Acervo da Sala Verde Marin dos Caetés

1,640 views
1,582 views

Published on

A Sala Verde Marin dos Caetés é uma biblioteca interativa com livros sobre o meio ambiente, cedidos pelo Ministério do Meio Ambiente e outras publicações disponíveis para leituras e pesquisas. Este acervo está disponível para leitura, pesquisa e consulta na forma de livros, cartilhas, periódicos, folders, CDs, DVDs e fitas de vídeo.

Veja mais:
http://www.olinda.pe.gov.br/secretarias-e-orgaos/secretaria-de-meio-ambiente/salaverde

Published in: Education
0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total views
1,640
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
624
Actions
Shares
0
Downloads
4
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Acervo da Sala Verde Marin dos Caetés

  1. 1. ORIENTAÇÃO DE CONSULTA AOS TÍTULOS DO ACERVO DA SALA VERDE MARIN DOS CAETÉS:Identificar na primeira coluna o código e o número correspondente ao título que se deseja pesquisar.A seguir, o Índice dos temas do acervo com seu código respectivo.ÍNDICE DOS TEMAS DO ACERVO DA SALA VERDE MARIN DOS CAETÉS Nº CÓDIGO TEMA01 AG AGENDA 2102 AR AGROTÓXICOS03 AQ AQUECIMENTO GLOBAL/EVENTOS CLIMÁTICOS04 AT BIODIVERSIDADE - ATLAS05 FA BIODIVERSIDADE - FAUNA06 FL BIODIVERSIDADE - FLORA07 JO BIODIVERSIDADE - JOGOS08 DH DESASTRES NATURAIS E HUMANOS/ DEFESA CIVIL09 DE DESERTIFICAÇÃO10 EA EDUCAÇÃO AMBIENTAL11 EC EDUCAÇÃO E CIDADANIA12 GA GESTÃO AMBIENTAL13 LE LEGISLAÇÃO14 MO MOBILIDADE15 OL OLINDA16 PP POLÍTICAS PÚBLICAS17 PR PROJETOS18 RH RECURSOS HÍDRICOS19 SA SANEAMENTO AMBIENTAL20 SD SAÚDE21 TG TRANSGÊNICOSDVDs E CDs: 1. EDUCAÇÃO AMBIENTAL 2. BIODIVERSIDADE 3. POLÍTICAS PÚBLICAS
  2. 2. AGENDA 21COD TÍTULO AUTOR TIPO CONTEÚDO AG AGENDA 21 PERNAMBUCO SECTMA Kit com: Construção da Agenda 21 01 2002 Vídeo, do estado de Pernambuco, livro, incluindo folder sobre a folders Agenda 21 de Fernando de Noronha.AG AGENDA 21 OLINDA: PMO apostilhas Construção da AGENDA02 1. PROJETO PARA A CONSTRUÇÃO DA 21 de Olinda. AGENDA 21 DE OLINDA (out/2001). 2. CONSTRUÇÃO DA AGENDA 21 - 1º RELATÓRIO DE ATIVIDADES – 2003. 3. DIAGNÓSTICO SOCIOAMBIENTAL DAS RPAs OLINDA (rel. preliminar). 4.AGENDA 21 DE OLINDA – PLANO DE DES. SUSTENTÁVEL ‘OLINDA AINDA MELHOR’ (versão preliminar). 5. DIAGNÓSTICO SOCIOAMBIENTAL DO MUNICÍPIO DE OLINDA- OLINDA 2003 – ( 02 volumes). 6. DIAGNÓSTICO TÉCNICO PARTICIPATIVO – ABORDAGENS TEMÁTICAS/RELATÓRIOS GRUPOS DE TRABALHO - OLINDA 2004. 7. AGENDA 21 DE OLINDA – OLINDA AINDA MELHOR – 2004. 8. RELATÓRIO ACOMPANHAMENTO E MONITORAMENTO DA AGENDA 21- maio/ 2007 (orig. e cópia). 9. RELAÇÃO PARCEIROS, RESUMO SOBRE AGENDA 21, UJMA AGENDA PARA ALDEIA. 10. FONTE DE INFORMAÇÕES POR SECRETARIA MUNICIPAL.AG OLINDA AGENDA 21 PMO 31 Primeira publicação03 Ano 0, nº 01, out/2005 revistas sobre a Agenda 21 de Olinda, seus seis eixos estratégicos de sustentabilidade, situações de ameaça e de oportunidades, projetos e ações prioritárias.AG AGENDA 21 OLINDA PMO 03 folders Explica o que é Agenda04 21 e como organizar a de Olinda.AG CONSTRUINDO O NOSSO FUTURO Prefeitura do Rio de apostilha Pequeno guia da05 Janeiro Agenda 21 do Rio de Janeiro.AG CARTA DA TERRA Coordenação do 06 folders Documento oficial da06 Programa Agenda RIO ECO-92, formado 21, MMA por princípios éticos para construção de uma
  3. 3. sociedade global justa, sustentável e pacífica.AG AGENDA 21 & JUVENTUDE MMA, MEC 02 Produção de jovens que07 Experiências de todo Brasil revistas trabalham com Agendas Edição nº 03, julho/2009 . 21 locais e nas escolas, COM_VIDAS - Programa Nacional de Juventude e Meio Ambiente, e outros projetos socioambientais.AG AGENDA 21 & JUVENTUDE MMA, MEC Revista Produção e Consumo08 Experiências de todo Brasil 01 vol. Sustentáveis – Edição nº 04,. 2010 . Experiências de Trabalhos Sustentáveis (Programa Nacional de Juventude e Meio Ambiente).AG PROJETO VAMOS CUIDAR DO BRASIL: MMA, MEC Kit com Formação de COM-09 MUDANÇAS AMBIENTAIS GLOBAIS – 07 (sete) VIDA, Passo a passo PENSAR + AGIR NA ESCOLA E NA livretos e para Conferência de COMUNIDADE, dois Meio Ambiente na 2007/2008 cartazes escola, Reflexões, Desafios e Atividades sobre os temas Água, Ar, Fogo e Terra.AG AGENDA 21 PE – DEBATE ESTADUAL SECTMA apostilha Construção da Agenda10 2002 21 de PE, o histórico da construção e os eixos estratégicos.AG AGENDA 21 – BASE PARA A AÇÃO apostilha Xerox do capítulo 15,11 Tema: Conservação da Biodiversidade Agenda 21, em “Conservação da Diversidade Biológica “com temas ambientais mensais.AG O QUE OS PERNAMBUCANOS PENSAM SECTMA, CONDEPE, 04 livros Consulta realizada à12 SOBRE MEIO AMBIENTE, ISER população sobre os DESENVOLVIMENTO E QUALIDADE DE temas citados. VIDA, 2003AG AGENDA 21 CARUARU, 2006 Prefeitura de livro Construção da Agenda13 Caruaru, 21 de Caruaru. PMC,MMA,FMNAAG GUIA DA AGENDA 21 NA ESCOLA – POLITENO Indústria livreto Através do Programa de14 Experiência Piloto na Escola Normal de e Comércio S/A e Fomento e Formação da Camaçari, 2005 apoio da Cultura Ambiental FIEB – Federação (PFFCA) , a empresa das Indústrias do tomou a Escola Normal Estado da Bahia. de Camaçari como Projeto Pilota na construção da Agenda 21 na escola.AG CADERNOS DE DEBATA AGENDA 21 E MMA 0615 SUSTENTABILIDADE: livretos
  4. 4. Nº 1 – AGENDA 21 E A SUSTENTABILIDADE DAS CIDADES. Nº 2 – AGENDA 21: UM NOVO MODELO DE CIVILIZAÇÃO. Nº4 – MATA ATLÂNTICA, O FUTURO É AGORA. Nº 5- AGENDA 21 E O SETOR MINERAL. Nº 6 – AGENDA 21, O SEMI-ÁRIDO E A LUTA CONTRA A DESERTIFICAÇÃO. Nº9 - AGENDAS 21 E BIODIVERSIDADE.AG AGENDA 21 DAS ESCOLAS MUNICIPAIS Prefeitura de cartilha Textos, desenhos e16 DE MACEIÓ Maceió músicas de alunos da (Primeiro Documento) rede municipal de Maceió, mostrando os sentimentos e desejos para um mundo melhor após debaterem a situação de suas escolas, dos bairros e cidade em que vivem.AG AGENDA 21 BRASILEIRA Comissão de 02 livros Desenvolvimento e17 Ações Prioritárias Políticas de Sustentabilidade, 2ª edição, 2004 Desenvolvimento Contexto internacional e Sustentável e da cenário atual do país, As Agenda 21 21 ações prioritárias. Nacional- MMAAG PROGRAMA AGENDA 21 – MMA livreto Orientações para a18 Passo a passo da Agenda 21 local construção da Agenda 2006 21.AG SÍNTESE DO PASSO A PASSO DA AGENDA MMA 03 folders Síntese das orientações19 21 LOCAL . para a construção da Agenda 21.AG AGENDA 21 MMA, BANCO DO livreto Informações sobre20 PERGUNTAS E RESPOSTAS, NE conceitos e CE-2000. instrumentos básicos para o desenvolvimento sustentável brasileiro, tendo a Agenda 21 como seu plano de ação primordial.AG AGENDA 21 NO PROGRAMA DE MMA 05 Síntese metodológica da21 REVITALIZAÇÃO DA BACIA DO RIO SÃO cartilhas construção da Agenda FRANCISCO 21 no âmbito do Programa de Revitalização da Bacia do Rio São Francisco.AG AGENDA 21 – BANCO DA MMA, BANCO DO livro Responsabilidade22 SUSTENTABILIDADE BRASIL Socioambiental na prática do Banco do Brasil.
