Violencia

76,734 views
76,515 views

Published on

Temas/ problemas do mundo contemporâneo.
Filosofia - 10ºB
Colégio Nª SRª da Boavista
http://historicofilosoficas.blogspot.com

1 Comment
24 Likes
Statistics
Notes
  • Fixe
       Reply 
    Are you sure you want to  Yes  No
    Your message goes here
No Downloads
Views
Total views
76,734
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
698
Actions
Shares
0
Downloads
0
Comments
1
Likes
24
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Violencia

  1. 1. Colégio Nossa Senhora Da Boavista Trabalho realizado por : Carina Vanessa Clemente Peixoto Disciplina : Filosofia Professor : Sérgio Morais
  2. 2. Introdução: <ul><li>Cada vez mais ouvimos falar de violência. Cada vez que ligamos a televisão a primeira frase que ouvimos é “mais um caso de violência”. Acabamos por entender que hoje em dia existe violência em todos os locais e com todas as pessoas. A primeira coisa que nos faz lembrar ao ouvir esta palavra é “luta”, o que se torna uma definição falsa porque existem vários tipos de violência. </li></ul>Imagem 1
  3. 3. O que é a violência? A violência é uma atitude do ser humano, que irá causar danos a outra pessoa, ser vivo ou objecto. O mesmo significado de violência pode variar de país para país ou mesmo de aldeia para aldeia, devido às diversas culturas, logo, esta definição varia consoante o tempo, local, cultura e, até mesmo, de pessoa para pessoa.
  4. 4. Vários tipos de violência: <ul><li>Alguns tipos de violência: </li></ul><ul><li>Violência física; </li></ul><ul><li>Violência psicológica; </li></ul><ul><li>Violência cultural; </li></ul><ul><li>Violência verbal; </li></ul><ul><li>Violência contra a mulher; </li></ul><ul><li>Violência infantil. </li></ul>
  5. 5. Imagem 2 Imagem 3 Imagem 4 Imagem 5 Imagem 6 Imagem 7
  6. 6. Violência física
  7. 7. Podemos considerar violência física quando existe uma agressão onde são causados danos materiais ou fisiológicos. Este tipo de violência entre os seres humanos pode trazer sequelas no corpo, como manchas negras, hematomas, entre muitos outros.
  8. 8. Muitos problemas podem conduzir à violência física, mas normalmente são crianças, pessoas desesperadas ou mesmo pessoas, que o fazem por gosto, que recorrem a esta solução “sem nível”. O que aprendemos na escola é que apenas recorrem à violência quem não tem argumentos para se defender. Por isso, as pessoas que partem para a violência costumam ser pessoas com habilitações baixas, mas não só.
  9. 9. Hoje em dia é natural passarmos na rua e vermos jovens a lutar como se fossem uns heróis para aqueles que estão em volta a torcer para que o seu amigo seja aquele que mais murros vai dar. As pessoas pouco se preocupam quando os observam, apenas dizem: “é uma luta de canalha”, mas esquecem-se daquele velho ditado “de pequenino se torce o pepino”. Os jovens, ao terem estes comportamentos, em pequenos, irão tê-los no seu futuro e tudo começa assim, para um mundo do crime. Existem muitos motivos para este grave problema, mas os principais devem-se à má educação dada em casa (por vezes os pais também são violentos) e aos programas televisivos para jovens ,onde o principal tema é a violência.
  10. 10. Violência física (nos adultos) Nos adultos as coisas são vistas de maneira diferente porque aí as pessoas tem consciência daquilo que estão a fazer. É mais difícil irmos na rua e vermos dois adultos a lutar estes visto que depois têm uma pena judicial quando lutam é em sítios mais escondidos onde a polícia não venha a saber do ocorrido. É verdade que são lutas muito mais violentas onde pode englobar armas brancas, a maior parte das vezes estas brigas são feitas por pessoas embriagadas, acertos de contas, ciúmes, ou por vezes começam em pequenos desentendimentos podem acabar em mortes.
  11. 11. Violência física (na escola) Não poderia deixar de falar na violência nas escolas visto que é um dos principais problemas hoje em dia e o que mais ouvimos falar. Na minha opinião esta violência que temos visto tanto entre aluno e professor como em aluno com aluno deriva da educação dada em casa e na escola. Clero que entre aluno professor torna-se muito mais grave porque é uma falta de educação enorme por parte do aluno visto que o professor tem de ser visto como um amigo, ajudante, superior, e mesmo que não haja esse sentimento pelo menos temos de o observar como uma pessoa mais velha e sempre ouvimos dizer “deves respeitar os mais velhos”. Sobre este tema é difícil falar visto que nunca assisti a esse tipo de violência, porque claro também depende do meio da escola. Mas, acima de tudo acho que é um grande falta de respeito, educação e maturidade.
