Mineração no Brasil - Século XVIII

9,942 views
9,337 views

Published on

Aula sobre Mineração na Colônia do 3º Ano do Colégio Militar de Brasília. Caso deseje utilizar, cite a fonte.

0 Comments
2 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total views
9,942
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
1,407
Actions
Shares
0
Downloads
184
Comments
0
Likes
2
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Mineração no Brasil - Século XVIII

  1. 1. MINERAÇÃO SÉCULO XVIII HISTÓRIA DO BRASILProf.ª Valéria Fernandes 9/3/2012 1
  2. 2. MINERAÇÃO NO BRASIL• 1690 → descobertas de ouro nas atuais Tiradentes e São João Del-Rei.• Guerra dos Emboabas → 1707-1709.• 1718 → ouro encontrado no Mato Grosso.• 1726 → ouro encontrado em Goiás.• 1729 → diamantes descobertos na mesma área.• 1760 → metade do ouro do mundo vinha do Brasil.• No início do século XVIII, cerca de 400 mil portugueses vieram explorar as minas.• Mais de um milhão de escravos foram enviados da África para trabalhar nas minas de ouro. Prof.ª Valéria Fernandes 9/3/2012 2
  3. 3. MINERAÇÃO: UMA ATIVIDADE PARA POUCOS • Ouro de aluvião → exploração independe de grandes recursos técnicos. • Datas → o descobridor ficava com as 2 primeiras, as demais iam à leilão. • lavras (grandes) e faiscações (pequenas ou já esgotadas). • Os mais pobres terminavam com as piores terras → os ricosProf.ª Valéria Fernandes tinham prioridade. 9/3/2012 3
  4. 4. MINERAÇÃO NO BRASIL• 1702 → Regimento e Intendência das Minas.• 1707 → Conclusão do Caminho Novo.• 1719 → criação das Casas de Fundição → quinto.• 1720 → restrição à migração.• 1719-1720 → Revolta de Vila Rica ou de Felipe dos Santos.• 1729 → Criação do Distrito Diamantino.• 1735-1750 → capitação.• 1750 → 100 arrobas de ouro → Derrama.• 1739-1771 → Criado o cargo de Contratador de Diamantes. Prof.ª Valéria Fernandes 9/3/2012 4
  5. 5. QUEDA NA PRODUÇÃO MINERADORA BRASIL: PRODUÇÃO DE OURO NO SÉCULO XVIII Ano Total (kg) Ano Total (kg) 1700-1710 29.400 1750-1759 141.880 1711-1720 65.000 1760-1769 101.290 1721-1729 80.500 1770-1779 84.485 1730-1739 115.670 1780-1789 55.975 1740-1749 144.795 1790-1799 44.545Fonte: PINTO, Virgílio Noya. O Ouro Brasileiro e o Comércio Anglo-Português. São Paulo: Nacional, 1971, p. 114. Prof.ª Valéria Fernandes 9/3/2012 5
  6. 6. COLÔNIA A SERVIÇO DOS INTERESSES DA METRÓPOLE• Terremoto de Lisboa (01/11/1755) e o Marquês de Pombal. Prof.ª Valéria Fernandes 9/3/2012 6
  7. 7. UMA SOCIEDADE URBANAVila Rica, uma das cidades mais importantes das Minas Gerais. Prof.ª Valéria Fernandes 9/3/2012 7
  8. 8. UMA SOCIEDADE MESTIÇA E COM MOBILIDADE SOCIAL POPULAÇÃO DE MINAS GERAIS EM 1786 Livres Escravos Totais Homens Mulheres Homens MulheresBrancos 35.917 29.747 - - 65.664 Pardos 38.808 41.501 9.879 10.497 100.685 Negros 19.441 23.298 106.412 47.347 196.498 Totais 94.166 94.546 116.291 57.844 362.847 Adaptado de: GORENDER, Jacob. O Escravismo Colonial. São Paulo: Ática, 1992, p. 462.Prof.ª Valéria Fernandes 9/3/2012 8
  9. 9. ESCRAVOS, LIBERTOS E MULHERES• As Minas Gerais eram o maior aglomerado urbano das Américas.• Havia mobilidade social e muitos escravos eram colocados ao ganho.• Uma das personagens mais conhecidas desse período, Xica da Silva é caso extremo dessa mobilidade social. Sua história foi recontada em filme (1976) e novela (1996-1997). Prof.ª Valéria Fernandes 9/3/2012 9
  10. 10. A MINERAÇAO MUDOU A COLÔNIA• 1763 → Capital transferida para o Rio de Janeiro.• Eixo econômico passa do Nordeste para o Sudeste.• Rotas comerciais integram por mar e terra a colônia → era preciso abastecer a região das Minas.• Tropeiros.• Produção de alimentos para o mercado interno. Ouro quintado. Prof.ª Valéria Fernandes 9/3/2012 10

×