• Share
  • Email
  • Embed
  • Like
  • Save
  • Private Content
11ºano _Espaço Urbano/Espaço rural, o que distingue?
 

11ºano _Espaço Urbano/Espaço rural, o que distingue?

on

  • 1,674 views

 

Statistics

Views

Total Views
1,674
Views on SlideShare
1,051
Embed Views
623

Actions

Likes
1
Downloads
10
Comments
0

6 Embeds 623

http://irrml.blogspot.pt 585
http://www.irrml.blogspot.pt 22
http://irrml.blogspot.com.br 12
http://irrml.blogspot.com 2
http://www.blogger.com 1
http://irrml.blogspot.de 1

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Adobe PDF

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

    11ºano _Espaço Urbano/Espaço rural, o que distingue? 11ºano _Espaço Urbano/Espaço rural, o que distingue? Presentation Transcript

    • OCUPAÇÃO DO ESPAÇO Geografia A – 11º ano
    • SOLO RURAL SOLO URBANO Solos com aptidão para as Áreas vocacionadas para actividades agrícolas, pecuárias, urbanização e edificação florestais ou minerais Terrenos urbanizados Ocupação urbanística desde que não implique a Solos cuja urbanização reclassificação como urbano seja programada (exº empreendimentos turísticos; edificações de apoio às Solos definidos nos PDM actividades típicas do solo rural) (planos municipais) como perímetro urbano Vias de comunicação Equipamentos e infra-estruturas
    • Espaço rural: solo
    • OCUPAÇÃO DO ESPAÇO RURAL http://georden.blogspot.com/2011/02/promover-utilizacao-sustentavel-dos.html http://www.google.com/imgres?q=portugal%2Bsolos+rurais%2Bemparcelamento
    • SOLOS RURAIS Resolução da Assembleia da República n.º 12/2011. D.R. n.º 24, Série I de 2011-02-03 A Assembleia da República resolve, nos termos do n.º 5 do artigo 166.º da Constituição, recomendar ao Governo que: 1 — Promova a utilização sustentável dos solos rurais com potencial de utilização agrícola … 2 —Aprofunde o regime de emparcelamento rural, sobretudo nas zonas de minifúndio (…); b) Crie um regime jurídico dissuasor do fraccionamento de prédios rústicos … que permitam quer o redimensionamento da exploração agrícola quer a manutenção de áreas contíguas mínimas susceptíveis de comportarem uma exploração agrícola economicamente viável; c) Constitua bancos de terras para utilização nas acções de estruturação fundiária, nomeadamente para a instalação de jovens agricultores, …
    • http://agrotec.pt/?cat=166 http://www.bolsadeterras.pt http://www.portugal.gov. pt/pt/osministerios/ministerioda-agricultura-marambiente-eordenamento-doterritorio/mantenha-seatualizado/20120416mamaot-terrascultivo.aspx
    • OCUPAÇÃO DO ESPAÇO RURAL Espigueiros na Sª do Soajo
    • OCUPAÇÃO DO ESPAÇO RURAL http://cortesdomeio.blogs.sapo.pt/2009/05/
    • OCUPAÇÃO DO ESPAÇO RURAL Mêda – Património arquitectónico a conservar
    • OCUPAÇÃO DO ESPAÇO RURAL Uma ecovia, forma da valorização do espaço rural: lazer e desporto.
    • OCUPAÇÃO DO ESPAÇO RURAL Ligação ferroviária à Galiza.
    • OCUPAÇÃO DO ESPAÇO RURAL Aljezur
    • OCUPAÇÃO DO ESPAÇO RURAL http://oxendro.blogspot.com/2011_04_01_archive.html
    • Quase 30% da população portuguesa reside nas áreas rurais, … a maior parte do espaço é rural, mas a maior parte da população vive no espaço urbano.
    • OCUPAÇÃO DO ESPAÇO RURAL http://manuelcoimbra.files.wordpress.com/2010/12/piodc3a3o-serra-do-ac3a7or-83.jpg
    • OCUPAÇÃO DO ESPAÇO RURAL Parque eólico da Sª do Açor
    • Hortas urbanas
    • Estarreja: Terreno com três mil metros quadrados dividido em hortas urbanas Parcelas de terreno dedicadas exclusivamente à produção de espécies hortícolas, plantas aromáticas, medicinais, pequenos frutos e flores de corte. As hortas constituem um importante contributo para a economia familiar e assumem grande importância na promoção de hábitos de consumo sustentáveis. http://gojiberries.blogs.sapo.pt/19773.html Objetivos do projeto: promover hábitos de alimentação saudável recorrer a produtos vegetais provenientes da agricultura tradicional responder às necessidades crescentes de contacto da população urbana com o espaço rural incentivar a requalificação ambiental de terrenos camarários