  12. 12. Violência Psicológica
  13. 13. Podemos considerar violência psicológica quando um indivíduo tem um determinado comportamento (sem violência física), que irá prejudicar outra pessoa mentalmente. Este tipo de violência pode ser feita ou recebida tanto por um grupo de pessoas como por apenas uma pessoa. O que é?
  14. 14. <ul><li>Como a observamos? </li></ul><ul><li>Para observarmos um caso deste tipo de violência é mais difícil, isto porque este tipo de violência não deixa marcas físicas, mas sim graves doenças psicológicas e emocionais porque, normalmente ,as pessoas têm medo e sofrem sozinhas sem qualquer tipo de ajuda. Podemos considerar vários exemplos de violência psicológica: rejeição, depreciação, indiferença, discriminação, desrespeito, punições, entre muitos outros. </li></ul>
  15. 15. Nas crianças <ul><li>Como na violência física, este tipo de violência também é mais frequente nas crianças. Devido ao fraco poder e conhecimento, as crianças são vítimas de graves situações de violência psicológica. Além de serem “prezas” fáceis pelos mais velhos, também o seu medo, falta de maturidade e conhecimento leva a que estas sejam vítimas. Os locais onde mais ocorre este tipo de violência é na escola, visto que lá passam muito tempo e há crianças de variadas idades e pouco se importam com “o outro”. Estas crianças também sofrem em casa visto que, por vezes, têm irmãos ou familiares que se “divertem” em os magoar. “Por vezes ser criança não é bom, pode ser o pior pesadelo das nossas vidas”. </li></ul>
  16. 16. Nos adultos <ul><li>Nos adultos é mais difícil de acontecer e de encontrarmos este tipo de violência visto que os seus conhecimentos são maiores e sabem melhor como tentar resolver a situação. Mas também acontece e muito, principalmente, naquelas pessoas com poucos recursos e não sabem o que fazer, nem os seus direitos ou mesmo por medo. Ao contrário das crianças os adultos não sofrem estas agressões no local de trabalho, mas sim fora dele, como em casa. Nos adultos este tipo de violência torna-se mais perigosa porque os motivos são mais sérios, ou não, porque há quem brinque com as pessoas podendo-lhes causar graves problemas psicológicos. </li></ul>
  17. 17. Violência Cultural
  18. 18. <ul><li>O que é? </li></ul><ul><li>A violência cultural é a menos conhecida das violências, isto porque estará mais relacionada com tribos ou países muito diferentes uns dos outros. </li></ul><ul><li>Esta acontece porque toda a gente tem ideais diferentes, cada um tem a sua religião, a sua cultura… Por vezes não há respeito pelas outras culturas ou, ao valorizarmos a nossa, passamos “por cima” da cultura de outros países. </li></ul>
  19. 19. <ul><li>Onde acontece e porquê? </li></ul><ul><li>Este tipo de violência acontece mais em tribos isto porque são mais pequenas e defendem objectivos que, talvez, só essa tribo possa defender. Ao falarmos em violência de culturas não nos estamos a referir apenas à violência física, mas também e, principalmente, ao desrespeito pela cultura de outras pessoas. Se nós podemos ter a nossa cultura durante o percurso da nossa vida, aquelas culturas mais pequenas também têm o direito de continuar a existirem. </li></ul>
  20. 21. A violência verbal é um comportamento menos próprio onde utilizamos as palavras para insultar outra pessoa. Por vezes este tipo de violência poderá trazer traumas psicológicos ou mesmo poderá levar a outros tipos de violência como a física e psicológica.
  21. 22. Como e porque acontece? Na maior parte dos casos as pessoas que recorrem a este tipo de violência são pessoas que tem a certeza de que caso venha a haver violência física ficarão a ganhar. Depende também se a pessoa tem problemas mentais ou está embriagada. Já aconteceu a todos nós irmos na rua e aparecer uma pessoa a maltratar-nos, mesmo sem nós a termos visto antes. Neste caso, o que fazemos é passar e calar, porque nos apercebemos que essa pessoa terá um desequilíbrio/ problema.
