Arine prognóstico urbanismo
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×
 

Like this? Share it with your network

Share

Arine prognóstico urbanismo

on

  • 1,055 views

 

Statistics

Views

Total Views
1,055
Views on SlideShare
951
Embed Views
104

Actions

Likes
0
Downloads
0
Comments
0

4 Embeds 104

http://arinemansoesparaiso.blogspot.com.br 64
http://arinemansoesparaiso.blogspot.com 36
http://www.arinemansoesparaiso.blogspot.com 2
http://www.arinemansoesparaiso.blogspot.com.br 2

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Microsoft PowerPoint

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

Arine prognóstico urbanismo Presentation Transcript

  • 1. ARINE MANSÕES PARAISOoficina comunitária participativa
    Prognóstico de uso e ocupação do soloGama, 13de Agosto de 2011.
  • 2. CONCEPÇÃO URBANÍSTICA
    Diretrizes:
    • Manter as características de uso e ocupação do solo;
    • 3. Preservar o maior número de ocupações existentes possíveis;
    • 4. Atender as demandas da população;
    • 5. Cumprir as funções sociais da propriedade.
  • CONDICIONANTES AMBIENTAIS
    RESTRIÇÃO A OCUPAÇÃO:
    Área de Preservação Permanente – APP
    Resolução Conama Nº 303
    Art. 2: Definições:
    “III - vereda: espaço brejoso ou encharcado, que contém nascentes ou cabeceiras de cursos d`água, onde há ocorrência de solos hidromórficos, caracterizado predominantemente por renques de buritis do brejo (Mauritia flexuosa) e outras formas de vegetação típica;”
  • 6. CONDICIONANTES AMBIENTAIS
    GLEISSOLO POUCO ÚMIDO
    GLEISSOLO ÚMIDO
  • 7. SISTEMA VIÁRIO
    LEGISLAÇÃO
    Decreto Nº 26.048, de 20 de julho de 2005
  • 8. SISTEMA VIÁRIO
    LEGISLAÇÃO
  • 9. SISTEMA VIÁRIO
    SITUAÇÃO EXISTENTE
    Principais problemas para adequação:
    • Dimensão inadequada das vias;
    • 10. Raios de giro inexistentes.
    MENOR QUE 8.30 m
    ENTRE 8.30 e 11.00 m
    MAIOR QUE 11.00 m
    PROBLEMA DE RETORNO
    PROBLEMA DE RETORNO E DRENAGEM
    PROBLEMA DE RAIO DE GIRO
    POLIGONAL
  • 11. SISTEMA VIÁRIO
    DIAGNÓSTICO PARTICIPATIVO
    • Ruas estreitas:
    Problema de coleta de Lixo;
    Transporte para levar as crianças para a escola só na entrada do parcelamento;
    Problema de Drenagem;
    • Ruas sem retorno;
    Faltam:
    Pavimentação;
    Arborização (área muito quente);
    Calçadas;
    Ciclovias;
    Mobiliário urbano: Lixeiras, sinalização, etc...
    Transporte público coletivo;
    Saneamento básico.
  • 12. SISTEMA VIÁRIO
    DIAGNÓSTICO PARTICIPATIVO
    Problemas de dimensão
    e raio de giro identificados
    Opção indicada para
    TRANSPORTE PÚBLICO
    Biomapa produzido na oficina de 23/07/2011
  • 13. SISTEMA VIÁRIO
    DIAGNÓSTICO PARTICIPATIVO
    Iluminação Pública
    CEB
    Problema de drenagem
    e retorno
    Problema de retorno
    Biomapa produzido na oficina de 23/07/2011
  • 14. SISTEMA VIÁRIO
    PROPOSTA DE HIERARQUIA DO SISTEMA VIÁRIO
  • 15. SISTEMA VIÁRIO
    CENÁRIO 1 – ATENDER TODAS AS EXIGENCIAS DA NORMA
    PADRÃO MÍNIMO DA NORMA
    Vias Secundárias e Locais
  • 16. SISTEMA VIÁRIO
    CENÁRIO 1 – ATENDER TODAS AS EXIGENCIAS DA NORMA
  • 17. SISTEMA VIÁRIO
    CENÁRIO 2 – PADRÃO ALTERNATIVO
    VIA PRINCIPAL – 17 m
  • 18. SISTEMA VIÁRIO
    CENÁRIO 2 – PADRÃO ALTERNATIVO
    VIA SECUNDÁRIA – 10 m
    VIA SECUNDÁRIA – 11 m
  • 19. SISTEMA VIÁRIO
    CENÁRIO 2 – PADRÃO ALTERNATIVO
    VIA LOCAL – 8.30 m
  • 20. SISTEMA VIÁRIO
    CENÁRIO 2 – PADRÃO ALTERNATIVO
  • 21. SISTEMA VIÁRIO
    PROBLEMAS DE RAIO DE GIRO
    RAIO DE GIRO– 6.00 m
  • 22. SISTEMA VIÁRIO
    PROBLEMAS DE RETORNO
    CUL-DE-SAC - CENTRAL
    CUL-DE-SAC - LATERAL
    CONTINUIDADE DE VIA – Problema de drenagem
  • 23. USO DO SOLO
    LEGISLAÇÃO
    PARÂMETROS(PDOT/ 2009, Anexo VI – 02)
    Obs:
    Lotes destinados à produção agrícula poderão ter área superior a 2.500 m2,
    com coeficiente de aproveitamento básico de 0,3.
     