  5. 5. AG REDE BRASILEIRA DE AGENDAS 21 LOCAIS INSTITUTO VITAE 02 Os princípios que23 CIVILIS, FBOMS, livretos norteiam e indicam os MMA caminhos pelos quais os processos de Agenda 21 podem se tornar parte da Rede e contribuir com seu funcionamento.AGROTÓXICOSCOD TÍTULO AUTOR TIPO CONTEÚDOAR AGROTÓXICOS , IMPACTOS A SAUDE Secretaria Estadual cartilha Informações e01 E AO MEIO AMBIENTE de Saúde Rio Grande orientações sobre o 2008 do Sul problema do uso de agrotóxicos e seu impacto sobre a saúde humana e sobre o ambiente.AR FALANDO SOBRE AGROTÓXICOS, 2005 PROMATA cartilha Programa de apoio ao02 Desenvolvimento Sustentável da Zona da Mata.AR AGRICULTIRA ECOLÓGICA E A MÁFIA Sebastião Pinheiro, livro Problemas relacionados03 DOS AGROTÓXICOS NO BRASIL, 1998 Nasser Yossef Nash, com o uso de agrotóxicos, Dioclécio Luz em relação ao consumo e a contaminação ambiental.AQUECIMENTO GLOBAL/ MUDANÇAS CLIMÁTICASCOD TÍTULO AUTOR TIPO CONTEÚDO AQ TROPICAL DEFORESTATION AND Edited by Paulo livro Monitoramento do 01 CLIMATE CHANGE Moutinho e Stephan desmatamento e 2005 Schwartzman, IPAM - emissões, Redução de Instituto de Pesquisa desmatamento Ambiental da compensado com Amazônia, créditos de carbono em ENVIRONMENTAL países como Brasil, DEFENSE. Bolívia, Ghana e Considerações para seleção de taxa para a compensação da reduçãoAQ USO DE FLUÍDOS NATURAIS PNUD, GTZ, MMA livro Artigos Técnicos02 Novembro, 2007 apresentados no seminário “Uso de Refrigerantes Naturais em Sistemas de Refrigeração e Ar
  6. 6. condicionado em SP.AQ PLANO NACIONAL SOBRE MUDANÇA DO Comitê 02 livros Apresenta o histórico do03 CLIMA – PNMC 2008 Interministerial sobre processo do plano, as Mudança do Clima - emissões no Brasil, Brasil oportunidades de mitigação, impactos vulnerabilidades, ações de EA, instrumentos para implantação de ações.AQ MUDANÇAS CLIMÁTICAS GLOBAIS E José A. Marengo livro Caracterização do Clima04 SEUS EFEITOS SOBRE A BIODIVERSIDADE (CPTEC/INPE), Atual e Definição das Biodiversidade nº 26, 2006 MMA (Secretaria de Alterações Climáticas Biodiversidade e para o Território Floretas) Brasileiro ao longo do Séc. XXI.AQ MUDANÇAS CLIMÁTICAS MMA caderno Textos de auxílio ao05 III CONFERÊNCIA NACIONAL DO MEIO debate na III CNMA AMBIENTE sobre Mudanças Climáticas, Aquecimento Global e suas interferências.AQ MUDANÇAS CLIMÁTICAS & MMA (Secr. De livro Relatório de avaliação06 BIODIVERSIDADE Biodiversidade e das inter-relações entre Biodiversidade nº 28, 2007 Florestas) biodiversidade e mudança de clima e considerações para as políticas públicas pertinentes.AQ ENTRE NO CLIMA! – Reflexão sobre o Fundação Arcelor livreto Abordagem dos07 aquecimento da Terra Mittal Brasil principais tópicos Material do educador/ 2008. referentes ao aquecimento do planeta e sugestões de atividades para o educador ambiental.AQ ENTRE NO CLIMA! – Reflexão sobre o Fundação 02 Estórias em quadrinhos08 aquecimento da Terra. ArcelorMittal Brasil cartilhas sobre o aquecimento da 1º a 4º série /2008 de cada Terra para alunos da 1ª 5ª a 8ª série/ 2008 período à 4ª série e alunos da 5ª à 8ª série.AQ AQUECIMENTO GLOBAL E MUDANÇAS Prefeitura de Caxias cartilha Elaborado por09 CLIMÁTICAS professores e alunos da 8ª série da Escola UIM Raimundo Nunes, Caxias, para sensibilização da comunidade sobre o aquecimento global, levando-a a participar na arborização do bairro.AQ MUDANÇAS CLIMÁTICAS E O Conselho 02 Impressão de slides que
  7. 7. 10 MECANISMO DE DESENVOLVIMENTO Empresarial para o apostilhas abordam Evolução do LIMPO Desenvolvimento Pensamento Ambiental, Sustentável Mudanças Climáticas, Efeito Estufa, Desenvolvimento Sustentável.AQ COMPROMISSO PELA QUALIDADE DO MIN. CIDADES, MIN. livreto Aborda : A Qualidade do11 AR E SAÚDE AMBIENTAL SAÚDE, MMA Ar, Ações 2009 Governamentais em Curso e Compromissos do Governo Federal.AQ PROCONVE – 20 ANOS RESPIRANDO UM IBAMA, MMA livreto Explica o que é o12 AR MELHOR PROCONVE, Programa de Controle da Poluição do Ar por Veículos Automotores, objetivos, resultados alcançados.AQ AQUECIMENTO GLOBAL E MUDANÇAS Odo livro Apresenta as causas13 CLIMÁTICAS: Primavesi,Cristina integradas e as possíveis UMA VISÃO INTEGRADA TROPICAL Arzabe, Márcio dos soluções para se evitar 2007 Santos Pedreira – o desastre global EMBRAPA, iminente, PETROBRÁS, MMA. fundamentado nos princípios e nas normas ecológicas.AQ PREVISÃO CLIMÁTICA COMO SUBSÍDIO CONFEA – Conselho livro Palestras e debates do14 À CRISE ENERGÉTICA, 2002 Federal de Workshop realizado em Engenharia, Brasília, agosto de 2001. Arquitetura e AgronomiaAQ CRITÉRIOS DE SUSTENTABILIDADE PARA Mário Manzoni, livreto Tais critérios objetivam15 PROJETOS DE MDL NO BRASIL , 2005 INSTITUTO DE auxiliar projetos de PESQUISA MDL - Mecanismo de AMBIENTAL NA Desenvolvimento AMZÔNIA. Limpo, a maximizar a geração de benefícios sociais e ambientais.AQ EMISSÃO DE GAZE S POLUENTES CPRH livro Estimativa de emissões16 1994 de poluentes atmosféricos provenientes de Fontes Estacionárias da RMR.AQ PROTEÇÃO DA CAMADA DE OZÔNIO E PNUD, GTZ, MMA livreto Informativos sobre17 IMPACTOS NA SAÚDE: O QUE DEVEMOS (Plano Nacional de Camada de Ozônio, SABER! Agosto, 2008. Eliminação dos cuidados que devemos CFCs), tomar e a Estratégia Min. da Saúde Nacional de Transição para eliminação dos CFCs nos MDls.
