvidas sobre o HIV e a Aids, com informações corretas.
  • 4. 4PRINCIPAIS SINTOMAS DA AIDSUm portador do vírus da Aids pode ficar até 10 anos sem desenvolver a doençae apresenta seus sintomas. Isso ocorre, pois o HIV fica incubado e controlado pelosistema imunológico do indivíduo. Quando o sistema imunológico começa a ser atacadopelo vírus de forma mais intensa, começam a surgir os primeiros sintomas como, febre,cansaço, dores musculares, dores de cabeça, manchas no corpo, diarréia e fraqueza.Algumas pessoas, não têm sintomas e não se sentem doentes, mastransmitem o vírus para os outros. Chamamos estas pessoas de portador saudáveis(assintomático do HIV), é torna-se um desafio no combate à epidemia, como elas nãoapresentam sintomas, muitas não realizam exames e não sabem que são portadores. Porisso, muitas vezes, não praticam sexo seguro.Na fase em que a defesa começa a cair, aparecem às doenças oportunistas,causadas por fungos, bactérias, vírus e protozoários. Caso não tratadas de forma rápida ecorretas, estas doenças podem levar o soropositivo a morte rapidamente.
  • 5. 5SAIBA COMO SE PEGA AIDSEm todas as fases da vida a pessoa corre o risco de pegar Aids, então épreciso se proteger sempre. A Aids pode atingir tanto o sexo feminino quanto o masculinoe não depende da orientação sexual, em qualquer idade, na adolescência, na idadeadulta ou mais madura, seja pobre ou rico (a), casado (a) ou solteiro (a), a pessoa podeser infectada pelo vírus HIV e desenvolver Aids.Assim PegaNas relações sexuais (anal, oral ou vaginal) com pessoa infectada, semuso da camisinha.Compartilhando agulhas e seringas com alguém infectado.Transfusão de sangue infectado pelo HIVDe mãe portadora do HIV para seu filho durante a gravidez, parto e/ouamamentação.Instrumentos que furam ou cortam não esterilizados e contaminados como vírus HIV.Assim não pegaBeijo na boca, no rosto, abraço ou aperto de mão.Sexo com uso correto do preservativoUso de agulhas e seringas descartáveis não compartilhadas com outraspessoasUso de copos, talheres ou pratos de portadores da doença.Suor, lágrima e saliva.Uso de sabonetes, lençóis ou toalhas de outras pessoas.Uso de banheirosNadar na mesma piscina que pessoas infectadas com o vírusAssento de ônibusPelo arDoação de sangue com material descartável
  • 6. 6Outras formas de transmissãoAcidentes ocupacionais com materiais biológicosA exposição a materiais biológicos que contêm o HIV pode ocorrer na práticadiária dos profissionais de saúde de uma forma geral e na de outros profissionais quepodem, eventualmente, entrar em contato com esses materiais (por exemplo, profissionalde limpeza de um hospital).A transmissão ocupacional pode ocorrer quando esses profissionais sofremferimentos com instrumentos perfurocortantes com presença de sangue ou outros fluidoscontaminados e/ou quando ocorre exposição das mucosas a esses fluidos. Além, dainfecção do HIV, o profissional acidentado pode se infectar com o vírus da hepatite B e dahepatite C. Estima-se que o risco médio de se infectar com o HIV após uma exposiçãopercutânea a sangue contaminado, seja de aproximadamente 0,3%. Nos casos deexposição mucocutânea, esse risco é de aproximadamente 0,1%. Para o vírus da hepatiteB o risco médio após exposição é de até 40% e para o vírus da hepatite C, de 1,8%(podendo variar de 1 a 10%).O meio mais eficaz de se reduzir tanto à transmissão profissional-pacientequanto o paciente-profissional, baseia-se na utilização sistemática das normas padrão debiossegurança e na implantação de novas tecnologias da instrumentação na rotina deprocedimentos invasivos.É importante lembrar que todo o acidente com material biológico representa umrisco potencial de infecção pelo HIV, e por esta razão deve ser tratado como emergência.A profilaxia medicamentosa é comprovadamente eficaz quando iniciada1 há 2 horas apóso acidente. Após as primeiras 24 horas, a sua eficácia é questionável.Tatuagem, piercing, acupuntura, manicura e pedicura, entre outros.Qualquer procedimento no qual uma agulha ou outro instrumentopotencialmente perfurocortante for utilizado em mais de uma pessoa, como tatuagem,perfurações (colocação de piercing, lóbulos de orelhas), acupuntura, eletrólise e ato debarbear, pedicura e manicura, envolve um risco teórico de transmissão do HIV, tendo emvista a possibilidade de existência de sangue contaminado com o HIV no instrumento.Entretanto o risco pode ser reduzido ou até eliminado pela adoção de procedimentosrotineiros.
  • 7. 7Os profissionais que atuam nestas áreas devem adotar as precauções padrãoem suas atividades diárias para eliminar o risco de transmitir o HIV e outros agentesinfecciosos, incluindo o uso de material descartável ou esterilizado. Em situações em quenão se tem a garantia destas medidas, aconselha-se que os clientes não se submetam aestes procedimentos ou tragam consigo o seu próprio material.Picada de insetosA afirmação de que a picada de insetos (mosquitos, moscas, carrapatos,pulgas, abelhas, vespas, dentre outros) transmite HIV não tem nenhum suporte científico.Esses insetos sugam o sangue numa refeição e injetam saliva antes da próxima refeição,sendo que o sangue de uma pessoa não é injetado na próxima vítima do mosquito. Alémdisso, se um desses insetos picar alguém infectado pelo HIV o vírus é inativado quaseque imediatamente no estômago do inseto.
  • 8. 8PREVENÇÃOA prática do sexo protegido, uso correto e sistemático de preservativosmasculinos e femininos, é a única forma comprovada e eficaz contra a transmissão doHIV e de outras DST s, adquiridos pelo contato sexual.E lembre-se não existe grupo de risco, o que existe é comportamento de risco,e a Aids pode ser evitada com medidas simples.Para colocá-la: