Your SlideShare is downloading. ×
As rochas magmáticas
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×
Saving this for later? Get the SlideShare app to save on your phone or tablet. Read anywhere, anytime – even offline.
Text the download link to your phone
Standard text messaging rates apply

As rochas magmáticas

1,223

Published on

Geologia 10ºano

Geologia 10ºano

Published in: Education
0 Comments
2 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total Views
1,223
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
9
Actions
Shares
0
Downloads
0
Comments
0
Likes
2
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide

Transcript

  • 1. minerais, As rochas são associações compatíveis estáveis de um ou mais minerais, que formas, existem numa enorme variedade de formas, texturas e cores. Rochas sedimentares Rochas metamórficas ígneas) Rochas magmáticas (ígneas)
  • 2. Cerca de 95 % dos constituintes da Crosta são rochas magmáticas ou metamórficas. metamórficas. Embora as rochas sedimentares sejam as mais abundantes à superfície terrestre elas constituem apenas uma fina película sobre a subjacente. Crosta que lhe está subjacente.
  • 3. - Um magma é uma mistura complexa de materiais, de composição essencialmente silicatada, que se encontra total ou parcialmente no estado de fusão e encerra uma componente gasosa (vapor de água, dióxido de carbono, óxidos de enxofre, ácido sulfídrico, metano, amoníaco, entre outros).
  • 4. Não obstante a grande diversidade de rochas magmáticas, os magmas que resumemas originam resumem-se fundamentalmente a dois tipos granítico: magma granítico magma ácido, hipersilicioso (teor de sílica (SiO2) ≥ 70 %, com cerca de 10-15 % de água), muito viscoso e que cristaliza praticamente na sua totalidade no interior da crosta terrestre; basáltico: magma basáltico: magma básico, hipossilicioso (teor de SiO2 ≤ 50 % contendo apenas 1 a 2% de água), fluido, oriundo do manto superior e que atravessa a crosta com muita facilidade; por esta razão, 95% das rochas lávicas são basaltos (ver quadro I) CARACTERÍSTICAS Quadro I MAGMAS Teor em sílica Teor em água Ponto de Viscosidade Origem (%) BASÁLTICO fusão ≥ 70 % 10-15 % Baixo (± 800 Alta Crosta oC GRANÍTICO (%) continental ≤ 50 % 1-2 % Alto(± 1200 C) o Baixa Manto superior
  • 5. - Numerosos fatores controlam o ponto de fusão das rochas e consequentemente a formação de magmas. O calor, a pressão, o teor de água e o ponto de fusão parcial dos minerais das rochas combinados determinam o ponto a que cada rocha funde, contribuindo para a formação do magma. - Uma vez formado o magma, este começa a ascender, porque tem menor densidade que as rochas circundantes. - Na sua ascensão duas alterações ocorrem simultaneamente: simultaneamente: arrefece à medida que se aproxima da superfície e a pressão diminui porque o peso das rochas suprajacentes é menor. - O arrefecimento e a diminuição da pressão têm efeitos opostos na ascensão do magma. O arrefecimento tende a solidificar o magma, enquanto que a diminuição da pressão tende a mantê-lo líquido.
  • 6. - Como é do conhecimento geral, a diminuição da pressão pode levar à fusão de uma rocha que se encontre a altas temperaturas, porque aquela tem que se expandir para iniciar o processo de fusão. Pela mesma razão, a diminuição da pressão leva à diminuição da temperatura à qual o magma solidifica. - Assim, um magma que à profundidade de 20 km solidifica a 1000 º C pode manter-se líquido a uma profundidade de 5 km com uma temperatura de 800 º C aproximadamente. - No tocante ao teor de água, se o magma ascendente não contiver água, o efeito da diminuição da pressão, sobrepõe-se ao efeito do arrefecimento. O magma mantém-se líquido e ascende até à superfície, originando-se uma erupção.
  • 7. 1. Índice de cor - A cor resulta da composição mineralógica da rocha. - Assim, se predominam os minerais de cor clara – minerais félsicos –, a rocha designa-se por leucocrata se abundam os minerais de cor leucocrata; melanocrata; escura – minerais máficos –, a rocha diz-se melanocrata no caso de a rocha apresentar uma cor intermédia, com uma percentagem equivalente dos dois tipos de minerais denomina-se mesocrata Se minerais, mesocrata. todos os constituintes são de cor escura a rocha é designada por escura, ultramáfica. holomelanocrata ou ultramáfica
  • 8. 2. Textura - A textura corresponde ao tamanho, à cristalinidade e ao modo como os cristais estão organizados na rocha. É uma consequência das condições de consolidação do magma (lenta ou rápida). consideraremtexturas: - É usual considerarem-se fundamentalmente dois tipos de texturas: Holocristalina Quando a rocha se apresenta totalmente cristalina. Se os cristais são visíveis a olho nu (diâmetro dos cristais superior a 0,05 mm) designa-se por fanerítica; se os cristais são muito pequenos, em regra só identificáveis ao microscópio (diâmetro dos cristais inferior a 0,05 mm) denomina-se afanítica. Note-se que, neste tipo de textura, pode acontecer que nem todo o material se encontre cristalizado; a rocha pode conter quantidades variáveis de matéria vítrea. Vítrea Quando não se observam cristais, mesmo ao microscópio (ver quadro II).
  • 9. Quadro II (segundo Oliveira et al, 1997)
  • 10. 3. Modo de jazida - O local onde se formam as rochas é também importante. Se foi em profundidade, designam-se por rochas intrusivas ou plutónicas; plutónicas se ocorreu à superfície, são extrusivas ou vulcânicas (ver figura 1). Formas de solidificação do magma que ascende em direção à superfície: A – profundidade; rocha plutónica – o magma solidificou lentamente em profundidade; B – filão – superficiais; o magma consolidou em fraturas ou fendas mais superficiais; C – rocha vulcânica – a lava consolidou à superfície (segundo Motta et al, 1998).
  • 11. 4. Composição química Corresponde à percentagem de óxidos dos elementos que fazem parte dos minerais das rochas. Assim, as rochas com uma percentagem superior a 70% de sílica são designadas ácidas; por ácidas por intermédias se têm entre 50 e 70 % de sílica; por básicas, quando o teor de sílica é baixo (45 a 50%); por ultrabásicas quando têm uma percentagem de sílica ≤ 45 % (ver quadro III).
  • 12. Quadro III (segundo Oliveira et al, 1997)
  • 13. No quadro seguinte estão as rochas magmáticas mais comuns. Quadro IV (segundo Oliveira et al, 1997)

×