Cadeia Teia E PirâMides

  • 14,519 views
Uploaded on

 

  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
No Downloads

Views

Total Views
14,519
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
3

Actions

Shares
Downloads
0
Comments
1
Likes
13

Embeds 0

No embeds

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
    No notes for slide

Transcript

  • 1. Cadeias alimentares As espécies que vivem em um mesmo ambiente estão ligadas entre si, como elos de uma grande corrente. O motivo que as une é o alimento: uns servem de alimento aos outros, transferindo-lhes a matéria que forma seus corpos e a energia que acumulam para realizar as suas funções vitais.
  • 2. Cadeia alimenar  modelo simplificado que se usa para demonstrar como flui a energia num ecossistema Representa-se por intermédio de setas, que indicam o sentido como flui a energia e/ou a matéria, de um organismo ao outro. !  a fonte de energia de grande parte dos ecossistemas é o Sol.
  • 3. Energia  energia  energia  energia  energia…
    • O fluxo de energia numa cadeia alimentar é unidirecional… (Dos produtores  consumidores)
    • O fluxo de matéria numa Teia alimentar cíclico…
    Calor perdido Calor perdido Calor perdido Produtores Consumidor primário Consumidor terciário Consumidor secundário Decompositores
  • 4. Níveis Tróficos
    • 1º  Produtores
    • 2º, 3º, 4º…  Consumidores
    • Decompositores
    Produtores: autótrofos (fotossíntese ou quimiossíntese) Consumidores primários: herbívoros Consumidores secundários: carnívoros que se alimentam de herbívoros Consumidores terciários: carnívoros que se alimentam de carnívoros, sendo predadores ou parasitas Decompositores: saprófitas, retorno da matéria orgânica ao ambiente mineral. Termo final da cadeia trófica. ex: fungos bactérias..
  • 5.
    • Uma cadeia é constituida por diferentes níveis tróficos.
      • Nível trófico: conjunto de organismos com o mesmo tipo de alimentação.
    Produtores (1º nível trófico) Consumidor primário (2º nível trófico) Consumidor terciário (4º nível trófico) Consumidor secundário (3º nível trófico) Decompositores
  • 6.
    • O fluxo de matéria não é unidirecional, é mais complexo…
    • O Fluxo de matéria é cíclico, porque na natureza não existem cadeias alimentares mas sim Teias alimentares.
    • Teia alimentar: conjunto de cadeias alimentares interligadas.
    Consumidores terciários Consumidores secundários Consumidores primários Produtores Decompositores
  • 7. Teia alimentar
  • 8. Pirâmides Alimentares As estruturas tróficas podem ser descritas em termos de:
    • Números (nº de individuos)
    • Massa (biomassa) g/m3
    • Energia Kcal/m2/ano
    Produtores Consumidor primário Consumidor secundário 1º. Nível trófico 2º. Nível trófico 3º. Nível trófico
  • 9. Pirâmide de Números Indica a quantidade de organismos em cada nível trófico de uma cadeia alimentar folhas lagartas pássaros falcão
  • 10. raposas A maior nível trófico representado é o mais numeroso. A- pirâmide normal ecossistema em equilíbrio B - ??? ecossistema em desequilíbrio C - ??? ecossistema em desequilíbrio coelhos ervas raposas coelhos ervas raposas coelhos ervas A B C
  • 11. Indica o peso total ou biomassa acumulado em cada nível trófico, ou seja, quantidade de matéria viva em um nível. Plantas Gafanhotos Aves 1º. Nível trófico 2º. Nível trófico 3º. Nível trófico
  • 12. Indica a quantidade de energia acumulada em cada nível trófico Energia solar Produtores Consumidores primários Consumidores secundários Consumidores terciários J = Joules (unidade de medida de energia) Outras unidades : Kcal (calorias), … + energia - energia
  • 13. Energia retida no sistema vivo Energia perdida pelo sistema vivo
    • somente uma parte da energia é passada para o próximo nível trófico.
    • Muita é perdida sob a forma de calor, em resultado do metabolismo de cada ser
    • O fluxo de energia é unidireccional.