  22. 23. Nas crianças: Nas crianças este tipo de violência é visto todos os dias. Estes insultam-se, mas no dia ou na hora seguinte já estão amigos. Não é habitual haver ressentimentos porque esse tipo de coisas que dizem é só um debate para ver quem chama mais nomes ao outro. Aqui é muito raro haver outros danos, claro também pode levar à violência física.
  23. 24. Nos adultos: Aqui, é tudo muito mais sério e grave. As pessoas ficam muito mais sentidas com aquilo que lhes dizem e facilmente magoadas. Este género de situações poderá acontecer em cafés entre conhecidos, ou, o mais grave, entre famílias. Logicamente quando uma pessoa de quem nós gostamos nos insulta magoa-nos muito mais que uma pessoa que mal conhecemos. Nos adultos é mais grave porque estes têm mais maturidade e conhecimento daquilo que é certo ou não dizer.
  24. 25. Violência Infantil
  25. 26. O que é? Este tipo de violência é uma das mais ouvidas hoje em dia, isto porque se trata de um acto de crueldade porque é contra pessoas indefesas. Ao contrário do que a maior parte das pessoas pensa, violência infantil não se trata apenas da pedofilia, mas também se refere a violência física e psicológica.
  26. 27. Pedofilia: Esta é a palavra que nos vem logo à cabeça quando ouvimos falar em violência infantil, o que é normal, visto que um dos temas mais falado nos meios de comunicação social é a pedofilia. A pedofilia é uma atracção sexual de um indivíduo adulto, dirigida, primariamente, para crianças. Infelizmente existem muitos casos destes com este tipo de situações, além das crianças ficarem com sequelas físicas ficarão também com graves sequelas psicológicas
  27. 28. Porque acontece? <ul><li>Todo o tipo de violência para com as crianças é uma cobardia enorme porque, se pensarmos bem, são pessoas indefesas. Dependem de todos nós para o seu futuro, o mundo delas depende do mundo que nós lhes deixarmos e transmitirmos. </li></ul><ul><li>Qual será o objectivo de um adulto violentar uma criança? </li></ul><ul><li>Para sua satisfação? </li></ul><ul><li>Por raiva? </li></ul><ul><li>Por inveja? </li></ul><ul><li>Por doença? </li></ul><ul><li>É quase impossível responder a estas perguntas porque cada pessoa terá a sua maneira de ser, diferente de todas as outras e ninguém sabe o verdadeiro motivo pelo qual tal cobardia é feita. </li></ul>
  28. 29. Imagem 8
  29. 30. Violência contra a mulher
  30. 31. O que é? Este tipo de violência, acima de tudo, é um acto de cobardia tal como nas crianças. É lógico que as mulheres têm mais meios como lidar com esta situação visto terem mais conhecimentos, mas são também mais indefesas que os homens. Também podemos considerar violência contra a mulher qualquer acto violento que cause dano ou sofrimento de natureza física, sexual ou psicológico, incluindo ameaças, ou privação de liberdade, na vida pública ou privada.
  31. 32. Como temos conhecimentos desta violência? Nos dias de hoje ouvimos muito falar deste crime, mas são menos os casos deste tipo de violência hoje em dia do que há uns anos atrás. O motivo pelo qual temos mais conhecimento destes é o facto dos meios de comunicação social lhes darem mais importância; graças à liberdade de expressão das vítimas; e também, graças a todas as instituições que existem para dar apoio aos violentados.
  32. 33. Porque ainda existem pessoas a ser violentadas? Na verdade, são muitas as queixas de mulheres às instituições, mas não tantas quanto os crimes existentes. Existem muitas mulheres que vivem neste pesadelo todos os dias e não fazem queixa, pois o homem as ameaça e têm medo destes, logo, “resumem-se” a sofrer maus tratos e calarem-se. Uma das frases muito ouvida, hoje em dia, por estas mulheres é: “Para quê fazer queixa?” Apenas tenho uma resposta: “Para não sofrer!”.
