Your SlideShare is downloading. ×
Eva Zeisel: cerâmica de produção em massa
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×

Introducing the official SlideShare app

Stunning, full-screen experience for iPhone and Android

Text the download link to your phone

Standard text messaging rates apply

Eva Zeisel: cerâmica de produção em massa

215
views

Published on

Artigo publicado na Revista Iniciação – edição Vol. 3, nº1, Ano 2014 …

Artigo publicado na Revista Iniciação – edição Vol. 3, nº1, Ano 2014
Publicação Científica do Centro Universitário Senac - ISSN 2179-474X

Acesse a edição na íntegra!

http://www1.sp.senac.br/hotsites/blogs/revistainiciacao/?page_id=13

Resumo

Este projeto de Iniciação Científica estudou a produção de Eva Zeisel, designer industrial, ceramista e a primeira mulher a tornar a produção da cerâmica contemporânea numa produção de massa. Suas obras são orgânicas, muitas vezes feitas propondo um conjunto de peças concebido de maneira modular sugerindo que as mesmas possam resultar em melhor ocupação do espaço, quando guardadas. Por meio deste trabalho busca-se compreender o papel da experimentação dentro do processo de relações que se estabelece entre arte e técnica, entendendo que o método experimental, enquanto método científico, promove processos cognitivos e pode amparar a produção de conhecimento sobre Design, tendo como referência inicial, neste caso, a produção de Eva Zeisel.Com base nas imagens de produção desta designer foram feitos estudos para futuros objetos, preservando os princípios criativos por ela adotados.

Published in: Education

0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total Views
215
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
2
Actions
Shares
0
Downloads
0
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide

