• Like
Homilética 1 - M1
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

Published

 

  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Be the first to comment
No Downloads

Views

Total Views
2,774
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0

Actions

Shares
Downloads
220
Comments
0
Likes
5

Embeds 0

No embeds

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
    No notes for slide

Transcript

  • 1. Homilética Módulo I
  • 2. O que é homilética? ?
  • 3.
    • Em teologia, Homilética (Grego Homiletikos , de homilos - montar em conjunto), é a aplicação dos princípios gerais da retórica para o fim específico da pregação pública.
  • 4.
    • Ou seja, homilética é arte de Pregar
  • 5. Assim todo pregador necessita mais que a capacitação divina para cumprir o propósito de levar a mensagem de Deus. Se faz necessário preparo, estudo e desenvolvimento de técnicas de comunicação e oratória
  • 6. O pregador
    • .
    “ A pregação não deve se tornar somente como um belo discurso baseado na teologia Cristã. Tem também um sentido psicológico: como expressão de conceitos, atitudes e sentimentos através de uma personalidade” Orlando Costas
  • 7. Todo o pregador deve ter em mente que pregar é mais que palavras bonitas e voz bem entonada. Para que um discurso alcance seu objetivo de se faz compreender que o pregador deve cuidar de sua personalidade
  • 8.
      • A personalidade do pregador é um fator de grande influencia na sua pregação, pois ela funciona como “veiculo comunicante”, ou seja, a congregação perceberá não abenas o que foi dito, mas como foi dito.
  • 9. O palhaço e o Pastor Conta - se que um circo foi montado na frente de uma igreja, com o passar das semanas o pastor percebeu que a freqüência de sua igreja estava diminuindo enquanto a freqüência do circo estava aumentando. Indignado, o pastor procurou o palhaço e perguntou porque as pessoas estavam escolhendo ir ao circo ao invés de ir a igreja, então o palhaço respondeu: - É porque falo a mentira como se fosse verdade e o senhor a verdade como se fosse mentira.
  • 10. Aprendemos com este exemplo que nossa mensagem tem que estar alinhada com nossa personalidade “ O pregador pode falar de fé e comunicar sua própria ansiedade” Carol Wilse
  • 11. Portanto, não podemos desvincular a personalidade do pregador com sua mensagem .
  • 12.
    • Existe uma falsa idéia de que bons pregadores são os que tem um temperamento mais falante e extrovertido, na verdade isto é um mito, pois o bom pregador é aquele que sabe explorar seu temperamento e leva a mensagem de maneira autentica.
  • 13.  
  • 14.
    • O pregador e sua experiência com Deus
  • 15. Ao considerar o tema, devemos levar em conta um termo fundamental: O Kerigma
  • 16. O Kerigma é a prova cabal de que um pregador é mais que um simples comunicador, pois Kerigma significa mais que comunicar ou pregar, mais sim testemunhar.
  • 17. Portanto, o pregador deve ter e manter uma vida de santidade, oração e leituras da bíblicas. Buscando agradar a Deus em tudo e vivendo como servo.
  • 18. O pregador e o EU.
  • 19. O pregador deve cuidar e policiar bem a sua relação consigo mesmo.
  • 20. Muitos pregadores desenvolvem problemas e até doenças psicossomáticas e não se dão conta disso. Assim, apresentam sintomas como: Desajustes emocionais. Usar o púlpito como auto – terapia. Insegurança quanto a sua vocação
  • 21. Outros ainda apresentam irritabilidade, depressão e sentimento de solidão. Há ainda aqueles que se deixam levar pela soberba, ganância e vivem como ditadores e não como servos do Deus altíssimos.
  • 22. Assim o pregador para ter saúde emocional deve: 1) Assumir apenas os compromissos que pode cumprir. 2)Ter horas de descanso 3) Ter amigos e mentores 4)Ter certeza do chamado 5) Cuidar bem da família 6) Cuidar bem das finanças 7) depender sempre de Deus.
  • 23. O pregador e a Bíblia O pregador é um interprete da bíblia, por isto tem que ter com ela um compromisso de não violar a sua mensagem. Assim, o pregador deve observar não somente o texto mas também o contexto.
  • 24. “ Os verdadeiros santos de Deus se preocupam por estudar a palavra com grande minuciosamente e transmiti – la a gerações futuras” Randall Wittig
  • 25. O pregador e o sermão
  • 26. Esboço É o método mais usado entre os pregadores, onde estes anotam o sermão o subdividindo em tópicos
  • 27. Memorização É talvez o método mais antigo, usado por pessoas que são dotadas de uma boa memória. Onde o pregador não utiliza o esboço e traz a mensagem apenas utilizando sua memória
  • 28. Entrega espontânea É usado até por algumas denominações como o método mais correto, onde o pregador fala totalmente de improviso apenas levando em conta o sentimento do momento.
  • 29. Cuidados e responsabilidades do pregador O pregador deve ter uma preparação para a pregação dentre elas citamos: sempre preparar a mensagem, ter um momento de solitude, meditar, ler várias vezes o texto, além de cuidar – se fisicamente e de sua vestimentas, verificar se há água. E ter certeza de que está levando a mensagem que está no coração de Deus.
  • 30. “ É impossível observar o Livro de atos sem dar – se conta de que foi a Palavra de Deus pregada por homens cheio do Espírito Santo que mudou vidas e a História” Randall Wittig
  • 31. Ferramenta PodCast Da mesma forma que a ferramenta Slideshow, o Podcast pode trazer importantes partes do conteúdo abordado em forma de arquivo de áudio, preferencialmente MP3 para que o aluno possa tê-la em seus IPods, MP3, MP4 ou até celulares para ouvir em momentos livres em seu dia.
  • 32. Ferramenta WebForum Dentro de uma Pedagogia que privilegie o aprendizado colaborativo focando um amalgama Vygotzky-Piagetiano, de construção social do conhecimento, o WebForum surge como uma ferramenta fundamental, permitindo ampla discussão sobre assuntos propostos não só pelo professor, mas, principalmente, pelos aprendentes co-autores.
  • 33. Ferramenta Wiki Essa grande ferramenta é o próprio aprendizado colaborativo. Quando mais de uma pessoa interfere no mesmo texto, construindo em co-autoria o conteúdo pré-estipulado pelo Professor Conteudista.
  • 34. Ferramenta Chat Tal qual o WebForum e o Wiki, a Ferramenta Chat é integrante do grupo de objetos de aprendizagem colaborativa. Ao contrário de ser uma ferramenta assíncrona, trata-se de um recurso síncrono de construção do conhecimento. Permite que um grupo, simultaneamente discuta determinado conceito que poderá ser postado no WebForum ou no Wiki.
  • 35. Ferramenta Exercício Em uma Pedagogia Colaborativo, o exercitar solitário deve ficar, apenas para que o aprendiz possa fazer uma auto-avaliação, por isso mesmo, haverá baterias de exercícios objetivos no Ambiente do Aluno, estes apenas somarão uma menor parte no somatório final de sua média que será composta pelas participações em todas as ferramentas de construção do conhecimento e, por fim, nos encontros presenciais ao fim de cada matéria.