Your SlideShare is downloading. ×
Análises crítica e comparativa de uma marca cosmética com apelo antienvelhecimento
Análises crítica e comparativa de uma marca cosmética com apelo antienvelhecimento
Análises crítica e comparativa de uma marca cosmética com apelo antienvelhecimento
Análises crítica e comparativa de uma marca cosmética com apelo antienvelhecimento
Análises crítica e comparativa de uma marca cosmética com apelo antienvelhecimento
Análises crítica e comparativa de uma marca cosmética com apelo antienvelhecimento
Análises crítica e comparativa de uma marca cosmética com apelo antienvelhecimento
Análises crítica e comparativa de uma marca cosmética com apelo antienvelhecimento
Análises crítica e comparativa de uma marca cosmética com apelo antienvelhecimento
Análises crítica e comparativa de uma marca cosmética com apelo antienvelhecimento
Análises crítica e comparativa de uma marca cosmética com apelo antienvelhecimento
Análises crítica e comparativa de uma marca cosmética com apelo antienvelhecimento
Análises crítica e comparativa de uma marca cosmética com apelo antienvelhecimento
Análises crítica e comparativa de uma marca cosmética com apelo antienvelhecimento
Análises crítica e comparativa de uma marca cosmética com apelo antienvelhecimento
Análises crítica e comparativa de uma marca cosmética com apelo antienvelhecimento
Análises crítica e comparativa de uma marca cosmética com apelo antienvelhecimento
Análises crítica e comparativa de uma marca cosmética com apelo antienvelhecimento
Análises crítica e comparativa de uma marca cosmética com apelo antienvelhecimento
Análises crítica e comparativa de uma marca cosmética com apelo antienvelhecimento
Análises crítica e comparativa de uma marca cosmética com apelo antienvelhecimento
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×
Saving this for later? Get the SlideShare app to save on your phone or tablet. Read anywhere, anytime – even offline.
Text the download link to your phone
Standard text messaging rates apply

Análises crítica e comparativa de uma marca cosmética com apelo antienvelhecimento

325

Published on

Artigo publicado na edição Vol. 9 nº1 - InterfacEHS Revista de Saúde, Meio Ambiente e Sustentabilidade …

Artigo publicado na edição Vol. 9 nº1 - InterfacEHS Revista de Saúde, Meio Ambiente e Sustentabilidade
Publicação Científica do Centro Universitário Senac - ISSN 1980-0894

Acesse a edição na íntegra!

http://www3.sp.senac.br/hotsites/blogs/InterfacEHS/?page_id=1480

Autores: Daiane Maria da Silva Andrade e Célio Takashi Higuchi


RESUMO

A pele é o maior órgão do corpo humano e apresenta várias funções. Com o envelhecimento, o tecido perde a elasticidade, a capacidade de regular as trocas gasosas e, dessa forma afeta a replicação do tecido, tornando-se menos eficiente. Devido a isto existe uma constante busca em relação a produtos que valorizam a beleza e a mantenha jovem por mais tempo. Com isso há empresas no mercado cosmético investindo cada vez mais em formulações antienvelhecimento, com o objetivo de devolver a integridade funcional da pele e melhorar aparência física. A proposta do trabalho foi selecionar uma linha de produtos de mesma marca que atende diferentes idades com apelo antienvelhecimento e posteriormente discutir e avaliar criticamente de forma comparativa esta linha de produtos baseada na composição cosmética. Conclui-se que as substâncias presentes nos produtos cosméticos com apelo antienvelhecimento atende para diferentes idades e, além disso, os ativos se repetem em várias composições, pela análise dos ativos, eles cumprem com o papel de prevenção e melhora do envelhecimento cutâneo e, por fim, com o crescimento do mercado cosmético em relação ao envelhecimento, pode se assegurar que existem produtos que realmente prometem uma renovação na pele e tornando o público alvo mais jovem.
Palavras-chave: antienvelhecimento, envelhecimento cutâneo, hidratação.