    • Distribuição de tipos de solo Os solos, ou resultam de alterações químicas, físicas e biológicas das formações geológicas, as quais dependem, em grande parte, do tipo de clima e do ritmo do tempo – dando os solos eluvionares, em geral pouco espessos, pedregosos e de baixa produtividade –, ou são o resultado da acumulação de detritos transportados pelos cursos de água – os aluviões ou solos aluvionares, em geral mais profundos do que aqueles, mas que só se encontram em áreas reduzidas nos vales largos do norte e nuns largos quilómetros quadrados nas bacias do Tejo - Sado. Seja qual for a sua origem, os solos estão sujeitos a vários tipos de erosão que contribuem para aumentar a sua degradação e o seu empobrecimento http://www.igeo.pt/atlas/cap1/Cap1d_6.html Solos castanhos Solos pedregosos pouco evoluídos Solos argilosos Solos ácidos Solos sobre depósitos fluviais recentes Solos mtº pouco evoluídos Solos negros argilosos Solos pouco evoluídos em montanhas Solos ligados a toalhas de água salgada Solos fracamente permeáveis
    • USO DO SOLO RURAL – PDM de GAIA Artigo 8.º – Classes e categorias de uso do solo 1. O território municipal reparte-se, de acordo com a delimitação constante na Carta de Qualificação do Solo da Planta de Ordenamento, nas classes de solo rural e urbano. 2. Integram-se na sua totalidade em solo rural os espaços abrangidos pelas seguintes categorias e subcategorias de qualificação do uso do solo: a) Áreas Agrícolas; b) Áreas Agro-florestais; c) Áreas Florestais: i. Áreas Florestais de Produção; ii. Áreas Florestais de Protecção. d) Áreas de Quintas em Espaço Rural. Fonte – Regulamento do PDM de Gaia http://www.gaiurb.pt/revisaopdm_11.htm
    • USO DO SOLO URBANO – PDM de GAIA 3. Integram-se na sua totalidade em solo urbano : a) Áreas Urbanizadas de Uso Geral: i. Centro Histórico; ii. Áreas Urbanizadas de Tipologia Mista; iii. Áreas Urbanizadas de Tipologia de Moradia; iv. Núcleos Empresariais a transformar. b) Áreas de Comércio e Serviços; c) Áreas Industriais Existentes; d) Áreas Turísticas; e) Áreas de Expansão Urbana de Uso Geral: i. Áreas de Expansão Urbana de Tipologia Mista; ii. Áreas de Expansão Urbana de Tipologia de Moradias; iii. Áreas de Transição. f) Áreas Industriais Previstas; g) Áreas de Verde Urbano: i. Áreas Verdes de Utilização Pública; ii. Quintas em Espaço Urbano; iii. Áreas de Logradouro.
    • OCUPAÇÃO DO ESPAÇO URBANO Câmara Municipal de V.N. de Gaia
    • OCUPAÇÃO DO ESPAÇO URBANO
    • OCUPAÇÃO DO ESPAÇO URBANO Canidelo - Gaia
    • OCUPAÇÃO DO ESPAÇO URBANO Parque Biológico de Gaia – exemplo de Áreas Verdes de Utilização Pública em espaço urbano.
    • OCUPAÇÃO DO ESPAÇO URBANO Parque Biológico de Gaia
    • 1. Complexo habitacional da Vila d´Este. 2. Hotel 3. Equipamento coletivo: parque infantil 1 OCUPAÇÃO DO ESPAÇO URBANO 2 3
    • OCUPAÇÃO DO ESPAÇO URBANO Centro comercial em V.N. de Gaia
    • OCUPAÇÃO DO ESPAÇO URBANO Estação das Devesas
    • OCUPAÇÃO DO ESPAÇO URBANO Canelas / Zona Industrial Espaços escolares – Instituto Piaget e escola de ensino básico do 1º ciclo.
    • OCUPAÇÃO DO ESPAÇO URBANO Unidade industrial
    • OCUPAÇÃO DO ESPAÇO URBANO Unidade de lazer
    • OCUPAÇÃO DO ESPAÇO URBANO Equipamento colectivo
    • Nova Tipologia urbana-rural para as regiões NUTS III nos 27 Estados-membros Regiões Predominantemente Urbanas – 80% ou mais de população urbana Regiões intermediárias– população rural entre 20 e 50% da população total Regiões Predominantemente Rurais – mais de 50% de população rural
    • Esta tipologia baseia-se na definição urbana e rural aplicada a uma malha básica de 1 km². As malhas urbanas preenchem duas condições: 1) Uma densidade de população de, pelo menos, 300 hab/km² 2) Um mínimo de 5 000 habitantes numa malha contígua para lá deste patamar de densidade. As outras são consideradas rurais.
    • Peso percentual da mancha urbana na Europa a 27 100 90 80 70 60 50 40 30 20 10 0 A mancha urbana apresenta uma população cuja - densidade populacional é de 300 Hab/km² em célula de 1km² - e valor numérico de 5 000 habitantes nas malhas contíguas à célula de 1Km² UE 27
    • Após a análise dos diapositivos que acabamos de visionar põe-se a questão: Como se diferencia o espaço rural do espaço urbano? Quais os elementos que caraterizam cada um destes espaços? Como definir cada um destes espaços face às caraterísticas evidenciadas?