Oracle EXPLICAÇÕES EM PDF
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×
 

Oracle EXPLICAÇÕES EM PDF

on

  • 21,803 views

Developed in www.inforium.com.br

Developed in www.inforium.com.br
Bacharelado em Sistemas de Informação
Brasil - MG
Sergeduardo

Statistics

Views

Total Views
21,803
Views on SlideShare
21,644
Embed Views
159

Actions

Likes
3
Downloads
702
Comments
2

4 Embeds 159

http://www.slideshare.net 155
http://mundusmagicus.blogspot.com 2
http://www.mundusmagicus.blogspot.com 1
http://www.slideee.com 1

Accessibility

Upload Details

Uploaded via as Adobe PDF

Usage Rights

CC Attribution-NonCommercial-ShareAlike LicenseCC Attribution-NonCommercial-ShareAlike LicenseCC Attribution-NonCommercial-ShareAlike License

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
  • oracle
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
  • c
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

Oracle EXPLICAÇÕES EM PDF Oracle EXPLICAÇÕES EM PDF Presentation Transcript

  • INFÓRIUM FACULDADE DE TECNOLOGIA SGBD Oracle Bancos de Dados Geográficos Turma: BSI1NB Grupo: Antonio Leonardo Sérgio Claystone Leandro Belo Horizonte 2007 1
  • Antonio, Leonardo, Sérgio, Claystone, Leandro SGBD Oracle Bancos de Dados Geográficos Explicação, do que se trata Apresentado a disciplina: Da Faculdade Inforium de Tecnologia Professor: Local Data Belo Horizonte 2007 2
  • SUMÁRIO INTRODUÇÃO ............................................................................................................4 Banco de Dados..........................................................................................................4 Geoprocessamento, Bancos de Dados espaciais ...................................................4 Oracle..........................................................................................................................5 SGBD Oracle ...........................................................................................................5 As “Features” Oracle:...........................................................................................6 Histórico ...............................................................................................................6 Vantagens SGBD Oracle .....................................................................................7 Desvantagens SGBD Oracle................................................................................8 Entrevista e formulários...............................................................................................8 A Digicade Tecnologia .............................................................................................9 A entrevista..............................................................................................................9 Análise entrevista e formulários...............................................................................9 Conclusão .................................................................................................................11 REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS ..........................................................................12 3
  • INTRODUÇÃO O “profissional da informação” tem muitas opções de especialização. E dentre os vários caminhos, ferramentas de extrema importância, ferramentas que tornam possível, ou mais fácil a execução das tarefas demandas. Através de entrevista e trabalho de pesquisa foram (melhor) conhecidos, um destes caminhos e uma destas ferramentas. Banco de Dados Desde os primórdios da humanidade se fez presente a preocupação do homem em transmitir e documentar o conhecimento. Mas, oriunda da necessidade de armazenar, manipular, consultar e relacionar informações surgiu; no final dos anos 60, início dos 70; a tecnologia de banco de dados. Esta demanda seria uma conseqüência natural do aumento impressionante em todos os níveis das atividades humanas, segundo MACHADO; ABREU (2004), “Nem todos a perceberam, mas assim como a revolução industrial mudou o perfil da indústria mundial, a revolução da informação está modificando o perfil comportamental das pessoas e das organizações”. Fala-se hoje inclusive que vivemos a “era da informação”. Inicialmente o foco dos sistemas de informação estava totalmente voltado ao desenvolvimento dos aplicativos, e o tratamento dos dados seria meramente uma atividade paralela, com intuito apenas de documentação. Isto até a descoberta de que os dados poderiam ser um dos recursos mais importantes de uma organização, trazendo benefícios consideráveis aos processos de análise de projetos de sistemas de informação. Visto isto, cada vez mais, recebe grande ênfase o desenvolvimento de processos e ferramentas voltadas à tecnologia de banco de dados. Geoprocessamento, Bancos de Dados espaciais As tentativas de consolidar sistemas de informação com dados devidamente situados geograficamente datam de meados dos anos 50, antes mesmo do surgimento das primeiras tecnologias de banco de dados. A falta de recursos de hardware e software, que pudessem proporcionar relativa viabilidade, fez com que a 4