Published in: Education
0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total Views
325
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
1
Actions
Shares
0
Downloads
4
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide

Transcript

  • 1. 43 ISSN 1980-0894 Artigo, Vol.9 Nº1, Ano 2014 ANÁLISES CRÍTICA E COMPARATIVA DE UMA MARCA COSMÉTICA COM APELO ANTIENVELHECIMENTO CRITICAL AND COMPARATIVE ANALYSIS OF AGING COSMETIC Daiane Maria da Silva Andrade1 Célio Takashi Higuchi2 RESUMO A pele é o maior órgão do corpo humano e apresenta várias funções. Com o envelhecimento, o tecido perde a elasticidade, a capacidade de regular as trocas gasosas e, dessa forma afeta a replicação do tecido, tornando-se menos eficiente. Devido a isto existe uma constante busca em relação a produtos que valorizam a beleza e a mantenha jovem por mais tempo. Com isso há empresas no mercado cosmético investindo cada vez mais em formulações antienvelhecimento, com o objetivo de devolver a integridade funcional da pele e melhorar aparência física. A proposta do trabalho foi selecionar uma linha de produtos de mesma marca que atende diferentes idades com apelo antienvelhecimento e posteriormente discutir e avaliar criticamente de forma comparativa esta linha de produtos baseada na composição cosmética. Conclui-se que as substâncias presentes nos produtos cosméticos com apelo antienvelhecimento atende para diferentes idades e, além disso, os ativos se repetem em várias composições, pela análise dos ativos, eles cumprem com o papel de prevenção e melhora do envelhecimento cutâneo e, por fim, com o crescimento do mercado cosmético em relação ao envelhecimento, pode se assegurar que existem produtos que realmente prometem uma renovação na pele e tornando o público alvo mais jovem. Palavras-chave: antienvelhecimento, envelhecimento cutâneo, hidratação. 1 Especialista em Cosmetologia Aplicada à Estética, Senac, SP, esteticista pelo Senac, SP; 2 Mestre e farmacêutico pela UNESP, Araraquara, e pesquisador responsável pela linha de pesquisa “Cosméticos Sustentáveis”, Senac, SP. E-mail: celio.thiguchi@sp.senac.br.
  • 2. 44 ISSN 1980-0894 Artigo, Vol.9 Nº1, Ano 2014 ABSTRACT The skin is the largest organ of the human body and execute many functions. With aging the tissue loses its elasticity the ability to regulate the exchanges gas and there by affect the replication of fabric, it is making it less efficient. Because of this there is a constant search for products who value beauty and keep young longer. With that there are companies in the cosmetic market increasingly investing in anti-aging formulations with the goal of restoring functional integrity of the skin and improve physical appearance. The purpose was to select a line of products of the same brand that caters different ages with antiaging appeal and subsequently discuss and critically evaluate the comparative form this line of products based on the cosmetic composition. It follows that the substances in cosmetic appeal with aging serves for different ages and moreover the active recur in various compositions for the analysis of active, they fulfill the role of prevention and improvement of skin aging. Finally with the growth of the cosmetic market in relation to aging can ensure that there are products that actually promise a renewal in the skin and making the younger audience. Keywords: anti-aging, skin aging, hydration. 1. INTRODUÇÃO A pele é o maior órgão do corpo humano e apresenta funções de proteção, nutrição, pigmentação, queratogenese, termorregulação, transpiração, perspiração, defesa, metabolismo de vitamina D e também desempenha proteção natural contra as radiações da luz ultravioleta com o intuito de proteger o organismo de seus efeitos nocivos, além disso, cumpre com funções estéticas e sensoriais (HARRIS, 2011; BATISTELA et al, 2007, MACEDO, 2001). A ciência está constantemente descobrindo os segredos da fisiologia da pele e esse conhecimento por sua vez, aumenta a compreensão dos processos fisiopatológicos da pele e de seu processo de envelhecimento (MICHALUN et al, 2010). Com o envelhecimento, o tecido perde a elasticidade, a capacidade de regular as trocas gasosas e, dessa forma afeta a replicação do tecido, tornando-se menos eficiente
  • 3. 45 ISSN 1980-0894 Artigo, Vol.9 Nº1, Ano 2014 (HIRATA, 2004). Há uma diminuição na expressão de proteínas que degradam o colágeno da matriz, comprometendo-se ainda mais essa estrutura (HARRIS, 2011). Esse processo ocorre após um número determinado de multiplicações e se caracteriza por perda da capacidade de divisão (CANO, 2006). Devido a reação de diversos fatores como, por exemplo, genético ou biológico (TEIXEIRA et al,2010), se caracteriza por alterações celulares e moleculares, com diminuição progressiva da capacidade de homeostase do organismo, levando a senescência e morte celular programada (BAGATIN, 2008). Além disso, o fumo causa aumento da agregação plaquetária, diminuição da formação de prostaciclinas, aumento da viscosidade sanguínea e da atividade plasmática da elastase, comprometendo também as lesões de fibras elásticas e diminuindo a síntese de colágeno. A atividade da elastase quando aumentada causa formação defeituosa da elastina, tornando a pele mais espessa e fragmentada (SUEHARA et al, 2006). A luz solar