A história do pi   1
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Like this? Share it with your network

Share
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Be the first to comment
No Downloads

Views

Total Views
3,684
On Slideshare
3,646
From Embeds
38
Number of Embeds
2

Actions

Shares
Downloads
19
Comments
0
Likes
1

Embeds 38

http://6cosmelhoresdosmelhoresraciocinios.blogspot.com 35
http://6cosmelhoresdosmelhoresraciocinios.blogspot.pt 3

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
    No notes for slide

Transcript

  • 1. História do
  • 2. Introdução• Provavelmente, nenhum símbolo matemático criou tanto mistério, e curiosidade humana como o π.• PI: um número irracional O “pi” representa um número, que não pode ser escrito sob forma de fracção, que não pode ser escrito como um número finito de casas decimais. O valor de “pi” não é 3,14, este é um valor aproximado, pois ainda hoje não se sabe qual é na realidade o valor exacto de “pi”.
  • 3. A História do número π• Todas as pessoas sabem que o valor de pi é de 3,14 e mais qualquer coisa. E ele corresponde a uma razão, a razão entre o perimetro e o diâmetro de qualquer circulo. E esse valor sempre esteve presente na natureza, esperando para ser descoberto. Mas quem o descobriu?• É difícil definir com precisão quem identificou a relação entre a circunferência de um círculo e seu diâmetro• Os primeiros vestigios escritos sobre o pi data por volta de 1900 a.C., onde os babilônios e egípcios tinham uma ideia do valor aproximado. Precisamente, os babilônios estimaram o pi em uma relação de 25/8, enquanto os egípcios chegaram a um valor de 256/81.• O matemático grego Arquimedes (287 – 212 a.C.) foi considerado a primeira pessoa a calcular o valor de pi com mais precisão. Ele partiu da ideia de encontrar a área de dois polígonos encaixados na circunferência, um inscrito e outro circunscrito. Arquimedes não chegou ao valor exato, mas conseguiu uma boa aproximação. Ele usou polígonos de 96 lados para encontrar um valor médio de 3,1485.
  • 4. • O matemático chinês Zhu Chongzi (429 – 500 d.C.) usou um método semelhante para se aproximar ao valor de pi, usando um polígono de 12.288 lados. Sua melhor aproximação foi de 355/113.• A letra grega π foi utilizada para designar a relação em 1707, pelo matemático galês William Jones, embora o uso do símbolo não tenha sido popularizado até o ano de 1737, por outro, matemático e físico suíço, Leonhard Euler. Pi é a designação da palavra grega “περίμετρος", que significa perímetro.• O cálculo mais preciso do pi antes da invenção do computador foi feito por D.F. Ferguson, que calculou o pi com 620 dígitos em 1945 (em 1874, William Shanks calculou o pi com 707 dígitos, mas somente 527 dígitos estavam corretos).• Depois que os computadores entraram em cena, não havia mais limites para calcular o pi. Em 1947, usando uma calculadora de mesa, Fergunson calculou o pi com 710 dígitos. Em 1999, Takahashi Kanada chegou a muitos dígitos usando um computador SR8000, da Hitachi.• O maior cálculo de pi feito até hoje, foi realizado em 2002, por uma equipe da Universidade de Tóquio. Novamente, com a ajuda de um computador Hitachi, o pi foi calculado com 1.241.100.000.000 dígitos.
  • 5. Curiosidades• - Albert Einstein, nasceu no dia 14 de Março de 1879 e os matemáticos celebram o Dia do Pi, também, a 14 de Março, que no calendário americano é escrito da seguinte maneira (mês/dia) - 3/14, por 3,14 ser a aproximação mais conhecida de π. O auge das comemorações acontece à 1:59 da tarde (porque 3,14159 = π arredondado até a 5ª casa decimal).
  • 6. Conclusão• Este trabalho permitiu-me não só aprender mais sobre o π , como também me ajudou a entender melhor uma parte da História da Matemática.