Transcript

  • 1. Iniciação - Revista de Iniciação Científica, Tecnológica e Artística Edição Temática: Comunicação, Arquitetura e Design Vol. 3 no 1 – janeiro de 2014, São Paulo: Centro Universitário Senac ISSN 2179474 X © 2014 todos os direitos reservados - reprodução total ou parcial permitida, desde que citada a fonte portal de revistas científicas do Centro Universitário Senac: http://www.revistas.sp.senac.br e-mail: revistaic@sp.senac.br Eva Zeisel: cerâmica de produção em massa Eva Zeisel: ceramic in mass production Tamylin Yukie Shimabukuro, Myrna de Arruda Nascimento - Senac Arquitetura e Design Tamy07@gmail.com, myrnanas@gmail.com Resumo. Este projeto de Iniciação Científica estudou a produção de Eva Zeisel, designer industrial, ceramista e a primeira mulher a tornar a produção da cerâmica contemporânea numa produção de massa. Suas obras são orgânicas, muitas vezes feitas propondo um conjunto de peças concebido de maneira modular sugerindo que as mesmas possam resultar em melhor ocupação do espaço, quando guardadas. Por meio deste trabalho busca-se compreender o papel da experimentação dentro do processo de relações que se estabelece entre arte e técnica, entendendo que o método experimental, enquanto método científico, promove processos cognitivos e pode amparar a produção de conhecimento sobre Design, tendo como referência inicial, neste caso, a produção de Eva Zeisel.Com base nas imagens de produção desta designer foram feitos estudos para futuros objetos, preservando os princípios criativos por ela adotados. Palavras-chave: cerâmica, olaria, Eva Zeisel. Abstract. This Scientific Initiation project studied the production of Eva Zeisel, industrial designer, potter and the first woman to make the contemporary production of ceramics in mass production. Her works are organic, often made by proposing a set of pieces designed in a modular way suggesting that they may result in better use of space when stored.Through this work we tried to understand the role of experimentation in the process of relations established between art and technique, understanding that the experimental method, while a scientific method, promotes cognitive processes and may bolster the production of knowledge about design, having as a initial reference, in this case, the production of Eva Zeisel.Based on the images of this designer production for future studies, we made objects, preserving the creative principles adopted by it. Key words: ceramics, pottery, Eva Zeisel
  • 2. Iniciação - Revista de Iniciação Científica, Tecnológica e Artística - Vol. 3 no 1 – janeiro de 2014 Edição Temática: Comunicação, Arquitetura e Design 2 1. Introdução Eva Zeisel foi uma designer industrial e ceramista com trabalhos importantes expostos em museus de arte. Para ela o design e a criação estavam bastante conectados com o seu modo de levar a vida e isso era expresso em suas obras e em seu modo de produção. Ela trabalhou com papel, madeira, plástico, fotografias, seu trabalho se caracteriza por ser feito manualmente, uma conexão emocional direta com o seu produto, algo bastante coerente com o trabalho que pode ser alcançado com a cerâmica. 2. Objetivo da pesquisa O projeto estudou os métodos e conceitos de Eva Zeisel na produção de seus conjuntos de mesa, assim como o processo da cerâmica de forma geral, os diferentes tipos de argila e processos de produção. A pesquisa explorou os processos produtivos de Zeisel através da produção de modelos e sugeriu novos produtos que adotam o mesmo princípio conceitual desta designer. 3. Metodologia Os métodos de pesquisa utilizados foram pesquisa teórica, documental e empírica, enfatizando as atividades de laboratório e a aquisição de conhecimento através da experimentação. A metodologia aplicada a essa pesquisa propôs as seguintes etapas: levantamento bibliográfico; estudo de aspectos teórico-conceituais relacionados a arte e técnica; levantamento iconográfico de exemplos que possibilitaram o estudo de conceitos e métodos produtivos da designer; levantamento e estudo de fatores histórico/culturais relevantes para o desenvolvimento da obra da mesma; organização dos exemplos selecionados em vista das abordagens teóricas e dos parâmetros de analise selecionados; redação de pressupostos teóricos e dos critérios adotados para organização e estudo do material levantado; elaboração de ensaios tendo em mente o estudo do material levantado e edição final da pesquisa. 4. Resultados e discussão A primeira peça realizada foi um saleiro, isto porque ao analisar as peças de Eva Zeisel, a maioria delas possui característica de ser feita no torno, pois são simétricas e arredondadas, entretanto o saleiro apresenta uma forma mais semelhante a uma escultura. Para se trabalhar com o torno, deve-se ter uma intimidade com a modelagem e o trabalho com a argila, ao mesmo tempo em que se deve saber mexer no equipamento, controlar a sua velocidade, a quantidade de água, o ponto da argila, e até mesmo os movimentos da mão e do corpo para se chegar à forma idealizada. Ao se optar por uma escultura se trabalhou com as técnicas de modelagem básicas e de forma mais manual e direta, sentindo a peça e sem ter a interferência de ter que dominar as técnicas de uma ferramenta que possui o seu próprio ritmo. Esta escolha se aproximou aos conceitos de Eva, pois para ela o design é um ato de generosidade e não uma ferramenta didática (YOUNG, 2003). “Everything I do is a direct creation of my hands, whether it is made in Wood, plaster, or Clay” (Eva Zeisel)
  • 3. Iniciação - Revista de Iniciação Científica, Tecnológica e Artística - Vol. 3 no 1 – janeiro de 2014 Edição Temática: Comunicação, Arquitetura e Design 3 Ao entender o processo e a forma do saleiro de Eva, iniciou-se a produção do mesmo formato, porém em maior proporção, com a finalidade de aprimorar os conhecimentos em modelagem com argila, reproduzir a forma de Zeisel, e construir uma luminária. A ideia da luminária surgiu ao conhecer o trabalho de fotografia de Eva Zeisel. Ela passou a fazer as fotografias de suas peças para os anúncios que os vendedores utilizariam. Ela gostava de brincar com as sombras, para que as formas se destacassem e mostrasse a relação entre os objetos (YOUNG, 2003). “I hardly ever photographed one thing alone"(Eva Zeisel) Como resultado obteve-se um saleiro de formato semelhante ao de Eva Zeisel, por não se ter o objeto original para reproduzir um modelo de estudo, portanto, não foi possível ver o objeto por todos os ângulos e ter ideia das suas dimensões originais. Para se chegar a uma forma mais fiel seriam necessárias mais tentativas, e deixar a parte inferior do objeto um pouco menos arredondada. Além disso, deveria ser feito mais de uma peça com pequenas variações, para se formar um pequeno conjunto. Como efeito a ser explorado na apresentação também poderia ter usado o efeito da sombra na imagem fotografada. 5. Conclusão A pesquisa foi importante, primeiramente, para se conhecer o vasto mundo da cerâmica, suas várias possibilidades de uso e as muitas variações de massas, técnicas de modelagem, acabamentos e uso do material. Percebeu-se dificuldade em achar materiais que explicam sobre as técnicas, as variedades de argila encontradas e o processo de transformação de maneira geral, sendo assim muito do conhecimento necessário para a produção desta pesquisa foi adquirido por meio do curso particular e de maneira experimental, na base de tentativa e erro. Eva Zeisel foi uma mulher aparentemente adiantada para a sua época, sendo independente, viajando sozinha mesmo sendo casada e com filhos. Renunciou ficar com sua família para frequentar fábricas de diferentes lugares fazendo a sua produção. Nem todas as peças concebidas por ela foram de fato produzidas, mas nem por isso ela deixou de pesquisar e criar. Ao observar seus objetos, observa-se que eles são bastante atuais, por terem formatos orgânicos, em sintonia com referências naturais e espontâneas, mesmo sendo feitos no século passado. Apesar de ser uma artista que trabalhou durante muitos anos e teve muitos objetos produzidos, mesmo tendo uma exposição no Moma – Museum of Modern Art em seu currículo, não há muitas publicações a seu respeito e constatei que poucas pessoas a conheciam. Ao realizar este trabalho pude também, além de conhecer a artista, divulgar aspectos de suas obras significativos para o estudo do Design como área de pesquisa e produção de conhecimento sobre iniciativas inovadoras, embora discretas.
  • 4. Iniciação - Revista de Iniciação Científica, Tecnológica e Artística - Vol. 3 no 1 – janeiro de 2014 Edição Temática: Comunicação, Arquitetura e Design 4 Figura 1 e 2: Reprodução do saleiro de Eva Zeisel, já brunida, pronta para queima final. Referências DESIGN LINES. A closer look: Eva Zeisel on design. Disponível em: <http://www.designlinesltd.com/blog/?p=6097> Acesso em: 15/06/2013. ZEISEL, Eva. On design: the magic language of things. London: overlook Duckworth, 2004. YOUNG, Lucie. Eva Zeisel. San Francisco: Chronicle Books LLC, 2003.