também acomete um efeito acumulativo sobre a pele (fotoenvelhecimento) que ocorre ao longo da vida de cada indivíduo e afeta diretamente a atividade pigmentaria cutânea. A radiação penetra na pele e devido seu comprimento de onda age de formas diferentes nas camadas ou estruturas da pele. A radiação de ondas curtas (UVB) atinge a epiderme afetando os queratinócitos e a de ondas longas (UVA) atinge as mesmas células da epiderme e dos fibroblastos da derme (MONTAGNER et al,2009). Radicais livres são moléculas que possuem um elétron desemparelhado em sua orbita externa e que geralmente se deriva do oxigênio (GAVA et al, 2005). Essa situação implica em alta instabilidade energética e cinética, e para se manterem instáveis precisam doar ou retirar um elétron de outra molécula (HIRATA et al, 2004). De acordo com o Cano (2006), o estresse oxidativo decorre de um desequilíbrio entre a geração de compostos oxidativos e também a atuação dos sistemas de defesa antioxidante (BARBOSA et al, 2010). Os radicais livres atuam no processo de envelhecimento, pois atingem direta e constantemente células e tecidos, os quais possuem ação acumulativa (ZANONI, 2005). Em condições normais, a principal via de produção de radicais livres nas células ocorre através da atividade respiratória que se localiza nas matrizes mitocôndrias. O encurtamento dos telômeros se baseia no fato de que a cada divisão celular ocorre uma diminuição das extremidades dos cromossomos e, desse modo, ocorre o encurtamento progressivo dos cromossomos, causando a inviabilidade reprodutiva das células e o
  • 4. 46 ISSN 1980-0894 Artigo, Vol.9 Nº1, Ano 2014 envelhecimento celular. O encurtamento dos telômeros é uma consequência da formação de quebras das extremidades da cadeia do DNA (HARRIS, 2011). Em função de uma diversidade de grupos étnicos o mercado brasileiro de cosmético está em constante aperfeiçoamento para oferecer produtos que se adeque a cada tipo de pele. Esse público está cada vez mais consciente de seu potencial e procuram produtos que valorizem a sua beleza natural. Devido as diversidades, o tipo de pele pode interferir no envelhecimento cutâneo, tornando precoce ou tardio. A principal diferencia entre as peles e a pigmentação, está relacionado com o número de melanócitos e os melanossomas - grânulos localizados dentro das células e formados essencialmente por melanina. Devido a isto existe uma constante busca em relação a produtos que valorizam a beleza e a mantenha jovem por mais tempo. Com isso há empresas no mercado cosmético investindo cada vez mais em formulações antienvelhecimento, com o objetivo de devolver a integridade funcional da pele e melhorar aparência física (BATISTELA et al, 2007). Com isso, as indústrias cosméticas investem em ativos que prometem restabelecer a integridade da pele, através de cremes, sérum ou fluídos, atendendo assim a cada tipo de pele. Diversas marcas cosméticas nacionais e internacionais oferecem produtos para cada tipo de pele e idade com ação e apelo para diminuir a formação de rugas, devolver o tônus da pele e, por fim, prevenir, diminuir ou atenuar as linhas de expressão. Com este intuito, o trabalho tem como enfoque selecionar uma marca cosmética e avaliar criticamente a composição cosmética com apelo antienvelhecimento. 2. OBJETIVOS GERAIS - Selecionar uma linha de produtos de mesma marca que atende diferentes idades com apelo antienvelhecimento; - Discutir e avaliar criticamente de forma comparativa esta linha de produtos baseada na composição cosmética.
  • 5. 47 ISSN 1980-0894 Artigo, Vol.9 Nº1, Ano 2014 3. REVISÃO DE LITERATURA Segundo dados do IBGE a população idosa que era de 2 milhões em 1950, chegou a 14 milhões em 2003, a expectativa de vida dos brasileiros tem aumentado nas últimas décadas segundo uma projeção feita pela ONU que diz que em 2050 os idosos representaram 20% da população brasileira. Dados apontam também que a 3° idade tem como estímulo de compra a localização e o preço dos produtos e 51% dos seus gastos são destinados a produtos de beleza. O mercado brasileiro de cosméticos é o segundo maior do mundo com um faturamento líquido de R$ 21,7 bilhões. Segundo publicação do Sebrae em relação ao Euromonitor que analisa o mercado, afirma que com o aumento da riqueza global implica em consumos mais diversificados e maior intensificação no mercado internacional. Sendo assim, há a necessidade de elaboração de produtos específicos para diferentes faixas etárias, em função do aumento da expectativa de vida. Há no mercado atualmente diversas marcas com apelo antienvelhecimento tais como: Avon, Natura, L´Oreal, Boticário, La Roche Posay, Vichy, Dermage, Shiseido, Veer, Dior, Adcos, Bio Age, Imedeen entre outras. Entre as marcas disponíveis no mercado foi selecionada uma a qual atendesse diferentes idades e utiliza os seguintes ativos para prevenir o envelhecimento. 3.1. DESCRIÇÃO DE ATIVOS 3.1.1. Elastinol+R Marca Natura/Galeno Em 2000, foi desenvolvido, por processo biotecnológico, o primeiro ativo desta linha, que contem L-fucose e atua na comunicação celular e regulando a produção de elastina. Como resultado de pesquisa sobre efeitos de outro fração polissacarídica rica em L-rhamnose chegou em 2003 um segundo ativo, uma combinação de polissacarídeos ricos tanto com L-fucose como L-rnhamnose.