  • constituição digital de bases de informações georreferenciadas (devidamente posicionadas geograficamente) só se tornasse ativa a partir dos anos 90, sendo hoje instrumento importante, valorizado por diversos setores de atividades. Interessante recurso proporcionado pelas informações georreferenciadas é a possibilidade de disponibilização de confiáveis temáticos, representações gráficas de distribuição espacial de determinada grandeza expressando formas qualitativas. Oracle Quando os fundadores da Oracle se depararam com a idéia de que o mercado precisava de soluções que propiciassem formação de bancos de dados relacionais, não imaginavam que mudariam o cenário da computação empresarial para sempre. A Oracle é a principal fornecedora de software para gerenciamento de informações e a segunda maior empresa de software independente do mundo. SGBD Oracle A sigla SGBD (sistema gerenciador de banco de dados) refere-se aos sistemas informatizados que tem por finalidade o armazenamento e recuperação dos dados dos sistemas de informação. É responsabilidade do SGBD a manutenção da consistência e confiabilidade dos dados armazenados, bem como a viabilização da recuperação de tais dados. O Oracle trata-se do SGBD comercializado pela empresa Oracle CORPORATION. Concebido na década de 70, possui hoje uma grande fatia do mercado mundial, atuando principalmente nas grandes organizações, devido ao seu custo elevado. Uma vez adotado o SGBD Oracle, é de extrema importância o conhecimento de sua arquitetura para uma melhor utilização de seus recursos. Não sendo importante apenas dos administradores de banco de dados, mas a todos os desenvolvedores de aplicativos que necessitam acessar o banco de dados, isto permitirá melhor desempenho de seus aplicativos quando relacionando-se com o 5
  • banco de dados. O DBA (Administrador de Banco de Dados) deve dominar profundamente toda a arquitetura Oracle. As “Features” Oracle: Features, tradução literal para o português, características. São “recursos especiais” que permitem realização, facilitação, de tarefas por vezes não rotineiras a qualquer banco de dados. RAC: Real Application Clusters visa a alta disponibilidade dos servidores. Grid: Aproveitamento de todo processamento ocioso disponível em prol do servidores participantes deste sistema. Locator / Spatial: Recursos básicos e avançados, direcionados ao armazenamento e realização de operações com dados espaciais. Histórico • 1977 – Larry Ellison, Bob Miner, Ed Oates e Bruce Scott formam a SDL. Larry e Bob foram parceiros em um projeto da CIA apelidado de “Oracle”. Bob e Bruce começam a trabalhar no banco de dados. 1978 – A CIA é o primeiro cliente, embora o produto ainda não tenha sido lançado comercialmente. A SDL muda seu nome para Relational Software Inc. (RSI). • 1979 – A RSI lança sua primeira versão comercial, a versão 2 do banco de dados escrito em linguagem Assembler. Não foi lançada uma versão 1 por medo de as pessoas não comprarem uma primeira versão de software. A primeira versão comercial do software é vendida à Base da Força Aérea americana. Esse é o primeiro RDBMS comercial no mercado. • 1982 – A RSI muda seu nome para Oracle Systems Corporation (OSC) e depois simplifica o nome para Oracle Corporation. • 1983 – A versão 3, escrita em linguagem C (que a torna portável) é lançada. Bob Miner escreve a metade, enquanto também dá suporte à V2 baseada em 6
  • Assembler, e Bruce Scott escreve a outra metade. É o primeiro RDBMS de 32 bits. • 1984 – A versão 4 é lançada. • 1985 – Versões 5 e 5.1 são lançadas. • 1986 – O Oracle Client/Server é introduzido; primeiro banco de dados cliente/servidor. • 1987 – Oracle é a maior empresa de DBMS. Iniciado o grupo Oracle Applications. • 1988 – Lançado o Oracle V6. Primeiro bloqueio em nível de linha. Primeiro backup de banco de dados a quente (on-line). Introdução da linguagem procedural de consulta da Oracle - PL/SQL. • 1992 – Lançado o Oracle V7. • 1994 – Bob Miner morre de câncer. • 1995 – Primeiro banco de dados de 64 bits. • 1996 – Lançado o Oracle7.3. • 1997 – O Oracle 8 é apresentado. Oracle é o primeiro banco de dados para Web. Ferramentas Oracle BI, como Discoverer, são introduzidas para data warehousing. Ferramentas possuem suporte nativo para Java. • 1998 – Primeiro grande RDBMS (Oracle 8) portado para o Linux. Oracle é o primeiro banco de dados com suporte para Java. • 1999 – Lançado o Oracle 8i. Integra Java/XML nas ferramentas de desenvolvimento. Oracle é o primeiro banco de dados com suporte nativo para XML. • 2001 – Lançado o Oracle9i (9.1). Oracle é o primeiro banco de dados com Real Application Clusters (RAC). • 2003 – Lançado o Oracle 10g – banco de preparado para o Grid Computing. • 2007 – Previsão de lançamento do Oracle 11g. Vantagens SGBD Oracle • Grande otimização de performance para dados em grande quantidade; • Robustez, segurança dos dados, confiabilidade, organização racionalizada e grande capacidade de expansão (“escalabilidade”) do sistema; 7