  8. 8. BIODIVERSIDADE – ATLASCOD TÍTULO AUTOR TIPO CONTEÚDOAT ATLAS DA BIODIVERSIDADE DE UFPE, SECTMA, MMA, Atlas01 PE PNF,CHESF, (40cm*50 ELETROBRÁS cm)AT A FLORESTA DE ARAUCÁRIA CNPq, UNDP, GEF, Apres. tipo02 NO PARANÁ FUPEF,MMA atlas (40cm * 30cm)AT MACRO DIAGNÓSTICO DA MMA Apres. tipo03 ZONA COSTEIRA DO BRASIL atlas (40cm * 30cm)AT ATLAS DE SENSIBILIDADE A MMA04 ÓLEO DA BACIA DE SANTOS BIODIVERSIDADE – FAUNACOD TÍTULO AUTOR TIPO CONTEÚDOFA Sérgio Túlio Caldas, A história de conservação de01 PEIXE-BOI Luciano Candisani, Régis livro um mamífero brasileiro. Pinto de Lima (CMA) – Projeto PEIXE-BOI IBAMA, MMAFA 1st NATIONAL REPORT ON RENCTAS (Rede Nacional livro Relatório Nacional de Tráfico02 WILD FAUNA TRAFFIC IN de Combate ao Tráfico de de Animais Silvestres BRAZIL Animais Siklvestres), MMAFA INICIATIVA BRASILEIRA DE CDB, FAO, EMBRAPA, Pasta com Documentos referentes às03 POLINIZADORES NO ÂMBITO MMA fichas e Iniciativas de Polinizadores DA INICIATIVA 01 CD Internacionais e Brasileiros INTERNACIONAL PARA CONSERVAÇÃO E USO SUSTENTÁVEL DOS POLINIZADORES DA CDB, 2004FA MG-BIOTA: AVES DE RAPINA Diretoria de Boletim Pesquisa sobre Aves de04 Vol.1, nº 5, dez/jan – Biodiversidade do IEF – científico Rapina do Parque Estadual 2008,2009 Inst. Estadual de de Rio Doce, BH, MG FlorestasFA BOLETIM ESTATÍSTICO DA IBAMA, MMA livreto Caracterização da pesca no05 PESCA MARÍTIMA E litoral de PE e estimativas de ESTUARINA DE PE, 1998 produção do ano de 1998FA SOLITARY BEES Breno M. Freitas, Júlio livro Textos do Workshop06 Conservation, Rearing and Otávio P. Pereira, BPI, Internacional sobre Abelhas Management for Pollination, UFC, MMA realizado no Ceará em abril 2004 de 2004.FA UNIÃO PELA FAUNA DA MATA RENCTAS, SOS MATA livro Registro das ocorrências07 ATLÂNTICA ATLÂNTICAN com a fauna brasileira e como agir para ajudar a
  9. 9. protegê-la.FA GUIA DE LAGARTOS DA Laurie Vitt,William livro Estudo sobre 35 espécies de08 RESERVA FLORESTAL Magnusson, Teresa lagartos existentes próximos ADOLPHO DUKE - RFAD, 2008 Cristina Pires, Albertina à Manaus, na RFAD. Lima, INPAFA PESQUE-E-SOLTE – Paulo Sérgio Ceccarelli , livro Orientações sobre a pesca09 Informações gerais e ...(ET all), IBAMA, esportiva. procedimentos práticos PNUD,MMAFA ORGANIZAÇÃO E PESCA INSTITUTO TERRAMAR, cartilha Abordagem sobre10 PREDATÓRIA, 2000 CE - MMA conseqüências da pesca predatória.FA ESPÉCIES DA FAUNA MMA livro Recomendações para o11 AMEAÇADOS DE EXTINÇÃO manejo e Políticas Públicas. 2010FA TANTO MAR ... OU TANTO Nurit Benusan livro Aborda diversas formas de12 FAZ? impactos nas regiões 2010 costeiras, as quais vem sofrendo por conta da ocupação humana.FA LIVRO VERMELHO MMA, MIN. EDUCAÇÃO 02 volumes Contempla informações de13 DA FAUNA AMEAÇADA DE 627 espécies reconhecidas EXTINÇÃO, 2010 pelo governo brasileiro como ameaçadas de extinção. BIODIVERSIDADE - FLORACOD TÍTULO AUTOR TIPO CONTEÚDOFL FLORÍSTICA ARBÓREA DA Wegliane Campelo da Silva monografia Monografia sobre a01 RESERVA ECOLÓGICA MATA Florística DO PASSARINHO, OLINDA, Arbórea, trabalho PE apresentado 2003 à Coordenação do Curso de Engenharia Florestal da UFRPE.FL RELATÓRIO DA COMISSÃO CODEPLAN – COMP. livro Trata-se do relatório da02 EXPLORADORA DO DESENVOLVIMENTOM DO MISSÃO CRULS sobre o PLANALTO CENTRAL DO PLANALTO CENTRAL Planalto Central realizado BRASIL entre 1982 a 1984, com Edição Especial do vistas à construção do Centenário do Relatório Distrito Federal. Cruls - 1982- 1992FL ÁREAS PRIORITÁRIAS PARA UNPD, IBAMA, MMA 01 Livro com Identificação de áreas03 CONSERVAÇÃO, USO E CD prioritárias nos Biomas REPARTIÇÃO DE BENEFÍCIOS brasileiros: avaliação DA BIODIVERSIDADE 01 Livro sem socioeconômica, tendência BRASILEIRA: ATUALIZAÇÃO – CD da ocupação humana e PORTARIA MMA Nº. 09, principais ações para gestão 23/01/09 (com CD) dos recursos naturais. Vol. 1 – 2ª edição, 2007
  10. 10. BIODIVERSIDADE 31FL POLÍTICA AMBIENTAL MMA 1 livro Prestação de contas da04 INTEGRADA PARA O Com CD gestão de 2003 a 2006. DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL- RELATÓRIO DE GESTÃO 2003 - 2006FL BIODIVERSIDADE NO MMA 1 livro Textos técnicos e científicos05 ÂMBITO DO ZONEAMENTO do Seminário Zoneamento ECOLÓGICO-ECONÔMICO Ecológico-Economico e Programa de ZEE, Caderno Proteção à Biodiversidade Temático: 2007 com a finalidade de inseri-la nas diretrizes metodológicas do ZEE.FL ÁREAS PROTEGIDAS DA WWF,GTZ,KFW, GOVERNOS Livro Registro e divulgação do06 AMAZÕNIA - ARPA ESTADUAIS DA AMAZONIA, 01 aprendizado adquirido por Vol. 1 - nº 1 - Brasília 2007 MMA alguns gestores do ARPA, e algumas ações e resultados alcançados na busca da implementação de um modelo de gestão de Unidades de Conservação.FL ASSENTAMENTOS DE PAPEL GREENPEACE Livretos Estudo sobre07 MADEIRA DE LEI 02 assentamentos com apoio de madeireiros em áreas de floresta para poder tirar a madeira de lá.FL PLANO AMAZÔNIA Grupo Interministerial e livro Diagnóstico, Objetivos,08 SUSTENTÁVEL – Diretrizes Governos Estaduais da Diretrizes Estratégicas para para o desenvolvimento Amazônia o Desenv. Sustentável e sustentável da Amazônia Gestão do Plano brasileira, 2008FL AMAPÁ – AGENDA POSITIVA MMA, Gov. AMAPÁ 02 livretos Programa de09 Desenvolvimento Sustentável para o AmapáFL PAGAMENTOS POR MMA livro Programa Piloto para a10 SERVIÇOS AMBIENTAIS – proteção das florestas perspectivas para a tropicais do Brasil AMAZÔNIA LEGAL – 2009 Série Estudos nº 10FL RELATÓRIO: 2º ANO DE GLOBALSAT , ABIOVE , 02 livretos Mapeamento,11 MAPEAMENTO E Membros do GRUPO DE monitoramento e registro MONITORAMENTO DA SOJA TRABALHO DA SOJA - GTS do uso e ocupação do solo NO BIOMA AMAZÔNIA, 2009 com soja em áreas desmatadas.FL Avaliação e Planejamento PNUMA, MMA 01 livro Relatório final da avaliação12 Integrados no contexto do integrada dos fatores Plano BR 163 – Sustentável: econômico, sociais e O SETOR SOJA NA ÁREA DE ambientais, visando o INFLUÊNCIA DA RODOVIA desenvolvimento BR-163, 2006 sustentávelFL AMAZÔNIA – Fortalecendo DFID, MMA (Secr. 03 livretos Divulgação das experiências13 capacidades para o Coordenação da Amazônia) do Programa de