  • 6. 48 ISSN 1980-0894 Artigo, Vol.9 Nº1, Ano 2014 Essa combinação age na derme e na epiderme, promovendo redensificação dessas camadas através do estímulo da proliferação celular e da síntese de moléculas da matriz extracelular e outros efeitos concomitantes que levam a uma ação antienvelhecimento mais íntegra. O Elastinol+R é a terceira geração de ativos desta linha. Possui uma nova combinação das frações polissacarídicas ricas em L-fucose (FROPs), L- rhamnose (RROPs) com maior concentração das frações ricas em L-rhamnose. Esse diferencial lhe confere ação reepitelizante da pele, em função da intensa proliferação celular dérmica e na síntese de macromoléculas da MEC. É recomendável para produtos destinados ao tratamento do envelhecimento cutâneo e convém mantê-lo em temperaturas inferiores a 40°C. Usado em cremes, loções e géis para face, corpo e mãos. O pH de estabilidade varia entre 5,5 e 6,5. Utilizado em concentração de 1,0 a 5,0% (SOUZA et al, 2009). 3.1.2. Manteiga de cupuaçu INCI: Theobroma grandiflorum seed butter Ativo repositor da barreira lipídica da pele, que minimiza o ressecamento e a desidratação. Proporciona toque sedoso e não oleoso. Possui poder de absorção de UVB e UVC e alta capacidade de absorção de água. Contém fitoesterois (a), beta-sitosterol (b), estigmasterol (c) e campesterol (d). Utilizado na concentração de 4 a 10% em cremes, loções, sabonetes, batons, desodorantes e em xampus de 0,5 a 1% (SOUZA et al, 2009).
  • 7. 49 ISSN 1980-0894 Artigo, Vol.9 Nº1, Ano 2014 Figura A: Estruturas moleculares de fitoesterois Figura B: Estrutura molecular de beta-sitosterol Figura C: Estrutura molecular de estigmasterol Figura D: Estrutura molecular de campesterol 3.1.3. Vitamina E INCI: tocopheryl acetate A vitamina E é considerada uma substância lipossolúvel desempenhando ações antiradicalar e hidratante. É usado em preparações com papéis de emulsões cremosas e géis em produtos para as áreas dos olhos, produtos corporais e faciais. Recomenda - se adicionar 1% na base estoque como agente antioxidante. Utilizado em concentrações de 0,1 a 5,0%(SOUZA et al, 2009). Figura E: Estrutura molecular da vitamina E
  • 8. 50 ISSN 1980-0894 Artigo, Vol.9 Nº1, Ano 2014 3.1.4. Alfa bisabolol INCI: bisabolol Substância de origem botânica usada por suas propriedades anti-inflamatórias. É derivada da camomila e/ou do milfólio (MICHALUN & MICHALUN, 2010). Figura F: Estrutura molecular da alfa-bisabolol 3.1.5. Isoflavona de soja INCI: Soy isoflavones Os isoflavonoides tem demonstrado propriedades antioxidantes através da proteção de UV, e alguns talvez sejam imunoprotetores. Estudos clínicos indicam uma aplicação antienvelhecimento dada a sua capacidade de inibir processos químicos que levam a degradação do colágeno na pele (MICHALUN et al, 2010). Figura G: Estrutura molecular geral da isoflavona da soja 3.1.6. Flavonoides INCI: Bioflavonoids Possuem atividades anti-inflamatória, antialergênica, antiviral, antienvelhecimento e anticarcinogênica. A finalidade de uso para tratamento contra envelhecimento cutâneo, pode estar condicionada a melhorada condição do colágeno em menor grau, contribuindo no resultado quanto a elasticidade, aspereza e hidratação da pele. São encontrados em amoras, framboesas, morangos, frutas cítricas, cacau, chá verde, salsa, vinho tinto e na
  • 9. 51 ISSN 1980-0894 Artigo, Vol.9 Nº1, Ano 2014 soja (MICHALUN et al, 2010). Figura H: Estrutura molecular geral de flavonoides 3.1.7. Café INCI: Coffea robusta seed extract O café também é conhecido como extrato de coffeberry. Ele desempenha ação antioxidante poderosa com propriedades antienvelhecimento e de clareamento da pele. O extrato é obtido do fruto inteiro, e não só da semente ou grãos (MICHALUN et al, 2010). Figura I: Estrutura molecular da cafeína 3.1.8. Licopeno INCI: Lycopene O licopeno é um carotenóide sem a atividade pró-vitamina A, lipossolúvel, composto por onze ligações conjugadas e duas ligações duplas não conjugadas. O licopeno é obtido através de fontes de carotenoide. Ele possui a maior capacidade sequestrante do oxigênio singlete, possivelmente devido à presença das duas ligações duplas não conjugadas, o que lhe oferece maior reatividade (SHAMI et al, 2004).
