H.q
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×
 

H.q

on

  • 2,076 views

 

Statistics

Views

Total Views
2,076
Views on SlideShare
2,076
Embed Views
0

Actions

Likes
0
Downloads
68
Comments
0

0 Embeds 0

No embeds

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Microsoft PowerPoint

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

H.q H.q Presentation Transcript

  • Grupo:Ananda Rezende;Danielle Rosa;Júlia Coimbra;Luana Machado;Mariana Getirana.
  • O que são Histórias em Quadrinhos? Uma definição bem simples é que os quadrinhos são umasequência de quadros que expressam uma história, informação, ação,etc. Uma fotonovela e um infográfico jornalístico também podem serconsiderados formas de arte sequencial. História em quadrinhos, quadrinhos, tirinhas, gibi é uma formade arte que conjuga texto e imagens com o objetivo de narrar históriasdos mais variados gêneros e estilos. São, em geral, publicadas noformato de revistas, livros ou em tiras publicadas em revistas ejornais. São conhecidos como comics nos Estados Unidos, bandedessinée na França, fumetti na Itália, tebeos na Espanha, historietasna Argentina, muñequitos em Cuba, mangá no Japão.
  • Origem das Histórias em Quadrinhos: A comunicação através das imagens não é coisa recente.Manifestava-se já na Idade da Pedra, com as inscriçõesrupestres, e posteriormente por intermédio de tapeçarias,vitrais, afrescos, estampas, charges, etc., cujas imagensapresentavam um sentido ou uma narrativa para o receptor. As primeiras manifestações das Histórias emQuadrinhos são no começo do século XX, na busca de novosmeios de comunicação e expressão gráfica e visual.
  • As histórias em quadrinhos, como produto da comunicaçãode massa, têm seu desenvolvimento ligado às modificaçõeshistórico-culturais, que determinam o surgimento de personagense o aproveitamento de conteúdos. Denominadas também denarrativas por imagens, literatura de imagens, nasceram namesma época do cinema e se influenciaram mutuamente. Houvefases em que os quadrinhos contaram com maior criatividade emaior liberdade de expressão, em vista das limitações do cinema.Nas primeiras décadas eram essencialmente humorísticos.
  • Curiosidades sobre os quadrinhos:o As histórias em quadrinhos surgiram, oficialmente, nos Estados Unidos, em 1895, com o "Menino Amarelo" (Yellow Kid) criado por Richard Outcault;o O primeiro super-herói das histórias em quadrinhos foi o Super-Homem, em 1938. E a Mulher Maravilha a primeira super-heroína;o Tico-Tico foi a primeira publicação brasileira voltada para os quadrinhos;o Os padres foram contra as histórias em quadrinhos, as julgavam como imorais.
  • As Histórias em Quadrinhos nas Escolas:o As histórias em quadrinhos são defendidas e indicadas pelos PCNs como material que pode e deve ser utilizado nas escolas;o O MEC, através do Programa Nacional Biblioteca na Escola, está levando as história em quadrinhos para as bibliotecas das escolas;o As histórias em quadrinhos demonstraram ser uma importante ferramenta que aproxima a vida escolar com o cotidiano dos alunos, o que pode facilitar a verificação com os conhecimentos prévios;
  • o Promovem uma reflexão sobre o uso de novas metodologias,pois sabemos que a inserção de diferentes possibilidades deensinar, nos dá uma contribuição positiva no processo deensino-aprendizagem.
  • Por que escolhemos trabalhar com Histórias em Quadrinhos? Fizemos a escolha do tema “Criação de Histórias emQuadrinhos: Ferramentas e Propostas de Uso”, poisacreditamos que essa proposta busca romper com ametodologia que visa apenas o uso do livro didático comofonte de informação e reflexão a respeito das disciplinastrabalhadas no processo de ensino-aprendizagem, buscandoentão, possibilidades de tornar o trabalho em sala de aulamais prazeroso para o aluno e para o professor.