  33. 34. <ul><li>Chega de violência </li></ul><ul><li>Contra a </li></ul><ul><li>Mulher! </li></ul>Imagem 9
  34. 35. Na Filosofia Imagem 10
  35. 36. <ul><li> Na filosofia existem várias respostas para todas as perguntas e problemas isto porque existem vários filósofos e todos eles são diferentes, logo têm uma opinião diferente, assim como também não há uma definição para Filosofia, mas sim várias. </li></ul>
  36. 37. <ul><li>Todos nós somos filósofos (porque todos nós pensamos), logo todos nós temos diferentes respostas à questão da violência, mas podemos sempre “pegar” na teoria de alguns filósofos e explicar o problema em questão… </li></ul>
  37. 38. Segundo a teoria de Suart Mill: <ul><li>Perante a teoria deste filósofo, é contra a violência porque diz, acima de tudo, que o ser humano é um ser social que deve ajudar os outros. O objectivo é encontrar a felicidade máxima mas, apenas através do prazeres superiores (é contra o egoísmo) logo, temos de manter a honra e dignidade. Diz também que só somos felizes vivendo em harmonia com os outros e que entre todos nós existe simpatia social e esta não nos é imposta nem se aprende, apenas é uma qualidade. </li></ul>
  38. 39. Segundo a teoria de Kant: <ul><li>Nesta teoria a resposta ao acto violento também seria em negá-lo, mas com argumentos diferentes. Para Kant o que importa numa acção é a intenção, se a intenção for boa é uma acção moral ; se a intenção for má é uma acção imoral, tudo isto independentemente das consequências. Mas, a acção só será boa/moral se a intenção for pura, ou seja, quando a acção derivar da nossa boa vontade e no respeito pelo dever e esta intenção pura terá origem na nossa razão. Quando o ser humano se deixa levar pelos prazeres, aí a acção não será moral. </li></ul>
  39. 40. Teoria de Aristóteles: <ul><li>Aristóteles é um naturalista, ou seja, tudo para ele é natural e sendo natural é também legal. Na sua teoria também diz que o Estado existe para satisfazer necessidades como reprodução e auto-preservação. Logo, para Aristóteles é natural que haja violência porque tem de haver aqueles que mandam e aqueles que são mandados. Na questão da violência contra a mulher a sua teoria dá também a perceber que é natural, visto que para ele a mulher serve apenas para a reprodução assim como o escravo para servir. </li></ul>
  40. 41. Conclusão: <ul><li>Em suma, podemos acrescentar que a violência é sempre uma atitude de cobardia e que traz muito sofrimento às pessoas, tanto às que entram na violência como àquelas que os rodeiam, como amigos e família. Existe sempre outra maneira, sem recorrer à violência, como o diálogo. As pessoas deviam tentar dialogar antes de partir para este crime, porque pode ser o início de um fim. </li></ul>Imagem 11
  41. 42. Bibliografia : <ul><li>Paiva, Marta, Tavares, Orlanda, Borges, José – Contextos , Porto, Porto Editora, 2007. </li></ul><ul><li>Fontes: </li></ul><ul><li>pt.wikipedia.org/wiki/ Violência </li></ul><ul><li>Imagens: </li></ul><ul><li>Imagem 1: </li></ul><ul><li>Imagem 2: http://www.geocities.com/icgcikg/images/genchara.jpg </li></ul><ul><li>Imagem 3: </li></ul>
  42. 43. Anexos: <ul><li>Imagem de apresentação: http://cafenapolitica.blog.br/blog/images/violencia.jpg </li></ul><ul><li>Imagem 1 : http://jessicabrandao.files.wordpress.com/2007/10/violencia3.jpg </li></ul><ul><li>Imagem 2 :http://www.geocities.com/icgcikg/images/genchara.jpg </li></ul><ul><li>Imagem 3 :http://www.sasp.org.br/imagens/assediomoral.jpg </li></ul><ul><li>Imagem 4 :http://www.brunoaccioly.com.br/wp-content/uploads/2007/12/the_machine_girl_02.jpg </li></ul><ul><li>Imagem 5 : </li></ul><ul><li>Imagem 6 :http://media.argentina.indymedia.org/uploads/2005/12/violencia2.jpgqwfvck.jpg </li></ul><ul><li>Imagem 7 : http://www.folhadonorte.com.br/site/fotos/200512161536100.violencia_mulher.jpg </li></ul><ul><li>Imagem 8 :http://www.plenarinho.gov.br/camara/imagens/chega-de-violencia-contra-a-crianca/chega-de-violencia-contra-a-crianca01.jpg </li></ul><ul><li>Imagem 9 :http://www.hiphopyaik.com/wp-content/uploads/2006/04/violencia.jpg </li></ul><ul><li>Imagem 10 :slowdown.pixelzine.com/archives/tristeza.jpg </li></ul><ul><li>Imagem 11 :http://www.perdidinho.blogger.com.br/triste.jpg </li></ul>

×