  • 10. 52 ISSN 1980-0894 Artigo, Vol.9 Nº1, Ano 2014 Figura J: Estrutura molecular geral do licopeno 3.1.9. Spilol INCI: Spilanthes oleracea O jambu é uma Asteraceae nativa da região da Amazônia. É uma hortaliça herbácea, perene, semi-ereta e de ramos decumbentes. As inflorescências são pequenas e amareladas, dispostas em capítulos. Suas propriedades são atribuídas principalmente ao Espilantol, que é anestésico e age sobre as microtensões da pele. É utilizada como matéria prima para cosméticos com ação anti-rugas (MARTINS et al, 2012). Figura K: Estrutura molecular do Spilanthes oleracea 3.1.10. Ceramidas de Maracujá INCI: Ceramides (N-stearoyl-phytosphingosine) As ceramidas promovem a reparação do estrato córneo principalmente em pele seca, contribuindo na melhora da hidratação e aumenta a sensação de maciez. São benéficas para peles sensíveis, escamosas, ásperas, secas, envelhecidas e danificadas pelo sol (MICHALUN et al, 2010). 3.1.11. HydraPro® Hydra por seu potencial hidratante 2 vezes maior e Pro® pelos benefícios e resultados comprovados de melhoria na hidratação, nos sinais de envelhecimento, por maior firmeza e mais proteção.
  • 11. 53 ISSN 1980-0894 Artigo, Vol.9 Nº1, Ano 2014 3.1.12. CAO É a sigla para Complexo Antioxidante, uma mistura de ativos antioxidantes que atua em sinergia para conferir à pele maior proteção contra os efeitos nocivos dos radicais livres e, portanto, prevenir o envelhecimento precoce. O CAO desenvolvido pela Natura contém vitamina E, licopeno e extrato de café. 3.1.13. Dermoglicideo São oligossacarídeos (açúcares) de origem vegetal, obtidos pela Natura por um processo biotecnológico desenvolvido em parceria com o fornecedor Solabiá, na França. Sua principal função é impedir o processo de glicação, que prejudica as fibras de sustentação da pele. 3.1.14. Extrato de Castanha A castanha portuguesa é uma árvore de porte médio que produz ouriços dos quais se retiram as castanhas. O extrato obtido a partir delas é rico em açúcares e ácido urônico, que reduzem a ação das enzimas que promovem a descamação da pele. Assim, melhoram a manutenção da barreira cutânea. 3.1.15. PCA de Zinco Complexo antioleosidade em geral presente em cosméticos antibrilho para pele oleosa e mista 4. BASES COSMÉTICAS Os ativos presentes nos produtos cosméticos penetram por vias de dois canais principais: o canal extracelular e o canal intercelular. A velocidade de penetração depende do tamanho das moléculas, da integridade e saúde da pele. A camada córnea é a primeira barreira contra a penetração de ativos. A segunda barreira é a junção epidérmico dermal ou membrana basal. Estruturalmente a pele absorve, essa absorção ocorre através dos
  • 12. 54 ISSN 1980-0894 Artigo, Vol.9 Nº1, Ano 2014 poros pilossebáceos, ductos das glândulas sudoríparas, canais intercelulares que mantem as células justapostas (MICHAULIN et al, 2010). Devido a esse mecanismo de penetração da pele é necessário a escolha adequada da base, para se obter uma penetração e ação dos ativos utilizados, satisfatória. Segue-se abaixo alguns exemplos de bases cosméticas: DOW CORNING 4002 CL BASIS Nome INCI: Cyclopentasiloxano (and) dimethicone (and) crosspolymer (and) dimethicone (and) laureth -23 (and) laureth 4(and) acrylate polymer (and) mineral oil (and) Water Composto sólido, branco, com densidade 0,9573, viscosidade maior que 1,700,000 cP e aparência de gel que permite formular produtos para cuidados facial e corporal apenas com aplicação de água e ativos. Devido a sua permeabilidade ao vapor de água, permite que a pele respire normalmente. Prove película protetora resistente à água, garantindo que o ativo fique em contato com a pele por mais tempo. Possui um sensorial leve e sedoso. Contem agentes sequestrantes e antioxidante. Usado em hidratantes, produtos antienvelhecimento, clareadores e protetores solares para todos os tipos de pele (SOUZA et al, 2009). Características Forma de aplicação: creme e loção Basic %: creme 50% e loção de 30 a 40% Água: creme 50% e loção 60 ou 70%. HOSTACERIN CG (Clariant) Base auto emulsionante aniônica, composta de agentes de consistência, emolientes e emulsionantes como o fosfato de triceteareth 4. Possui o éster fosfórico em sua formulação que apresenta afinidade com os fosfolipídeos encontrados na pele o que facilita a absorção das formulações e otimizando a penetração dos princípios ativos incorporados nas emulsões. Apresenta boa espalhabilidade e não deixa na pele a sensação