  • • Permite carregamento de diversos tipos de dados binários como, por exemplo: imagens em geral, filmes, sons, etc.; • Trata-se de um sistema naturalmente multi-usuário, permitindo a edição, atualização, consulta simultânea de dados/mapas/metadados por diversas pessoas, inclusive via internet/intranet (com o uso de sistemas de disponibilização, como o Autodesk MAPGUIDE); • Permite a criação de programas que fazem carregamento automático de informações, verificação de consistência, limpeza, entre outras funções, através de funções internas do banco; • No nível conceitual, pode permitir (juntamente com o módulo quot;spatialquot;), compatibilidade com o método mais sofisticado de armazenamento e gerenciamento de dados espaciais do mercado, chamado pelo consórcio OpenGIS de geodatabase system (orientado ao objeto); • Permite intercâmbio com diversas tecnologias (programação de interfaces em linguagens de programação como VB, C, Java, ESRI/aml); Desvantagens SGBD Oracle • Exige especialização técnica, seja para administração do banco (tarefas como backup/recovery, performance tunning, gerenciamento de usuários/segurança, etc.), bem como para atividades como programação para geração de saídas adequadas e derivação de dados; • Alto custo da licença e do hardware necessário para rodar os softwares. Entrevista e formulários Como sugerido, foi realizada entrevista com profissional, bacharel, atuante na área de tecnologia da informação. O profissional entrevistado é Administrador de Banco de Dados da Digicade Tecnologia. As questões um a cinco apresentam o perfil do profissional, enquanto indivíduo; o restante das questões relaciona o indivíduo com a área de atuação. Para dar mais consistência ao trabalho foram coletados dados, através de formulários, de vinte profissionais atuando profissionalmente em outros setores, na 8
  • mesma empresa do entrevistado. Onde serão observados perfil e relacionamento profissional com o entrevistado. A Digicade Tecnologia Para maior contextualização foi realizada breve sondagem sobre as atividades realizadas pela Digicade Tecnologia. A Digicade é parceira da Autodesk, líder de mercado em aplicações CAD (Computer Aided Design, “Projeto Assistido por Computador”); o sistema de parceria é tendência hoje no mercado de tecnologia. O foco principal da empresa são as soluções GIS (Sistema de Informações Geográficas). A matéria prima e o produto final é a informação. A entrevista Data: Segunda-feira, 4 de Junho de 2007. Local: dependências da empresa Digicade Tecnologia, Rua Paraíba, 476 - Pilotis; Funcionário; Belo Horizonte - MG. Análise entrevista e formulários O perfil acadêmico/profissional do entrevistado é condizente com o dos outros profissionais da área de TI, atuantes na mesma empresa, em conjunto com o entrevistado. Formação acadêmica média, linguagens de programação conhecidas, experiência profissional; bem como interesse em certificações, onde houve manifestação de interesse de investimento pela grande maioria. Tendência atual, a popularização e disponibilização de softwares livres de boa qualidade é notada, tanto na entrevista, quanto nos formulários. Pôde ainda ser percebida a popularidade da Microsoft como empresa de software, principalmente de Sistemas Operacionais. Sem dúvida, reafirmando a opinião do mercado, o banco de dados Oracle é o melhor para armazenamento, gerenciamento e disponibilização dos dados, principalmente quando tratadas informações espaciais. Comprovando a importância que os dados representam para 9
  • as organizações, a área dita como mais promissora foi a de segurança, a preocupação em manter o sigilo das informações. Ao fim da análise da entrevista realizada junto ao Sr. Marcus Couto, profissional da área de Banco de Dados, da Digicade Tecnologia, concluiu-se que a utilização do software Oracle, RAC e Grid, seriam ferramentas de grande valia a um profissional de banco de dados bem como a uma organização de médio e grande porte, com foco em produção, gerenciamento, manipulação e disponibilização de dados, sendo os recursos espaciais, Oracle LOCATOR/SPATIAL, um trunfo no caso de dados georreferenciados. 10
  • Conclusão A partir dos dados coletados conclui-se que hoje, mais que nunca, a informação é grande aliada do homem. Fato que torna as operações em banco de dados extremamente importantes. Estas operações dependem de adequada estrutura de hardware e software, visando, sem super-dimensionamento, proporcionar recursos necessários às operações e sempre a melhor performance dos sistemas que realizam acesso ao banco de dados. Com os avanços tecnológicos constantes é necessário ao profissional acompanhar as evoluções das ferramentas disponíveis no mercado sabendo reconhecer o valor que estas podem agregar aos seus processos e à organização a qual integra. A ferramenta SGBD Oracle não é apenas a ferramenta mais popular do segmento de banco de dados, mas é também a mais poderosa, oferecendo recursos extremamente interessantes, como os voltados para o geoprocessamento, otimização do desempenho do banco de dados, entre outros. Contudo demanda altos investimentos e conhecimentos avançados por parte dos profissionais para emprego correto e proveitoso. 11
  • REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS MACHADO, Felipe; ABREU, Maurício. Projeto de Banco de Dados: uma visão prática. 11ª ed. São Paulo: Érica Ltda., 2004. 297p. CASANOVA, Marco. et.al. Bancos de Dados Geográficos. Curitiba: MundoGEO, 2005. 506p. REGGIAN, Lucia. et.al. Coleção Info: banco de dados. São Paulo: Abril, 2006. 114p. Oracle. Oracle 10g, Siebel, PeopleSoft | Oracle, The World’s Largest Enterprise Software Company. Disponível em: http://www.oracle.com/global/br/index.html Acesso em: 10 de jun. de 2007. 12