  11. 11. desenvolvimento Capacitação – PCA, sustentável, 2003 implementado em Mato Grosso, Amapá, Maranhão , Rondônia, Roraima e TocantinsFL SISTEMA DE BASES GTZ, BCO MUNDIAL, MMA 02 livretos Apresentação do BCDAM –14 COMPARTILHADAS DE dados sobre a Amazonia. DADOS SOBRE A AMAZÔNIA - BCDAMFL ARPA – AMAZON REGION WWF,GTZ,KFW, GOVERNOS Folders Apresentação resumida da15 PROTECTED AREAS ESTADUAIS DA AMAZONIA, 02 ARPA em inglês. PROGRAM MMAFL LICENCIAMENTO AMBIENTAL SECRETARIA DE Folders Resumo sobre o16 EM PROPRIEDADE RURAL – COODENAÇÃO DA 22 desmatamento nessas Ferramenta para conter o AMAZÔNIA, MMA áreas e a implantação do Desmatamento ilegal na novo Sistema de Amazônia, 2002 Licenciamento.FL FLORESTAS DO BRASIL FUNDAÇÃO GILBETO 01 livro Seminários sobre as17 (Forests of Brasil), 2008 FREYRE, GOV. PE, MMA, Florestas do Brasil M.RELAÇÕES EXTERIORES realizados no Brasil e no exterior no período de 2004 a 2008.FL LECCIONES DE LA FLORESTA MMA 01 Pasta Apresenta Programa Piloto18 PARA LA CONSTRUCCIÓN com para a Proteção das DEL DESARROLLO 16 fichas Florestas Tropicais do Brasil SOSTENIBLEFL CATÁLOGO DE PUBLICAÇÕES MMA 1 livro com Apresenta a atuação do19 DO PROGRAMA PILOTO 1 DVD Programa Pilota durante 17 PARA PROTEÇÃO DAS anos, desde 1990, na FLORESTAS TROPICAIS DO Amazônia e Mata Atlântica. BRASIL, 2009FL MATA ATLÂNTICA – IBGE, MMA 1 mapa com Decreto nº 6.660, de20 MAPADA ÁREA DE DVD. 21/11/2008, Diário da APLICAÇÃO DA LEI nº União de 24/11/2008 11.428 de 2006FL MAPA SÍNTESE DE AÇÕES E UFPE, Fundação 1 mapa Mapa com zoneamentos21 ÁREAS PRIORITÁRIAS PARA Biodiversitas, PNF,CHESF, das importâncias biológicas CONSERVAÇÃO DA ELETOBRÁS, SECTMA do estado de PE. BIODIVERSIDADE DE PE, 2001FL BREJOS DE ALTITUDE EM Orgs. KátiaC. Porto, Jaime livro Estudos sobre esta floresta22 PERNAMBUCO E PARAÍBA – J.P. Cabral, Marcelo 01 úmida, localizada em plena BIODIVERSIDADE 9 Tabarelli- UFPE, MMA região semi-árida cercadas por vegetação de caatinga.FL DIAGNÓSTICO DAS SECTMA livro Apresenta as reservas23 RESERVAS ECOLÓGICAS - ecológicas da Região Região Metropolitana do Metropolitana do Recife. Recife, 2001FL AS REGIÕES NATURAIS DO Vasconcelos Sobrinho, livro Análise das regiões24 NE, O MEIO AMBIENTE E A CONDEPE ecológicas/naturais do CIVILIZAÇÃO, 2005 Nordeste.FL BIODIVERSIDADE DA MMA, UFPE, EMBRAPA, livro Divulgação dos textos de25 CAATINGA: ÁREAS E AÇÕES Fundação Biodiversitas, informações bióticas e as
  12. 12. PRIORITÁRIAS PARA A Fund. De Apoio ao não bióticas sobre Bioma CONSERVAÇÃO, 2004. Desenvolvimento da UFPE. Caatinga apresentados em Workshop , Petrolina, maio de 2000.FL CENÁRIOS PARA O BIOMA Conselho Nacional da livro Bases para o Desenv.26 CAATINGA, 2004 Reserva da Biosfera da Sustentável, Cenário Caatinga, SECTMA, MMA Tendêncial, Cenário Desejável, DiagnósticoFL ANÁLISE DAS VARIAÇÕES DA CNPq, UNDP, GEF, PRÒBIO, Livro Diagnóstico sobre a27 BIODIVERSIDADE DO BIOMA MMA OBS: está biodiversidade de áreas CAATINGA , 2005. sem o CD prioritárias para BIODIVERSIDADE 12 conservação do Bioma Caatinga.FL FABRICAÇÃO DE CHAPAS DE M de Fátima Nascimento, livreto Estudo sobre uso28 PARTÍCULAS HOMOGÊNEAS Antonio Rocco Lahr, sustentável das madeiras COM MADEIRAS NATIVAS E Adailton José Epaminondas do semi-árido. EXÓTICAS ADAPTADAS DO de Carvalho – PROJETO SEMI-ÁRIDO PARA O BRASIL, CONSERVAÇÃO E USO 2007 SUSTENTÁVEL DA Boletim Técnico nº 06 CAATINGA, PNF, MMAFL NÚCLEO DO BIOMA MMA folder Apresentação da instância29 CAATINGA - SBF do MMA responsável pela definição de políticas sobre o Bioma Caatinga.FL RESERVA DA BIOSFERA DA PMB, Conselho Nacional folder Resumo sobre a caatinga e30 CAATINGA Reserva da Biosfera instituições protetoras. Caatinga, Instituto Amigos da Caatinga, SECTMA, MMAFL CONSERVAÇÃO E USO GEF,PNUD,PNF,MMA 06 folders Resumo sobre a Caatinga31 SUSTENTÁVEL DA CAATINGAFL PRODUÇÃO FLORETAL GEF,PNUD,PNF,MMA 04 folders Fichas com itens32 SUSTENTÁVEL DA CAATINGA: relacionados à Caatinga. GARANTIA DE SOBREVIVÊNCIAFL BIODIVERSIDADE E UFPE, PNE, CNPq, UNDP, livro Inventário biológico das33 CONSERVAÇÃO DA CHAPADA World Bank, GEF, MMA áreas consideradas DIAMANTINA 2005 prioritárias para a BIODIVERSIDADE 13 conservação da diversidade biológica desta área.FL DIVERSIDADE BIOLÓGICA E FADE UFPE, CNPq, UNDP, livro Descrição das riquezas34 CONSERVAÇÃO DA World Bank, GEF, PROBIO, ainda encontradas neste FLORESTA ATLÂNTICA AO MMA trecho de Floresta NORTE DO RIO SÃO Atlântica, onde está FRANCISCO, 2006 bastante degradado e é BIODIVERSIDADE 14 pouco conhecido .FL CERRADO E PANTANAL – MMA livro Resultados da oficina sobre35 Áreas e Ações Prioritárias Cerrado e Pantanal, em para Conservação da Brasília, 1998, onde Biodiversidade 2007 apresenta os temas: BIODIVERSIDADE 17 Fatores Bióticos, Fatores de Pressão e Vulnerabilidade, Síntese e Recomendações.