  • 13. 55 ISSN 1980-0894 Artigo, Vol.9 Nº1, Ano 2014 untuosa. Compatível com pigmentos, filtros solares, hidroquinonas, ácidos glicólicos, PABC hidratantes e ureia. Usado no preparo de veículos para incorporação de ativos diversos, emulsões, antienvelhecimento. Concentração permitida de 4 a 15% podendo estes valores ser alterados em função da consistência desejado. Temperatura entre 85°C a 90°C (SOUZA et al, 2009). DEG BASE LOÇÃO CR2 Base pronta de loção CR2 para adição de ativos. Cera auto emulsionante não iônico (CRODA BASE CR2), proprilenoglicol, parabenos, imidazolidiniluréia, BHT, EDTA tetrassódico, ciclometicone (e) dimethicone crosspolímero e água deionizada. São formulados com ingredientes tradicionais, amplamente conhecidos e são compatíveis com a imensa maioria das substâncias usadas na manipulação. Características: Forma farmacêutica loção Carga não iônica pH da base 6,00 a 8,00 Compatibilidade Ideal para incorporação de hidratantes, regeneradores, alfa e beta – hidroxiácidos, anti-inflamatórios, adstringentes, calmante, cicatrizantes, esfoliantes, antimicrobianos, lipossomas etc. Aplicações Loções farmacêuticas diversas Loções para cuidados com a pele Produtos infantis Bronzeadores Formulações vaginais Loções para massagem
  • 14. 56 ISSN 1980-0894 Artigo, Vol.9 Nº1, Ano 2014 Informações farmacotécnicas Concentração de uso: qsp 100% DEG BASE CREME LANETTE Creme base aniônico Ceras auto emulsionantes propilenoglicol, triglicérides do ácido láprico, metil parabenos, imidazolidinil uréia, dimethicone, BHT, EDTA dissódico e água deionizada. Apresenta na composição álcoois graxos superiores e alquil sulfato, hidratantes e emolientes, de baixa oleosidade, de toque suave a alta resistência aos princípios ativos que requerem veículos com este caráter. É compatível com todos os cosméticos e farmacêuticos que toleram emulsões aniônicas. Especificações Aspecto creme sólido Cor branco leitoso Odor suave pH 5,50 a 7,00 Os cosméticos podem ter as seguintes características: Cremes: são emulsões O/A ou A/O de alta viscosidade e constituídas de uma fase aquosa e uma fase oleosa líquida que foram homogeneizadas através da utilização de um terceiro componente que possui afinidade por ambas as fases (tensoativo). Loções: são emulsões O/A ou A/O de média a baixa viscosidade e constituídas de uma fase aquosa e uma fase oleosa que foram homogeneizadas através da utilização de um terceiro componente com afinidade por essas fases (tensoativo) ou através de um solvente que geralmente é alcoólico. Géis: são soluções coloidais ou suspensões de substâncias insolúveis em água, mas hidratáveis. Podem ser transparentes ou opacos. Quanto menores os tamanhos das partículas, mais transparentes são as soluções aquosas (PEDRO, 2014).
  • 15. 57 ISSN 1980-0894 Artigo, Vol.9 Nº1, Ano 2014 Adquirindo conhecimento sobre bases cosméticas, é possível orientar de uma forma melhor os clientes. Quando é referido que uma pele envelhecida inerentemente se trata em primeiro momento uma pele desidratada, com perda significativa de colágeno e elastina, acometendo contorno facial e alterando os efeitos hormonais contribuindo na modificação do funcionamento das glândulas sebáceas e sudoríparas. Em função disso, é comum encontrar pele desidratada, como também pele extremamente oleosa. A escolha da base ideal auxilia no controle dessas alterações proporcionando resultados satisfatórios. 5. METODOLOGIA PROPOSTA Por meio da composição cosmética da linha de produtos de mesma marca selecionada foi estudada a natureza dos ativos cosméticos e funções que os desempenham. De forma entender suas funções foram pesquisadas os seguintes itens: INCI Estrutura Molecular Ação cosmética CAO N.E Proteger o organismo dos danos causados pelos radicais livres devido a exposição excessiva aos raios ultra violeta. Elastinol+R N.E Proteger o organismo dos danos causados pelos radicais livres devido à exposição excessiva aos raios ultravioleta, preservando as fibras de colágeno e elastina presentes na derme, evitando o envelhecimento precoce. Flavonoides de Passiflora H Melhorar a condição do colágeno, contribuindo na melhora da elasticidade, aspereza e a hidratação da pele. Hydra Pro N.E Hidratar. Spilol K Descontrair as microtensões da pele, combatendo as rugas de expressão. Isoflavonas da Soja G Proteger contra a agressão da UV. Dermoglicideo N.E Impedir o processo de glicação. Castanha N.E Preservar a barreira cutânea. PCA de Cálcio N.E Recuperar a pele e ameniza os danos causados com o passar os anos
