Your SlideShare is downloading. ×
T multimédia   4.interfaces e periféricos
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×
Saving this for later? Get the SlideShare app to save on your phone or tablet. Read anywhere, anytime – even offline.
Text the download link to your phone
Standard text messaging rates apply

T multimédia 4.interfaces e periféricos

90
views

Published on

Published in: Education

0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total Views
90
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0
Actions
Shares
0
Downloads
2
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide

Transcript

  • 1. Periféricos
  • 2. Interfaces (Hardware/Software) São os elementos que estabelecem a comunicação entre o computador e os periféricos. São placas de circuitos desenhadas exclusivamente para permitir essa comunicação. Em linhas gerais, permitem: controlar a velocidade de transferência de informações; controlar os níveis de corrente eléctrica; controlar as diferentes formas de comunicação de informações. A interface de um dispositivo pode ser vista de duas formas: do lado do Bus - a interface é vista pela CPU como um conjunto de elementos especializados que permitem o envio de comandos e o controlo das transferências de dados para cada periférico; do lado do controlador do periférico: a interface tem a função de encaminhar os comandos recebidos da CPU para os controladores de periféricos (conversão de formatos…)
  • 3. Controladores de Periféricos Todos os dispositivos periféricos, quer de entrada quer de saída, necessitam de controladores para que consigam comunicar com o Processador e a RAM. Os controladores são acedidos por intermédio das interfaces dos dispositivos CPU Memória Bus de Sistema interface controlador da impressora interface controlador do disco
  • 4. 4. Periféricos Dispositivos utilizados para interagir com o Computador. São utilizados para que haja transferência de dados e informações de e para o Computador. Periféricos de Entrada (Input) Dispositivos que permitem enviar informações, dados, instruções e comandos do meio ambiente (i.e. externo) para o Computador. Têm como função permitir que o utilizador comunique com o Computador Dispositivos que permitem que o Computador “comunique” com o utilizador, i.e., transmita informação. Periféricos Mistos (Input e Output) Dispositivos que permitem tanto entrada como saída de informação. Periféricos de Saída (Output)
  • 5. Teclado Componente composto por teclas, onde estão representadas letras, números entre outros símbolos ou caracteres; Vários modelos e tipos de teclados; Hardware de entrada; Permite a introdução de informação que não está visível através da combinação de diferentes teclas.
  • 6. Rato Elemento de entrada de informação; Vários tipos e modelos de ratos, com diferentes características e adaptados a diferentes utilizações. Diferentes funções dos botões.
  • 7. Monitor Elemento de saída de informação; Vários tipos e modelos, com diferentes características e adaptados a diferentes utilizações.
  • 8. Mesas Digitalizadoras Uma mesa digitalizadora é um quadro eletrónico para desenhos para ligar que se liga a um computador. Com um lápis especial de entrada podem ser feitos desenhos que são depois editados no computador. ! Lógica idêntica à de um "touchscreen", sendo que aqui o lápis indica a posição por meio da pressão que ela exerce e das teclas e ativa determinadas funções de ferramenta. São usadas em publicidade para o desenho livre e ilustrações no computador. ! Sensíveis à pressão (alteram o traço) e, por vezes, ao ângulo de inclinação do lápis ! Posicionamento absoluto - cada ponto na mesa corresponde a um ponto no monitor
  • 9. Scanners
  • 10. Impressoras Elementos de saída de informação; ! Vários tipos e modelos, com diferentes características e funcionalidades. Multifunções Elementos de saída e de entrada de informação;
  • 11. Projetores de Imagem Qualidade o mais adequado às condições locais do ambiente (luminosidade, dimensões e tipo de tela, etc.), e da resolução do computador. Luminosidade Lúmens é a unidade mais comum para medida de potência luminosa. Quanto maior a potência luminosa do projetor, melhor será o resultado da projeção
  • 12. Projetores de Imagem Dimensões: Tela vs Auditório A distância correcta do público à tela é fundamental para as dimensões da tela. Quanto mais distante, maior deverá ser a tela para proporcionar a leitura adequada a textos. Contraste Além da luminosidade adequada, o projector precisa de assegurar a necessária "ausência de luz" ao preto e às cores escuras projetadas (para evitar que pareçam desbotadas). Esta capacidade é medida pela taxa de contraste. Taxas comuns vão de 100:1 (menor contraste) a 400:1 (maior contraste). Quanto maior a taxa de contraste, mais as cores escuras projectadas resistirão devido à incidência directa ou indirecta da luz do ambiente.
  • 13. Pixel - a resolução de uma imagem (DPI) Os pixéis são quadrados de cores que compõe e dão vida às imagens digitais. 
 Quantos mais pixéis existirem melhor é a resolução e qualidade da imagem. ! DPI (Dots Per Inch) - unidade de medida na impressão para descrever a resolução de uma imagem, que corresponde ao número total de pixéis verticais e horizontais existentes na imagem. ! ! ! ! De forma geral, quanto maior é a resolução de uma imagem digital, melhor é a sua qualidade, sendo também maior a dimensão do ficheiro.
  • 14. O tamanho de uma imagem no monitor depende das dimensões em pixel da imagem e também do tamanho e resolução do monitor. ! P.e., um monitor de 14 polegadas apresenta 800 pixéis na horizontal e 600 na vertical. Uma imagem com dimensões de 800 por 600 pixéis preenche a área total desse ecrã. Se a configuração do monitor for de 1024 por 768 pixéis, essa imagem aparecerá com um tamanho inferior, ocupando apenas parte do ecrã. Se ampliarmos a mesma imagem(800 por 600) para 1024 por 786 pixéis esta perderá resolução - INTERPOLAÇÃO DE PÍXEIS Uma imagem digital pode ser ampliada infinitamente. No entanto, a qualidade reduz proporcionalmente ao aumento do tamanho. Deixamos de ver o conjunto de píxeis, mas sim um a um.
  • 15. P.e.: - imagem de 1 cm x 1 cm com uma resolução de 72 dpi = 784 pixéis (28 pixéis de largura x 28 pixéis de altura igual 784). - imagem de 1 cm x 1 cm com uma resolução de 300 dpi = 13689 pixéis.
  • 16. Vários formatos Formatos de gravação de imagens: JPEG / TIFF JPEG - mais utilizado - compatível no universo digital - permite a compressão das imagens (10-20%) TIFF - mais utilizado nível profissional; - não faz compressão - mais adequado para editar e/ou imprimir

×