    Densidade PDOT: Média (até 50 a 150 hab./ ha)
    EU/EPC/ELUP: 10% da Área
    Bacias de infiltração: 5% da Área
  • 24. USO DO SOLO
    SITUAÇÃO EXISTENTE
    LEGENDA
    USO RESINDENCIAL UNIFAMILIAR
    USO MISTO
    LOTES DESOCUPADOS
    POLIGONAL DA ARINE
  • 25. USO DO SOLO
    SITUAÇÃO EXISTENTE
  • 26. USO DO SOLO
    SITUAÇÃO EXISTENTE
  • 27. USO DO SOLO
    DIAGNÓSTICO PARTICIPATIVO
    Biomapa produzido na oficina de 23/07/2011
    Faltam:
    • Equipamentos públicos (Saúde, educação, segurança e Lazer);
    • 28. Comércio.
  • USO DO SOLO
    PROPOSTA DE USO DO SOLO
    LEGENDA
    USO RESINDENCIAL UNIFAMILIAR
    INSTITUCIONAL/ EQUIPAMENTOS
    USO MISTO
    PRAÇAS
    POLIGONAL DA ARINE
  • 29. USO DO SOLO
    PROPOSTA DE USO DO SOLO
    PARÂMETROS PROPOSTOS
    Densidade Proposta: Baixa (até 50 hab./ ha) – Total de habitantes:
    Taxa de Ocupação: 40%
    Altura máxima: 2 pavimentos – 7,50 metros(Cota de coroamento)
    Bacias de Infiltração: Fora da poligonal de estudo
  • 30. EQUIPAMENTOS COMUNITÁRIOS E ELUP
    DIAGNÓSTICO PARTICIPATIVO
    Lazer
    • Parques;
    • 31. Praças;
    • 32. Quadras poliesportiva.
    • 33. Saúde;
    • 34. Escola e Creches;
    • 35. Segurança;
    Praças
    Parques
  • 36. EQUIPAMENTOS COMUNITÁRIOS E ELUP
    PROPOSTA DE EQUIPAMENTOS
    LEGENDA
    POSTO DE SEGURANÇA
    COMUNITÁRIA
    ESCOLA DA ENSINO INFANTIL
    PRAÇA
    1
    1
    2
    2
    P
    P
    P
  • 37. EQUIPAMENTOS COMUNITÁRIOS E ELUP
    PROPOSTA DE EQUIPAMENTOS
  • 38. ENDEREÇAMENTO
    SITUAÇÃO EXISTENTE
  • 39. ENDEREÇAMENTO
    SITUAÇÃO EXISTENTE
    Problemas verificados:
    • Ausência de nome nas vias
    • 40. Ordem da numeração do lotes
    Soluções Possíveis:
    • Ausência de nome nas vias
    • 41. Ordenar numeração do lotes