  • 16. 58 ISSN 1980-0894 Artigo, Vol.9 Nº1, Ano 2014 TABELA 1: Descrição de Ativos, conforme sua estrutura molecular e ação cosmética. Legenda: N.E.: não encontrado. Posteriormente, foi discutida e avaliada criticamente de forma comparativa esta linha de produtos baseada na composição cosmética relacionado aos ativos e suas bases. 6. RESULTADOS E DISCUSSÃO De acordo com as explicações detalhadas dos ativos cosméticos segue-se na próxima página, uma tabela comparativa de ativos cosméticos presentes nos produtos25+,30+, 40+, 60+ e 70+. Nota-se que é possível identificar a semelhança de ativos de cada faixa etária. Nos produtos 25+,30+, 40+ e 60+ estão presentes os ativos CAO e Elastinol+R. Esses dois ativos tem como função proteger o organismo dos danos causados pelos radicais livres devido a exposição excessiva aos raios UV, preservando as fibras de colágeno e elastina presentes na derme, evitando o envelhecimento precoce. Alfa bisabolol F Clarear a pele e efeito antioxidante Ceramidas de maracujá N.E Melhorar a hidratação e aumenta a sensação de maciez Lycopene J Efeito antioxidante Coffea robusta I Efeito antioxidante Tocopheryl Acetate E Efeito antioxidante Theobroma grandiflorum Seed Butter A, B, C, D Minimizar o ressecamento e a desidratação
  • 17. 59 ISSN 1980-0894 Artigo, Vol.9 Nº1, Ano 2014 PRODUTOS ATIVOS COSMETICOS 25+ Lycopene Café TocopherylAcetate CAO FlavonoidedePassiflora Elastinol+R ManteigadeCupuaçu 30+ Dermoglicideo Hydrapro spilol isoflavonadasoja 45+ extratodecastanha 60+ Ceramidasde maracuja 70+ Alfa Bisabolol PCAde Cálcio TABELA 2: explicação detalhada da relação de ativos cosméticos presentes nos produtos 25+,30+, 40+, 60+ e 70+. Em outro momento, o flavonoide de Passiflora se repete nas faixas etárias de 25+ a 30+ desempenhando a ação de melhorar a condição do colágeno, a elasticidade, aspereza e a hidratação da pele. Dos 30+ ao 60+ está presente o ativo dermoglicideoo qual desempenha função de impedir o processo de glicação evitando que as fibras de elastina sejam prejudicadas. Nota se que no 30+ e 40+ tem em comum o ativo spilol com a função de relaxar as microtensões da pele, combatendo as rugas de expressão e a Proteína da Soja que tem demonstrado propriedades antioxidantes através da proteção de UV, alguns talvez sejam imunoprotetores. Estudos clínicos indicam uma aplicação antienvelhecimento dada a sua
  • 18. 60 ISSN 1980-0894 Artigo, Vol.9 Nº1, Ano 2014 capacidade de inibir processos químicos que levam a degradação do colágeno na pele. O Hydra Pro está presente nos 30+, 40+, 60+ e 70+ o qual hidrata 2 vezes mais, ameniza sinais do envelhecimento, proporciona maior firmeza e proteção a pele. Dos 40+ ao 60+ há em comum o extrato da castanha que ajuda a manter a barreira cutânea. As ceramidas de maracujá no 60+ age principalmente na camada superior da pele, formando uma barreira protetora e reduzindo a perda transdérmica de água. As ceramidas promovem a reparação do estrato córneo em casos e pele seca, melhora a hidratação e aumenta a sensação de maciez. São benéficas para peles sensíveis, escamosas, ásperas, secas, envelhecidas e danificadas pelo sol. O PCA de Cálcio e o Alfa bisabolol no 70+ tem como principal função restabelecer as funções da pele perdidas durantes os anos. É possível uma pessoa de 25 anos usar um produto para uma pele 60+? Seria uma atitude incorreta já que a pele de 25 não possui as mesma necessidade da pele de 60, ao utilizar um produto cosmético inadequadamente pode ocasionar reações alérgicas e até lesões na pele. Uma pele de 25 anos necessita apenas de hidratação e proteção já que na maioria dos casos ainda não tem o aparecimento de rugas, quando falamos de uma pele a partir de 35 anos, já se pode perceber uma leve perda do contorno fácil, rugas finas, sulcos mais definidos etc. devido a isso o mercado cosmético criou um produto para cada tipo de pele para atender as necessidades ideais da sua pele. 7. CONCLUSÃO - As substâncias presentes nos produtos cosméticos com apelo antienvelhecimento atende para diferentes idades e, além disso, os ativos se repetem em várias composições; - Pela análise dos ativos, eles cumprem com o papel de prevenção e melhora do envelhecimento cutâneo; - Com o crescimento do mercado cosmético em relação ao envelhecimento, pode se assegurar que existem produtos que realmente prometem uma renovação na pele e tornando o público alvo mais jovem.