  13. 13. FL CERRADO: ECOLOGIA, Org. Aldicir Scariot, José livro Estudo de 46 pesquisadores36 BIODIVERSIDADE E Carlos Souza –Silva, Jeanine sobre Cerrado: Solo, CONSERVAÇÃO, 2005 M. Felfili - MMA Produção Hídrica, efeitos do fogo,biodiversidade vegetal e animal, e perspectivas e desafios para preservação deste bioma.FL BIODIVERSIDADE DO CNPq, UNDP, World Bank, livro Inventário Biológico do37 COMPLEXO APORÉ-SUCURIÚ GEF, PROBIO, UFMS, MMA Complexo Jauru elaborado – Subsídios à Conservação e pela Univ. Federal de Mato Manejo do Bioma Cerrado, Grosso do Sul 2006FL PROGRAMA NACIONAL DE MMA livro Proposta de diretrizes para38 CONSERVAÇÃO E USO o Cerrado, elaborada em SUSTENTÁVEL DO BIOMA 2004 por GT formado por CERRADO, 2006 representantes de órgãos federais, estaduais, municipais, ONGs e sociedade civil local.FL O FOGO NO PARQUE DAS Org. Helena França, Mario 02 livros Registro de 30 anos de39 EMAS, 2007 Barroso Ramos Neto, observações de ocorrências BIODIVERSIDADE 27 Alberto Setzer, MMA. do fogo no Parque das Emas.FL BIODIVERSIDADE MARINHA UFRJ, Jardim Botânico RJ, livro Resultado dos40 DA BAÍA DA ILHA GRANDE, CNPq, UNDP, World Bank, levantamentos da 2007 GEF, PROBIO, MMA Biodiversidade da Baía da BIODIVERSIDADE 23 Ilha GrandeFL BIOTA MARINHA DA COSTA UFC, CNPq, PNUD, Banco livro Levantamento da41 OESTE DO CEARÁ, 2006 Mundial, GEF, PROBIO, biodiversidade, histórico e BIODIVERSIDADE 24 MMA. conhecimento da biota.FL ILHAS OCEÂNICAS CNPq, Museu Nacional RJ, livro Resultado das contribuições42 BRASILEIRAS DA PESQUISA Marinha do Brasil, IBAMA, do Workshop ‘Ilhas AO MANEJO, 2006 PNUD,MMA Oceânicas Brasileiras – da Pesquisa ao Manejo’ em julho 2005.FL INFORME SOBRE AS Marinha do Brasil, UFRJ, livro Tal estudo ajudará no43 ESPÉCIES EXÓTICAS USP, UNDP, MMA controle de impactos de INVASORAS MARINHAS NO espécies exóticas sobre os BRASIL, 2009 ecossistemas naturais BIODIVERSIDADE 33 brasileiros.FL MANGUEZAIS, A Escola Recanto Infantil livro Pesquisa sobre aspectos da44 IMPORTÂNCIA DE SUA degradação dos PRESERVAÇÃO, 1992 manguezais de PE realizada por alunos da Escola Recanto Infantil com orientação do prof. Márcio Gomes.FL BIODIVERSIDADE DOS CNPq, UNDP, World Bank, livro Unidades da Paisagem,45 CAMPOS DE ARAUCÁRIA, GEF, PROBIO, MMA, UFRGS Fatores Abióticos, Flora, 2009 (Org Ilsi Iob Boldrini) Fauna, Considerações BIODIVERSIDADE 30 Gerais.
  14. 14. FL Diretrizes e Prioridades do GEF, UNPD, ABC,MMA livro Documento elaborado por46 PLANO DE AÇÃO PARA gestores da Biodiversidade IMPLEMENTAÇÃO DA brasileira e validado em POLÍTICA NACIONAL DA Consulta Pública para BIODIVERSIDADE PAN – apresentação na 8ª BIO, 2006 Conferência das Partes da BIODIVERSIDADE 22 Convenção sobre Diversidade Biológica , em Curitiba, 2006.FL CONABIO – COMISSÃO MMA livro Deliberações da CONABIO47 NACIONAL DE no seu 5 anos de atividade. BIODIVERSIDADE – (2003/2008) BIODIVERSIDADE 32FL TERCEIRO RELATÓRIO GEF, UNDP,ABC – M. 01 livro em Ações em curso no país48 NACIONAL PARA A Cidades, MMA português até 2005 para CONVENÇÃO SOBRE 01livro em Implementação da DIVERSIDADE BIOLÓGICA, inglês Convenção sobre 2006 01 livreto Diversidade Biológica - CDB. BIODIVERSIDADE 21 sumario.FL IMPLEMENTATION OF THE MMA Livro com 02 Dados sobre a agenda da49 CDB IN BRAZIL DVDs COP9, DVD sobre o tema e DVD sobre Condutas Conscientes.FL PANORAMA SOBRE CONVENÇÃO SOBRE 01 livro Avalia a situação atual e50 BIODIVERSIDADE GLOBAL 2, BIODIVERSIDADE CDB, tendências da 2006. PNUMA,MMA biodiversidade, contém um resumo do estado da implementação da CDB.FL A CONVENÇÃO SOBRE Instituto de Estudos 01 livro em Guia para entender a51 DIVERSIDADE BIOLÓGICA: Avançados da universidade português e Oitava Reunião da ENTENDENDO E das Nações Unidas 01 livro em Conferência das Partes da INFLUENCIANDO O ingles Convenção sobre PROCESSO - 2006 Diversidade Biológica (COP- 8), em Kuala Lampur, Malásia , 2004FL CONVENÇÃO SOBRE M. Relações Exteriores, 01 livro Principais resultados da52 DIVERSIDADE BIOLÓGICA e MMA COP 8 e da MOP 3. PROTOCOLO DE CARTAGENA SOBRE BIOSEGURANÇA – COP 8 e MOP 3FL THE BRAZILIAN MMA 01 livreto Resumo dos objetivos e53 GOVERNMENT CROSS- ações do governo CUTTING INICIATIVES ON brasileiro, as quais foram BIODIVERSITY, FOOD AND sugeridas na Convenção NUTRITION, 2006 sobre Biodiversidade, Alimentação e Nutrição.FL OFICINAS DE CAPACITAÇÃO MMA (Secretaria de 01 livro Registro do Programa54 EM ECOTURISMO - Coordenação da Amazônia) português e Nacional de Treinamento e Investindo em Pessoas para inglês capacitação de profissionais Conservar o Meio Ambiente, e de desenvolvimento de
