Lição 15 - Novo céu e Nova Terra

9,484 views

Published on

0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total views
9,484
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
1,100
Actions
Shares
0
Downloads
201
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Lição 15 - Novo céu e Nova Terra

  1. 1. NOVO CÉU ENOVA TERRA
  2. 2. Alvo da lição O aluno será capaz desaber entender que a vida aqui é passageira e que a eternidade é uma realidade;sentir aspirar à vida do porvir; agir reparar-se para ser habitante da nova terra.
  3. 3. Eis que faço novas todas as coisas: NOVO CÉU E NOVA TERRA
  4. 4. Introdução O nosso texto básico descreve aspectos do Reino Eterno, uma consumação por obra e graça de Deus em Cristo, para morada dos santos na era vindoura. Pelo v.1, entendemos que já findou tudo que era relacionado com a era presente. Em confirmação, reitera o próprio Deus, dizendo: “Eis que faço novas todas as coisas” (Ap 21.5).
  5. 5. I. O raiar de um “novo tempo” (Ap 21.1)Do capítulo 17 ao 20, acompanhamos sete julgamentos:1.Julgamento da Babilônia ou a meretriz (17.1).2.Julgamento da Besta (19.20).3.Julgamento do Falso Profeta (19.20).4.Julgamento dos reis na batalha do Armagedom (19.21).5.Julgamento do Gog e Magog (20.7-9).6.Julgamento do próprio Satanás (20.10).7.Julgamento dos ímpios no juízo do trono branco (20.11-15).
  6. 6. I. O raiar de um “novo tempo” (Ap 21.1)1. A nova terra2. Uma nova Terra sem mar (Ap 21.1)a.Separação de povos, dificultando melhorrelacionamento entre eles, sendo muitas vezes agente degrandes destruições.b.Com suas grandes turbulências e espumando sujeirastem aspecto ameaçador e aterrorizante.
  7. 7. I. O raiar de um “novo tempo” (Ap 21.1)1. A nova terra2. Uma nova Terra sem mar (Ap 21.1)3. Um novo céu
  8. 8. II. A nova Jerusalém, capital do estado eterno (Ap 21.2-21)1. Os versos 2-8 mostram que:a.A simbólica noiva do Cordeiro é divina, elegante ededicada (v.2).b.Haverá total união, comunhão e louvor dos remidoscom Deus (v.3).c.Serão curadas as feridas e enxugadas as lágrimas (v.4).
  9. 9. II. A nova Jerusalém, capital do estado eterno (Ap 21.2-21)1. Os versos 2-8 mostram que:d.As promessas serão cumpridas, todas as coisasrenovadas e provisão garantida para sempre (v.6-7).e.A segurança será total, haverá pureza absoluta e totalausência do mal (v.8).
  10. 10. II. A nova Jerusalém, capital do estado eterno (Ap 21.2-21)1. Os versos 2-8 mostram que:2. O esplendor e as riquezas da cidade santa (vs. 9-21)
  11. 11. III. O santuário e a luz da Nova Jerusalém (Ap 21.22-27)1. Sua fonte inesgotável de energia2. Jerusalém celestial, uma cidade aberta
  12. 12. Revisão e aplicação1. Qual o sentido das expressões: novo céu e nova terra?2. Cite algumas das riquezas da nova Jerusalém?3. Por que a nova terra não precisa de sol?
  13. 13. CÉU, LINDO CÉU! Este mundo jamais pode me separar Dos valores celestiais que eu vou receber.Meu tesouro e esperança estão no meu novo lar; Sou herdeiro com Cristo, vou com Ele morar.
  14. 14. CÉU, LINDO CÉU! Céu, lindo céu; céu lindo céu!Há mansões celestiais todas feitas por Deus Céu, lindo céu; céu, lindo céu! Eu vou pro céu, lindo céu com Cristo Vou morar no lindo céu.
  15. 15. CÉU, LINDO CÉU!Já estando além rio, minha luta findou; Eu não temo mais pecados, pois Jesus me lavou. Oh que glória na subida pras alturas dos céus; Cantarei a linda história do Cordeiro de Deus. “Ouvir dizer” (Grupo Elo).
  16. 16. Conclusão A vida futura no novo céu e na nova terra será marcada pela presença eterna do próprio Deus, o que fará toda a diferença (Ap 21.3). Um lugar sem lágrimas, morte, luto, pranto e dor (Ap 21.4) é o que podemos chamar de verdadeira felicidade eterna.

×