  • 19. 61 ISSN 1980-0894 Artigo, Vol.9 Nº1, Ano 2014 8. REFERÊNCIAS BAGATIN, EDILEIA; Envelhecimento Cutâneo. Boletim Dermatológico Unifesp. Disponível em <http://www.unifesp.br/dderma/pdf/ed_17_envelhecimento_cutaneo.pdf> acesso em: 15/02/2014 BARBOSA, KIRIAQUE BARRA FERREIRA; COSTA, NEUZA MARIA BRUNORO; ALFENAS, RITA DECÁSSIA GONÇALVES; DE PAULA, SÉRGIO OLIVEIRA; MINIM, VALÉRIA PAULA RODRIGUES; BRESSAN, JOSEFINA. Estresse oxidativo: conceito, implicações e fatores modulatórios. DISPONIVEL EM<http://bases.bireme.br/cgi- bin/wxislind.exe/iah/online/?IsisScript=iah/iah.xis&src=google&base=LILACS&lang=p& nextAction=lnk&exprSearch=569135&indexSearch=ID>ACESSO: 03/04/2014 BATISTELA, MONICA ANTUNES; CHORILLI, MARLUS; LEORNARDI, GISLAINE RICCI. Abordagens no Estudo do Envelhecimento Cutâneo em Diferentes Etnias. http://www.rbfarma.org.br/files/PAG59a62_ABORDAGENS.pdf CANO, MARIA I. N; A vida nas pontas. Ciência hoje vol.39, n°229, pag. 16 a 23, março de 2014. COSTA, ADILSON; MONTAGNER, SUELEN. Bases Moleculares do Fotoenvelhecimento. Disponível em <http://www.scielo.br/pdf/abd/v84n3/v84n03a08.pdf> acesso 05/03/2014 DEG, Ativando Principios. Boletim Tecnico do Fabricante. V.01. Disponível em<http://www.fagron.com.br/Literaturas/LITERATURAS%20COSMETICAS%5CDEGBA SE%20LOCAO%20CR2.PDF> acesso em 29/03/2014
  • 20. 62 ISSN 1980-0894 Artigo, Vol.9 Nº1, Ano 2014 FERNANDES, PAULO. Lanette-Creme Base Anionico Farmacotecnica Aplicada. Diponivel em<http://magistralfarma.blogspot.com.br/2009/02/creme-lanette- farmacotecnica-aplicada.html> acesso em 29/03/2014 GAVA, ALEXANDRA APARECIDA; ZANONI, JACQUELINE NELESIS. Envelhecimento celular. Disponível em <http://revistas.unipar.br/saude/article/viewFile/218/192> acesso em: 14/03/2014 GUARIENTO, MARIA ELENA; TEIXEIRA, ILKA NICÉIA D`AQUINO. Biologia do envelhecimento: teorias, mecanismos e perspectivas. Disponível em: <http://www.scielosp.org/pdf/csc/v15n6/a22v15n6.pdf> acesso em: 29/03/2014 HARRIS, MARIA INÊS NOGUEIRA DE CAMARGO; Pele; estrutura, propriedades e envelhecimento. São Paulo, Editora SENAC, 2009. HIRATA, LILIAN LUCIO. Radicais Livres e o Envelhecimento Cutâneo. Disponível em<http://www.latamjpharm.org/trabajos/23/3/LAJOP_23_3_6_1_7IT93QRE42.pdf> acesso 16/03/2014 MACEDO, OTAVIO ROBERTI. Segredos da Boa Pele; preservação e correção. São Paulo, Editora SENAC, 2001. MAIA, MARCUS; SIMONE, KARINE; SUEHARA, LETÍCIA YUMI. Avaliação do envelhecimento facial relacionado ao tabagismo. Disponível em <http://www.scielo.br/pdf/%0D/abd/v81n1/v81n01a04.pdf> acesso 15/03/2014 MARTINS, C.P.S.; MELO, M.T.P.; HONÓRIO, I.C.G.; D’ÁVILA, V.A.; CARVALHO JÚNIOR, W.G.O. Caracterização morfológica e agronômica de acessos de jambu (Spilanthes oleracea L.) nas condições do Norte de Minas Gerais. Rev. Bras. Pl. Med., Botucatu, v.14, n.2, p.410-413, 2012.
  • 21. 63 ISSN 1980-0894 Artigo, Vol.9 Nº1, Ano 2014 MICHALUN, NATALIA; MICHALUN, M. VARINIA. Dicionário de ingredientes para cosmética e cuidados da pele. São Paulo, Cengage Learning Editora Senac, 2010. NACIONAL, Sebrae. Tendências do mercado setorial de cosméticos. Disponível em<http://www.sebrae.com.br/setor/cosmeticos/o-setor/mercado/cenario/bia- 780.9/BIA_7809>acesso em:14/03/2014 PEDRO, RICARDO. Formas Cosméticas. Disponível em<http://www.freedom.inf.br/artigos_tecnicos/hc58/ricardopedro.asp>acesso em: 01/04/2014 SEBRAE. Brasil o terceiro mercado mundial. Disponível < http://www.sebrae.com.br/setor/cosmeticos/o-setor/mercado/cenario/120-001-083- brasil-e-o-terceiro-mercado-mundial/BIA_120001083> aceso em 14/03/2014. SHAMI, NAJUA JUMA ISMAIL ESH; MOREIRA, EMILIAADDISON MACHADO. Licopeno como agente antioxidante. Disponível em<http://www.scielo.br/scielo.php?pid=S1415- 52732004000200009&script=sci_arttext&tlng=pt> acesso em: 03/04/2014 SOUZA, VALERIA MARIA; JUNIOR, DANIEL ANTUNES. Ativos Dermatológicos. São Paulo. Pharmabooks Editora, 2009. Recebido em 11/04/2014 Aceito em 30/04/2014

×