  15. 15. 2000. produtos ecoturísticos no Brasil.FL PROGRAMA DE EDUCAÇÃO PNUD, FAO, IBAMA 01 livreto Informe de Consultoria55 FLORESTAL EM ESCOLAS sobre Projeto de RURAIS DO RIO GRANDE O Desenvolvimento Florestal NORTE, 1992 Integrado do NE Brasileiro.FL PROGRAMA NACIONAL DE PNF (Programa Nacional de 02 livros O Programa Nacional de56 BOSQUES Bosques), MMA em Bosques instituído pelo 2001 espanhol Decreto nº 3.420/2000, tem a finalidade de promover o desenvolvimento florestal sustentável harmonizando a exploração com a proteção dos ecossistemas.FL PROGRAMA PILOTO PARA Secretaria de Coordenação 02 livretos Síntese do avanço do57 PROTEÇÃO DAS FLORESTAS da Amazônia, MMA em Programa piloto para TROPICAIS DO BRASIL, vol II português e proteção das florestas de 1997 inglêsl 1996 a 1997.FL COMO DAR VIDA AO SEU Maryke Hoing, BGCI-Plants livro Relatório da Rede de58 JARDIM for the Planet, RBJB, Jardim Diversidade Botânica da Nº 9, maio 2000 Botânico do RJ África AustralFL AGROBIODIVERSIDADE E MMA Livro Valorização do59 DIVERSIDADE CULTURAL, conhecimento popular e 2006 tradicional BIODIVERSIDADE 20 e sua aproximação e convivência com o conhecimento acadêmico no cultivo e utilização de várias espécies cultivadas.FL CONHECIMENTO A SERVIÇO Escola de Administração de revista Entrevista com Guy Midgley60 DA SUSTENTABILIDADE – Empresas de SP da Fund. (chefe grupom pesquisa em REV. PÁGINA 22 Getúlio Vargas Mudanças Climáticas na África), Tecnologia de Gente,,Redes sociais pela conservação, outros temas.FL CIÊNCIA HOJE das crianças Revista de divulgação revista Textos para crianças sobre61 Ano 16, nº 135, 2003 Científica para Crianças Plantas Carnívoras, profissão de botânico, etcFL JUVENTUDES RURAIS: Maurício Barros de Castro, livro Experiências de ONGs na62 CULTURA E Instituto Souza Cruz, MIN. educação de jovens rurais, DESENVOLVIMENTO, 2007 CULTURA, MMA. voltada para o Desenv. Sustentável.FL COSERVAÇÃO E USO MMA Livreto em Recomendações oriundas63 SUSTENTÁVEL EM ÁREAS português e do Seminário sobre Uso PROTEGIDAS E CORREDORES inglês Sustentável nos Bioma 2005 Caatinga e Cerrado, Crato – CEFL APRURAM – Produção, KFW, GTZ, MMA revista Trabalho da associação dos64 Beneficiamento, e produtores rurais em Rolim Comercialização dos de Moura, Rondônia Produtos de Sistemas Agroflorestais, 2006 – rev. V
  16. 16. FL APA – Diversificação KFW, GTZ, MMA revista Apicultura e consórcios65 Produtiva, Defesa Animal e agroflorestais em Geração de Renda em Ouro municípios de Rondônia Preto D’Oeste – Rondônia, 2006 – rev. IXFL PARENTES SILVESTRES DAS GEF, CNPq, UNDP, PROBIO, livreto Mapeamento de espécies66 ESPÉCIES DE PLANTAS MMA silvestres. CULTIVADASFL SEMENTES MELHORADAS, José Maria Damasceno livro Descreve o programa de67 2002 utilização de sementes no CearáFL MANEJO DA MATA NATIVA MMA, SECTMA, PNF cartilha Plano de Desenvolvimento68 2002 Florestal e da conservação da Biodiversidade de PE.FL SABERES E FAZERES DA Carla Coelho, Mª das Dores livro Sistematização da vivência69 MATA ATLÂNTICA DO NE, Melo - AMANE com o desenvolvimento do 2010 Projeto de Capacitação em Gestão Participativa de Unidades de Conservação na Mata Atlântica.FL II SEMINÁRIO INTER- AEFES – Associação dos livro Palestras, painéis e debates70 ESTADUAL SOBRE Engenheiros Florestais do sobre A importância e o REFLORESTAMENTO Espírito Santo Valor das Florestas na AMBIENTAL, 2002 Propriedade Rural.FL PLANO DE SECTMA livro Antecedentes, contexto71 DESENVOLVIMENTO sócio-econômico, FLORESTAL E DA mecanismos institucionais, CONSERVAÇÃO DA instrumentos legais , BIODIVERSIDADE DE PE princípios e diretrizes para 2000 os biomas Mata Atlântica e Caatinga.FL FLORESTAS URBANAS – Mª das Dores Melo, Mª de livro A importância das72 Estudo sobre Fátima Furtado – representações sociais, Representações Sociais da CONSELHO NACIONAL DA formadas pelos moradores Mata Atlântica de Dois RESERVA DA BIOSFERA DA do entorno de uma mata, Irmãos, Recife, 2006 MATA ATLÂNTICA na sua conservação / CADERNO DA BIOSFERA nº destruição desta 34 biodiversidade.FL PERNAMBUCO VERDE: SECTMA/PE, SAG/PE, 03 cartilhas Orientações sobre o plantio73 PROGRAMA DE IBAMA florestal em PE. DESENVOLVIMENTO FLORESTAL DE PEFL TIPOS DE VEGETAÇÃO Secretaria de Meio folder Caracterização resumida74 Ambiente de São Paulo sobre vegetações brasileirasFL PARA SEMPRE CERTIFICAÇÃO Carmen Figueredo cartilha Informações para o75 FLORESTAL, FSP, 2005 pequeno produtor florestal.FL INVASÕES BIOLÓGICAS: AMANE 05 cartilhas Explica o que é Invasão76 Uma ameaça invisível biológica e manejo, 2011 espécies nativas, espécies invasoras.FL OS JARDINS DE BURLE MARX LABORATÓRIO DE livreto Resumo da história de Burle
