C1          Araçatuba, domingo, 20 de março de 2011     PATRIMÔNIO HISTÓRICOLuta pelapreservação                          ...
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Araçatuba clube

509

Published on

0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total Views
509
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0
Actions
Shares
0
Downloads
2
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Transcript of "Araçatuba clube"

  1. 1. C1 Araçatuba, domingo, 20 de março de 2011 PATRIMÔNIO HISTÓRICOLuta pelapreservação ARTE Obra do artista plás- tico, em cimento e ferro, é da década de 1970 e retrata mo- mentos relacionados à cultura e ao esporte Conselho Municipal de Cultura de Araçatuba cobra do poder público um plano pa-ra conservação dos painéis de Franco da Sermide, na fachada do Araçatuba Clube Fotos: Valdivo Pereira/Folha da Região - 17/03/2011 Araçatuba em algumas partes, percebe-se Para que a legislação possa conselho, mas que ele, pessoalmen- Jean Oliveira jean.oliveira@folhadaregiao.com.br que a tintura está desgastada e al- gumas partes, a estrutura está da- contemplar casos como estes dos painéis da sede do Araçatuba Clu- te, não vê nenhum indício de que os painéis estejam ameaçados. Consolaro: “ é preciso nificada, como um pássaro com be e outros de tombamentos de ca- "Apenas o clube está querendoA desarmar os espíritos” iminência da finalização uma das asas quebradas. Neles, é sas particulares, o conselho apresen- vender o prédio. Por enquanto, a do processo de venda da possível ver retratada a figura de tou a minuta de uma nova lei há obra é patrimônio do clube e por sede social do Araçatuba mulheres, atletas e pássaros, fazen- seis meses. Ela deverá ser analisada causa dela o preço do imóvel tem O secretário de Cultura ca todo o restante a cidadeClube, localizada na rua Duque de do alusão a momentos de espor- pelo prefeito Cido Sério e colocada um valor agregado", comenta. de Araçatuba, Hélio Consola- como depredadora do patri-Caxias esquina com Afonso Pena, tes e cultura. em votação na Câmara Municipal. Sobre a ideia de tombar ou ro, acredita que apesar das mônio histórico. Precisamosprovocou reação de setores da so- Desde sua fundação, em "Todas as vezes que a gente transferir os painéis da sede do preocupações constantes, o desarmar os espíritos e con-ciedade preocupados com a preser- 1908, Araçatuba já tombou qua- pede esclarecimentos sobre este trâ- Araçatuba Clube, o secretário é ta- processo de preservação do versar mais. A verdade nãovação do patrimônio histórico e tro prédios. Os primeiros foram mite, recebemos resposta de que xativo sobre a necessidade de ava- patrimônio físico histórico e mora num lado só", comen-cultural da cidade. Acontece que o em 1992: a Casa de Cultura Pro- ainda está em avaliação na Secreta- liar melhor a situação. "Por en- cultural de Araçatuba tem si- ta, sem identificar, no entan-prédio, fundado em 1931, possui fessor Adelino Brandão (onde fun- ria de Assuntos Jurídicos. Quere- quanto, só há especulações. O edi- do satisfatório. to, quem são os integrantespainéis criados pelo artista plástico ciona a Secretaria Municipal de fício está à venda há anos, agora do tal grupo xiita.Franco da Sermide na década de Cultura), o Museu Histórico e Pe- saiu no jornal (Folha da Região de1970. Eles retratam detalhes da vi- dagógico Marechal Cândido Ron- Araçatuba terça-feira, 15 de maio, página Secretário LEGISLAÇÃOda e da história de Araçatuba. don e o Centro Cultural Ferroviá- B7). Apenas isso", comenta. Sobre a necessidade de tombou quatro de Cultura O Conselho Municipal de Po- rio. Cinco anos depois, também Para Consolaro, o fato de os uma nova lei de tombamen-líticas Culturais, em reunião reali- por lei municipal, novo tomba- prédios donos colocarem o prédio à venda afirma que to, Consolaro concorda comzada na última terça-feira, cobrou mento: a Capela Santo Onofre. To- desde a sua não quer dizer que ele será demoli- lei está os conselheiros.que a Prefeitura apresente um pla- das as edificações estão localiza- do e os painéis serão perdidos. "Ca- "Existe uma lei, mas elano de preservação deste material. das no centro e são marcas da fundação so o prédio seja vendido, antes de superada está superada, porque a legis-Por tombamento ou transferência época em que os trilhos da estra- qualquer atitude que instaure uma lação federal avançou bastan-dos painéis para outro lugar. Há re- da de ferro foram sinônimos de contenda jurídica, devemos estabe- te neste setor", afirma o se-ceio de que os novos investidores, desenvolvimento. mos agilidade", afirmou Mascarós, lecer uma situação de diálogo com De acordo com ele, com cretário de Cultura, confir-que deverão investir cerca de R$ que comentou ainda que recente- o futuro proprietário", defende. a comemoração do centená- mando que o novo texto da4,5 milhões na compra do prédio, DISPUTA mente a Prefeitura prometeu ava- Mascarós concorda que o tra- rio, a consciência de preserva- legislação específica está emtenham o interesse de demolir ou O fato reacendeu uma pen- liar e enviar à Câmara o novo tex- balho de preservação do patrimô- ção melhorou significativa- estudo pelo Executivo.modificar a atual construção. denga entre o órgão fiscalizador e to da lei até o final de março. "Esta- nio não deve provocar problemas mente. Disse que "em breve" o O presidente do Conselho, o Executivo por causa da necessi- mos no aguardo", ressalva. financeiros para os proprietários e texto vai para Câmara Muni-Henry Mascarós, classifica a situa- dade de atualizar as leis de tomba- investidores. "Temos que ter segu- BRAVATAS cipal. "Esta nova lei será umção dos painéis como perfeita. "Es- mento da cidade, criadas em SECRETÁRIO rança jurídica e maneiras de com- "Aqui estabeleceu-se um ótimo instrumento de preser-tá em um lugar coberto e o mate- 1990. De acordo com o presidente O secretário de Cultura de pensá-los com isenções ou outros grupo xiita que defende a me- vação do patrimônio históri-rial, de cimento e ferro, é muito do conselho, Henry Mascarós, a Araçatuba, Hélio Consolaro, diz meios. A intenção é valorizar, não mória com bravatas e classifi- co de Araçatuba."JOresistente", avalia. No entanto, lei atual é antiquada e deficitária. que é legítima a preocupação do o contrário", afirma.

×