  17. 17. 77 NO RECIFE PAISAGEM DA UFPE Marx, lista dos jardins mais representativos e dados e fotos de alguns deles.FL MAPA DOS BAOBÁS NO Gilberto Vasconcelos livro História do baobá,78 BRASIL levantamento das espécies no Brasil.FL ILHAS OCEÂNICAS Leonardo ViannaMohr ...(et livro Estudos sobre as ilhas79 BRASILEIRAS: DA PESQUISA all), MMA oceânicas: Arquipélago de AO MANEJO Fernando de Noronha, Ilha Volume II, 2009 da Trindade, Arq. Martim Vaz, Atol das Rocas e Arq. São Pedro e São Paulo.FL QUARTO RELATÓRIO MMA livro Aborda: 1.Panorama da80 NACIONAL PARA A situação, tendências e CONVENÇÃO SOBRE ameaças; 2. Estratégia e DIVERSIDADE BIOLÓGICA Plano de Ação para a BIODIVERSIDADE 38, 2011 Biodiversidade; 3.Integração das considerações sobre Biodiversidade; 4.Conclusões.FL MANEJO FLORESTAL SERVIÇO FLORESTAL revista Apresentação dos avanços81 COMUNITÁRIONA BRASILEIRO, GTZ, MMA do Manejo Florestal AMAZÔNIA BRASILEIRA: Brasileiro AVANÇOS E PERSPECTIVAS (MFB) na Amazônia PARA A CONSERVAÇÃO brasileira, os desafios, FLORESTAL perspectivas e 2008 oportunidades.FL GESTÃO DE FLORESTAS SERVIÇO FLORESTAL caderno Lei que dispõe sobre a82 PÚBLICAS BRASILEIRO gestão de florestas públicas Lei nº 11.284 (02/03/2006) para produção sustentável Decreto nº 6.063 e institui o SBF – Serviço de (20/03/2007) Florestamento Brasileiro e o decreto de regulamentação.FL MAPA DAS UNIDADES DE ICMBIO, MMA mapa Mapa com as unidades de83 CONSERVAÇÃO FEDERAIS E conservação federais. CENTROS DE PESQUISAS DE CONSERVAÇÃO, 2011FL INSTITUTO CHICO MENDES ICMBIO, MMA caderno Lei 11.516 (28/08/2007)84 DE CONSERVAÇÃO DA que cria o Instituto Chico BIODIVERSIDADE Mendes da Biodiversidade Agosto 2009 com a missão de proteger o patrimônio natural e promover o desenvolvimento socioambiental, lei do SNUC e decretos de regulamentação.FL INSTITUTO CHICO MENDES ICMBIO, MMA caderno Lei 9.605 (12/02/1998) – Lei85 DE CONSERVAÇÃO DA Crimes Ambientais, Decreto BIODIVERSIDADE 6.514 (22/07/2008) e a Volume 2, Maio 2010 Instrução Normativa
  18. 18. ICMBIO nº 06 (01/12/2009).FL MAPA DE UNIDADES DE GTZ,FUNBIO, FUNAI, MMA Mapa e CD Edição comemorativa do86 CONSERVAÇÃO E TERRAS Dia da Mata Atlântica 27 de INDÍGENAS NA ÁREA DE Maio. APLICAÇÃO DA LEI DA MATA ATLÂNTICA, 2011FL INVESTIGANDO A CONSEVAÇÃO caderno Apoio para educadores87 BIODIVERSIDADE – Guia de INTERNACIONAL, para trabalhar co a Apoio aos Educadores do INSTITUTO SUPERECO, Biodiversidasde, através de Brasil, 2010 WWF, MMA conceitos, métodos e atividades pedagógicas.FL GUIA PARA O MANEJO SERVIÇO FLORESTAL caderno Conjunto de procedimentos88 FLORESTAL COMUNITÁRIO BRASILEIRO, GTZ, MMA técnicos, administração e 2007 gerência para produzir madeira e produtos não- madeireiros com o mínimo de danos à floresta.FL FLORESTAS DO BRASIL EM SERVIÇO BRASILEIRO livretinho Compilação de dados de90 RESUMO FLORESTAL, MMA diversas fontes nacionais 2010 envolvidos na gestão, uso e conservação das nossas florestas. BIODIVERSIDADE – JOGOSCOD ASSUNTO AUTOR TIPO CONTEÚDO JO JOGO DA PROBIO Livro do Atividades divulgando os 01 BIODIVERSIDADE – EMBRAPA, UFPE, professor, livro biomas brasileiros. EDUCAÇÃO AMBIENTAL UFMT, USP, de regras, IBAMA,MMA cartelas, fichas.JO SAPOS, RÃS E Marilda Schuvartz Tabuleiro, Informações sobre os anfíbios,02 PERERECAS: Pasquali, Leôncio figuras dos seu ambiente e sua importância desvendando os Pedrosa Lima, Rogério anfíbios, livro para o ecossistema. segredos dos anfíbios Pereira Bastos. informativo SEMARH, FEMA, UFG, FUNAPE.JO QUEBRAS-CABEÇA: 05 quebras-03 PAPAGAIO, cabeça TAMANDUÁ, JABUTI,MACACO, ONÇA-PINTADA.JO POSEIDON – o que Nurit Bensusan Kit na sacola: Aborda a biodiversidade04 está em jogo neste Livro com marinha e UC envolvidas como jogo? cartelas, a Reserva Extrativista (RESEX) fichas. de Corumbau, a Reserva biológica(REBIO) do Atol das Rocas, e outros.
  19. 19. DESASTRES NATURAIS E HUMANOS/ DEFESA CIVILCOD TÍTULO AUTOR TIPO CONTEÚDO DH APOSTILA SOBRE IMPLANTAÇÃO E Lelio Calheiros, apostila 01 OPERACIONALIZAÇÃO DO COMDEC Antonio Castro, Mª 2009 Cristina Dantas – MIN. INTEGRAÇÃO NACIONALDH MANUAL DE MEDICINA DE DESASTRES MIN. INTEGRAÇÃO livro02 volume 1, 2009 NACIONALDH A ATUAÇÃO DO PESSOAL LOCAL DE ORGANIZAÇÃO livro03 SAÚDE E DA COMUNIDADE FRENTE AOS MUNDIAL DA SAÚDE DESASTRES NATURAISDH GLOSSÁRIO DE DEFESA CIVIL, ESTUDOS MIN. INTEGRAÇÃO livro04 DE RISCOS E MEDICINA DE DESASTRES NACIONAL 2009DH MANUAL DE DESASTRES, DESASTRES MIN. INTEGRAÇÃO 03 livros05 HUMANOS NACIONAL Vol. 1 – DE NATUEAZA TECNOLÓGICA Vol.2 – DE NATUREZA SOCIAL Vol.3 - DE NATUREZA BIOLÓGICA 2007DH MANUAL DE DESASTRES NATURAIS MIN. INTEGRAÇÃO livro06 2007 NACIONAL – SECR. NACIONAL DE DEFESA CIVILDH MANUAL DE PLANEJAMENTO EM MIN. INTEGRAÇÃO livro07 DEFESA CIVIL NACIONAL – SECR. Volume III, 2007 NACIONAL DE DEFESA CIVILDH ÁREAS DE PRESERVAÇÃO PERMANENTE MMA Livro Relatório de Inspeção da08 E UNIDADES DE CONSERVAÇÃO x área atingida pela ÁREAS DE RISCO tragédia das chuvas na BIODIVERSIDADE 41 Região Serrana do Rio de Janeiro.DH SEMINÁRIO NACIONAL SOBRE CONFEA livro Aborda: Riscos09 DESASTRES AMBIENTAIS, 2001 Ambientais, Painéis sobre Desastres Ambientais (Goiânia, RJ, Curitiba, Queimadas), Visão do CONFEA, Carta de Curitiba.DESERTIFICAÇÃOCOD TÍTULO AUTOR TIPO CONTEÚDO DE PROGRAMA DE AÇÃO NACIONAL DE MMA (Secretaria de livro Trabalho realizado nos 01 COMBATE À DESERTIFICAÇÃO E Recursos Hídricos) anos de 2003 e 2004 MITIGAÇÃO DOS EFEITOS DA SECA – constando de conceitos e PAN BRASIL, 2005 ações no combate à desertificação.
  20. 20. DE AGROECOLOGIA TRANSFORMA GTZ, MMA, Livro Experiências de famílias02 PAISAGENS DESERTIFICADAS –III CAATINGA, DIACONIA no uso da Agroecologia. Caderno de Experiências e CENTRO SABIÁ.DE PROGRAMA DE COMBATE À SECTMA livreto O que é Desertificação, a03 DESERTIFICAÇÃO EM PE – Uma situação em PE, iniciativa que está dando resultado principais problemas e potencialidades do agreste e sertão.DE ATLAS DAS ÁREAS SUSCEPTÍVEIS À MMA livro Texto e mapas que04 DESERTIFICAÇÃO DO BRASIL 2007 traçam o perfil ambiental, produtivo e demográfico dessa região.DE CONHECENDO O PAN-BRASIL : MMA 02 O que é Desertificação,05 PROGRAMA Nacional de Combate à livretos Causas e conseqüências, Desertificação e Mitigação dos o que é o PAN, Efeitos da Seca , 2006 localização destas áreas, Meios para combater a desertificação.DE DESERTIFICAÇÃO: Entender para SECTMA, Fundação cartilha Aborda o que é06 prevenir e combater, 2001 Joaquim Nabuco, Desertificação em Instituto Desert linguagem simples.DE CONVENÇÃO DAS NAÇÕES UNIDAS DE Secretaria de livro A Convenção se aplica07 COMBATE À DESERTIFICAÇÃO Recursos Hídricos - não só ao Brasil como MMA particularmente na África, Sumário sobre o PAN, Cap. 12 da Agenda 21:Manejo de Ecossistemas Frágeis, Declara cão do Semi- árido.DE MANUAL DA PROPRIEDADE RURAL MMA, SEMARH – livreto Uma ferramenta do08 SUSTENTÁVEL – Um Guia para a Secretaria do Meio produtor rural na gestão produção Rural e o Meio Ambiente no Ambiente e dos ambiental de sua Século XXI Recursos Hídricos de propriedade. Goiás, FAEGDE POLÍTICA ESTADUAL DE CONTROLE SECTMA 03 Conceitos, Caracterização09 DA DESERTIFICAÇÃO Edições de 1999, livretos das áreas susceptíveis à 2001 e 2003 Desertificação, Diagnóstico e Políticas.DE DESERTIFICAÇÃO E SECA Contribuição ASPAN, UFRPE, livro Documento Síntese da10 da Ciência e Tecnologia para a ARTICULAÇÃO DO Oficina de Trabalho sobre Sustentabilidade do Semi-árido do NE SEMI-ÁRIDO Ciências e Tecnologia Pra do Brasil, 1999 BRASILEIRO, MMA Sustentabilidade do Semi-árido Brasileiro.DE CAATINGA: A LUTA CONTRA A SENAC – EA revista Aborda também: Eventos11 DESERTIFICAÇÃO Extremos, UC Ilha do Ano 19, nº 1, 2011 Bananal, Poluição Eletromagnética, Desafios do Saneamento.
  21. 21. EDUCAÇÃO AMBIENTALCOD TÍTULO AUTOR TIPO CONTEÚDOEA PROJETO DE EDUCAÇÃO Secretaria Municipal da 07 Programa de Saneamento01 AMBIENTAL - Habitação da Prefeitura apostilhas Ambiental da Bacia do PROGRAMA GUARAPIRANGA de São Paulo. folders Guarapiranga com o 1996 Projeto de Educ. Ambiental .EA BRINQUE COM CIÊNCIA EMBRAPA Jogos Jogos como quebra-02 apresentad cabeça, cartela com os em trilha, quem sou eu,caça livreto, 01 palavras, figuras para quebra- cortar, colar e montar cabeça e 05 folhas soltas .EA COLECIONA Departamento de EA, revista Textos para se pensar a03 Fichário do Educador Ambiental MMA EA, Ações e Projetos, Vol.8/ ano 2/ set./ out. 2009 entrevistas e indicações de publicações em EA.EA SENAC E EDUCAÇÃO AMBIENTAL SENAC revista Temas: IDH,04 Ano 19, nº 3, set./dez 2000 biodiversidade, Turismo Sustentável, etcEA PROGRAMA DE Órgão Gestor da Política 02 Política de comunicação05 EDUCOMUNICAÇÃO Nacional de EA apostilhas para a Educação SOCIOAMBIENTAL, 2005 Ambiental Documentos Técnicos nº 2EA DÉCADA DA EDUCAÇÃO PARA O Órgão Gestor da Política 02 Relatório da Pesquisa06 DESENVOLVIMENTO Nacional de EA apostilhas aplicada junto ao público SUSTENTÁVEL, 2005 Documentos do V Fórum Brasileiro de Técnicos nº 4 EAEA REVISTA BRASILEIRA DE REBEA revista Textos sobre Redes de07 EDUCAÇÃO AMBIENTAL nº 3, Educação Ambiental 2008EA POLUIÇÃO E MEIO AMBIENTE Abril S.A. Cultural revista O que é ecologia; cadeia08 Edição Especial de Conhecer nosso ecológica; o homem e a Tempo, 1973 natureza; dinâmica das populações, poluições, pesticidas; doenças do meio urbano, etcEA PROJETO EDUCANDO PARA O Kalimera Editorea apostilha Apresentação do projeto09 MEIO AMBIENTE – Formando que é destinado para Cidadãos Conscientes para a Vida alunos da Educação Infantil e Fundamental.EA OS GUARDIÕES DA BIOSFERA Enjoy arts e Magma apostilha Apresentação do projeto,10 Cultural desenvolvido em DVDs.EA MEIO AMBIENTE – Tânia Andrade, Valdith 02 livros Aborda questões11 Lixo e Educação Ambiental, 2003 Jerônimo, Editora ambientais enfocando a Grafiset problemática do lixoEA CONSUMO SUSTENTÁVEL – MMA, MIN EDUCAÇÃO, 06 livros Enfoca o direito à12 Manual de Educação, 2005 IDEC cidadania, melhoria da qualidade de vida, resgate da ética nas
  22. 22. relações entre consumo e produção e da responsabilidade de cada indivíduo na conservação ambiental e bem estar da humanidade.EA JOCA DESCOBRE .... NORONHA Ana Lúcia Carneiro livreto Programa Fazendo13 2004 Leão, Ângela Mª Cirilo, Educação Ambiental do Lúcia Silva, CPRH CPRH, contribuindo na preservação da qualidade do Meio Ambiente do Arquipélago Fernando de Noronha.EA CADERNO METODOLÓGICO PARA MIN. CIDADES caderno Traz orientações e14 AÇÕES DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL (SNSA/PEAMSS - referências E MOBILIZAÇÃO SOCIAL EM Programa de EA e metodológicas para SANEAMENTO 2009 Mobilização Social em estimular os diversos Saneamento) atores sociais a participarem de forma ativa, organizada dos processos de EA e Mobilização Social em Saneamento , exercendo seu papel no controle social nas ações de saneamento desencadeadas.EA AÇÃO TROCA-TROCA Secretaria de Educação 04 livretos Seleção de projetos15 Experiências Educacionais, 2008 e Desporto de Olinda pedagógicos desenvolvidos na rede escolar municipal de Olinda, tematizando a diversidade cultural, o meio ambiente e a própria cidade como fonte de cultura.EA EDUCAÇÃO AMBIENTAL MMA 04 livros Curso de Educação16 – Curso Básico à Distância, 2001 Ambiental à distância. 1º livro: GUIA DO ALUNO E CADERNO DE ATIVIDADES 2º) DOCUMENTOS E LEGISLAÇÃO DA EDUCAÇÃO AMBIENTAL 3º) QUESTÕES AMBIENTAIS, CONCEITOS , HISTÓRIA, PROBLEMAS E ALTERNATIVAS 4º) GESTÃO DE RECURSOS HÍDRICOS EM BACIAS HIDROGRÁFICAS SOB A ÓTICA DA EAEA ORIENTAÇÃO PARA A EDUCAÇÃO REPEA – Rede Paulista Livro com Reforça a atuação de17 AMBIENTAL NAS BACIAS de Educação Ambiental mapa educadores ambientais HIDROGRÁFICAS DO ESTADO DE em torno dos problemas SÃO PAULO, 2005 e soluções para a questão

×